• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia
Parnarama

Em 2015, TRE-PI gastou 89% do orçamento com pessoal

Na classificação geral, o TRE-PI ficou em 8º lugar entre os 11 tribunais regionais eleitorais de médio porte, sendo o 5º colocado no índice de produtividade por servidor e 8º no índice de produtividade por magistrado.

24/10/2016 07:47h

Do total de R$ 130 milhões de despesas no ano de 2015 no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, R$ 116 milhões (89%) foram com recursos humanos, incluindo pessoal e encargos (R$ 98 milhões), R$ 8 milhões com benefícios, R$ 350 mil com estagiários, entre outros gastos. Os números estão no Justiça em Números 2016, que avalia as informações de 2015. Na ocasião, o TRE-PI conseguiu reduzir a taxa de congestionamento de processos para 46,1%. Em 2014, o índice era de 52%.

Na classificação geral, o TRE-PI ficou em 8º lugar entre os 11 tribunais regionais eleitorais de médio porte, sendo o 5º colocado no índice de produtividade por servidor e 8º no índice de produtividade por magistrado.

O tempo médio de processo baixado no 1º Grau da Justiça Eleitoral do Piauí é de 2 anos, ou seja, a metade do período do mandato político. No 2º, o período de sentença é de sete meses.

Ainda segundo o Justiça em Números, os assuntos mais recorrentes nas ações do tribunal são relacionados a eleições e recursos financeiros de campanha eleitoral; comissões provisórias de partidos políticos; duplicidade em alistamento eleitoral; impugnação de alistamento e eleitoral; direção de partidos políticos; suspensão de direitos políticos; domicilio eleitoral, entre outros assuntos.

Por: João Magalhães - Jornal O Dia

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas