• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Itainópolis

Escolinha de futebol é criada para itainopolenses infanto-juvenis

Surge de uma garota a iniciativa do projeto que beneficia garotos

20/10/2017 00:39h - Atualizado em 22/10/2017 23:38h

A jovem Danyella Silva Sousa teve uma atitude inusitada. Há menos de três meses, ela criou em Itainópolis uma escolinha de futebol, que, apesar de recente, está fazendo sucesso. Neste feriado do Dia do Piauí, concedeu-nos entrevista a idealizadora do projeto, para o qual há expectativa de ampliação.

Antes de criar a Escolinha de Futebol FD (Faça a Diferença), Danyella promoveu a Copa do Comércio, cujo resultado – avaliado por ela como positivo – inspirou-lhe a ideia do projeto que hoje atende a cinquenta jovens entre 8 e 14 anos. “Muitas pessoas me perguntavam quando seria o próximo campeonato. Aí pensei: ‘vou abrir é uma escolinha de futebol’”, relata Danyella de Vevé, como é conhecida.

Os alunos com mais experiência ingressaram mais por participação do que por aprendizado, já que nem sempre têm oportunidades de praticar em quadra seu futebol amador. As instruções são dadas mais efetivamente para os menores, por não terem muita noção de certas jogadas. “Os maiores têm mais evolução, mas aos pequenos a gente tem que ensinar coisas como bater bola, por exemplo”, explica a entusiasta da escolinha.

Danyella reconhece que não tem formação profissional em futebol. Tudo é baseado na experiência. Ela jogava num time de futsal feminino em Itainópolis. Time que deixou de existir por falta de alguém para custear as despesas com transporte. Quando havia campeonatos em outras cidades, as jogadoras tiravam dinheiro do próprio bolso para pagar o frete. “Não tem condições de a gente montar um time, e não ter o transporte para sair. Estamos levando o nome da cidade, mas precisamos de apoio”, lamenta a jovem de 24 anos, atualmente jogando num time de Santa Cruz do Piauí.

Além das mensalidades, a escolinha sobrevive de patrocínios, surgidos praticamente só de comerciantes. Fora isso, a única colaboração recebida é o local onde os treinos são realizados, o ginásio poliesportivo, cedido pela prefeitura. Excepcionalmente nesta quinta-feira (19), os jogos aconteceram na quadra poliesportiva da Praça da Juventude, obra inacabada já mostrada aqui no Portal O Dia.

Depois de divulgar seu trabalho no Facebook, Danyella conta que sempre surgem pessoas de outros municípios pedindo-lhe orientação sobre como desenvolver a ideia. Além dessas interpelações, ela já recebeu convite para montar escolinhas em outras duas cidades. Entretanto, recusou as propostas, pois quer se dedicar exclusivamente a seus conterrâneos. “Chego até a me arrepiar! Fico muito feliz em saber que meu trabalho está dando resultado”, destaca com entusiasmo.

A novidade não para por aí. A Escolinha de Futebol FD vai entrar em férias a partir de dezembro, no entanto Danyella já  tem planos para o começo de 2018, quando pretende inserir outras modalidades esportivas e estender o futsal para o público feminino. Seus auspiciosos planos incluem danças para adolescentes e crianças. A fim de realizar tais planos, ela já começa a firmar parcerias. “Estou tentando juntar uma galera pra gente trazer mais coisas para nossa cidade”, revela a desportista.


Fotos: Anderson Monteiro, Andreia Ibiapino e Danyella Silva


Fonte: Anderson Monteiro
Edição: Anderson Monteiro
Por: Anderson Monteiro

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas