• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Jaicós

21 de dezembro de 2012

JAICÓS: Lixo toma conta de ruas e avenidas da cidade

JAICÓS: Lixo toma conta de ruas e avenidas da cidade

A população está correndo sério risco, pois são muitos os riscos causados

Os moradores e comerciantes do Município de Jaicós estão sofrendo com o excesso de lixo abandonado nas ruas e avenidas da cidade pela falta do trabalho de coleta, que é um dos serviços públicos considerados essenciais para a população. O entulho é acumulado todos os dias nas principais vias do centro e bairros da cidade, onde acontecem momentos de transtornos, devido à ausência da retirada desse lixo.


Nas últimas semanas, o lixo residencial e comercial tem sido despejado pelos moradores em terrenos baldios, ou deixados em coletores espalhados pela cidade, gerando um forte odor pelas ruas de Jaicós. A coleta de lixo deixou de ocorrer regularmente e em pleno mês do Natal, o que se vê pelas ruas são amontoados de lixo.


Após cobrança da população, o vereador Benedito Alencar da Silveira (PMDB) levou o caso ao conhecimento do Ministério Público encaminhando um ofício ao promotor de Justiça, contendo em anexo, fotos do lixo espalhado pelas ruas. O promotor de Justiça realizou reunião com o representante da empresa responsável pelo serviço de coleta, que justificou que a paralisação está ocorrendo por falta de pagamento pela Prefeitura Municipal.


Procurado pela reportagem do Noticiei, o responsável pela empresa F. de A. Ferreira Coleta de Resíduos, coletora de lixo na cidade, o Sr. Francisco de Assis, conhecido popularmente como Chico Paraguai, relatou que os funcionários estão sem receber salários há três meses e por isso decidiram parar de trabalhar. "Não está havendo coleta de lixo na cidade não é por culpa minha. Há três meses não há repasse da Prefeitura, e com isso não tenho como pagar aos funcionários. Não posso obrigá-los a trabalhar, já que eles não estão recebendo", afirmou.


O lixo depositado é composto de materiais como papel, plásticos e resíduos orgânicos. Tudo isso tem provocado um péssimo odor, dificultado o trânsito de pedestres e veículos e atraindo moscas, urubus e cachorros.


As reclamações sobre a limpeza da cidade tomam conta. De todos os cantos, moradores pedem providências ante o descaso e desleixo que tomou conta da cidade, pois o lixo acumula e os animais fazem a festa, sendo que grande parte da limpeza pública está sendo feita pelos urubus.


No mês de dezembro do ano passado, um impasse entre a Prefeitura e a Empresa coletora já havia deixado a cidade sem a retirada de lixo e entulhos, também por falta de pagamento, o que levou os funcionários da empresa responsável pela coleta do lixo e entulhos da zona urbana do município a suspenderam os serviços de limpeza trazendo diversos transtornos aos moradores.

A população de Jaicós está correndo sério risco, pois são muitos os riscos causados pelo acúmulo de lixo, que pode gerar chorume e contaminar a água e o solo. Ainda pode servir de abrigo e alimento para animais e insetos que são vetores de doenças. As mais comuns são a leptospirose, peste bubônica e tifo murino, causadas pelos ratos, além de febre tifóide e cólera causadas por baratas, malária, febre amarela, dengue, leishmaniose e elefantíase, transmitidas por moscas, mosquitos e pernilongos.

13 de dezembro de 2012

Waldelina Crisanto e 11 vereadores são diplomados em Jaicós

Veja fotos do evento que aconteceu na câmara municipal da cidade

A Justiça Eleitoral realizou na noite desta quarta-feira (12) a diplomação dos candidatos eleitos no município de Jaicós. Além da prefeita eleita, Waldelina Crisanto, e do vice, Ogilvan Oliveira, ambos do PRP, foram diplomados ainda os onze vereadores e mais dois suplentes.

