• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Oeiras

SAAE revitaliza estação de tratamento de esgoto em Oeiras

SAAE revitaliza estação de tratamento de esgoto em Oeiras

26/06/2019 11:31h - Atualizado em 26/06/2019 11:33h

Comprometido em promover a saúde e qualidade de vida dos oeirenses, por meio do saneamento básico, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) assumiu, há pouco mais de um ano, a responsabilidade de tratar a água, o esgoto, as pessoas e a cidade de Oeiras. Nesse período, a autarquia realizou investimentos e conseguiu obter avanços significativos, como a revitalização da estação de tratamento de esgoto da cidade.

O município utiliza o sistema de aeração para o tratamento do esgoto. Ao assumir a função, o SAAE detectou que o sistema se encontrava ineficiente, pois apenas um aerador da estação de tratamento estava em funcionamento. Os aeradores são responsáveis pelo fornecimento do oxigênio necessário ao desenvolvimento das reações biológicas do tratamento dos resíduos provenientes dos esgotos, chamados de efluentes. 

Desde então, o SAAE trabalhou para melhorar as condições da estação de tratamento, incorporando novos aeradores ao sistema. “Assim que assumimos, nós fizemos análise no laboratório, e os resultados demonstraram uma taxa alta da Demanda Bioquímica Oxigênio (DBO), fator indicativo do consumo de gás oxigênio por microrganismos durante a oxidação de compostos orgânicos”, informa o engenheiro, Assuéro Rêgo, diretor do SAAE.

“Abrimos processo licitatório duas vezes para aquisição de novos aeradores, porém em ambas se mostrou deserta. Após isso, nos dedicamos e conseguimos nós mesmos revitalizar alguns aeradores, por meio de equipamentos e profissionais qualificados. Hoje, nós já estamos com quatro aeradores funcionando”, acrescenta o diretor.

Após implementar o segundo aerador no tratamento, o SAAE realizou nova análise no seu laboratório e conseguiu reduzir a taxa DBO. “Conseguimos reduzir o resultado que antes estava elevado para moderado. Já estamos com quatro aeradores, e faremos uma nova análise nesse mês. Acredito que vamos conseguir reduzir esses níveis ainda mais, para que possamos minimizar ao máximo qualquer dano que possa vir ao meio ambiente. O sistema é de suma importância para a nossa cidade. É saúde pública! Tratando o esgoto nós estamos tratando diversas doenças transmitidas via hídrica, evitando que seja contaminado o solo a água e o meio como um todo, melhorando a vida das pessoas”, finaliza o engenheiro. 

Além da revitalização da estação de tratamento de esgoto, o SAAE investe na coleta e o tratamento do esgoto; na manutenção, ampliação e substituição de redes coletoras; execução de novas ligações de esgoto; modernização do parque de hidrômetros e constante análise da água fornecida no município, realizadas no laboratório da instituição.


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas