• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Concursos

21 de agosto de 2019

Quase 26 mil se inscrevem para disputar 400 vagas no IBGE

Quase 26 mil se inscrevem para disputar 400 vagas no IBGE

Segundo o instituto, foram homologadas 25.787 inscrições, uma relação de 64,4 candidatos por vaga

Quase 26 mil pessoas se inscreveram para disputar 400 vagas temporárias oferecidas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para a realização do Censo 2020. Eles concorrerão a vagas com salários de R$ 4.200 por mês.

Segundo o instituto, foram homologadas 25.787 inscrições, uma relação de 64,4 candidatos por vaga. Mais da metade deles (12.897) disputará uma das 142 vagas com formação em Gestão e Infraestrutura, o que dá uma relação de 181,6 candidatos por vaga.

Realizado a cada dez anos com o objetivo de traçar um perfil da população brasileira, o Censo é a maior operação do IBGE, envolvendo visitas a cerca de 71 milhões de domicílios em 5570 municípios. O IBGE realizará outros quatro concursos e a previsão inicial previa a contratação de até 230 mil pessoas para a pesquisa

A preparação do Censo vem sendo alvo de embates entre técnicos do instituto e o governo Jair Bolsonaro, que determinou cortes no orçamento da pesquisa. No início de julho, o IBGE divulgou questionários mais enxutos que em anos anteriores, gerando protestos entre técnicos e especialistas.

Os candidatos ao concurso do IBGE disputam vagas de analistas censitários. Serão responsáveis por coletar e processar as informações da população brasileira. As posições estão distribuídas entre 20 carreiras de nível superior e em todas as unidades da federação.

As provas serão realizadas no dia 1º de setembro e as convocações ocorrem a partir do dia 27 do mesmo mês. Entre setembro e dezembro, o IBGE realiza uma etapa experimental de coleta de informações no município de Poços de Caldas (MG).

Lá, serão testados pela primeira vez os novos questionários anunciados em julho. O questionário básico, aplicado a 90% dos domicílios, terá 25 questões, oito a menos do que o aplicado em 2010. O completo teve o número de perguntas reduzido de 112 para 76.

Os cortes foram questionados por técnicos e especialistas pela possibilidade de perdas de informações em temas como imigração e trabalho. Em junho, cinco gestores do IBGE pediram exoneração de seus cargos por divergências com a gestão de Susana Cordeiro Guerra, indicada para presidir o instituto pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. 

O IBGE diz que os cortes têm o objetivo de melhorar a qualidade das respostas e que eventuais perdas podem ser compensadas com outras fontes de informações, como registros administrativos (da Polícia Federal, por exemplo) e outras pesquisas do instituto.

19 de agosto de 2019

Prefeitura de Itainópolis lança edital de concurso com 96 vagas

Prefeitura de Itainópolis lança edital de concurso com 96 vagas

Edital publicado pela Funvapi oferece quase 100 vagas em disputa, com vencimento variando de R$ 998,00 a R$ 3.500,00

A Prefeitura de Itainópolis, no estado do Piauí, publicou o edital de seu concurso público nº 001/2019 destinado ao preenchimento de 96 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade e com vencimento variando de R$ 998,00 a R$ 3,500,00. O concurso Itainópolis - PI será realizado pela Funvapi - Fundação Vale do Piauí. 

Vagas 

Cargos de nível fundamental: Auxiliar de Serviços Gerais, Zeladora, Vigilante, Motorista, Merendeira, Vigia e Operador de Máquinas;

Cargos de níveis médio e técnico: Agente Comunitário de Saúde, Auxiliar de Dentista, Auxiliar de Enfermagem, Agente de Endemias, Auxiliar Administrativo e Atendente Recepcionista;

Cargos de nível superior: Cirurgião Dentista, Enfermeiro, Médico PSF, Médico Veterinário, Nutricionista, Professor de Educação Infantil, Professor do 1º ao 5º ano, Professor de Língua Portuguesa, Professor de Matemática, Professor de Ciências, Professor de Geografia, Professor de Inglês, Professor de Educação Física, Professor Psicopedagogo, Engenheiro Civil e Engenheiro Agrônomo.

Inscrições no concurso Itainópolis - PI

As inscrições serão realizadas apenas via internet, através do endereço eletrônico www.funvapi.com.br, durante o período de inscrição, que até 25 de agosto de 2019.

Taxa de inscrição 

R$ 60,00 para os cargos de nível fundamental

R$ 70,00 para os cargos de níveis médio e técnico

R$ 100,00 para os cargos de nível superior

Provas

O concurso Itainópolis - PI será composto por prova objetiva, a ser aplicada a todos os cargos e por prova de títulos, apenas para os cargos de Professor. A prova objetiva será realizada na data provável de 29 de setembro de 2019, nos turnos da manhã (das 08 às 12 horas) para os cargos de nível superior e no turno da tarde (das 14 às 18 horas) para os cargos de níveis fundamental, médio e técnico.

Prefeitura de Cajueiro da Praia do Piauí abre processo seletivo

Prefeitura de Cajueiro da Praia do Piauí abre processo seletivo

As remunerações ofertadas vão R$ 998,00 a R$ 7.300,00, para trabalhar em carga horária de 20 a 40 horas semanais.

A Prefeitura Municipal de Cajueiro da Praia, localizada no Estado do Piaui, tornou público o edital nº 01/2019 de processo seletivo, visando selecionar candidatos de níveis fundamental, médio e superior, para ocupação de 89 vagas imediatas, além da composição de cadastro de reservas. O evento será organizado e executado pela empresa Crescer Consultoria.

Os cargos com vagas são: Operador de Máquina Pesada, Técnico em Construção Civil ou Técnico em Edificações, Fiscal De Obras e Posturas Municipais, Fiscal De Tributos, Médico ESF, Técnico De Enfermagem ESF, Agente De Controle De Endemias – Ace, Fiscal De Vigilância Sanitária, Cirurgião Dentista, Auxiliar De Saúde Bucal, Técnico Em Saúde Bucal, Educador Físico, Nutricionista, Técnico De Enfermagem - SAMU, Digitador, Motorista Categoria “B”, Motorista Categoria “AB”, Motorista Categoria “D”, Serviços Gerais, Auxiliar Administrativo, Professor Da Educação Infantil E Ensino Fundamental, Professor Docência De Educação Física, Auxiliar De Turma (Sala De Aula), Assistente Social, Psicólogo, Orientador Social, Visitador Do Programa Criança Feliz, Entrevistador Do Cadastro Único E Programa Bolsa Família e Agente Comunitário De Saúde – Acs.

As remunerações ofertadas vão R$ 998,00 a R$ 7.300,00, para trabalhar em carga horária de 20 a 40 horas semanais.

As inscrições serão aceitas até o dia 29 de agosto de 2019, via internet, no endereço eletrônico: www.crescerconcursos.com.br, mediante o pagamento da taxa de inscrição, nos valores descritos abaixo: R$ 100,00 Para os cargos de nível Superior; R$ 80,00 Para os cargos de nível Médio e R$ 60,00 Para os cargos de nível Fundamental.

Os inscritos serão selecionados por meio de prova escrita objetiva, composta por 30 questões distribuídas entre as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Específicos da Disciplina, Informática, Legislação do Sus e Conhecimentos Pedagógicos, conforme o cargo.

A prova objetiva terá duração de 3 horas e será aplicada na data provável de 15 de setembro de 2019, em local e horário a serem divulgados posteriormente.

O prazo de validade do processo seletivo é de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, a critério da administração.

17 de agosto de 2019

IFPI divulga edital para profissionais especializados em Libras

IFPI divulga edital para profissionais especializados em Libras

As inscrições são feitas de 15 a 22 agosto no site do instituto.

Esta aberto o edital para contratar 12 profissionais técnicos especializados em tradução e interpretação de Língua Brasileira de Sinais (Libras), os candidatos podem se inscrever no site do Instituto Federal do Piauí entre os 15 a 22 de agosto.

O processo seletivo será em 2 etapas prova de títulos e prova prática, para os campis Teresina Zona Sul, Teresina Central, Floriano, Angical e Paulistana no valor de R$60,00.

O resultado final será divulgado dia 24 de setembro. Veja o edital :

A remuneração é de R$ 4.180,66 para 40 horas semanais, mais auxílio alimentação no valor de R$ 458,00.

Para concorrer à vaga é necessário possuir curso superior em qualquer área e formação em Tradução / Interpretação em Libras, por meio de: Especialização em Libras; Curso Técnico de Tradutor Intérprete de Libras com carga horária mínima de 1.200 horas;

Curso de Formação Continuada de Tradução e Interpretação em Libras com carga horária mínima de 240 horas;

Certificação de Proficiência - Prolibras.

As vagas serão distribuídas entre os Câmpus Teresina Zona Sul, Teresina Central, Floriano, Angical e Paulistana.

O contrato terá duração de um ano, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.


Inscrições

As inscrições serão realizadas entre os dias 15 e 22 de agosto de 2019, apenas via internet, através do endereço eletrônico https://csep.ifpi.edu.br. O valor da taxa de inscrição é de R$ 60,00.


Provas

Este processo seletivo será composto por prova de títulos e por prova prática, ambas etapas de caráter eliminatório e classificatório.

A prova de títulos vale 100 pontos e possui peso um, sendo necessária a nota mínima de 50 pontos para aprovação.

Nesta prova, serão computados os títulos acadêmicos (doutorado, mestrado e especialização), a experiência profissional como tradutor e intérprete de Libras e a formação profissional em cursos na área de Libras.

A prova prática vale 100 pontos com peso um. Somente realizarão esta prova os candidatos aprovados na etapa anterior. Para ser aprovado na prova prática é necessário obter a nota mínima de 60 pontos.


Validade

Este processo seletivo será válido por 12 meses, a contar da data de publicação da homologação de seu resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, apenas uma vez.  Para mais informações sobre este processo seletivo, consulte o edital publicado na página 71, seção 3 do Diário Oficial da União (DOU), em sua edição de 14 de agosto de 2019.

15 de agosto de 2019

Governo homologa resultado do concurso da Polícia Civil

Governo homologa resultado do concurso da Polícia Civil

Serão chamados para o curso de formação 51 candidatos aprovados para o cargo de delegado, 257 para o cargo de agente e 58 aprovados para perito.

O concurso da Polícia Civil do Piauí que teve editais de abertura lançados em 2018 - para contratação de delegados, agentes e peritos - teve seu resultado homologado nesta quinta-feira, 15 de agosto. 

A homologação foi assinada pelo secretário de Administração e Previdência, Merlong Solano, e pelo secretário de Segurança Pública, capitão Fábio Abreu. E agora ela segue para publicação no Diário Oficial do Estado.

Fábio Abreu e Merlong Solano assinaram nesta quinta-feira a homologação do resultado final do concurso (Foto: Divulgação)

Serão chamados para o curso de formação 51 candidatos aprovados para o cargo de delegado, 257 para o cargo de agente e 58 aprovados para perito. Totalizando 366 convocados.

“Estamos providenciando o material necessário, como a munição, que é fornecida pelo Exército, mas a previsão é de que o curso seja iniciado no máximo em outubro, com duração de três a quatro meses”, afirma Fábio Abreu.

O delegado-geral Luccy Keiko e a delegada Anamelka Cadena, diretora de Gestão Interna da SSP, acompanharam a assinatura da homologação do certame (Foto: Divulgação)

“Tão logo o Piauí saia do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, esse pessoal será nomeado para prestar serviços à população. Segurança é uma área estratégica e que tem sido tratada como prioridade pelo governador Wellington Dias, mesmo em um momento economicamente delicado. Essa medida também visa à reposição do quadro da Polícia Civil, em virtude da aposentadoria de policiais da corporação”, destaca Merlong Solano.

Estavam presentes no ato de assinatura: o delegado-geral da Polícia Civil do Piauí, Luccy Keiko, e a delegada Anamelka Cadena, diretora de Gestão Interna da Secretaria de Segurança Pública do Piauí.

Concurso

O concurso terá validade de dois anos, a contar da data da publicação da homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério das secretarias de Administração e Previdência e de Segurança Pública.

Mais de 21 mil pessoas inscreveram-se para participar do certame, que foi realizado pelo Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe), da Universidade Estadual do Piauí.

O processo foi executado em cinco etapas para o cargo de agente e em três etapas para o cargo de perito. O mais extenso foi a seleção para delegados, que contou com sete etapas: prova objetiva, prova dissertativa, exame de saúde (médico e odontológico), teste de aptidão física, avaliação psicológica e investigação social, além de prova de títulos.

12 de agosto de 2019

Alepi e UFPI assinam convênio para realização de concurso público

Alepi e UFPI assinam convênio para realização de concurso público

O convênio tem como objetivo contratar novos servidores de nível médio e superior para a Alepi.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), e o reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Arimateia Dantas, assinaram um convênio para a realização de concurso público para contratação de novos servidores efetivos para a Alepi. Ao todo, serão 41 vagas para cargos de nível médio e superior, com salários de até R$ 4 mil.