A solenidade aconteceu na Quadra Poliesportiva Francisco Braz de Oliveira e foi presidida pelo juiz eleitoral, Carlos Hamilton Bezerra Lima, titular da 19ª Zona Eleitoral. A diplomação é a última etapa do processo eleitoral, iniciado com as convenções partidárias no mês de junho.

Apta a assumir o cargo de chefe do Poder Executivo Municipal, Waldelina Crisanto (PRP) voltou a agradecer em público o apoio recebido da população. Ela obteve 4.709 votos e venceu nas urnas o atual prefeito com 988 votos de maioria. Ela prometeu honrar e confiança depositada pelo povo e a história política do seu esposo, o ex-prefeito Crisanto Neto. "Empregaremos todo o nosso potencial, todo o nosso esforço para o progresso desta terra", disse.

O primeiro passo, segundo a prefeita eleita, será organizar o município. A exemplo dos seus pronunciamentos durante a campanha, Waldelina voltou a defender uma administração participativa, priorizando a população. "Fizemos uma campanha voltada para o povo, e agora, vamos administrar colocando o povo em primeiro lugar. Agora é a vez do povo!", disse.

Waldelina será empossada prefeita no dia 1º de janeiro. Ela ocupará o cargo já exercido por seu esposo por três vezes. O grupo Crisanto voltará a administrar o município após quatro anos. Ao seu lado, ela terá o vice Ogilvan Oliveira (PRP).

O vice Neném de Edite, como é popularmente conhecido, se emocionou ao se pronunciar. Ele fez um breve relato de sua história política, construída, segundo ele, a base de muito trabalho e humildade. Ao agradecer, destacou o apoio do empresário já falecido, Ronald Barradas, a quem definiu como seu ‘pai' na política, e da irmã, Oziana Oliveira (PRP), eleita a vereadora mais bem votada no município.

Com o aumento de duas vagas na Câmara, onze vereadores eleitos foram diplomados, e outros dois suplentes, sendo um de cada Coligação. Veja a seguir:

09 de novembro de 2012

Cloves Pergentino é empossado na Câmara Municipal de Jaicós

Cloves Pergentino é empossado na Câmara Municipal de Jaicós

O parlamentar ocupa a cadeira deixada pelo ex-vereador Francisco Lima

O suplente de vereador Cloves Nunes Pergentino Filho (PP), é o mais novo vereador do município de Jaicós. Ele foi empossado em Sessão Solene ocorrida nesta sexta-feira (09), presidida pelo vereador Flávio José de Macedo Silveira, o Doutor (PT).

O parlamentar ocupa a cadeira deixada pelo ex-vereador Francisco Lima, o Branco (PSDB), cujo mandato foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) no último dia 22 de outubro, por infidelidade partidária. Branco trocou o PP - Partido Progressista, partido em que foi eleito em 2008, e filiou-se ao PSDB em setembro de 2011.

Na oportunidade, Cloves Pergentino prestou o juramento e assinou o livro de posse. Como titular da cadeira, disse sentir-se honrado em poder voltar à Câmara Municipal, mas frisou que preferia ocupar uma vaga na Câmara por maioria de votos, e não através da justiça. O parlamentar agradeceu aos 432 eleitores que confiaram seus votos nas eleições de 2008 e disse que vai trabalhar. "Estou disposto a trabalhar e legislar em favor do município enquanto estiver aqui na Câmara".

O presidente da Casa, Doutor (PT), parabenizou e deu as boas vindas ao novo parlamentar. Os vereadores Elias Pereira (PR) e João Edmundo (PP), que é presidente do Partido Progressista, também deram as boas vindas ao vereador Cloves. Estiveram presentes ainda os vereadores Benedito Alencar (PMDB) e Robim (PSB).

JAICÓS: Idosos deixam de comprar medicamentos para comprar água

JAICÓS: Idosos deixam de comprar medicamentos para comprar água

“A água falta, mas a conta da AGESPISA nunca falta”, afirmam os moradores da cidade

Moradores dos bairros Nova Olinda e Armínio José de Sousa em Jaicós denunciam que a falta de água nas residências têm causado inúmeros problemas aos moradores, que mesmo sem dispor de água nas torneiras, ainda são obrigados a pagar a conta da AGESPISA mensalmente.

