• Jovens escritores 2018
  • Patrimônio 30/04
  • banner marcas
  • Marcas Inesquecíveis 2018 26/03
Parnaíba

Cresce o número de infectados com o vírus HIV no litoral

Cresce o número de infectados com o vírus HIV no litoral

08/01/2018 11:20h - Atualizado em 08/01/2018 11:21h

O número de pacientes infectados com o vírus da Aids subiu de 49 para 52, de acordo com os dados coletados no início desta segunda semana  de janeiro de 2018 pelo Centro de Orientação e Apoio Sorológico (Coas), da Secretaria Municipal de Saúde de Parnaíba (Sesa). Atualmente, a instituição faz o tratamento de mais de 350 pessoas contaminadas com a doença que ainda não tem cura.

A médica infectologista do Coas, Renata Beltrão, disse que apesar da intensificação das campanhas de prevenção, o grande desafio ainda é a informação. Ela enfatiza que o contágio não acontece somente via relação sexual, mas também por meio do compartilhamento de qualquer objeto ou meio perfurante que não esteja devidamente esterilizado.

“As pessoas precisam saber e ter consciência de que o vírus pode ser adquirido também por qualquer forma perfurante. Lembramos que cada procedimento que a pessoa fizer, como médico, odontológico, tatuagem, piercing e até mesmo nos salões de beleza, exige de nós um cuidado redobrado porque esses objetos perfurantes precisam ser higienizados de maneira correta”, orientou a médica ao lembrar ainda que a doença também pode ser transmitida de mãe para filho, através da gestação, do parto ou da amamentação.

Os dados coletados no Coas são flutuantes e crescem a cada semana. Além de Parnaíba, a unidade atende também pacientes de cidades vizinhas da Planície Litorânea do Piauí e dos Estados do Ceará e Maranhão.

Periodicamente a Sesa faz a distribuição sistemática e gratuita de preservativos masculino e feminino, além de lubrificantes. No Coas de Parnaíba, situado na Rua Passajarina, 247, no bairro Pindorama, anexo ao prédio da Prefeitura de Parnaíba, são disponibilizados gratuitamente todos os serviços relativos a doença como testes, consultas e exames.

Fonte: Ascom

Deixe seu comentário






Enquete

Como você avalia a lista de convocados para a seleção brasileira?

ver resultado