• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Picos

11 de outubro de 2019

Picos: Moradores protestam contra cortes de arvores em praças

Picos: Moradores protestam contra cortes de arvores em praças

O ambientalista e ativista político Antônio José da Silva, conhecido como Piauí Ecologia se acorrentou em um pé de castanhola para impedir a ação dos servidores da Prefeitura de Picos.

A restauração da praça Félix Pacheco localizada no centro de Picos, há 320 km de Teresina-PI, está causando revolta nos moradores. A praça é um local de grande circulação de carro e pessoas que utilizam o transporte público.

Na noite de quinta-feira, 10, o artesão, ambientalista e ativista político Antônio José da Silva, conhecido como Piauí Ecologia se acorrentou em um pé de castanhola para impedir a ação dos servidores da Prefeitura de Picos. Que estavam preparados para derrubar várias árvores. Porém a manifestação não impediu que outras árvores fossem cortadas.

Segundo o acadêmico Junior Lucena, que passa pela praça diariamente para utilizar o transporte público. O local precisa de uma revitalização, mas não é correto retirar a arborização.

“É um grande erro cortar as árvores, até porque são árvores frutíferas e que dão sombra e apoio a comerciantes e a toda a população. Acho que reconstruir os canteiros é o coreto, é essencial. Deveriam fazer uma pequena pesquisa com os frequentadores diários da praça, comerciantes, donos de bancas, e moradores do entorno”, explica.

Já o estudante Kelvin Lima, relata que as barracas que ficavam na praça estão na rua, encostadas no meio fio, o que atrapalha o trânsito. Ele lembra ainda que outros locais já passaram pelo processo de reforma, como a Praça Josino Ferreira, onde se encontra o Museu Ozildo Albano.


Praça Josino Ribeiro ainda no início da reforma, onde é possível ver árvores de grande e médio porte


Após a reforma apenas com plantas ornamentais

“A reforma da Praça do museu ficou boa, as pessoas frequentam durante a noite, porém durante o dia é insuportável ficar na praça, pois cortaram as árvores e no lugar colocaram palmeiras dentro de vasos.  Com o calor de Picos ninguém aguenta. Tá um caos”, conta.

Todavia o secretário de Meio Ambiente, Arminio Carvalho, explica que a ideia da revitalização é resgatar a identidade da praça que foi inaugurada em 1942. Para tanto serão tiradas 14 árvores, 10 ninhos indianos, que afastam abelhas e os pés de castanholas que são frutíferas e tem longas raízes. Porém, o secretário lembra que já foram plantadas mais de 500 mudas na cidade e doadas mais de muda 5 mil mudas.

“Essa praça está há mais 30 anos precisando de reforma, entra e sai prefeito e ela é modificada. Desde novembro quando cheguei a secretaria, iniciamos um trabalho de revitalização. Das 30 praças, 20 já foram restauradas. E na Praça Felix Pacheco por ser a primeira praça da cidade estamos revitalizando, reprovando as plantas baixas, gramas, e as árvores de médio e grande porte, árvores nativas plantadas em 1960, serão preservadas, o pé de oitis que tem 12 anos, e as carnaúbas que são tombadas também permanecem”, conta.

Segundo a prefeitura de Picos, o projeto de reforma do local prevê a retomada da estrutura original da praça, quando da sua inauguração no início dos anos 1940, com rebaixamento dos canteiros, o que implicará no desabamento de árvores de raízes rasas, plantadas após a elevação desses canteiros, no período posterior à ditadura militar. Com respaldo de técnicos ambientais, as árvores serão substituídas, tais como Nim Indiano e Castanhola. Nenhuma delas é tombada. Além disso, a administração municipal ressaltou que permanecerão as árvores nativas mais antigas, além de serem plantadas outras, como Oitis, Oiticica e Carnaúba.

21 de junho de 2019

Defensoria e Sejus discutem realização de Força-Tarefa Defensorial

Defensoria e Sejus discutem realização de Força-Tarefa Defensorial

Defensoria e Sejus discutem realização de Força-Tarefa Defensorial nas Unidades Prisionais de Picos

A Defensoria Pública do Estado do Piauí irá realizar uma Força-Tarefa Defensorial para análise da situação dos reeducandos que se encontram na Penitenciária Feminina Adalberto de Moura Santos e Penitenciária Regional José de Deus Barros. Para definir a ação, que será realizada no segundo semestre deste ano, aconteceu nesta quarta-feira (19) reunião entre o defensor público geral do Estado do Piauí, Erisvaldo Marques dos Reis e o secretário de Estado da Justiça, Carlos Edilson Rodrigues Barbosa de Sousa. Também estiveram presentes a subdefensora pública geral do estado do Piauí, Carla Yáscar Bento Feitosa Belchior e a diretora das Defensorias Públicas Regionais, Karla Araújo Andrade Leite.

O secretário Carlos Edilson diz estar otimista em relação a realização da Força-Tarefa. "Estamos, mais uma vez, mantendo essa parceria com a Defensoria Pública, que tanto nos ajuda no sistema penitenciário, levando uma Força-Tarefa para Picos, o que vai oportunizar a todos os reeducandos que estão dentro do Sistema Penitenciário na cidade de Picos serem atendidos pela Defensoria. Será uma ação exitosa”, destacou.

O defensor público geral detalhou como se dá a ação. “O Programa Força-Tarefa já vem sendo realizado desde 2015, tendo sido implantado na gestão da doutora Hildeth Evangelista. Realizamos a ação em sete Unidades Prisionais do Estado, na capital e interior e agora a proposta é fazer no segundo semestre em Picos, tanto na Penitenciária Feminina como na Masculina. É uma ação voltada para ver a situação da prisão, se está ou não regular e, a partir daí, fazer algum pedido em atenção à pessoa. Fazemos também pedidos relacionados à saúde, como nos casos em que o reeducando está necessitando de atendimento médico. Temos essa previsão de realização em Picos e iremos estudar com a Sejus a possibilidade de realizar a Força-Tarefa em outras Unidades”, afirmou Erisvaldo Marques, que é o autor do Projeto Força-Tarefa.

25 de março de 2019

Usuários de água da região devem se cadastrar nesta semana

Usuários de água da região de Picos devem se cadastrar nesta semana

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) dá continuidade à Campanha de Cadastramento de Usuários de Águas Subterrâneas no Piauí. Desta segunda-feira (25) até sexta-feira (29), na Câmara Municipal de Picos (PI), os proprietários de poços tubulares da região deverão realizar o procedimento, gratuitamente.

“A ação tem como objetivo realizar um diagnóstico mais preciso da disponibilidade hídrica, a partir das informações obtidas com os usuários que fazem captação de água para irrigação, produção, ou qualquer outro uso, sejam eles pessoa física ou jurídica. Após este processo, a Semar convocará os usuários para regularizarem o uso”, afirma o secretário de Estado do Meio Ambiente, Robério Barros.

Para a realização do cadastro, é necessária a apresentação do documento pessoal ou da empresa, comprovante de residência e formulário preenchido contendo vazão e coordenadas geográficas dos poços. O formulário de registro está disponível no site da Semar, no link: http://www.semar.pi.gov.br/download/201902/SM17_74d5c36bf6.pdf, assim como as orientações para o preenchimento: http://www.semar.pi.gov.br/download/201902/SM17_d999e86f4b.pdf.

Poços com vazão de até 2,0 m³/h (dois metros cúbicos por hora) ou vazão diária de 16 m³/dia (dezesseis metros cúbicos por dia) são dispensados de outorga, mas precisam realizar o cadastro. A declaração homologada pela Semar terá o efeito de certificação de dispensa de outorga para esses casos. “A outorga é um instrumento legal que garante o direito de utilizar os recursos hídricos, assegurando ao Estado ou à União o controle qualitativo e quantitativo desse uso. A solicitação de outorga deve ser feita antes do início de qualquer atividade que implique em intervenção nas águas superficiais ou subterrâneas”, explica Marcos Reis Felinto, diretor de Recursos Hídricos da Semar.

