• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Parnaíba

Mototaxistas de Parnaíba pressionam por fiscalização

apresentaram o alvará e querem que os outros façam o mesmo

18/04/2018 12:38h - Atualizado em 19/04/2018 09:50h

Mototaxistas se reuniram na manhã desta quarta-feira (18/04), na Praça de Santo Antônio, centro de Parnaíba, para denunciar ao Ministério Público a falta de fiscalização da Prefeitura de Parnaíba contra as pessoas que estão exercendo a profissão sem estar devidamente regulamentado. O resultado disso são prejuízos para quem se esforçou em estar em dia. Os mototaxistas apresentaram o alvará em praça pública que lhe permitem pleno direito de exercer a profissão e querem que os outros façam o mesmo. A denúncia foi formalizada pelo Sindicato dos Mototaxistas de Parnaíba (SIMPAR), na pessoa de Sebastião Pereira, que é presidente interino do sindicato.

mototaxistas denunciam

A queixa dos mototaxistas é que fizeram investimentos, passaram por mais qualificação para que pudessem estar dentro da regularidade e estão sofrendo concorrência desleal. Eles defendem também que a regularização é uma estratégia de redução da violência entre a categoria. Francisco Sousa defendeu que muitas pessoas são vítimas da violência por se utilizarem de pessoas que não são regulamentadas. Já Valdeci Farias reclamou a ausência do poder público na falta de fiscalização.

O Sindicato dos Mototaxistas de Parnaíba denunciou a falta de fiscalização e a classe acredita que com a intervenção da gestão municipal, a categoria regulamentada dos mototaxistas estará mais amparada. Com alvará na mão, os mototaxistas convidam os outros ao esforço da regulamentação; pois são em torno de 700 vagas e todos as pessoas que usam moto para oferecer o serviço de frete não chegam a mil, segundo o Sindicado dos Mototaxistas de Parnaíba.

Fonte: Daniel Santos
Edição: Calixto Dias

Deixe seu comentário