Na ocasião, o presidente da Alepi também recebeu em audiência o senador Elmano Ferrer (Podemos) e o deputado Federal Marcos Aurélio Sampaio (MDB), para solicitar o empenho dos dois parlamentares para a liberação de mais recursos para melhorar a estrutura do Hospital Universitário.

“O que o povo quer é saúde e qualidade de vida. É isso que o povo quer. O Hospital Universitário já é um bom Hospital, mas precisamos melhorar ainda mais a quantidade de UTI's para que os médicos possam operar mais gente. Tivemos uma conversa com o deputado federal Marcos Aurélio e com o Elmano Ferrer e eles se comprometeram e destinar emendas para o Hospital Universitário do estado do Piauí”, adiantou o presidente.

Na oportunidade, o deputado federal Marcos Aurélio (MDB) falou sobre a liberação de recursos para a saúde. “A gente entende a importância do hospital Universitário, que além de um bom atendimento nas mais diversificadas áreas, também serve como hospital escola para a formação de excelentes profissionais", afirmou Marcos Aurélio. 

"Vamos viabilizar emenda parlamentar para a ampliação dessas UTI's no hospital Universitário. Desta forma, aumentaremos ainda mais a possibilidade de realização de cirurgias e com isso vamos melhorar a vida da nossa população, com tranquilidade e mais saúde”, disse. 

O reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Arimatea Dantas, solicitou apoio da bancada federal do Piauí para a instalação de mais UTI’s no Hospital Universitário.

07 de agosto de 2019

Teresina: FMS inscreve estudantes para estágio no projeto Acolher

Teresina: FMS inscreve estudantes para estágio no projeto Acolher

Serão selecionados 271 estudantes dos cursos de enfermagem, psicologia e serviço social para atuar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) de Teresina.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) lançou dia 2 de agosto o edital do projeto Acolher: Conte Comigo, que pretende facilitar o acesso aos serviços e aumentar a satisfação dos usuários por meio da humanização do atendimento em saúde.

As inscrições serão realizadas de 06 a 09 de agosto de 2019 na Gerência de Desenvolvimento de Pessoas da Fundação Municipal de Saúde localizada na Rua Governador Arthur de Vasconcelos, 3015, bairro Aeroporto, no horário de 08 h às 12 h. Isamara Souza, estudante do quinto período do curso de enfermagem, se inscreveu  fala da importância do projeto. “Achei esse projeto Acolher: Conte Comigo muito interessante e pra mim seria muito gratificante e enriquecedor participar dele. Espero passar na seleção e ter proveito para meu futuro profissional e também para poder contribuir com o trabalho nas unidades de saúde”, disse.

O candidato deverá preencher o formulário de pré-inscrição disponível no link https://forms.gle/Yn4rNd2YMcHzjUbU9  , imprimir o comprovante que será enviado para o e-mail cadastro e apresentar no ato da inscrição juntamente com seguintes documentos e cópias: RG; CPF; Comprovante de endereço; Declaração de matrícula atualizado e Histórico Escolar atualizado (2019.1).

Das 271 vagas para estágio extracurricular, 253 serão destinadas para as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 18 para as Unidades de Pronto Atendimento (UPA), além de cadastro de reserva para vagas que surgirem no decorrer da vigência do processo seletivo. Serão reservadas 10% das vagas para pessoas com deficiência na forma do artigo 4º do Decreto Federal nº 3.298/99, desde que o exercício das atividades de estágio seja compatível com a respectiva deficiência, a ser comprovada mediante laudo médico.

O estagiário fará jus a uma bolsa-auxílio de R$ 500,00 (quinhentos reais) e auxílio-transporte. A seleção dos candidatos será realizada mediante análise do Histórico Escolar com base no Índice de Rendimento Acadêmico – IRA. O contrato terá validade de um ano, a contar da publicação do ato de homologação do resultado no Diário Oficial do Município, e não haverá prorrogação.

Uma vez aprovados, os estudantes serão capacitados pela FMS para atuar nesses estabelecimentos, tirando dúvidas em geral dos usuários, compreendendo as suas demandas e prestando informações relevantes sobre saúde, seguindo princípios de humanização do SUS. "Com isso, estarão aptos a aumentar a qualidade da atenção em UBS e UPAS”, explica o presidente da FMS, Charles Silveira. “Antes e após a execução do projeto, haverá processo avaliativo para verificar os impactos das atividades, se estão surtindo efeito perante a sociedade”, afirma o presidente.

Concurso: Conselho de Medicina Veterinária inscreve até sexta-feira

Concurso: Conselho de Medicina Veterinária inscreve até sexta-feira

O regime de trabalho dos candidatos aprovados e nomeados será o Regime Celetista e a carga horária será de 40 horas semanais.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Piauí está com inscrições abertas para concurso público. São quatro vagas para os cargos de nível médio e superior, como técnico administrativo, técnico em fiscalização e técnico contábil. Os interessados terão até a sexta-feira, dia 09, para se inscrever. As provas acontecem no dia 8 de setembro.

O concurso é será realizado pela Consep – Consultoria e Estudos Pedagógicos – e o edital está disponível no site www.consep-pi.com.br, onde o candidato deverá fazer a sua inscrição. Para tal, o candidato deve localizar a Ficha de Inscrição no link correspondente ao Concurso Público do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Piauí - CRMV-PI,  até a sexta-feira, dia 09 de agosto. Após a inscrição, o candidato deverá gerar o Boleto Bancário e pagar na rede credenciada.

As provas objetivas do concurso versarão sobre Conhecimentos de Língua Portuguesa, Conhecimento de Informática, legislação do Conselho de Medicina Veterinária do Piauí e Conhecimentos Específicos, sendo realizadas no dia 08 de setembro em local a ser definido em Teresina.

O regime de trabalho dos candidatos aprovados e nomeados será o Regime Celetista e a carga horária será de 40 horas semanais, com salários que chegam a R$ 1.787,97.

03 de agosto de 2019

Nucepe divulga resultado final do concurso para guarda municipal

Nucepe divulga resultado final do concurso para guarda municipal

O resultado é referente à sexta etapa do concurso, de caráter eliminatório e habilitatório, que consiste na realização do curso de formação profissional.

O Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (NUCEPE), da Universidade Estadual do Piauí, divulgou nesta sexta-feira (2), o resultado final do concurso público para a Guarda Municipal de Teresina. O resultado é referente à sexta etapa do concurso, de caráter eliminatório e habilitatório, que consiste na realização do curso de formação profissional com a finalidade de aprimorar as competências de cada candidato. Ao todo, foram aprovados 60 homens e 15 mulheres em ampla concorrência.

Clique aqui para ver o resultado

Clique aqui para ver o resultado PCD

Clique aqui para ver o cadastro reserva

Os candidatos aprovados tiveram que passar por cinco etapas de caráter eliminatório, que incluíram a prova escrita, avaliação médica e odontológica, exame de aptidão física, avaliação psicológica e investigação social. O concurso público tem validade de dois anos, contados da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez a critério da Administração Pública.

Nucepe divulga resultado final do concurso para guarda municipal. (Foto: Arquivo O Dia)

Com a aprovação, os candidatos deverão participar de curso de formação profissional de responsabilidade da Prefeitura de Teresina em parceria com outros órgãos.O cadastro reserva, por sua vez, será composto por 400 candidatos classificados, considerando os empates. 

Segundo o edital, os candidatos participantes do concurso deveriam ter ensino médio completo ou equivalente e Carteira Nacional de habilitação - categoria “AB”. Os aprovados deverão trabalhar em escalas de serviço em regime de revezamento de 12h ou 24h. A remuneração é de R$ 1.133.

09 de julho de 2019

Concurso IBGE:  09 vagas  serão destinadas para o Estado do Piauí

Concurso IBGE: 09 vagas serão destinadas para o Estado do Piauí

Ao todo são 400 vagas temporárias de analista censitário em todos os Estados

O instituto AOCP tornou público o edital de inscrição para 400 vagas temporárias de analista de nível superior do Censo 2020. As oportunidades estão distribuídas em 20 áreas de conhecimento e em todas as unidades da federação. As inscrições vão até o dia 23 de julho.