Desde que o Açude Tiririca, maior reservatório responsável pelo abastecimento de água em toda a cidade, secou, e a maior parte da população jaicoense passou a ser abastecida por poços tubulares perfurados pela AGESPISA, o problema aumentou para os moradores desses bairros. Um único chafariz localizado em frente à Creche Tia Lourdinha, é o único local onde essas pessoas podem recolher água para as suas necessidades mais básicas.

Para Manoel Messias, vice-presidente da ADECBAN - Associação de Desenvolvimento Comunitário dos Bairros Armínio José de Sousa e Nova Olinda, boa parte dos moradores estão comprando água em carros-pipas. "A água em Jaicós hoje em dia é uma fonte de renda para alguns donos de poços", afirmou.

Devido a grande demanda, os moradores passam a maior parte do dia em filas tentando levar um pouco dessa água para casa. Segundo a Conselheira Tutelar Sirlene Lopes, os idosos e as crianças são os que mais sofrem com a situação. "Muitos idosos estão deixando de comprar seus medicamentos para comprar água e as crianças estão deixando de frequentar a escola", disse.

A Senhora Agnela Joana da Conceição, moradora do bairro Armínio José de Sousa, reclama que falta água até para dar banho nas crianças. "Num calor desses que nós vivemos, nunca temos água para nada. Passamos boa parte do dia e até da madrugada em frente ao chafariz para recolher um pouco de água para as nossas necessidades e a gente pagando a AGESPISA e ainda precisando comprar água. A água falta, mas a conta nunca falta", desabafou Dona Agnela.

Na tarde desta quinta-feira, os moradores ainda se depararam com outro grave problema. A bomba do poço que manda água para o chafariz que abastece o bairro queimou e a água desapareceu de vez.

POR: Otávio Veloso

Idosos deixam de comprar medicamentos para comprar água em Jaicós

Idosos deixam de comprar medicamentos para comprar água em Jaicós

“A água falta, mas a conta da AGESPISA nunca falta”

Moradores dos bairros Nova Olinda e Armínio José de Sousa em Jaicós denunciam que a falta de água nas residências têm causado inúmeros problemas aos moradores, que mesmo sem dispor de água nas torneiras, ainda são obrigados a pagar a conta da AGESPISA mensalmente.

Desde que o Açude Tiririca, maior reservatório responsável pelo abastecimento de água em toda a cidade, secou, e a maior parte da população jaicoense passou a ser abastecida por poços tubulares perfurados pela AGESPISA, o problema aumentou para os moradores desses bairros. Um único chafariz localizado em frente à Creche Tia Lourdinha, é o único local onde essas pessoas podem recolher água para as suas necessidades mais básicas.

Para Manoel Messias, vice-presidente da ADECBAN - Associação de Desenvolvimento Comunitário dos Bairros Armínio José de Sousa e Nova Olinda, boa parte dos moradores estão comprando água em carros-pipas. "A água em Jaicós hoje em dia é uma fonte de renda para alguns donos de poços", afirmou.

Devido a grande demanda, os moradores passam a maior parte do dia em filas tentando levar um pouco dessa água para casa. Segundo a Conselheira Tutelar Sirlene Lopes, os idosos e as crianças são os que mais sofrem com a situação. "Muitos idosos estão deixando de comprar seus medicamentos para comprar água e as crianças estão deixando de frequentar a escola", disse.

A Senhora Agnela Joana da Conceição, moradora do bairro Armínio José de Sousa, reclama que falta água até para dar banho nas crianças. "Num calor desses que nós vivemos, nunca temos água para nada. Passamos boa parte do dia e até da madrugada em frente ao chafariz para recolher um pouco de água para as nossas necessidades e a gente pagando a AGESPISA e ainda precisando comprar água. A água falta, mas a conta nunca falta", desabafou Dona Agnela.

