• assinatura jornal
Campo Maior

TODAS AS ÁREAS: Prefeitura investiu R$ 4 milhões nas obras em 2017

TODAS AS ÁREAS: Prefeitura investiu R$ 4 milhões nas obras em 2017

10/01/2018 09:26h - Atualizado em 10/01/2018 09:27h

A Prefeitura de Campo Maior, apesar da crise que atingiu os municípios em 2017, manteve o ritmo de investimentos em obras e serviços no município. No ano passado o poder municipal, com recursos próprios ou em parcerias com o Governo do Estado e com o Governo Federal, investiu pouco mais de R$ 4 milhões na construção de escolas, unidades de saúde, calçamento, asfalto e ampliação do sistema de abastecimento de água.
obraszenita1

O prefeito Professor Ribinha revela que foi preciso fazer um verdadeiro malabarismo para conseguir continuar investindo em obras e para manter os serviços para atender a população de Campo Maior em todos os setores como educação, saúde, saneamento, infraestrutura, abastecimento de água e esporte.
obrasprefeito1

Ribinha cita obras importantes para Campo Maior como a construção da Escola Zenita Pires, na comunidade São Joaquim, onde o Município e o Governo Federal investiram cerca de R$ 1 milhão e 300 mil na construção e compra de moveis e equipamentos. “Eu considero essa obra histórica, porque foi o maior investimento em um prédio da Educação de Campo Maior”, destaca Ribinha.
obrasribinha1

Ele lembra que está em ritmo acelerado de construção uma creche, padrão MEC, no Parque Estrela, onde está sendo investido R$ 1,2 milhão.

Na Saúde o prefeito lembra que foram empregados mais de R$ 1 milhão na construção da UBS do Fripisa (R$ 750 mil), das academias da AUCAM e Estação e ainda nas reformas do posto do Cariri e Água Branca.
obrasfripisa1

No abastecimento de água, o Serviço Autônomo escavou dois novos poços e aprofundou outros três poços, permitindo que o sistema de Campo Maior ficasse  autossuficiente ao jogar na rede 430 mil litros por hora, ou 200 mil a mais do que em 2016. 

Na área de infraestrutura o município construiu a pavimentação das Ruas F, G e H, no Conjunto José Francisco Bona, (obra aguardada há 25 anos que custou aos cofres público R$ 287.647,00), a pavimentação da Rua Mandubé, no Bairro de Flores, onde foram investidos R$ 129.301,30 e ainda o asfaltamento do entorno do Açude Grande, onde foi empregado R$ 1.270.829,33.
obrascalcamento1

Na área do Esporte foram investidos R$ 300 mil para pudesse ser construída a Arena Aucam, fossem feitas reformas em campos de várzea e que fossem realizadas diversas competições esportivas na cidade e no interior. “Tivemos o cuidado de investir em cada modalidade esportiva para que todos os setores fossem beneficiados”, afirma o prefeito Ribinha.
obrasaucam
obrasagua1obrasacademiaobrasposto1

Fonte: Ascom

Deixe seu comentário