Serão destinadas 09 vagas para o Estado do Piauí, com lotação em Teresina/PI, nas seguintes áreas:

Função

Área de Conhecimento

Vagas

Requisitos

Analista Censitário (AC)Análise Socioeconômica

1

Curso superior completo
Ciências Contábeis

1

Curso superior completo com graduação em Ciências Contábeis, com registro no Conselho da categoria profissional
Jornalismo

1

Curso superior completo com graduação em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo
Gestão e Infraestrutura

5

Curso superior completo
Métodos Quantitativos

1

Curso superior completo

A remuneração mensal é de R$ 4.200,00 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Os contratados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, assim como a férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação vigente.

Serão 60 questões objetivas em três disciplinas: língua portuguesa, conhecimentos específicos e raciocínio lógico, com exceção das áreas de conhecimento de Métodos Quantitativos e Letras, que terão duas disciplinas cada (língua portuguesa e conhecimentos específicos e raciocínio lógico e conhecimentos específicos, respectivamente) conforme descrito no edital. Veja o cronograma das principais etapas do processo seletivo na tabela a seguir:

EVENTOS BÁSICOS

DATAS PREVISTAS

Inscrições

De 8 a 23/07/2019

Divulgação dos locais de prova e Cartão de Confirmação de Inscrição

21/08/2019

Aplicação da prova objetiva 

01/09/2019

Divulgação dos gabaritos preliminares da prova objetiva

02/09/2019

Publicação do Gabarito Definitivo e do Resultado Definitivo da Prova Objetiva

16/09/2019

Divulgação do resultado final

26/09/2019

Início da convocação para contratação

27/09/2019


As inscrições poderão ser feitas pela internet, no site www.institutoaocp.org.br . Para evitar contratempos, os candidatos devem ler e seguir atentamente as determinações do edital. A taxa é de R$ 64,00 e as inscrições somente serão validadas após a confirmação do respectivo pagamento. As pessoas pretas ou pardas terão direito a 20% das vagas, de acordo com a legislação em vigor. Segue em anexo o Edital.

25 de junho de 2019

Prefeitura de Capitão de Campos realizará concurso

Prefeitura de Capitão de Campos realizará concurso

O certame para Guarda Civil Municipal do município contará com 12 vagas e mais 36 de cadastro reserva.

O Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe) da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) fechou, nesta terça-feira (25), parceria com a Prefeitura de Capitão de Campos, gerida por Tim Medeiros, para a realização do concurso para Guarda Civil Municipal da cidade. O concurso contará com 12 vagas e mais 36 de cadastro reserva.

Segundo Tim Medeiros, o concurso tem como objetivo fortalecer a Guarda Civil Municipal, recém-criada na cidade. “Nós buscamos a Uespi, por meio do Nucepe, e assinamos hoje um convênio para a elaboração de um concurso transparente e que atenda aos anseios da comunidade”, pontua o prefeito.

De acordo com o reitor Nouga Cardoso, o interesse da Prefeitura de Capitão de Campos em ter um concurso organizado pela Uespi é consequência do grande trabalho desempenhado pelo Nucepe. “Nosso agradecimento ao prefeito Tim Medeiros é, principalmente, devido ao fortalecimento institucional que a realização de parcerias como essa traz à universidade, com o objetivo diário de atender bem a sociedade e as instituições”, afirma o reitor.

Jorge Martins, diretor do Nucepe, atenta para a credibilidade que o núcleo passa nos concursos que organiza. “O prefeito nos procurou e firmamos um trabalho em conjunto para a realização deste concurso. Vale ressaltar, também, que estamos trabalhando desde já no edital do concurso. A previsão é de que em 10 ou 15 dias o edital esteja disponível no site do Nucepe, com os prazos devidamente estabelecidos para que os candidatos tenham conhecimento de todo o processo”, finaliza o diretor.

Concurso IBGE: banca divulga número de vagas para Teresina

Concurso IBGE: banca divulga número de vagas para Teresina

As contratações devam acontecer a partir de setembro de 2019. A taxa de inscrição custa R$ 65,00.

O Instituto AOCP, responsável pela banca do seletivo do Instituto brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a distribuição de cargos e lotação das 400 vagas para analista censitário no censo demográfico 2020. 

Para Teresina são destinadas 6 vagas dividas em: ciências contábeis (01 vaga), gestão e infraestrutura (3), jornalismo (1 vaga) e métodos quantitativos (1). As funções têm carga horária de 40h de trabalho, é necessário ter cursado Ensino Superior, mas não há a exigência de experiência anterior na função. A inscrição para todos os cargos custa R$ 65,00.