Na tarde desta quinta-feira, os moradores ainda se depararam com outro grave problema. A bomba do poço que manda água para o chafariz que abastece o bairro queimou e a água desapareceu de vez.

08 de novembro de 2012

Adutora de Poço de Marruá a Jaicós é prioridade no Orçamento Geral da União

Obra foi citada durante reunião da bancada piauiense em Brasília

O governador Wilson Martins reuniu-se, na manhã desta terça (7), com representantes piauienses na bancada federal, com o intuito de definir as prioridades do Governo do Estado, em relação às emendas de bancada ao Orçamento Geral da União (OGU). O encontro aconteceu na sede da terceira secretaria do Senado, em Brasília, cujo titular é o senador João Vicente Claudino.

Na oportunidade, Martins falou sobre algumas obras do Governo Estadual em parceria com o Governo Federal, as quais têm recursos empenhados, como também sobre as obras contempladas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e sobre as obras e ações já solicitadas ao Governo Federal, a exemplo das obras previstas pelo PAC Estiagem. Dentre as obras citadas pelo governador estão a expansão do metrô de Teresina, que está dentro do PAC Mobilidade e a conclusão da BR 020, no trecho que liga São Raimundo Nonato a Campo Alegre de Lourdes (BA).

As hidrelétricas do rio Parnaíba, integração das bacias do rio São Francisco - Sobradinho e São Francisco -, os 37 poços da Adutora do Sertão, na região do Semiárido, Adutora Maria Preta - Poço Marruá, em Jaicós, Barragem Riacho Fundo com a adutora de Paquetá (Santa Cruz do Piauí), barragem Barra do Marinho, em Acauã, barragem do Castelo, obras para controle de enchentes do rio Marataoan, em Barras, obras de recuperação e melhoramento do Hospital de Floriano, entre outros também foram enumeradas por Wilson Martins durante discussão com os parlamentares.Reunião entre governador Wilson Martins e Bancada Federal do Piauí.

"Essas são obras para a melhoria da qualidade de vida da população e para o desenvolvimento do Estado. Esse esforço da bancada é importante para que possa incrementar investimentos, principalmente nesse momento de queda das contribuições constitucionais, a exemplo do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), além do déficit causado aos Estados compradores pela má distribuição do ICMS oriundos da compras na internet", defende o governador. Paticiparam da reunião os senadores Wellington Dias, João Vicente Claudino e Ciro Nogueira, além dos deputados federais Jesus Rodrigues, Osmar Júnior, Marcelo Castro, Júlio César Lima, Assis Carvalho, Hugo Napoleão e Paes Landim.

Para o Piauí, são destinadas 21 emendas de bancada, sendo que três vão ser remanejadas. Além delas, cada parlamentar tem até 25 emendas com o teto de R$ 15 milhões por parlamentar. Nesse âmbito, algumas das obras que são prioridade para o Governo do Estado poderão ser contempladas com as emendas de bancada dos parlamentares piauienses. "Apresentei nossas prioridades aos parlamentares para que estes possam viabilizar alguns recursos para inserir nas despesas do Orçamento Geral da União", completa Martins.

05 de novembro de 2012

Moradores se mobilizam e realizam manifestação contra a falta de água em Jaicós

Moradores se mobilizam e realizam manifestação contra a falta de água em Jaicós

Na maior parte da cidade, há tempos que os moradores não dispõem de água nas torneiras

Em virtude do grande problema com a falta de água em Jaicós, moradores dos Bairros Armínio José de Sousa e Pedrinhas, realizaram uma grande manifestação na manhã deste domingo (04), protestando e chamando a atenção para a grave situação pela qual está passando grande parte da população da cidade.

Na maior parte da cidade, há tempos que os moradores não dispõem de água nas torneiras, pois o maior reservatório de água do município, o Açude Tiririca, responsável pelo abastecimento da cidade, secou totalmente, por ocasião da seca que assola a região.

