• Marcas Inesquecíveis 2018 02/02
  • assinatura jornal 2018
Itainópolis

Igrejas evangélicas realizam missão em Itainópolis e Vera Mendes

Sendo sede do projeto, Itainópolis acolhe 349 missionários de vários estados brasileiros

08/01/2018 14:39h - Atualizado em 08/01/2018 15:43h

Desembarcaram em Itainópolis neste domingo (07) várias caravanas com pessoas de quase todos os estados brasileiros. São fiéis de digerentes igrejas evangélicas que vieram realizar uma Expedição Missionária, cujo trabalho deve durar sete dias.

Na noite de ontem, foi realizado na Assembleia de Deus o culto que abriu o evento, programado para ser encerrado sábado à noite, no Ginásio Poliesportivo. E durante toda essa semana, os missionários de distintas denominações religiosas farão visitações a famílias tanto da zona urbana quanto da zona rural de Itainópolis e de Vera Mendes.

O pastor Zaqueu José de Sousa, líder da Assembleia de Deus de Itainópolis, nos informou o propósito da missão. Disse ele: “O objetivo é continuar com a disseminação do Evangelho de Jesus Cristo, que está perto de vir buscar a sua igreja, e nós estamos nos despertando para um evangelismo em massa.”

Pr. Zaqueu também explicou que o projeto visa a atingir municípios menos evangelizados e de menor população. Por isso, a princípio, era para ser desenvolvido em Vera Mendes, cidade a qual não tinha – na análise dos primeiros organizadores – estrutura para suportar o fluxo de pessoas, devido à grande quantidade. Então ficou decidido que Itainopólis sediaria as atividades a ser desenvolvidos nos dois municípios.

No total, são 349 pessoas, vindas de diversas cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Recife, Salvador, Uberlândia, Teresina, etc.. Quando perguntado sobre a faixa etária dessas pessoas, o Pr. Zaqueu responde com muita simpatia: “De criança a caducando. Não tem uma faixa etária exclusiva.”

E para alojar tantas pessoas, foram montadas cabanas na Escola Municipal Odete Ferreira Nunes. Cabanas que, para o Pr. Zaqueu, causam um certo desconforto, o qual é recompensado pelo amor que representa a expedição missionária. “São pessoas que saem de tantos estados distantes, deixando sua zona de conforto,” afirma o líder assembleiano.

A caravana é heterogênea, pois é composta por missionários de vários níveis sociais e também culturais. “Já estive conversando com uns deles que são da Rocinha, no Rio de Janeiro; isso representa principalmente o amor... sair de uma região distante para o interior do Nordeste apenas para falar de Jesus”, conclui Zaqueu.

Convidado por um pastor para participar desse projeto de evangelização, Leomar de Oliveira, de Salvador-BA, se diz motivado por Jesus. “Arde em nossos corações o desejo de fazer a obra. Estou aqui para fazer o ‘ide’ de Cristo, porque, na realidade, todo cristão é missionário e tem a obrigação de anunciar Jesus.”

“A Expedição Missionária é um projeto que visa a levar o Evangelho que outrora nos alcançou, nos libertou e nos trouxe um novo sentido de vida. Então, estar aqui é ter a oportunidade de falar desse sentido para outras pessoas, e é isso que faz com que a gente venha até aqui”, declara o jovem Fábio Almeida, de trinta e três anos. Evangélico desde os dez anos de idade, ele veio de Brasília com outras quarenta e cinco pessoas.

Fonte: Anderson Monteiro e Zaqueu José de Sousa
Edição: Anderson Monteiro
Por: Anderson Monteiro

Deixe seu comentário