Foto: Agências Brasil

Os contratos terão duração de 12 meses e podem ser prorrogados por até 36 meses. Desta forma, podem chegar a até quatro anos de duração, a depender da demanda do censo. 

A remuneração dos analistas convocados para atuar nas etapas de planejamento, acompanhamento e suporte especializado será de R$ 4.200,00.

Em todo o país

Confira a distribuição de vagas para o resto do Brasil

Rio de Janeiro

•Analista de sistemas/Desenvolvimento de Aplicações – 13 vagas

•Analista de sistemas/Desenvolvimento de Aplicações WebMobile – 2 vagas

•Analista de Sistemas/Suporte a Comunicações e Rede – 3 vagas

•Analista de Sistemas/Suporte à Produção – 3 vagas

•Analista de Sistemas/Suporte Operacional e de Tecnologia – 3 vagas

•Analista Socioeconômico – 5 vagas

•Biblioteconomia e Documentação – 3 vagas

Ciências contábeis

•Brasília – 1 vaga

•Vitória – 1 vaga

•São Luís - 1 vaga

•Belo Horizonte – 1 vaga

•Campo Grande – 1 vaga

•Cuiabá – 1 vaga

•Belém – 1 vaga

•João Pessoa – 1 vaga

•Recife – 1 vaga

•Teresina – 1 vaga

•Curitiba – 1 vaga

•Rio de Janeiro – 3 vagas

•Natal – 1 vaga

•Porto Velho - 1 vaga

•Boa Vista – 1 vaga

•Salvador – 1 vaga

•Goiânia – 1 vaga

•Rio Branco – 1 vaga

•Maceió – 1 vaga

•Manaus – 1 vaga

•Macapá – 1 vaga

•Fortaleza – 1 vaga

•Porto Alegre - 1 vaga

•Florianópolis – 1 vaga

•Aracaju – 1 vaga

•São Paulo – 1 vaga

•Palmas – 1 vaga

Ciências sociais

•Rio Branco – 1 vaga

•Palmas – 1 vaga

•Maceió – 1 vaga

•Manaus – 1 vaga

•Salvador – 1 vaga

•Fortaleza – 1 vaga

•Campo Grande – 1 vaga

•Cuiabá – 1 vaga

•Belém – 1 vaga

•Recife – 1 vaga

•Porto Velho – 1 vaga

•Boa Vista – 1 vaga

Desenho Instrucional

•Rio de Janeiro - 2 vagas

Geoprocessamento

•Recife – 1 vaga

•Aracaju – 1 vaga

•Boa Vista – 1 vaga

•Rio de Janeiro – 13 vagas

•São Luís – 1 vaga

•João Pessoa – 1 vaga

•Natal – 1 vaga

Gestão e Infraestrutura

•João Pessoa – 2 vagas

•Rio Branco – 2 vagas

•Maceió – 2 vagas

•Manaus – 3 vagas

•Macapá – 2 vagas

•Salvador – 4 vagas

•Fortaleza – 3 vagas

•Brasília – 2 vagas

•Vitória – 2 vagas

•Goiânia – 2 vagas

•São Luís – 2 vagas

•Belo Horizonte – 2 vagas

•Campo Grande – 2 vagas

•Cuiabá – 6 vagas

•Belém – 3 vagas

•Recife – 4 vagas

•Teresina – 3 vagas

•Curitiba – 3 vagas

•Rio de Janeiro – 19 vagas

•Natal – 2 vagas

•Porto Velho – 3 vagas

•Boa Vista – 2 vagas

•Porto Alegre – 2 vagas

•Florianópolis – 3 vagas

•Aracaju – 7 vagas

•São Paulo – 2 vagas

•Palmas – 2 vagas

Jornalismo

•Aracaju – 1 vaga

•Palmas – 1 vaga

•Rio Branco – 1 vaga

•Maceió – 1 vaga

•Manaus – 1 vaga

•São Paulo – 1 vaga

•Macapá – 1 vaga

•Salvador – 1 vaga

•Fortaleza – 1 vaga

•Brasília – 1 vaga

•Vitória – 1 vaga

•Goiânia – 1 vaga

•São Luís – 1 vaga

•Belo Horizonte – 1 vaga

•Campo Grande – 1 vaga

•Cuiabá – 1 vaga

•Belém – 1 vaga

•João Pessoal – 1 vaga

•Recife – 1 vaga

•Teresina – 1 vaga

•Curitiba – 1 vaga

•Rio de Janeiro – 6 vagas

•Natal – 1 vaga

•Porto Velho – 1 vaga

•Boa Vista – 1 vaga

•Porto Alegre – 1 vaga

•Florianópolis – 1 vaga

Letras

•Rio de Janeiro: 1 vaga

Logística

•Rio de Janeiro: 3 vagas

Métodos Quantitativos

•João Pessoa – 1 vaga

•Florianópolis – 1 vaga

•Aracaju – 1 vaga

•São Paulo – 1 vaga

•Palmas – 1 vaga

•Rio Branco – 1 vaga

•Maceió – 1 vaga

•Belém – 1 vaga

•Manaus – 1 vaga

•Macapá – 1 vaga

•Salvador – 1 vaga

•Fortaleza – 1 vaga

•Brasília – 1 vaga

•Vitória – 1 vaga

•Goiânia – 1 vaga

•São Luís – 1 vaga