A Agespisa e a Prefeitura perfuraram alguns poços tubulares, como medida paliativa para o problema, mas por causa da demanda, alguns desses poços já esvaziaram e o problema da falta de agrava cada vez mais. Os moradores dos dois bairros, onde a dificuldade de se conseguir água é bem maior, reclamam que dispõem de um único chafariz para abastecer as residências. A solução está sendo comprar água para encher as caixas de água e também para o consumo. Enquanto isso, continuam pagando mensalmente as tarifas da AGESPISA, sem usufruir dos serviços que deveriam ser prestados pela Empresa.


De acordo com Manuel Messias, vice-presidente da Associação de Desenvolvimento Comunitário dos Bairros Armínio José de Sousa e Nova Olinda (ADECBAN), diariamente uma grande volume de água oriundo de poços particulares de Jaicós, abastece os municípios vizinhos de Massapê e Belém do Piauí. Messias questionou o porque da empresa não procurar ofertar essa água para os moradores do município de Jaicós.

O Governador do Estado havia anunciado no ano de 2009, a construção de uma barragem no povoado Maria Preta, na divisa dos municípios de Jaicós e Patos do Piauí. No último mês de junho, durante a inauguração da a PI-243, que liga os municípios de Jaicós e Belém do Piauí, o Prefeito Ozanam Barros reiterou ao Governador Wilson a Martins, a solicitação para perfuração de oito poços tubulares e a urgência na construção de adutoras diretamente da Barragem Poço de Marruás para Jaicós. Na oportunidade, o Governador relatou que já havia incluído o projeto no plano emergencial e que as primeiras verbas seriam destinadas à construção dessas adutoras para resolver o problema da falta de água em Jaicós. Ressaltou que a água seria colocada direto no reservatório da ETA (Estação de Tratamento de Água) para ser distribuída para toda a cidade.

Enquanto isso, os moradores esperam pela obra que beneficiará todo o município. Segundo o próprio Governador, o Ministério da Integração Nacional teria destinado de 10 milhões para a obra que resolveria o problema da falta de água em Jaicós. Até que saia do papel, a população padece e as necessidades só aumentam a cada dia, com a falta do líquido precioso e tão vital ao ser humano, como é a água.

31 de outubro de 2012

Prefeito de Jaicós nomeia equipe de transição de governo

Prefeito de Jaicós nomeia equipe de transição de governo

A equipe de transição de Waldelina Crisanto é composta por seis nomes

Após perder a eleição no último dia 7 de outubro, o prefeito do município de Jaicós, Frederico Ozanam Luz Barros (PTB), instituiu através do Decreto 16/2012, a equipe que vai representar a atual gestão no processo de transição de governos. O objetivo da atual administração é assegurar total transparência.

A equipe é composta por seis nomes que integram o primeiro escalão da atual administração. São eles: Agleisson Paiva de Sousa - secretário municipal de Finanças; Clébio José Coutinho Bento - chefe de gabinete do prefeito; José Ramildes de Lima Nonato - coordenador administrativo e financeiro da Secretaria Municipal de Saúde; José Ednilson Freitas de Oliveira - secretário municipal de Educação; e, Jânio Lima Cipriano - controlador geral do município.

Estes são responsáveis por disponibilizar as informações que forem solicitadas pela equipe de transição já nomeada pela prefeita eleita, Waldelina Crisanto (PRP), propiciando assim condições para a implementação de seu programa de governo, além de dar continuidade aos serviços públicos já existentes, visando os interesses da população.

A equipe de transição de Waldelina Crisanto é composta por seis nomes e cordenada pelo advogado Francisco das Chagas Silveira e Sousa, o Chico Silveira. Ainda integram a lista Tiago Vale de Almeida, Glauber da Costa Miranda, Carlos Adriano Crisanto Lélis, Antônio de Pádua Carvalho e Luis Mário Ferreira.

