• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia
Luís Correia

Falta de pagamento deixa 200 alunos sem transporte escolar em Luís correia

Alunos sem aulas

14/10/2014 14:42h

Cerca de 200 adolescentes não vão para a escola por mais de 10 em Luís correias, na Zona rural. Segundo a estudante, Nathaly Gomes, os estudantes foram impossibilitados de se deslocar porque o proprietário dos ônibus suspendeu a prestação do serviço devido à falta de pagamento.


Seja de ônibus, van ou até bicicleta, todo estudante da Educação Básica que mora em área rural ou distante de sua escola tem direito ao transporte gratuito e de qualidade de acordo com os artigos 10 e 11 da constituição. Porém, não é o que vem acontecendo nos últimos dias com os alunos da zona rural de Luís correia.

Alunos que utilizam transporte escolar a pouco mais de 10 dias estão sem ir pra escola por falta do transporte escolar. Além disso, os veículos utilizados para o transporte escolar em área rural comprometem a segurança e a qualidade do serviço oferecido, que segundo uma aluna apenas um ônibus do programa caminho da escola esta transportando alunos de 7 comunidades rurais.

Para piorar, a qualidade das estradas botam em risco os alunos.  “Às vezes vem uns por cima dos outros, agente tem medo do ônibus vira nessas estradas” Disse Nathaly Gomes.

“O dono do ônibus alegou que não tinha mais condições de arcar com as despesas do deslocamento porque está sem receber seu pagamento. Como o município é responsável pelo transporte municipal e da rede estadual de ensino a prefeitura tem que pagar os donos de ônibus, mas o dono do ônibus disse que a prefeitura municipal não faz o pagamento do serviço”, disse Nathaly Gomes.

Ajuda Federal

O governo federal, por meio do FNDE, mantém dois programas destinados ao transporte escolar: o Pnate e o Caminho da Escola. O primeiro consiste em recursos pagos aos estados e municípios para que custeiem despesas diversas, como consertos mecânicos, compra de combustível ou terceirização do serviço de transporte escolar.  A transferência de recursos é realizada de forma automática a partir da informação, no Censo Escolar, da existência de alunos da zona rural que utilizem transporte escolar. Já o Caminho da Escola foi criado em 2007 com o objetivo de renovar a frota de veículos escolares.

Outro lado

A reportagem o blogwiltonveras.com, tentou entra em contato com a secretaria de educação, mais até o fechamento dessa matéria não tivemos resultados.

Por Wilton Veras para o Portal O Dia.


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas