• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Coelho Neto - MA

Polícia investiga mãe que teria afogado recém-nascido em vaso sanitário

Ocorrência foi registrada no município de São José de Ribamar-MA.

26/04/2014 12:25h - Atualizado em 26/04/2014 14:20h

A Polícia Civil do Maranhão investiga, desde a quarta-feira (23), a denúncia de assassinato de um recém-nascido, pela própria mãe, no hospital municipal de São José de Ribamar. A criança teria sido afogada no vaso sanitário, logo após o parto.

Segundo apurou o blog, a mãe chegou ao hospital na noite de terça-feira (22), por volta das 23h30 e deu entrada na unidade alegando dores abdominais. Ela estava com roupas folgadas e desconfia-se que tentava encobrir a gravidez. O médico de plantão a questionou, mas ela negou que estivesse grávida.

(Imagem foi desfocada digitalmente)
Recém-nascido teria sido jogado no vaso sanitário (imagem foi desfocada)

Após ser medicada para a suposta dor abdominal, a mãe entrou no banheiro – ela chegou ao local acompanhada de um rapaz e de um senhora – onde teria dado à luz a criança, jogado no vaso, dando descarga em seguida. “Foi assassinato, não foi aborto. A criança nasceu e foi morta”, contou ao blog uma enfermeira do hospital que prefere não se identificar.

Logo após o suposto crime, os três deixaram o hospital. Quem descobriu a criança no vaso foi uma faxineira, que entrou no banheiro para limpar o local, já na madrugada de quarta.

Ao que tudo indica, a mãe usou documentos de outra pessoa para dar entrada na unidade de saúde e também forneceu endereço errado, o que, para a polícia, é indício de premeditação do crime.

A polícia já tem imagens das câmeras de segurança do hospital e tenta identificar os três suspeitos. O médico e enfermeiro e a faxineira de plantão já prestaram depoimentos.

Fonte: Gilberto Ieda

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas