• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Jaicós

02 de maio de 2013

Católicos celebram nesta sexta-feira (03) a missa do Morro dos Três Irmãos

A celebração que reúne milhares de pessoas todos os anos e teve início em 1919

Católicos celebram nesta sexta-feira, dia 3 de maio, um dos mais tradicionais eventos religiosos do município de Jaicós, a missa do Morro da Santa Cruz, no Morro dos Três Irmãos, situado a cerca de 18 km da cidade de Jaicós.

HISTÓRIA DA MISSA
A celebração que reúne milhares de pessoas todos os anos e teve início em 1919, quando o Pe. Miguel Reis Melo presidiu a 1ª Missa aos pés do cruzeiro instalado por dois missionários, em 1917, e desde então atrai centenas de fiéis. Mas segundo informações, as pessoas já subiam ao topo do morro muito antes disso, fazendo preces, louvando e agradecendo pelos graças alcançadas.

Mais tarde, em 03 de maio de 1959, o Pe. Mariano da Silva Neto levou em procissão realizada da Matriz de Nossa Senhora das Mercês, no centro de Jaicós, até o topo do Morro dos Três Irmãos a imagem do Cristo Crucificado que ornamenta a pequena capela erguida no local.

Durante 20 anos não houve a festa da Venerada Santa Cruz, pois em 1978 foi decidido pelo Vigário Ecônomo da paróquia, Pe. André Fillipi, auxiliado por membros da Equipe Pastoral e do Conselho Paroquial, que não haveria mais o festejo por a festa estar perdendo o caráter religioso, sendo retomada apenas em 1996, pelo P. Gregório Leal Lustosa, então Vigário Paroquial.

ORIGEM DO NOME
O nome curioso dado às elevações rochosas é justificado por diversas histórias populares. A versão mais circulada é que três jovens irmãos vindos de Patos, cidade vizinha, estariam caçando na região e perderam-se. Após intensa busca, foram encontrados apenas os corpos dos rapazes que morreram de fome e sede, sendo sepultados ali mesmo e no local teriam surgido as elevações.

06 de março de 2013

Comerciantes reclamam da má qualidade na energia elétrica em Jaicós

Comerciantes reclamam da má qualidade na energia elétrica em Jaicós

Preocupados com a situação, os comerciantes já entraram em contato com a Eletrobrás

Os moradores e comerciantes do município de Jaicós reclamam da situação causada pela má qualidade da energia elétrica, o que tem causado bastantes prejuízos ultimamente.


De acordo com alguns comerciantes do centro da cidade, as oscilações, interrupções no fornecimento e a baixa tensão têm provocado diversos transtornos como a queima de aparelhos e computadores, além da impossibilidade de utilizar alguns outros necessários para o funcionamento dessas casas comerciais.


Ao serem procurados pelos comerciantes, funcionários do escritório local da Eletrobrás, informaram que o problema reside em dois transformadores instalados em postes do centro que precisam de manutenção ou troca, pois não estão atendendo à demanda. "A energia que estamos utilizando, não aguenta as máquinas ligadas. A Câmara fria fica ligada, mas não resfria, o que nos trás prejuízos, já que trabalhamos com um produto perecível, que é a carne", disse o comerciante Rogério Santana, do Frigotil.


Em duas panificadoras instaladas na mesma região, a situação é semelhante. Ao se ligar o forno, a máquina de sorvetes precisa ser desligada, pois a energia não suporta.


Preocupados com a situação, os comerciantes já entraram em contato com a Eletrobrás e com a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), a procura de solução, mas ainda não foram atendidos. "Estamos organizando um abaixo assinado com todos os comerciantes que estão passando por esse problema e vamos enviar para os órgãos responsáveis, já que a empresa é rigorosa na hora de enviar a conta com a cobrança, mas não oferece um bom serviço, o que só nos trás transtornos", desabafaram.


Atualmente, a baixa qualidade da energia que é fornecida pela Eletrobrás no Piauí tem sido alvo constante de reclamações na Associação Industrial Piauiense (AIP).

20 de fevereiro de 2013

Prefeitura abre processo seletivo para o Brasil Alfabetizado

Em Jaicós

A Prefeitura Municipal de Jaicós, através da Secretaria Municipal de Educação, divulgou nesta quarta-feira (20) o edital para a seleção de profissionais voluntários que irão atuar no Programa Brasil Alfabetizado (PBA).

O Programa é uma parceria da Prefeitura de Jaicós com o Ministério da Educação, e é destinado à alfabetização de Jovens, Adultos e Idosos, sendo uma forma de acesso à cidadania e ao despertar do interesse pela elevação da escolaridade.

O edital oferta 68 vagas, sendo 12 para alfabetizador-coordenadores e 56 para alfabetizadores. O preenchimento das vagas será de acordo com a formação das turmas. No ano de 2013, o Programa visa atender 520 alfabetizandos, os quais serão divididos em 56 turmas distribuídas na zona urbana e zona rural do município de Jaicós.


As bolsas concedidas no âmbito do Programa Brasil Alfabetizado variam de R$ 400,00 mensais para o alfabetizador, até R$ 600,00 mensais para o alfabetizador-coordenador. Os cursos de alfabetização terão a duração de 8 meses, no mínimo, carga horária de 320 horas-aula e 10 horas semanais.


A seleção ocorrerá através de uma única fase, de análise de currículo. Os profissionais interessados deverão apresentar Currículo Vitae, atendendo as especificações previstas no Edital, no período de 25 a 28 fevereiro, no horário das 8 às 13h, na Secretaria Municipal de Educação, situada na Avenida Frutuoso Juscelino, s/n, Bairro Nova Olinda.


A Comissão Especial de Seleção do PBA da Secretaria Municipal de Educação, será responsável pela seleção dos profissionais que atendam aos requisitos técnicos exigidos no Edital.

A ordem de classificação de currículos será divulgada no dia 06 de março. No dia 08, os classificados serão convocados para uma reunião de orientação do Programa Brasil Alfabetizado.

06 de fevereiro de 2013

05 de fevereiro de 2013

Idosos comemoram reabertura do CCI em Jaicós

Idosos comemoram reabertura do CCI em Jaicós

A animação musical ficou sob o comando de Chiquinho do Acordeon

Sem funcionar deste o final da gestão passada, o CCI- Centro de Convivência de Idosos de Jaicós, retomou suas atividades no último domingo (3) em grande estilo. O CCI de Jaicós tem como nova coordenadora Maria das Mercês de Sousa Ferreira e é parte integrante da Secretaria Municipal de Assistência Social. Uma grande número de pessoas, principalmente idosos, compareceram à primeira reunião do ano de 2013.

Além da prefeita Waldelina Crisanto, seu esposo, o Sec. Mun. de Saúde Dr. Crisanto, estiveram presentes o Sec. Mun. de Assist. Social, Francisco das Chagas Carvalho o "kim"; vereadores Márcio Crisanto e Pretinha; como também os ex-vereadores João de Edmundo e Chico Tauá.

A animação musical ficou sob o comando de Chiquinho do Acordeon, que será o animador oficial das reuniões dominicais do CCI de Jaicós. Durante o seu discurso a prefeita Waldelina Crisanto parabenizou a todos pelo início das atividades e disse que estará sempre participando das reuniões.

Já o Dr. Crisanto falou das dificuldades encontradas pela sua esposa Waldelina, frente à Prefeitura de Jaicós, principalmente os débitos deixados pelo antecessor, que, segundo ele, tem sido o grande entrave neste início de administração. "Não tenho dúvidas de que Waldelina fará uma grande administração, e vocês membros da terceira idade, terão uma atenção especial nesta administração, como sempre tiveram em nossas administrações, pois foi na nossa administração que construímos este centro, pois o nosso objetivo é possibilitar à todos vocês espaços de convivência, favorecendo a melhoria da qualidade de vida, a valorização da autoestima, o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários e a prevenção do isolamento social, como prevê os serviços de proteção básica", disse.

30 de janeiro de 2013

Família procura jaicoense desaparecido há mais de um mês

Família procura jaicoense desaparecido há mais de um mês

A família tem suspeita de que ele possa estar sofrendo de problemas psicológicos.

Epitácio João de Oliveira, de 33 anos, está desaparecido desde o dia 17 de dezembro de 2012, quando embarcou em um ônibus na cidade de Paranaíba, Estado do Mato Grosso do Sul, rumo ao município de Jaicós, no Piauí, onde reside a sua família, que busca notícias para localizar Epitácio.


Na madrugada do dia 19 de dezembro, uma mulher não identificada ligou para a residência da família de Epitácio dizendo que tinha encontrado ele em Goiânia-GO. No mesmo dia, ele ainda manteve contato por telefone com um irmão e disse que estava viajando em um ônibus, na divisa do Pará com o Maranhão. Epitácio recusou a ajuda do irmão. Desde então, a família não teve mais notícias. O telefone utilizado por ele está desligado.


Epitácio deixou o Piauí há 13 anos para trabalhar em uma fazenda no Mato Grosso. Anos depois se mudou para outra fazendo no Mato Grosso do Sul. Durante cerca de 10 anos, perdeu contato com a família. Em dezembro de 2012, ligou para a mãe, a aposentada Alexandrina Emília de Oliveira, que reside na localidade Poço do Pato, e disse que viria passar o Natal com a família, na zona rural do município de Jaicós.


A família tem suspeita de que ele possa estar sofrendo de problemas psicológicos. Colegas de trabalho de Epitácio relataram que o mesmo vinha enfrentando problemas de saúde, tendo desmaiado por algumas vezes.


Informações podem ser repassadas à família através do telefone (89) 9920-0206.

05 de janeiro de 2013

Novos secretários municipais de Jaicós são empossados

Novos secretários municipais de Jaicós são empossados

A cerimônia foi realizada na última quarta-feira (02) no Gabinete da Prefeita.

Os novos secretários municipais de Jaicós foram empossados pela prefeita Waldelina Crisanto em cerimônia realizada na última quarta-feira (02) no Gabinete da Prefeita.


Estiveram presentes na assinatura do termo de posse dos respectivos secretários, o vice-prefeito Nenen de Edite, os novos secretários e assessores. Após dar posse, a Prefeita reafirmou que "a grande prioridade da sua administração é o atendimento humanizado à população, principalmente aos mais carentes e que mais precisam do poder público".


Confira abaixo a lista completa dos empossados para o próximo quadriênio :


Secretário Municipal de Administração:
Lourival de Araújo Ramos.
Secretário Municipal de Assistência Social:
Francisco das Chagas Carvalho (Quim)
Secretário Municipal de Finanças:
Francisco Crisanto de Sousa (Chico Filho)
Controlador Geral do Município:
Tallis Gennaro Paiva Granja Menezes
Procuradora Geral do Município:
Ticiana Arêa Leão Sousa
Secretário Municipal da Agricultura:
José do Carmo de Oliveira
Secretário Municipal de Obras e Serviços Públicos:
Osmilvan de Sousa Oliveira
Secretário Municipal de Saúde:
Antônio Crisanto de Sousa Neto
Secretária Municipal de Educação:
Maria Dalva de Sousa Feitosa
Secretaria Municipal da Juventude, Cultura, Esporte, Lazer e Turismo:
Elys Cleciane Pereira
Diretora do Hospital Florisa Silva:
Maria da Anunciação de Sousa Freitas Crisanto
Chefe de Gabinete:
João Elói de Almeida

21 de dezembro de 2012

JAICÓS: Lixo toma conta de ruas e avenidas da cidade

JAICÓS: Lixo toma conta de ruas e avenidas da cidade

A população está correndo sério risco, pois são muitos os riscos causados

Os moradores e comerciantes do Município de Jaicós estão sofrendo com o excesso de lixo abandonado nas ruas e avenidas da cidade pela falta do trabalho de coleta, que é um dos serviços públicos considerados essenciais para a população. O entulho é acumulado todos os dias nas principais vias do centro e bairros da cidade, onde acontecem momentos de transtornos, devido à ausência da retirada desse lixo.


Nas últimas semanas, o lixo residencial e comercial tem sido despejado pelos moradores em terrenos baldios, ou deixados em coletores espalhados pela cidade, gerando um forte odor pelas ruas de Jaicós. A coleta de lixo deixou de ocorrer regularmente e em pleno mês do Natal, o que se vê pelas ruas são amontoados de lixo.


Após cobrança da população, o vereador Benedito Alencar da Silveira (PMDB) levou o caso ao conhecimento do Ministério Público encaminhando um ofício ao promotor de Justiça, contendo em anexo, fotos do lixo espalhado pelas ruas. O promotor de Justiça realizou reunião com o representante da empresa responsável pelo serviço de coleta, que justificou que a paralisação está ocorrendo por falta de pagamento pela Prefeitura Municipal.


Procurado pela reportagem do Noticiei, o responsável pela empresa F. de A. Ferreira Coleta de Resíduos, coletora de lixo na cidade, o Sr. Francisco de Assis, conhecido popularmente como Chico Paraguai, relatou que os funcionários estão sem receber salários há três meses e por isso decidiram parar de trabalhar. "Não está havendo coleta de lixo na cidade não é por culpa minha. Há três meses não há repasse da Prefeitura, e com isso não tenho como pagar aos funcionários. Não posso obrigá-los a trabalhar, já que eles não estão recebendo", afirmou.


O lixo depositado é composto de materiais como papel, plásticos e resíduos orgânicos. Tudo isso tem provocado um péssimo odor, dificultado o trânsito de pedestres e veículos e atraindo moscas, urubus e cachorros.


As reclamações sobre a limpeza da cidade tomam conta. De todos os cantos, moradores pedem providências ante o descaso e desleixo que tomou conta da cidade, pois o lixo acumula e os animais fazem a festa, sendo que grande parte da limpeza pública está sendo feita pelos urubus.


No mês de dezembro do ano passado, um impasse entre a Prefeitura e a Empresa coletora já havia deixado a cidade sem a retirada de lixo e entulhos, também por falta de pagamento, o que levou os funcionários da empresa responsável pela coleta do lixo e entulhos da zona urbana do município a suspenderam os serviços de limpeza trazendo diversos transtornos aos moradores.

A população de Jaicós está correndo sério risco, pois são muitos os riscos causados pelo acúmulo de lixo, que pode gerar chorume e contaminar a água e o solo. Ainda pode servir de abrigo e alimento para animais e insetos que são vetores de doenças. As mais comuns são a leptospirose, peste bubônica e tifo murino, causadas pelos ratos, além de febre tifóide e cólera causadas por baratas, malária, febre amarela, dengue, leishmaniose e elefantíase, transmitidas por moscas, mosquitos e pernilongos.