26 de outubro de 2012

22 de outubro de 2012

Vereador Branco tem mandato cassado no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí

Vereador Branco tem mandato cassado no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí

O TRE-PI entendeu que o vereador trocou departido sem justa causa

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE PI)julgou procedente a ação movida pelo MinistérioPúblico Eleitoral e cassou o mandato do vereadordo município de Jaicós, Francisco de LimaRodrigues, "Branco", como é popularmenteconhecido.

O TRE-PI entendeu que o vereador trocou departido sem justa causa e decretou a perda do cargo eletivo. "Branco" trocou o PP - PartidoProgressista, partido em que foi eleito em 2008, efiliou-se ao PSDB em setembro de 2011.

A decisão do TRE-PI será comunicada ao Presidenteda Câmara Municipal de Jaicós, que terá o prazo de 10 dias, para empossar posse ao primeiro suplentedo Partido Progressista (PP) que ainda permaneçafiliado, ou, sucessivamente, ao primeiro suplente dacoligação respectiva que não tenha mudado departido.

Branco exerce o seu primeiro mandato. Ele foi eleitono ano de 2008 com 787 votos, sendo o mais bem votado no município. Nas eleições de 2012, foicandidato a vice-prefeito na chapa majoritária encabeçada pelo atual prefeito Ozanam Barros (PTB) e perdeu a eleição. Sua irmã, Francisca Lima (PSDB), foi candidata a vereadora e elegeu-secomo a segunda mais bem votada do município.O ex-vereador Cloves Nunes Pergentino Filho (PP) voltará à Câmara Municipal de Jaicós ainda este ano. Ele ocupará a vaga deixada pelo vereador Francisco de Lima Rodrigues, o Branco (PSDB), que teve seu mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) nesta segunda-feira (22).

A decisão do TRE-PI será comunicada ao Presidente da Câmara Municipal de Jaicós, o vereador Flávio José de Macedo Silveira (PT), que terá o prazo de 10 dias para dar posse ao suplente.

Nas eleições de 2008, Cloves disputou a eleição no grupo político liderado pelo ex-prefeito Crisanto Neto e obteve 432 votos, ocupando a primeira suplência do seu partido - PP, e da Coligação "Unidos pelo Progresso de Jaicós".

Apesar da permanência no PP, partido aliado ao grupo Crisanto nas eleições deste ano, Cloves não concorreu a nenhum cargo eletivo e apoiou a candidatura do atual prefeito Ozanam Barros, junto ao seu filho, Clovenilson Pergetino, que foi candidato a vereador pelo PSB e obteve 142 votos, ficando na suplência.

Filme interpretado por Chambinho é destaque no Fantástico

Sanfoneiro natural de Jaicós é destaque na escola do Rei do Baião

O filme "Gonzaga - De Pai para Filho", que conta a história de Luiz Gonzaga, o ‘Rei do Baião', foi destaque na TV Globo neste domingo (21) no Fantástico. A matéria conta como foi feita a seleção dos atores que interpretam Luiz Gonzaga no cinema. Dentre os selecionados, está o jaicoense "Chambinho do Acordeon".

Veja a matéria na íntegra:

Nos últimos domingos, o Fantástico vem contando a história de Luiz Gonzaga, história que chega agora aos cinemas. Esse filme tem uma curiosidade. Foi difícil encontrar quem encarnaria o Rei do Baião. O jeito foi anunciar por aí.

"São 5h50 em Caruaru. Breno Silveira procura ator pra seu novo filme", disse locutor. O recado foi ao ar em rádios do Nordeste.

"Eu já tinha tentado fazer o teste com vários atores. ‘Esse camarada primeiro não parece com Gonzaga, segundo não toca sanfona nem canta'. Aí entrei num beco sem saída, como é que eu vou fazer esse filme sem o ator do Gonzaga?", contou Breno.

Aí veio a ideia. "Botamos no rádio no Nordeste. Primeiro: cinco mil inscritos. Cinco mil inscrições pra fazer Gonzaga", afirmou Breno.

