• Piauí Férias de Norte a Sul
  • SOS Unimed
  • Ecotur 2019
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias São João do Piauí

06 de maio de 2015

Cargos comissionados custarão quase R$ 7 milhões por ano para São João

Cargos comissionados custarão quase R$ 7 milhões por ano para São João

Os 458 cargos comissionados aprovados pela câmara da cidade, na estrutura administrativa da Prefeitura de São João do Piauí representarão uma despesa anual de R$ 6.868.949,00 (seis milhões, oitocentos e sessenta e oito mil, novecentos e quarenta e nove reais). 

 

No ano de 2014, a despesa com pessoal da Prefeitura foi de R$ 17,2 milhões de reais, o que representou 52,66% da Receita Corrente Líquida do município. Assim, o gasto com pessoal do município já ficou, em 2014, acima do limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 52%, e próximo do limite máximo, que é de 54%. Os dados constam do Relatório de Gestão Fiscal elaborado pela própria Prefeitura. 

 O aumento da despesa com pessoal acarreta outras despesas com o custeio da máquina administrativa, e reduz consideravelmente a capacidade de o município realizar investimentos com recursos próprios. 

Com a crise econômica por que passa o país, vários Estados e municípios têm realizado cortes nas despesas de pessoal, principalmente no número de cargos comissionados. No mês de março passado, o Distrito Federal anunciou o corte de 4 mil cargos comissionados. Estado mais rico do país, São Paulo também anunciou cortes de 15% na despesa com pessoal. 

Nova Lei pode ser contestada na Justiça

Além de definir o percentual máximo de despesa com pessoal para a União, Estados e Municípios, a Lei de Responsabilidade Fiscal determina que é nulo de pleno direito o ato que provoque aumento da despesa com pessoal e não possua estimativa do impacto orçamentário-financeiro no exercício em que deva entrar em vigor e nos dois subsequentes, como também adequação orçamentária e financeira com a lei orçamentária anual e compatibilidade com o plano plurianual e com a lei de diretrizes orçamentárias.

Da mesma forma, a Constituição Federal, em seu art. 169, parágrafo 1º, proíbe a criação de cargos se não houver prévia dotação orçamentária suficiente para atender às projeções de despesa de pessoal, bem como autorização específica na lei de diretrizes orçamentárias.

O Relatório de Gestão Fiscal da Prefeitura mostra que a economia do município não tem condições de absorver um aumento de mais de R$ 7 milhões de reais por ano com aumento de pessoal. Isso porque, além da despesa com o pagamento dos comissionados, o município terá que arcar com o aumento do salário mínimo e da remuneração de outras categorias, como a dos professores, cujos salários são definidos pelo Piso Nacional do Magistério. 

22 de abril de 2015

População sofre por atendimento em São João do PI

Até atendimento ambulatorial está sendo difícil na cidade

O hospital Estadual Teresinha Nunes de Barros a muitos anos atrás era referência em atendimento na região de São João do Piauí. Cirurgias, procedimento de engessar braço ou perna de pacientes que sofriam acidentes, tudo em atendimento era feito no antigo Hospital Regional Teresinha Nunes de Barros.

Hoje a população pena por um simples atendimento ambulatorial, um simples atendimento médico. 

Com a chuvas vieram o acumulo de água e consequentemente o risco de dengue, a nova Chikungunya e mais viroses, devido a inoperância por parte da secretaria de saúde, principalmente do setor de doenças epidemiológicas a situação tem se agravado em São João.

               

O atendimento no Hospital é feito apenas por um médico, e como podemos ver na foto enviada pelo leitor, a situação e lamentável, diversas pessoas esperando atendimento, e o médico é o mesmo que atende também os doentes internados. Sem contar que o Hospital hoje mais parece uma prisão com tantos portões com vigias.

Em uma rede social um moradora de São João Colocou: 

" O povo de São João do Piauí está precisando com urgência de solução para o problema de saúde pública do momento, SURTO DE DENGUE, CHIKUNGUNYA e VIROSES. Digo com conhecimento de causa fui picada pelo mosquito, estou doente, e o hospital é lotado, inclusive um ÚNICO MÉDICO plantonista no Hospital Regional Teresinha Nunes de Barros que atende Urgência nunca vai atender a demanda e a realidade é revolta pelo grande risco que corre a população. Os profissionais do domingo podem dar o melhor de si mas nunca vão conseguir atender à demanda, já que no domingo não se encontra um posto de saúde aberto chegando todo tipo de doente no hospital, o problema da cidade torna-se maior porque até clínica particular aberta no domingo é coisa rara. No Hospital Regional além das Urgências ainda tem os internos para cuidar, por isso a dificuldade das pessoas que adoecem não é apenas no momento devido ao surto, a questão é que São João cresceu e também o Hospital Regional atende a toda a micro região. O que a gente percebe é uma preocupação dos enfermeiros que até correm riscos em fazer certos atendimentos na hora urgência sem médico próximo para prescrever..." Postou a moradora de São João do Piauí.