A Campanha de Cadastramento de Usuários de Águas Subterrâneas no Piauí conta com o apoio da Águas e Esgotos do Piauí S/A (Agespisa), Instituto Federal do Piauí (Ifpi), Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) e Águas de Teresina.

29 de janeiro de 2019

Defensoria Pública leva atendimento em saúde a reeducandos de Picos

Defensoria Pública leva atendimento em saúde a reeducandos de Picos

A  Defensoria Pública Regional de Picos proporcionou atendimento diferenciado aos reeducandos que se encontram inseridos no Sistema Prisional na comarca, por meio do Projeto Impacto Sertão Livre 2019.

O atendimento foi possível devido à ação das defensoras públicas Maria Teresa Albuquerque Soares Antunes Correia, titular da 5ª Defensoria Pública Regional de Picos, e Gilmara Guimarães Bezerra Pessoa, titular da 3ª Defensoria Pública Regional de Picos. A DPE integrou o projeto, de 10 a 20 deste mês, em parceria com a Defensoria Pública da União e atendendo ao chamado do Instituto Ser, responsável pela realização da ação missionária que beneficiou a comunidade de baixa renda.

O Projeto Impacto Sertão Livre é desenvolvido pelo Instituto Livres,uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos, que atua desde 2006 de forma efetiva para a transformação da vida de pessoas e comunidades em situação de vulnerabilidade e alto risco, notadamente no sertão do Brasil. A ação é realizada duas vezes a cada ano, nos meses de janeiro e julho, tendo por objetivo iniciativas de cunho humanitário, que buscam o fortalecimento de vínculos. Trata-se de um projeto  socio-humanitário que mobiliza e reúne voluntários de todo o país em prol de comunidades desassistidas, com o apoio de instituições parceiras. A ação proporciona atividades culturais e de recreação com crianças, visitas à comunidade carente, cursos profissionalizantes, oficinas, palestras sobre direitos e benefícios sociais e atendimento na área de saúde.

Cientes dos benefícios proporcionados pelo projeto, Maria Teresa Correia, que atua na Vara de Execuções Penais, com Gilmara Pessoa, tomaram a iniciativa de contactar as direções das Penitenciárias José de Deus Barros, masculina, e Adalberto de Moura Santos, feminina, para que as ações, especialmente as concernentes à área de saúde, fossem levadas até aos reeducandos.

Maria Teresa Correia explica que no Centro da cidade, a ação em conjunto com a DPU ocorreu na Creche Tia Celeste, onde foram realizados 51 atendimentos jurídicos, contudo, a defensora destaca como de grande valia a atividade levada aos presídios, nos quais foi possível beneficiar também com atendimentos jurídicos 136 reeducandos na Penitenciária Masculina e 17 reeducandas na Feminina, somando-se a isso a ação de saúde desenvolvida pelo projeto.

“Conseguimos proporcionar, além do atendimento jurídico, atendimento médico, odontológico e religioso, contemplando a população carcerária. Cerca de 12 presos passaram pelos profissionais da odontologia, para a realização de diversos procedimentos odontológicos. Entretanto, a assistência médica coordenada pela médica infectologista Karina Gonçalves, juntamente com sua equipe, contemplou os demais detentos com serviços de  saúde que foram desde a prescrição e administração de medicamentos a testes de hepatite tipos B e C, testes para Sífilis e HIV. Em caso de identificação de contaminação, o paciente foi encaminhado o CTA e ao Serviço de Atendimento Especializado para iniciar tratamento o mais rápido possível. Nosso objetivo foi atender todos os custodiados que necessitavam de serviços médicos”, explica Maria Teresa Correia.

“Essa ação foi de grande importância porque trouxe a palavra de Deus e os profissionais na área médica e da odontologia. Foi um ponto muito positivo para os detentos e para a administração do presídio e também para a Secretaria da Justiça”, disse o diretor da Penitenciária Masculina, Sinval Hipólito.

“Nós demos orientações, tanto como Defensoria Pública da União quanto Defensoria Pública do Estado, quanto a problemas relacionados a vários benefícios e questões para as pessoas que não podem pagar um advogado", disse o defensor público da União, Rômulo Sales.

“Apesar de não termos uma demanda reprimida em Picos, tendo em vista a sede da DPE no município, a ampla divulgação da ação, com entrevistas nas rádios e em canais de televisão, ajudaram na propagação dos serviços prestados pela Defensoria Pública Estadual e esclareceu a diferença entre as matérias concernentes à Defensoria Pública da União. Pessoalmente, foi uma experiência enriquecedora levar, além da assistência jurídica, a assistência médica e espiritual aos reeducandos das Penitenciárias Masculina e Feminina de Picos”, ressalta Gilmara Pessoa.

“Ao aderir ao projeto, nosso objetivo foi proporcionar assistência jurídica aos mais vulneráveis. Realizamos, em conjunto com a Defensoria Pública da União, atendimentos e esclarecimentos nas áreas de auxílio, alimentos, benefícios previdenciários, pensões por óbito e ainda tivemos essa grande oportunidade de levar um atendimento médico qualificado aos reeducandos e reeducandas. Certamente foi um trabalho muito produtivo no qual temos que destacar o zelo e competência dos profissionais que nos auxiliaram em várias áreas, como é o caso da servidora da Defensoria Itinerante Gilda Pachêco, que se desdobrou durante a ação”, afirma Maria Teresa Correia.

24 de janeiro de 2019

Ampliação do sistema de abastecimento recebe investimentos

Ampliação do sistema de abastecimento de água em Picos recebe investimentos de R$ 2,6 milhões

A Agespisa já executou 80% da obra de ampliação do sistema de abastecimento de água da cidade de Picos, localizada a 308 quilômetros ao sul de Teresina. Os bairros Belo Norte, Morada do Sol, Passagem das Pedras e Boa Vista serão beneficiados com o investimento de R$ 2,6 milhões. Os recursos são da Caixa e da própria Agespisa.

Na comunidade Belo Norte, a empresa perfurou um novo poço tubular e está construindo um reservatório com capacidade para 500 mil litros de água. A rede de distribuição foi ampliada em mais de cinco mil metros, com a instalação de 350 ligações domiciliares. A implantação de uma adutora de 1.544 metros de extensão também já está finalizada.

No bairro Morada do Sol, a expansão da rede de água será de 266 metros. A empresa concluiu a construção de um reservatório com capacidade para 150 mil litros e implantou uma adutora. Os serviços incluem ainda a substituição ou instalação de 120 hidrômetros e a construção de uma estação elevatória de água tratada.

Já, os moradores dos bairros Passagem das Pedras e Boa Vista terão um reforço importante no abastecimento com a perfuração de um poço tubular e uma adutora de 539 metros de extensão. Também está prevista a recuperação de um reservatório com capacidade para 100 mil litros.

“As obras vão atender 100% dos moradores dos quatro bairros beneficiados. É um investimento que vai garantir abastecimento regular e de qualidade”, ressalta o presidente da Agespisa, Genival Sales. A previsão é de que as obras sejam finalizadas em maio deste ano.

14 de janeiro de 2019

Governador inaugura Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão

Governador inaugura Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão em Picos

O governador do Estado do Piauí, Wellington Dias, inaugurou, nesta sexta-feira (11), o Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (CIAC) na cidade de Picos. Na oportunidade, o gestor foi acompanhado pelo prefeito do município, Padre Walmir; pelos secretários estaduais de Fazenda, Rafael Fonteles e da Administração e Previdência, Ricardo Pontes, além do diretor do Departamento de Trânsito do Estado, Arão Lobão.

O CIAC passa a ofertar a população toda a estrutura de prestação de serviços públicos oferecidos pelo Governo do Estado do Piauí em um único espaço. "Quando você cria um espaço que você facilita o acesso a vários serviços centralizando todos em um só local, melhora a qualidade do atendimento às pessoas e dá condições de estrutura e acesso. Aqui, nós investimos também em novos equipamentos aliados a uma boa estrutura. O nosso objetivo é levar esse modelo ao maior número de municípios possível. Já inauguramos em Campo Maior", destacou Dias.

O Centro, juntamente com os Espaços da Cidadania, tem proporcionado à população acesso rápido aos serviços e gerado economia para o Governo do Estado. "A unificação de serviços em um só espaço gera uma economia significativa para o Governo do Estado, que ao invés de manter vários órgãos em um município, centralizará todos em um só local, o que condiz com nossa atual política de reajuste de gastos", enfatizou o governador. 

No CIAC de Picos, a população passa a ter acesso aos serviços das prestadoras Eletrobras, Junta Militar, Jucepi, Sine, Secretaria de Segurança Pública, Emater, Adapi, Bolsa família, SDR, Detran, Iaspi, Sefaz, Receita Federal e correspondente bancário.

O secretário Estadual de Administração e Previdência Ricardo Pontes ressaltou que a criação do Centro vai trazer melhorias no controle, atendimento, desburocratização e simplificação e dos processos e procedimentos. "Estamos entregando mais um espaço de atendimento ao público, um minicentro administrativo com diversos órgãos do Governo do Estado com equipamentos novos uma boa estrutura e toda segurança oferecendo mais acesso aos serviços com maior conforto para a população de Picos", pontuou.

José Almir Lopes, morador da cidade de Picos falou sobre sua experiência no Centro de Atendimento. "Hoje, vim dar entrada na minha carteira de habilitação e foi muito bom pois o espaço é bastante agradável e o serviço foi muito ágil", elogiou.
 
Obras
Em Picos, Wellington Dias também entregou três mil metros quadrados de pavimentação em paralelepípedo, obra executada com recursos do Tesouro Estadual em diversas ruas da zona urbana e rural da cidade. A obra terá alcance final de 8.750 metros quadrados com investimento final na ordem de R$ 995.495,96.

11 de janeiro de 2019

Picos ganha Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão hoje

Picos ganha Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão

O governador do Estado do Piauí, Wellington Dias, acompanhado do Secretário Estadual de Administração e Previdência (Seadprev), Ricardo Pontes, inaugura, nesta sexta-feira (11) o Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (CIAC), do município de Picos, às 11h. O órgão funcionará nas dependências do Piauí Shopping Center, localizado próximo ao cruzamento do anel viário da BR 316 com a avenida Severo Eulálio, no bairro Canto da Várzea.

O Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão  (CIAC) é um espaço físico construído  pelo Governo do Estado do Piauí e gerido pela Secretaria de Administração e Previdência (Seadprev) que vai reunir toda a estrutura e concentrar a prestação dos serviços públicos oferecidos pelo Governo do Estado do Piauí em um único espaço. 

O objetivo é trazer melhorias no controle, geração de economia e padronização de estabelecimentos físicos visando qualidade no atendimento, desburocratização, simplificação e racionalização dos processos e procedimentos. No Ciac de Picos vai ter atendimento da Eletrobrás, Junta Militar, Jucepi, Sine, Secretaria de Segurança Pública, Emater, Adapi, Bolsa família, SDR, Detran, Iaspi, Sefaz, Receita Federal, correspondente bancário e xerox/ foto. 

O CIAC, juntamente com os Espaços da Cidadania, tem proporcionado à população acesso rápido aos serviços. O primeiro CIAC foi inaugurado em 2017 pelo governador Wellington Dias na cidade de Campo Maior. "Essa facilidade de serviço deverá ser estendida para todos os municípios", afirma o secretário Ricardo Pontes. Segundo ele, a unificação de serviços em um só espaço vai representar uma economia significativa para o Governo do Estado, que ao invés de manter vários órgãos em um município, centralizará todos em um só local, melhorando a qualidade do atendimento e as condições de trabalho dos servidores.

Espaço da Cidadania

A cidade Modelo possui também  um moderno Espaço da Cidadania em funcionamento no Picos Plaza Shopping, que reúne postos de atendimento de vários serviços, com conforto e acessibilidade. Os usuários do Espaço contam também com amplas vagas de estacionamento, um problema recorrente no antigo endereço.

 “O Governo do Estado está priorizando a parceria com o setor privado, porque isso reduz custos e gera mais eficiência. Esse modelo de atendimento foi tão positivo em Teresina que estamos ampliando para os municípios que oferecem estrutura similar", afirma Ricardo Pontes.

28 de novembro de 2018

UTI do Hospital de Picos completa um ano com alta resolutividade

UTI do Hospital de Picos completa um ano com alta resolutividade

Nos últimos 365 dias de funcionamento, a unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital Regional Justino Luz, em Picos, já recebeu mais de 320 pacientes, com a faixa etária dos 20 aos 80 anos, atendendo casos renais, cardíacos e diabetes descompensada.

De acordo com o coordenador médico, cardiologista Raimundo Reis, antes da instalação da UTI, esses pacientes eram transferidos para Teresina e, em alguns casos, não sobreviviam ao longo percurso.

Outro fator importante ressaltado por Raimundo Reis é que durante uma transferência de paciente, toda a família sofre pelos transtornos do deslocamento, pois precisa se organizar para levar acompanhante e custear a estadia em Teresina, além de outros gastos que se acumulam por ter que sair da residência rumo à capital.

Para dar assistência a pacientes graves, a UTI conta com um quadro composto por médicos intensivistas, fisioterapia, enfermagem, nutrição e equipe multidisciplinar formada por clínicos gerais, cirurgiões, anestesistas e técnicos de enfermagem atuando 24 horas.

Para Raimundo Reis, o mais gratificante em trabalhar na unidade de terapia intensiva é entregar para a família o paciente estabilizado. Segundo ele, uma das maiores surpresas neste ano de funcionamento foi a quantidade de pacientes com diabetes descompensada que tiveram suas vidas salvas. Outro ponto importante destacado pelo cardiologista é a resolutividade no atendimento a pacientes com insuficiência cardíaca, realizado por meio da UTI.

"O Hospital Regional de Picos está de parabéns porque trouxe uma unidade de terapia intensiva que se propõe a ter humanização na assistência e atender casos de alta complexidade, baseada em bom atendimento e resolutividade", comenta Reis.

Segundo a diretora-geral do hospital, Patrícia Batista, a UTI adulto tem respondido bem a demanda da região. "Em saúde, sempre que se instalam novos serviços, contrapondo o aumento da demanda. Com todas as possibilidades que a gente pode ofertar, nossa UTI se equipara às unidades dos grandes hospitais da capital. O que podemos melhorar é a ampliação no atendimento, com a implantação de UTI neonatal”,  explica a diretora.

Patrícia ainda ressalta a importância de ter profissionais naturais da região atendendo no hospital, trazendo mais confiança ao paciente. "Muitas vezes os pacientes são conhecidos ou vizinhos de algum membro da equipe médica e isso passa mais segurança e tranquilidade no acolhimento, além de valorizar os profissionais na nossa macrorregião", pontua Batista.

04 de outubro de 2018

Projeto auxilia profissionais na prevenção ao suicídio

Projeto de extensão também é voltado para a comunidade

Mantendo a consciência de que a prevenção ao suicídio é uma prática que deve acontecer todos os dias e não somente em um mês, sobretudo pela importância do acolhimento e do diálogo, o projeto de extensão 'O que sabemos, o que estamos fazendo e o que ainda podemos fazer', idealizado pela conselheira Juliana Dias, vem promovendo uma série de ações em parceria com o CRP 21ª região, a Uespi de Picos e a Coordenação de Saúde Mental de Picos.

