• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Curralinhos

22 de janeiro de 2013

“Estamos atendendo a população à luz de velas e lamparina”, afirma Reginaldo Betinha

Prefeito mostrou como se encontra a situação da prefeitura atualmente

O novo prefeito da cidade de Curralinhos (80 km de Teresina) Reginaldo Teixeira, conhecido como "Reginaldo Betinha" (PTB) concedeu entrevista ao Jornal O Dia e falou da atual situação em que se encontra o município. Na entrevista o novo gestor cita em conversa, que encontrou junto com a vice-prefeita Cintia do Demi os cofres zerados e muitas dívidas para pagar, a prefeitura e outros prédios municipais encontram-se sem energia e partes dos veículos encontram-se sucateados. Veja na íntegra:

O DIA - Como o senhor encontrou a prefeitura municipal?
O prédio está sem energia e além da prefeitura vários outros, só tem energia mesmo no hospital, pois este não pode ficar sem. A gestão anterior deixou uma dívida de R$ 547 mil que vem se arrastando desde 2005 junto a Eletrobrás, hoje para religarem a nossa energia precisamos pagar R$ 24.900,00 de onde vou tirar esse dinheiro? O INSS foi parcelado nas duas modalidades, mas está em atraso desde fevereiro do ano passado. Além do mais o município está inadimplente sem condições de receber recursos do Governo Federal, o novo presidente da câmara municipal Frankio Lima disse que também recebeu o prédio sem energia.

Prefeito Reginaldo Betinha atendendo a luz de lamparinas

O DIA - Como se encontram as contas do município?
Passaram-nos a informação de que havia R$ 290 mil em conta, mas ainda não localizamos este dinheiro. O cofre da prefeitura estava lacrado, convidei um especialista para vir abrir e quando abrimos constatamos que o mesmo estava vazio. Aqui nós temos um sistema de previdência municipal, o Curralinhos Prev onde o gestor anterior deixou um saldo a regularizar de cerca de R$ 35 mil, na época esta dívida foi parcelada em prestações de R$ 2.578,73 mas nenhuma delas foi paga.

O DIA - E as obras do município? Em que pé estão?
Curralinhos perdeu uma importante obra no final do ano passado, foi um convenio junto a FUNASA para construção de 150 banheiros com fossas sépticas. A gestão anterior não prestou contas da primeira parcela e pelo que sei nem construiu os primeiros 75 banheiros e por isso o município perdeu R$ 200 mil em emendas. Temos duas escolas a U.E Jacob Gomes Barbosa e U.E Juscelino Kubitscheck, essas vão precisar de uma reforma urgente, pois os prédios encontram-se deteriorados, isso vai acabar atrasando o início das aulas. O nosso mercado municipal também está muito deteriorado, mas já iniciamos as obras de restauração.

Mercado público é uma das prioridades pois precisa de reforma urgente

O DIA - O que o senhor pretende fazer para tirar o município da inadimplência?
Já estamos trabalhando com a assessoria jurídica do município para solucionarmos isto, entramos com o pedido de repactuação junto ao Governo Federal e encaminhamos um projeto de lei da COSIP.

O DIA - Quais são as suas prioridades agora que assumiu a prefeitura da cidade?
A primeira coisa que fiz foi dar autonomia aos meus secretários para que cada um se responsabilize pela sua pasta, antes aqui em Curralinhos não existia isto, tudo passava pela mão do prefeito e agora não quero uma gestão participativa. Estamos realizando a limpeza pública da cidade, autorizei a liberação de um ônibus do PAR através do FNDE que deve chagar até o fim do mês. Decretei estado de calamidade no município por conta dos atrasos e irregularidades que encontramos, temos cerca de 90 dias para começarmos de fato a andar, pois da situação que está não há condições de se trabalhar. Quero reestabelecer o abastecimento de energia o quanto antes, quero fazer a manutenção dos poços e limpar as caixas de água, me organizar para realizar o pagamento do mês de dezembro e dos efetivos que a gestão anterior saiu sem pagar, fazer um recadastramento dos funcionários e coloca-los nas devidas áreas.

Estamos atendendo a população à luz de velas e lamparinas, pois não temos energia, fico aqui dia e noite, as vezes saio daqui após as 21 horas já cheguei a receber mais de 60 pessoas em um só dia. A primeira-dama Ana Cinthya já iniciou o recadastramento do Bolsa Familia que é algo muito importante, assumimos sem receber informações e esse recadastramento é necessário pois muitas famílias sobrevivem deste benefício.

Trator do município está parado e sendo tomado pelos matos

O DIA - Como o senhor encontrou o patrimônio público, os veículos do município?
Um trator que a prefeitura recebeu junto a FUNASA a pouco tempo já encontra-se totalmente quebrado e abandonado, esse trator deveria estar auxiliando os pequenos agricultores. Os ônibus escolares também estão sucateados muitos deles com pneus carecas sem condição de ficar transportando estudantes em segurança. Uma ambulância que temos aqui também está sucateada, encontrei uma dívida de quase R$ 50 mil em uma oficina mecânica de Teresina.

O DIA - Diante desta situação o que o senhor tem a dizer para a população de Curralinhos?
Quero pedir a todos que tenham paciência, pois estamos fazendo um levantamento da situação e quero dizer que não será fácil. Precisaremos de mais ou menos 6 meses para tirarmos o município da inadimplência e de pelo menos 1 ano para organizarmos totalmente a casa, é nosso desejo ver o município andar e vamos conseguir.

MAIS FOTOS:

ônibus escolares precisam de novos pneus

25 de outubro de 2012

Novo prefeito de Curralinhos informa que a saúde e a educação serão prioridades

Novo prefeito de Curralinhos informa que a saúde e a educação serão prioridades

O novo prefeito informou que as reuniões de planejamento da equipe de transição do governo começaram

Reginaldo Soares Teixeira foi eleito o novo prefeito de Curralinhos com 1.892 votos (52,88% dos votos válidos). Reginaldo Betinha, como é conhecido foi eleito pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), na coligação: "O Futuro a Gente faz". O novo prefeito visitou a Associação Piauiense de Municípios (APPM) na manhã desta quarta-feira (24), para realizar o cadastro na entidade e conhecer o funcionamento de cada setor da Associação.

De acordo com Reginaldo Betinha, inicialmente a prioridade de sua gestão será o investimento nas áreas de saúde e educação.

"Precisamos investir na qualidade de ensino para manter nossos alunos nas salas de aula, além do investimento na formação dos professores. Na saúde, hoje temos apenas uma equipe médica atuando em nosso município e vamos trabalhar para implantar mais equipes que atendam à população diariamente", comenta o novo prefeito.

O novo prefeito informou que as reuniões de planejamento da equipe de transição do governo já tiveram início. A criação da equipe de transição pelos novos gestores é assegurada pela Lei Estadual 6.253/201. A equipe de transição funciona como um instrumento para garantir a qualidade da administração pública, já que obriga os atuais gestores a repassarem informações relativas às contas públicas, programas e projetos do governo - municipal ou estadual - ao futuro governante. "Nossa equipe de transição é importante para tomarmos conhecimento das pendências e dos projetos da Prefeitura, junto aos órgãos importantes", ratifica Reginaldo Betinha.

Reginaldo Soares Teixeira nasceu no dia 05 de fevereiro de 1973 (39 anos), na cidade de Monsenhor Gil. Ele é casado e trabalha como servidor público estadual no município de Curralinhos.