E a situação vai ficando a cada dia pior, a direção do Hospital atualmente é exercida por uma profissional que não é de São João do Piauí, não conhece a realidade da nossa região.

O cargo de direção do Hospital, segundo uma fonte, esta com a sua nomeação sob a responsabilidade do PT de São João do Piauí. Imaginemos então, se a saúde do município vai de mal a pior imaginem a situação do Hospital Estadual Teresinha Nunes de Barros.

Enquanto se levar política para dentro de órgãos públicos de saúde a situação sempre será essa; de desrespeito, falta de profissionais, falta de sensibilidade para com o ser humano, para com o próximo.

07 de abril de 2015

Obras mal realizadas são motivo de polêmica em São João do PI

Passagem molhada e praça são exemplos

A recuperação da Passagem Molhada e a construção de uma pracinha na rotatória que dá acesso à Localidade Marmeleiro e Joaquim Lopes, inaugurada há menos de um mês, já dá sinais de que o serviço não executado como devia. O investimento custou aos cofres públicos o valor de R$ 25.000,00.O recurso faz parte do volume de arrecadação do IPTU do município de São João do Piauí, em 2014, no valor de R$319.436,87.

Ao longo da passagem, nas laterais, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos colocou como proteção colunas de cimento revestidas por cano de PVC. No entanto, nenhuma viga foi colocada dentro dos canos de PVC a fim de que pudesse dar sustentação, o que compromete a segurança dos pedestres ou condutores de veículos que trafegam, constantemente, pela via pública construída sobre o rio.

Duas das colunas já se encontram caídas dentro do Rio Piauí e outras já se encontram a ponto de cair por conta da má execução do projeto. Nas trinta colunas de meio metro, colocadas ao longo da passagem, é possível se ver que foram colocadas em uma base que mede dez centímetros e sem viga, o que justifica a queda das colonas e a má qualidade do serviço.

Outra parte da obra que a reportagem verificou de perto, diz respeito à pracinha. Construída a partir de uma forma triangular, a pracinha nada mais é do que uma rotatória de acesso às duas comunidades do outro lado da cidade (Lagoa do Marmeleiro e Conjunto Joaquim Lopes). Batizada como Praça da Passagem Molhada, o que existe na verdade, são três banquinhos de cimento e um poste com duas luzes.

Pela divulgação exagerada na mídia local, a obra da Passagem Molhada, construída com parte da arrecadação do IPTU, poderia ter sido melhor executada.

19 de março de 2015

Prefeitura de São João do Piauí licita R$ 2,8 mi em serviços e materiais

Licitações acontecem entre os dias 24 e 25 deste mês na sede da prefeitura

Entre os dias 24 e 25 deste mês a prefeitura municipal de São João do Piauí (500 km de Teresina) estará realizando uma série de licitações para contratação de serviços e materiais para preencher as necessidades da gestão.

Apensar de o ano de 2015 ter começado com novas quedas de repasses federais para as prefeituras de todo o país, em São João do Piauí a prefeitura prevê gastos de até R$ 2.886.931,00 (dois milhões, oitocentos e oitenta mil, novecentos e trinta e um reais).

Ao total são quatro licitações a serem realizadas:

> Aquisição de material de construção, hidráulico e elétrico para a Prefeitura Municipal e suas secretarias. Valor estimado: R$ 750.000,00

> Aquisição de pneus, baterias e câmaras de ar. Valor estimado: R$ 217.815,96

> Aquisição de material permanente para prefeitura e secretarias: R$ 1.093.265,92

> Contratação de empresas fornecedoras de malharias e confecções, materiais pedagógicas e material esportivo. Valor estimado: R$ 825.851,78

Observando o termo de referencia disponível no mural de licitações do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), é possível detalhar quais produtos estarão sendo comprados pela prefeitura. Abaixo alguns produtos e suas respectivas quantidades:

> Freezer horizontal, capacidade mínima de 305 litros, com tampas (30 unidades);

> Freezer horinzontal, capacidade miníma de 500 litros, com tampas (30 unidades);

> DVD player com entrada USB (40 unidades);

> Condicionador de ar – Split (tipos variados), serão (78 unidades);

> Bebedouro tipo gelágua mesa 2 torneiras, água natural e fria (40 unidades);

> Armário de aço 195x92x30cm c/2 portas (80 unidades)

> Aparelho telefonico, para mesa, conectores padrão c/ chave (60 unidades).

Os processos licitatórios serão realizados na sede da prefeitura municipal e na modalidade Pregão Presencial, tipo menor preço, adjudicação por item. O município é administrado atualmente pelo prefeito Gil Carlos Modesto (foto acima).

02 de outubro de 2014

IFPI abrirá 50 vagas para curso técnico em São João do PI

As inscrições serão gratuitas e devem ser feitas de 2 a 10 de outubro

Foi lançado nesta terça-feira, 30, o edital do Exame Classificatório para cursos técnicos a distância do Instituto Federal do Piauí (IFPI). São ofertadas 1.100 vagas, em 13 polos, nos cursos técnicos em Segurança do Trabalho, Serviços Jurídicos, Serviços de Condomínio, Cuidados de Idosos, Química, Administração e Informática para Internet. Para São João do Piauí serão 50 vagas para Técnico em Cuidados de Idosos. Podem participar os candidatos que já concluíram a 3ª série do Ensino Médio.

As inscrições serão gratuitas e devem ser feitas exclusivamente no endereço eletrônicowww.ifpi.edu.br, menu Exame Classificatório, no período de 2 a 10 de outubro. As inscrições serão específicas para cada curso e polo. No momento da inscrição, o candidato deverá optar somente por um dos cursos oferecidos pelo IFPI em um único polo. Para confirmar sua inscrição, o candidato deverá imprimir e entregar o formulário de inscrição preenchido, cópias do CPF e documento oficial com foto, na Coordenação do polo para o qual vai concorrer, de 6 a 10 de outubro.

Do total de vagas, 50% foram reservadas à inclusão social por sistema de cotas para candidatos que tenham cursado todo o ensino fundamental e médio em escolas públicas. Além disso, das vagas destinadas a cada curso, por turno, 5% são destinadas aos candidatos com deficiência.

Os locais de prova serão divulgados no Portal do IFPI na internet a partir do dia 24 de outubro. A prova será aplicada no dia 2 de novembro, das 8h às 12h (horário local), e terá 40 questões de múltipla escolha das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. O resultado final do Exame Classificatório será divulgado até o dia 14 de novembro no site do IFPI.

CLIQUE AQUI E VEJA O EDITAL. 

23 de setembro de 2014

Comunidade rural de São João do PI é beneficiada com construção de quadra

Prefeito Gil Carlos Modesto anunciou a melhoria aos moradores e assinou a ordem de serviço da obra

A comunidade Grajau, zona rural de São João do Piauí, foi contemplada com a construção de uma quadra poliesportiva, coberta e com vestiário, orçada em R$ 506.000,00. Nesse sábado (20), o prefeito Gil Carlos Modesto anunciou a melhoria aos moradores e assinou a ordem de serviçoda obra.

A quadra poliesportiva vai garantir espaço e a estrutura necessária para os jovens da região praticarem os mais diversos esportes, favorecendo o lazer e o entretenimento.  

O prefeito destacou os investimentos da gestão já realizados na comunidade. "Em quase dois anos de trabalho já investimos mais de 1,5 milhão somente na comunidade Grajau. A população pode desfrutar de obras importantes que irão trazer melhorias para a saúde, a educação e agora o esporteâ, ressalta Gil.

Desde 2013, a comunidade já foi contemplada com diversas obras da atual gestão. A Prefeitura iniciou a construção de uma escola de Ensino Fundamental, orçada em R$904.000,00, que deve contar com seis salas de aula no padrão do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e a ampliação da Unidade Básica de Saúde Mãe Helena no valor de R$ 143.000,00.

O anúncio da construção da quadra aconteceu na residência do morador Gabriel de França e também contou com a presença dos demais moradores da comunidade Grajau, secretários municipais, lideranças comunitárias, vereadores e de um representante da empresa que irá construir a quadra.