No último mês, em alusão ao setembro amarelo, foi realizada uma caminhada e uma rodada de palestras no município, contemplando os profissionais da psicologia e a comunidade em geral. As ações organizadas pela conselheira Juliana Dias auxiliam na difusão do conhecimento e dos meios de acolhimento para a sociedade. Agora, a iniciativa se amplia com a concretização de uma parceria com a Coordenação Estadual de Saúde, focando na capacitação dos profissionais da rede; o trabalho orquestrado em toda a região de Picos será primordial para um atendimento de excelência na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). "Nós vamos capacitar junto as coordenações de saúde mental do Piauí, todos os dispositivos da rede, já que o Piauí é o quarto Estado do Brasil com maior incidência suicídio, serão três regiões contempladas no Estado: Picos, Parnaíba e Teresina. Em Picos, a Uespi junto ao CRP vai estar fazendo uma parceria para RAPS", indicou a psicóloga Juliana Dias.

A importância das ações no Piauí também se difunde pelo fato de que no fim do ano passado, o Governo Federal instituiu incentivo para desenvolvimento de projetos de promoção da saúde, vigilância e atenção integral à saúde direcionados para prevenção do suicídio no âmbito da Rede de Atenção Psicossocial do Sistema Único de Saúde (SUS), onde num primeiro momento foram selecionados os 08 estados com maiores taxas de mortalidade por suicídio, dentre os quais o Piauí.

Nesse sentido, projetos de extensão como 'O que sabemos, o que estamos fazendo e o que ainda podemos fazer' podem, inclusive, servir como modelo para o Ministério da Saúde na construção do Plano Nacional de Prevenção do Suicídio.

08 de agosto de 2018

Novo empreendimento do Sesc será inaugurado nesta sexta

Novo empreendimento do Sesc em Picos será inaugurado nesta sexta

A cidade de Picos vai ganhar um Centro de Atividades do Sesc. A inauguração será na noite desta sexta-feira (10), com a participação de várias personalidades do Piauí, dentre eles o presidente do Sistema Fecomércio Sesc/Senac no Piauí, Valdeci Cavalcante.

O novo empreendimento do Sesc foi construído numa área de 10 mil m², contendo dois blocos onde vão funcionar uma clínica odontológica, centro educacional, central do programa Mesa Brasil Sesc além de biblioteca, auditório para 120 pessoas, central de atendimentos, sala multiuso, salão de festas, laboratório de informática, refeitório e dois pátios cobertos.

“Esses espaços correspondem a primeira etapa das obras do Sesc em Picos e será entregue à sociedade nesta sexta-feira. A grande Picos passa a contar com os serviços do Sesc nas áreas de educação, saúde, esporte, lazer, cultura e assistência”, reforça Valdeci Cavalcante. Foram investidos R$ 17,6 milhões na construção da obra.

Empreendimento do Sesc em Picos

Como é praxe, os estabelecimentos do Sesc no Piauí homenageiam empreendedores da região. Em Picos serão homenageados com a denominação de espaços sociais no Sesc, os empresários Rosalvo Leal e Cláudio Galeno de Araújo, o fundador do primeiro hospital particular da cidade, médico Oscar Eulálio, o médico e ex-prefeito de Picos, Osvaldo Costa, além do cantor e deputado estadual Francis Lopes.

O Sesc homenageará, ainda, a ex-vereadora e fundadora da Academia de Letras de Picos, Olívia Borges, a jornalista, professora e chef de cozinha Socorro Costa, o odontólogo José Martins Barros e o professor Inácio Barros.

O prédio do Sesc foi construído com o que há de mais moderno na construção civil e será equipado com circuito de TV, iluminação inteligente e equipamentos multimídia de última geração. Será uma das maiores obras do Sistema “S” na cidade.

Na segunda etapa, o Sesc Picos também vai contar com campo de futebol, ginásio poliesportivo, parque aquático, academia, salão de jogos e central do Programa Mesa Brasil Sesc – maior programa de combate ao desperdício de alimentos do país.