• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias José de Freitas

12 de maio de 2015

Atleta precisa de ajuda para participar de competições e representar JF

Freitense quer continuar obtendo bons resultados no atletismo, mas sem apoio não dar

O atleta de 31 anos, casado e residente em José de Freitas-PI, funcionário dos correios,  Derivan Araújo da Costa, há anos vem participando de corridas de rua e obtendo boas colocações. Desde 2010, quando começou a competir, não parou mais. Já foram várias conquistas. Entre elas podemos citar as cinco vezes que participou da Corrida do Carteiro, competição promovida pelos Correios, onde o mesmo conquistou uma vez a 6ª colocação (2014), duas vezes a 4ª colocação (2010 e 2011), duas vezes a 2ª colocação (2012 e 2013). Ele tem planos para correr em quatro competições só esse ano: da VII Corrida Fenae do Pessoal da Caixa, que acontecerá dia 17 de maio; da Live to Run, que acontecerá no dia 24 de maio; da 1ª Corrida Amantes do Esporte, que acontecerá no dia 28 de junho e da 4ª Corrida dos Advogados, que acontecerá no dia 2 de agosto, todas em Teresina-PI, mas para tal façanha precisa de apoio financeiro, e infelizmente ainda não conseguiu. Derivan se destacou, devido aos bons resultados, em várias competições da modalidade, e acredita que pode se destacar muito mais.

Apelamos ao poder público, aos comerciantes e à população em geral que se sensibilizem com esta causa. Vamos apoiar este atleta e sua modalidade, assim como todas as outras modalidades esportivas em prática na nossa cidade, pois o esporte é uma grande saída para as mazelas que deterioram nosso município.

Quer ajudar? então entre em contato com o próprio Derivam pelo numero:  86 9818 2099

Atleta precisa de ajuda para participar de competições e representar JF

Freitense quer continuar obtendo bons resultados no atletismo, mas sem apoio não dar

O atleta de 31 anos, casado e residente em José de Freitas-PI, funcionário dos correios,  Derivan Araújo da Costa, há anos vem participando de corridas de rua e obtendo boas colocações. Desde 2010, quando começou a competir, não parou mais. Já foram várias conquistas. Entre elas podemos citar as cinco vezes que participou da Corrida do Carteiro, competição promovida pelos Correios, onde o mesmo conquistou uma vez a 6ª colocação (2014), duas vezes a 4ª colocação (2010 e 2011), duas vezes a 2ª colocação (2012 e 2013). Ele tem planos para correr em quatro competições só esse ano: da VII Corrida Fenae do Pessoal da Caixa, que acontecerá dia 17 de maio; da Live to Run, que acontecerá no dia 24 de maio; da 1ª Corrida Amantes do Esporte, que acontecerá no dia 28 de junho e da 4ª Corrida dos Advogados, que acontecerá no dia 2 de agosto, todas em Teresina-PI, mas para tal façanha precisa de apoio financeiro, e infelizmente ainda não conseguiu. Derivan já se destacou em várias competições da modalidade, e acredita que pode se destacar muito mais.

Apelamos ao poder público, aos comerciantes e à população em geral que se sensibilizem com esta causa. Vamos apoiar este atleta e sua modalidade, assim como todas as outras modalidades esportivas em prática na nossa cidade, pois o esporte é uma grande saída para as mazelas que deterioram nosso município.

Quer ajudar? então entre em contato com o próprio Derivam pelo numero:  86 9818 2099

20 de março de 2015

Concurso de José de Freitas-PI: SEMEC se explica, mas não convence

Ministério público chama SEMEC para dar explicações a cerca da não convocação da maioria dos aprovados no concurso 2014

Às 08hs desta sexta, 20/03/2015, aconteceu, no auditório do Fórum Alberto Veras, uma reunião. Tal reunião foi provocada pelo Ministério Público, que por sua vez foi provocado por alguns aprovados no concurso que houve aqui em nossa cidade em 2014. A pauta principal era saber por qual motivo a prefeitura ainda não chamou e não lotou, em seus devidos cargos, os aprovados, visto que havia carência de vagas segundo o edital do tal concurso.

