• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia
Jaicós

Adutora de Poço de Marruá a Jaicós é prioridade no Orçamento Geral da União

Obra foi citada durante reunião da bancada piauiense em Brasília

08/11/2012 09:41h

O governador Wilson Martins reuniu-se, na manhã desta terça (7), com representantes piauienses na bancada federal, com o intuito de definir as prioridades do Governo do Estado, em relação às emendas de bancada ao Orçamento Geral da União (OGU). O encontro aconteceu na sede da terceira secretaria do Senado, em Brasília, cujo titular é o senador João Vicente Claudino.

Na oportunidade, Martins falou sobre algumas obras do Governo Estadual em parceria com o Governo Federal, as quais têm recursos empenhados, como também sobre as obras contempladas pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e sobre as obras e ações já solicitadas ao Governo Federal, a exemplo das obras previstas pelo PAC Estiagem. Dentre as obras citadas pelo governador estão a expansão do metrô de Teresina, que está dentro do PAC Mobilidade e a conclusão da BR 020, no trecho que liga São Raimundo Nonato a Campo Alegre de Lourdes (BA).

As hidrelétricas do rio Parnaíba, integração das bacias do rio São Francisco - Sobradinho e São Francisco -, os 37 poços da Adutora do Sertão, na região do Semiárido, Adutora Maria Preta - Poço Marruá, em Jaicós, Barragem Riacho Fundo com a adutora de Paquetá (Santa Cruz do Piauí), barragem Barra do Marinho, em Acauã, barragem do Castelo, obras para controle de enchentes do rio Marataoan, em Barras, obras de recuperação e melhoramento do Hospital de Floriano, entre outros também foram enumeradas por Wilson Martins durante discussão com os parlamentares.Reunião entre governador Wilson Martins e Bancada Federal do Piauí.

"Essas são obras para a melhoria da qualidade de vida da população e para o desenvolvimento do Estado. Esse esforço da bancada é importante para que possa incrementar investimentos, principalmente nesse momento de queda das contribuições constitucionais, a exemplo do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), além do déficit causado aos Estados compradores pela má distribuição do ICMS oriundos da compras na internet", defende o governador. Paticiparam da reunião os senadores Wellington Dias, João Vicente Claudino e Ciro Nogueira, além dos deputados federais Jesus Rodrigues, Osmar Júnior, Marcelo Castro, Júlio César Lima, Assis Carvalho, Hugo Napoleão e Paes Landim.

Para o Piauí, são destinadas 21 emendas de bancada, sendo que três vão ser remanejadas. Além delas, cada parlamentar tem até 25 emendas com o teto de R$ 15 milhões por parlamentar. Nesse âmbito, algumas das obras que são prioridade para o Governo do Estado poderão ser contempladas com as emendas de bancada dos parlamentares piauienses. "Apresentei nossas prioridades aos parlamentares para que estes possam viabilizar alguns recursos para inserir nas despesas do Orçamento Geral da União", completa Martins.

Fonte: CCOM
Por: Geysa Silva

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas