• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia
Parnaíba

Candidatos eleitos são impedidos de assumir o Conselho Tutelar

Em consequência foram nomeados os suplentes eleitos

10/01/2020 18:34h - Atualizado em 10/01/2020 18:36h


Candidatos eleitos a conselheiros tutelares que iriam assumir o primeiro mandato para atuar em Parnaíba tiveram a nomeação vedada na manhã desta sexta-feira (10/01) por conta de uma ação civil pública no sentido de anulação do registro de candidatura de Maria Vanuza Nascimento Silva, Francilanio da Silva dos Santos, Ana Cristina Soares de Souza e Aloísio de Moraes Cunha Filho, em razão da violação ao disposto no edital para Eleição de Escolha de Conselheiros Tutelares para Parnaíba. Os escolhidos durante eleição foram impedidos de assumir os cargos pouco antes de serem empossados.

decisão da 3ª Vara Cível da Comarca de Parnaíba se deve a análise do Edital, onde consta clareza incontestável a vedação de vinculação político-partidária das candidaturas, seja através da indicação, no material de propaganda ou inserção na mídia. O Ministério Público Estadual foi quem fez a intervenção conforme lhe é atribuído segundo o artigo 139 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que assegura a fiscalização do processo para escolha de membros do Conselho Tutelar ao Ministério Público. Em consequência foram nomeados os suplentes eleitos Junior Profeta, Lidiane Miranda, Rosilene Viana, Regivaldo Queiroz e Jesus Miranda a Conselheiros Tutelares até a decisão final da Justiça.

Fonte: Daniel Santos
Edição: Calixto Dias

Deixe seu comentário