Representando a Secretaria Municipal de Educação estava o professor Flávio Emerson e o Advogado Edvaldo Cunha, que alegaram que não mais está disponível a quantidade de vagas antes previstas pelo edital, e que por essa razão não podia chamar todos aqueles que antes foram declarados como aprovados. Os motivos da diminuição das vagas, segundo os representantes da SEMEC, foram:

# O número de Escolas funcionando hoje é menos, devido o fechamento de algumas;  (Nuclearam, Juntaram duas ou mais escolas, devido ao baixo numero de alunos nestas, e que por consequência disso a quantidade de salas de aulas diminuiu);

# Muitos efetivos, que antes estavam fora da sala de aula exercendo outra função, foram chamados e lotados; (Isso poderia ter sido feito antes do concurso).

# Que o número de alunos diminuiu devido a muitos deles terem se matriculado na rede estadual de ensino e, que outra quantidade significativa foi para o “corte de cana”. (fato que não foi denunciado pela SEMEC ao Conselho Municipal dos Direito das Crianças e dos Adolescentes e nem ao Conselho Tutelar).

A primeira alegação realmente procede, pois eles fizeram mesmo essas nucleações, só não sabemos de verdade se havia realmente necessidade; A segunda procede em parte, pois muitos dos que foram lotados não irão para a sala de aula por conta de alguma justificativa, e estes serão substituídos por bolsistas; A terceira foi a que menos colou, pois segundo os números apresentados por algumas escolas estaduais sediadas em nosso município, o número de matriculados nestas também diminuiu, e a SEMEC não mostrou a quantidade de matriculas em 2015 comparando-as com 2014 para comprovar se realmente houve a alegada diminuição. A boa notícia é que disseram que irão lotar aqueles 24 aprovados do concurso de 2010, e que todos os aprovados para monitores de transporte escolar e mais dois classificados também serão chamados em breve. E aqueles que estudaram, pagaram a inscrição, fizeram a prova com muita vontade, passaram, mas devido o numero de vagas não ser mais o apresentado no edital que regia o certame, não serão chamados?  Isso é um absurdo. O MP sugeriu que as vagas hoje preenchidas por substitutos, que é temporária, sejam preenchidas pelos aprovados, ou seja, que estes sejam contratados, não como concursados, mas como bolsistas, por período indeterminado, sem a garantia de serem lotados como efetivos. Situação no mínimo humilhante. A SEMEC  ficou de dar mais algumas explicações e apresentar documentos ao MP, que comprovem suas alegações, até o dia 23 de março.

Sem previsão para acabar, toda essa confusão está atrasando o curso das aulas e quem está sendo prejudicado seriamente é o aluno.  Fato vergonhoso para o nosso município. Com transparência, com sapiência e com honestidade essa história chegue a um final feliz. 

19 de dezembro de 2014

CEPM promove apitaço no município de José de Freitas

O Apitaço vai percorrer os nove estados da região Nordeste

A Coordenadoria Estadual de Políticas para Mulheres (CEPM) realizou, na segunda-feira (15), o Apitaço Pelo Fim da Violência Contra a Mulher, em José de Freitas, no Sindicato dos Trabalhadores Rurais em parceria com a ONG Cidadania Feminina de Recife (PE), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Piauí (Fetag) e associações do município.

As educadoras sociais Rejane Pereira e Liliana Barros, de Recife, ministraram uma oficina sobre diversos temas, entre eles a violência contra a mulher e o preconceito.

De acordo com Liliana, o Apitaço Pelo Fim da Violência Contra a Mulher nasceu em 2003 em Pernambuco, quando as mulheres começaram a se reunir para apitar em frente à casa do agressor, identificando-o para a comunidade. âFortalecemos as mulheres para que se sintam mais firmes para enfrentar a violência e construir uma vida mais feliz. No início, tivemos alguma resistência dos homens, mas eles perceberam que nosso enfrentamento não é contra eles, mas contra a violência, e hoje muitos são nossos parceiros. A comunidade tem que conhecer quem é o agressor, cujo lugar é na cadeiaâ, afirmou.

Realizado com apoio do Fundo Elas, da SPM e do Instituto Avon, o Apitaço vai percorrer os nove estados da região Nordeste, disseminando essa experiência bem sucedida, que por onde passou deixou um saldo de mulheres mais fortes numa rede de enfrentamento a essa violência. O contato é feito através dos organismos públicos estaduais de mulheres, que indicam em cada estado onde é mais viável realizar a ação. No Piauí, a coordenadora Martha Goretti Said, da CEPM, indicou o município de José de Freitas.

âO evento tem uma importância no contexto das ações que minimizam a violência contra as mulheres a partir da conscientização das mesmas. Neste sentido, as oficinas têm um efeito positivo no comportamento das mulheres com relação à questão de gênero. Nossa avaliação do primeiro Apitaço realizado no Piauí é de incontestável sucesso, visto que a cidade de José de Freitas abraçou a causa e foi à rua conoscoâ, finalizou Martha Goretti.

12 de dezembro de 2014

Bandidos rendem e assaltam universitárias na “barragem do bezerro”

Uma das estudantes informou que estava em José de Freitas pela primeira vez

stuNa tarde desta quinta-feira (11) um grupo de estudantes foi vítima de um assalto praticado por três bandidos armados de revolveres, o fato aconteceu por voltas 16 horas e 30 minutos no paredão da barragem do bezerro, em José de Freitas.

De acordo com informações colhidas junto às universitárias, o grupo estava em José de Freitas na casa da também estudante e companheira de sala Anne Karolline, filha do professor Areólino Cardoso e da Rosário Nunes, no final da tarde as jovens foram conhecer e fazer algumas fotos na barragem do bezerro, momento este, que foram surpreendidas pelos assaltantes em uma moto XTZ de cor laranja.

As vítimas contaram que os três acusados já desceram da moto com as armas em punho, anunciando o assalto. Foram levados aparelhos celulares, óculos, bolsas, joias e dinheiro. Antes de fugirem, os elementos ainda revistaram o veículo que as estudantes andavam e também levaram alguns pertences que estavam no carro.

Uma das universitárias informou que estava em José de Freitas pela primeira vez e lamenta muito pelo ocorrido, a jovem disse ainda, que antes dos bandidos deixarem o local, deram tchau como forma de âzombarâ delas.

Após o ocorrido, as estudantes foram até a delegacia de polícia local, 17ª DP, e tiveram dificuldades para serem atendidas, lá as garotas foram informadas que no momento só tinha um policial e uma viatura sem gasolina, causando revolta nas vítimas.

11 de dezembro de 2014

27 de novembro de 2014

Capoeiristas de JF comemoram título da UNESCO dado a "Roda de Capoeira"

a "Roda de Capoeira" recebe título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

Uma das manifestações culturais mais conhecidas no Brasil e reconhecidas no mundo, a Roda de Capoeira recebeu, nesta quarta-feira (26/11), da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

"O reconhecimento da Roda de Capoeira pela Unesco é uma conquista muito importante para a cultura brasileira. A capoeira tem raízes africanas que devem ser cada vez mais valorizadas por nós. Agora, é um patrimônio a ser mais conhecido e praticado em todo o mundo", destacou a ministra interina da Cultura, Ana Cristina Wanzeler. Já a presidente do IPHAN ( Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), Jurema Machado, explicou que as políticas de patrimônio imaterial não existem apenas para conferir títulos, mas para que os governos assumam compromissos de preservação de seus bens culturais, materiais e imateriais, como a Roda de Capoeira e também esclarece que o reconhecimento internacional amplia as condições de salvaguarda desse bem. Ela ressaltou que os compromissos assumidos pelo governo para com essa salvaguarda envolvem ações de promoção, de valorização dos mestres, seja na inserção no mercado de trabalho, seja na preservação das características identitárias da capoeira ou na formação de redes, de cooperação e de transmissão de conhecimento.

Originada no século XVII, em pleno período escravista, a capoeira desenvolveu-se como forma de defesa contra a escravidão. Por um período foi considerada crime pelo Código Penal Brasileiro, e Hoje, é um dos maiores símbolos da identidade brasileira estando presente em todo território nacional, além de ter praticantes em mais de 160 países, em todos os continentes. A Roda de Capoeira e o Ofício dos Mestres de Capoeira tiveram o reconhecimento do Iphan como Patrimônio Cultural Brasileiro em 2008 e estão inscritos, respectivamente, no Livro de Registro das Formas de Expressão e no Livro de Registro dos Saberes.

 

Originada no século XVII, em pleno período escravista, a capoeira desenvolveu-se como forma de defesa contra a escravidão. Por um período foi considerada crime pelo Código Penal Brasileiro, e Hoje, é um dos maiores símbolos da identidade brasileira estando presente em todo território nacional, além de ter praticantes em mais de 160 países, em todos os continentes. A Roda de Capoeira e o Ofício dos Mestres de Capoeira tiveram o reconhecimento do Iphan como Patrimônio Cultural Brasileiro em 2008 e estão inscritos, respectivamente, no Livro de Registro das Formas de Expressão e no Livro de Registro dos Saberes.

 

O Centro Cultural de Capoeira Raízes do Brasil, em alusão ao título dado pela UNESCO, com cerca de 20 de seus componentes, fizeram uma roda de capoeira na Praça de Eventos ontem às 20hs00min.  Todos os elemento que compõe uma verdadeira roda de capoeira estavam presentes: os instrumento musicais percussivos (o berimbau, o atabaque, o padeiro, o agogô...) a ginga, golpes, saltos, movimentos de solo e a cooperatividade entre os praticantes, contudo, o principal elemento, como sempre, era destaque, a alegria que só a capoeira proporciona aos seus.

11 de novembro de 2014

José de Freitas: Bandidos levam duas motocicletas, agridem mulher e fogem

Problemas na viatura da polícia dificultaram as buscas

Na noite desta segunda-feira (10), bandidos voltaram a agir em José de Freitas e levaram pelo menos duas motocicletas, sendo uma modelo Pop 100 e uma Honda Broz. A informação foi repassada pela polícia militar após serem informados da ação dos ladrões no município.

De acordo com os polícias, o primeiro caso aconteceu na Avenida Américo Celestino, centro da cidade, de onde foi levada da frente do prédio do centro de treinamento, a moto modelo Pop 100, de placa OVX-9104- pertencente a estudante Cristiane Néri da Silva, residente no Bairro Tijuca em José de Freitas.

Segundo informações apuradas, a estudante estava assistindo aula e ao retornar não encontro mais seu transporte, a polícia informou ainda, que além da moto foi furtado também do mesmo local, uma bicicleta.

Foi registrado também um assalto na estrada vicinal que liga José de Freitas ao povoado Ema, zona rural da cidade, na ação, os bandidos abordaram com uma arma de fogo, uma mulher que não teve o nome revelado e levaram sua motocicleta Broz de cor vermelha, placa ODU-3708. A vítima ainda foi agredida pelos marginais.

Os policias militares declaram que ainda tentaram fazer buscas aos elementos, mas ficaram impossibilitados devido as péssimas condições de trafego da viatura, segundo o soldado Fabiano Luz e o Cabo Vitório, o automóvel modelo Gol, usado como viatura está com vários problemas mecânicos, inclusive só um farol está funcionando, complicando a situação durante a noite.

08 de novembro de 2014

TSE mantém a condenação de prisão para Vereador de José de Freitas-PI

Prisão de 1 ano e 9 meses para o Vereador de José de Freitas-PI, José Luiz de Sousa, por compra de votos, nas eleições de 2008 é mantida

Na noite do dia 16 de outubro de 2014, por unanimidade, os juízes do TSE assinaram, por unanimidade, o acórdão que rejeitou embargos declaratórios e manteve a condenação de 1 ano e 9 meses, para o sr José Luis de Sousa, vereador do município de José de Freitas. A penalidade foi pelo crime de compra de votos, nas eleições de 2008.

José Luiz de Sousa disputou as eleições de 2012 para o cargo de vereador na cidade de José de Freitas mesmo estando inelegível, pois o mesmo foi condenado por compra de votos nas eleições de 2008. Apesar da situação, ele conseguiu  ser eleito Vereador, foi diplomado, e atualmente  exerce o mandato. 

à um caso único na história política do país, um condenado político, mesmo sabendo que está inelegível, consegue registrar a sua candidatura, disputa a eleição conseguinte a sua condenação, se elege e exerce o mandato como se nada tivesse ocorrido.  Trágico, porém cômico, mas o próprio Cartório Eleitoral de José de Freitas-PI, que tinha conhecimento de  inelegibilidade do mesmo, por compra de votos nas eleições de 2008, aprovou sua candidatura para 2012. muito difícil de entender isso.

O vereador não acredita que terá seu mandato cassado e nem que será preso, apesar da decisão do TSE.

Entenda mais o caso:

http://www.saraivareporter.com/index.php?option=com_content&view=article&id=13292%3Aministros-assinam-acordao-que-condenou-a-1-ano-e-9-meses-de-prisao-vereador-que-disputou-eleicao-inelegivel-&catid=39%3Aquentinhas&Itemid=57&fb_action_ids=735793783181255&fb_action_types=og.likes

TSE mantém a condenação de prisão para Vereador de José de Freitas-PI

Prisão de 1 ano e 9 meses para o Vereador de José de Freitas-PI, José Luiz de Sousa, por compra de votos, nas eleições de 2008 é mantida

Na noite do dia 16 de outubro de 2014, por unanimidade, os juízes do TSE assinaram, por unanimidade, o acórdão que rejeitou embargos declaratórios e manteve a condenação de 1 ano e 9 meses, para o sr José Luis de Sousa, vereador do município de José de Freitas. A penalidade foi pelo crime de compra de votos, nas eleições de 2008.

José Luiz de Sousa disputou as eleições de 2012 para o cargo de vereador na cidade de José de Freitas mesmo estando inelegível, pois o mesmo foi condenado por compra de votos nas eleições de 2008. Apesar da situação, ele conseguiu  ser eleito Vereador, foi diplomado, e atualmente  exerce o mandato. 

à um caso único na história política do país, um condenado político, mesmo sabendo que está inelegível, consegue registrar a sua candidatura, disputa a eleição conseguinte a sua condenação, se elege e exerce o mandato como se nada tivesse ocorrido.  Trágico, porém cômico, mas o próprio Cartório Eleitoral de José de Freitas-PI, que tinha conhecimento de  inelegibilidade do mesmo, por compra de votos nas eleições de 2008, aprovou sua candidatura para 2012. muito difícil de entender isso.

O vereador não acredita que terá seu mandato cassado e nem que será preso, apesar da decisão do TSE.

Entenda mais o caso:

http://www.saraivareporter.com/index.php?option=com_content&view=article&id=13292%3Aministros-assinam-acordao-que-condenou-a-1-ano-e-9-meses-de-prisao-vereador-que-disputou-eleicao-inelegivel-&catid=39%3Aquentinhas&Itemid=57&fb_action_ids=735793783181255&fb_action_types=og.likes

31 de outubro de 2014

SEMEC promove Oficina Educativa à crianças do Ensino Infantil de JF

O Projeto é desenvolvido não só para os alunos, mas também para os professores

A manhã de quinta-feira (30), foi totalmente dedicada às crianças da Educação Infantil de José de Freitas. A Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC) em parceria com a Editora Positivo, através do Sistema de Ensino Aprende Brasil promoveu a Oficina de âContação de Histórias Infantisâ com alunos das creches do município.

O Projeto é desenvolvido não só para os alunos, mas também para os professores, e tem como objetivo auxiliar no processo de ensino e aprendizagem das crianças. Para isso faz-se necessário o conhecimento, os recursos utilizados, como objetos e as técnicas orais e corporais, para um bom professor/contador de historias, bem como a escolha da narrativa mais adequada a faixa etária e a situação.

Uma mistura de curiosidade e encanto marcou a participação de alunos das Creches Antonio Gaioso, Escolinha da Mãe Biluca e Escolinha da Mônica nesta manhã, em uma apresentação idealizada pelo Contador de Histórias Carlos Moreira (Carlitos). Na parte da tarde também houve apresentação com a participação dos alunos das Creches Pequeno Gabi, Mãe Noélia e Escolinha do Mickey.

Estiveram presentes prestigiando o evento, o Coordenador Pedagógico Sílvio Alexandre, a Analista Administrativa Gabriela Nunes, Secretária de Educação Aldora Calland, Gerente da Educação Infantil Joelma Maria, Coordenadora Pedagógica Ana Cecília Lisboa dentre vários professores e gestores das Creches participantes.

Fruto de anos de pesquisa e experiência em narrativa oral para estímulo ao desenvolvimento de crianças, a técnica de contar histórias usada pelo Sistema de Ensino Aprende Brasil, inclui o uso de acessórios coloridos e, mesmo com a barreira da língua, encantou a todos graças à utilização de movimentos para atrair a atenção das crianças.