• Jovens escritores 2018
  • Patrimônio 30/04
  • banner marcas
  • Marcas Inesquecíveis 2018 26/03
Parnaíba

PM’s arriscam a própria vida para tentar salvar vítimas de afogamento

Na Praia não tem Bombeiros salva vidas

04/01/2018 09:15h - Atualizado em 04/01/2018 09:55h

Uma guarnição a Polícia Militar, comandada pelo sargento Gilson Alves, tendo como patrulheiros o cabo Madson Carvalho e o soldado Funaro, fazia abordagens de rotina nas pedras da Praia da Pedra do Sal na segunda-feira (01/01), por conta de suspeitos, oportunidade em que apreenderam ainda duas facas.

Cabo Madson, Soldado Funado e Sargento Gilson

Cabo Madson, Soldado Funado e Sargento Gilson

 Foi quando uma mulher gritou desesperada que dois jovens estavam se afogando no lado do mar brabo da praia da Pedra do Sal. Os policiais correram, retiraram os coletes e fizeram um cordão humano com mais dois banhistas, sob o olhar inerte de várias pessoas na praia lotada.

Os policiais não conseguiram se manter em pé devido a forte correnteza, sendo que os jovens estavam se afogando a pelo menos vinte metros de distância. O sargento Gilson teve a ideia de pegar um cano de um estabelecimento, retornaram ao mar e conseguiram resgatar um dos jovens. Estavam todos exaustos com o esforço desprendido.

Em seguida, tomaram conhecimento de que Robson Alves Ferreira da Silva tinha sido arrastado pelas ondas até as pedras. Neste momento os policiais novamente entraram no mar e com apoio de mais dois rapazes conseguiram regatar Robson. Rapidamente começaram a fazer massagem cardíaca, e os policiais se revezaram, quando o jovem reagiu.

O sargento Gilson gritou que chamassem o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Quando Samu chegou, a equipe manteve as manobras de reanimação, mas sem êxito. O sargento Gilson relatou, que sua equipe estava no limite das forças; mas levou a ação até as últimas consequências, inclusive perdeu o aparelho celular no mar e fato do afogamento teve repercussões em seu psicológico, pois desejava Robson tivesse sobrevivido.

Por se tratar de uma praia com ondas muito revoltas, os banhistas devem tomar cuidado pois na praia há corpo de bombeiro assim como há em Luiz Correia, apenas algumas placas pedindo cautela aos banhistas.

Fonte: Danel Santos
Edição: Calixto Dias

Deixe seu comentário






Enquete

Como você avalia a lista de convocados para a seleção brasileira?

ver resultado