• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Parnaíba

Construção de prédio causa rachaduras em casas vizinhas em Parnaíba

Nonato e Família tiveram que alugar uma casa

07/06/2019 16:47h - Atualizado em 07/06/2019 17:16h

Uma construção de ampliação de uma pousada na rua Bórges Machado no bairro Pindorama em Parnaíba, está causando transtorno a uma família que teve de abandonar a casa que está com sua estrutura comprometida.

Raimundo Nonato Portela mora na casa a mais de 20 anos e reclama que a construção está provocando rachaduras em toda casa, não tem mais ventilação. Nonato reclama também que por ser uma estrutura de andar, sua privacidade fica comprometida pois os apartamentos de cima e a todo momento cai material de construção no teto de sua casa.

Nonato Disse ainda que por medo da integridade física de sua família ser afetada, teve que tomar uma decisão sair de casa e pagar aluguel.

“A casa está inabitável. Se alguém morar, corre risco de vida, por isso que saí. Não tinha condições mínimas de ficar com a minha família”. São vários indícios: você pode perceber que ela está chanfrada, que a rachaduras por todos os lados; tem outra viga rachada e a casa se descolou. Segundo ele, caía tanto material da obra, que ficaram buracos enormes nas telhas. Nonato e Família tiveram que alugar uma casa. Nonato afirma ainda que tentou por várias vezes resolver o problema com o proprietário o senhor Edicarlos, mais que sem sucesso, não chegaram a um acordo, para Nonato Portela Edicarlos está oferecendo um valor bem abaixo do mercado em sua casa.

Entramos em contato com Edicarlos. Ele nos informou que não mora em Parnaíba e que segundo a construtora que ele contratou está tudo bem, e que esses problemas na casa do senhor Nonato ele está disposto a fazer os reparos mais o proprietário se recusa. “Não queremos confusão com ninguém, vamos avaliar se minha construção provocou esses estragos então faremos os reparos”. A prefeitura foi acionada e mandou uma equipe técnica inspecionar a casa, e segundo o laudo, não há condições da família ficar morando na casa pois eles estariam correndo o risco de vida. A Obra foi embargada, Nonato nos apresentou o documento de embargo da obra e afirma que ainda estão trabalhando.

O proprietário foi acionando pela prefeitura, mas nos informou que sua obra não estava embargada e que pretende chegar a um acordo. “Se for possível comprarei a casa disse ele”. Além de Nonato Portela outros vizinhos também reclamam do barulho e da poeira que a construção está causando. Um funcionário da construtora chegou a ser registrado trabalhando sem os devidos equipamentos de proteção. 


Fonte: Local da ocorrência
Edição: Calixto Dias
Por: Calixto Dias

Deixe seu comentário