Uma delas a de Adélio Lima, que já vivia de encarnar Luiz Gonzaga. Em Caruaru, exatamente embaixo da estátua de São Gozaga, isto é, Luiz Gonzaga, está Museu do Forró Luiz Gonzaga. Adélio é guia do Museu do Forró.

"Tudo começou com a história dessa foto, seu Maurício. Os guias turísticos olhavam e diziam olha. Chegavam pro pessoal, no ouvidinho e diz "olha, esse cara é da família dele", lembrou Adelio.

Claro que era brincadeira. Mas todo mundo queria ver quem era esse homem tão parecido com Gonzagão. "E eu tive a ideia então de vestir o gibão, de me caracterizar dele, e aqui então em frente eu tirava fotografias", contou Adélio. Ele ficou entre os cinco finalistas pra interpretar Gonzagão. A principal concorrência era Chambinho do Acordeon.

"Meu avô tocava sanfona de oito baixos, era afinador também. A minha maior influência foi meu pai que comprou a sanfona e falou ‘toca aí, menino'. Eu tinha 12 anos de idade", afirmou Chambinho.

"Eu falei ‘olha, vai ser um dos dois' e na hora da decisão eu decidi pelo Chambinho porque ele tocava, cantava melhor. "Aí o Adélio falou ‘poxa, eu não tenho mais chance pra fazer o papel?' Não sei quê, ficou muito triste", revelou Breno.

"Aí chegou a sua maldade, conta", diz Kubrusly.

"Não, isso foi maldade mesmo. Eu falei ‘ó, você vai ter que engordar no mínimo 10 quilos'", lembrou Breno.

Seria pra fazer o Gonzagão mais velho. Adélio topou a dieta de engorda.

"Pega um punhado, joga na boca com um pedacinho de carne e vai provando, provando... Maravilhoso", afirmou Adélio.

Feira de Caruaru. Lá estava o cardápio perfeito pra arredondar a silhueta.

"E aí eu fui para um teste com ele, fui para um teste já maquiado, já mais gordo e quando eu vi aquele teste, aquilo me chocou muito porque parecia que eu tava na frente de Gonzaga", contou Breno.


"De repente aí me toca o telefone: ‘você é o Gonzaga. Meus parabéns, Gonzaga'. Bicho, eu chorei rios. Eu ainda hoje quando eu lembro de como foi dada essa notícia. Eu tenho uma filha, a mais velha, que ela é de um outro relacionamento de minha esposa e eu vivia com ela o mesmo dilema que o Gonzaguinha vive com o Gonzaga", disse Adelio.

O ponto de partida do filme ‘Gonzaga de pai para filho' é o acerto de contas entre Gonzagão e Gonzaguinha.

"Chegaram lá em casa umas fitas e eram fitas k7. Quando eu dei play numa, era a voz do Gonzaguinha. Eu via que ele tava entrevistando o pai. Ele devia ter um gravador a tira-colo pra gravar música, o Gonzaguinha e saía. E uma hora eu acho que ele resolveu fazer esse embate com o pai e ele pergunta. E as perguntas para o pai eram muito contundentes. E naquelas fitas eu via que tinha uma briga muito forte de dois caras que não se conheciam direito. E é bonito que na fita eles brigavam e se perdoavam", afirmou Breno.

O gaúcho Júlio Andrade conseguiu o papel de Gonzaguinha chegando pro teste quase que incorporado. "Consegui uma peruca, uma roupa anos 80, uma bolsa de comunista. Eu cheguei Gonzaguinha praticamente. Sempre fui muito fã de Gonzaguinha, desde muito pequeno. Eu lembro de meu pai cantando no carro à capela pra mim ‘o homem também chora, menina morena' e me mostrava o braço assim, o braço dele todo arrepiado", revelou Julio.

E a história continua nesta homenagem de Gilberto Gil a Luiz Gonzaga. É que o Gonzagão nunca termina: "O baião está vivo no seu coração, a canção do povo alegre não tem fim", completou Gil.