•Belo Horizonte – 1 vaga

•Campo Grande – 1 vaga

•Recife – 1 vaga

•Teresina – 1 vaga

•Curitiba - 1 vaga

•Rio de Janeiro – 21 vagas

•Cuiabá – 1 vaga

•Natal – 1 vaga

•Porto Velho – 1 vaga

•Boa Vista – – 1 vaga

•Porto Alegre – 1 vaga

Planejamento e gestão

•Rio de Janeiro: 1 vaga

Produção gráfica/editorial

•Rio de Janeiro: 2 vagas

Programação visual/Webdesign

•Rio de Janeiro: 7 vagas

Recursos humanos

•Rio de Janeiro: 4 vagas

FMS abre teste seletivo para 334 vagas de contratação temporária

FMS abre teste seletivo para 334 vagas de contratação temporária

Inscrições começam nesta quarta-feira (26) e vão até o dia 15 de julho. A remuneração vai de R$1.133 a R$ 17.821.

Começam amanhã, 26 de junho, as inscrições para o teste seletivo da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina. Com 334 vagas para contratação temporária de profissionais da área administrativa e da saúde, a seleção visa promover a substituição de profissionais afastados do trabalho por motivos legais, em diversos estabelecimentos de saúde, conforme necessidade da administração. As inscrições seguem até 15 de julho de 2019.

Serão oferecidas 334 vagas para os níveis superior, médio e fundamental, assim distribuídas: 01 para nível básico, 130 para nível médio e 203 para  nível superior, sendo 127 vagas para médicos e 76 para outros profissionais de nível superior. A remuneração vai de R$1.133,00 a R$ 17.821,47, conforme o cargo, que pode ser verificado no edital 01/2019 e que terá validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

O processo seletivo será executado sob responsabilidade da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), por meio do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (NUCEPE). Os interessados poderão se inscrever no site http://nucepe.uespi.br, e o valor das inscrições é de R$150,00 para o grupo funcional do nível superior – categoria médico e R$ 100,00 para os demais cargos do grupo funcional de nível superior; R$ 80,00 para o grupo funcional do nível médio e R$60,00 para o grupo funcional do nível básico.

A prova será escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com realização prevista para o dia 28 de julho de 2019.

De acordo com o presidente da FMS, Charles Silveira, o serviço de saúde é essencial, não podendo sofrer interrupção e o teste seletivo propiciará a continuidade desse serviço. “O teste seletivo é a via administrativa adequada para substituição temporária de servidores e os selecionados darão importante contribuição para o atendimento em saúde. Em 2019, estamos fortalecendo a rede e mudando os processos de trabalho para atender cada vez mais e melhor a população”.

Confira o edital 

14 de junho de 2019

TJ-PI divulga resultado do concurso dos cartórios

TJ-PI divulga resultado do concurso dos cartórios

Candidatos poderão interpor recurso contra resultado provisório a partir do dia 18 de junho até as 18 horas do dia 22 de junho de 2019.

O Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) divulgou nessa sexta-feira (14) o resultado final provisório do concurso para outorga de delegações de serventias extrajudiciais de notas e de registro do Piauí, conhecido popularmente como concurso dos cartórios. 

O edital com o resultado foi publicado no site do TJ-PI, após a conclusão da sexta etapa do certame, referente à avaliação de títulos. 

Clique aqui para ver o resultado. 

De acordo com o cronograma divulgado nessa sexta-feira, os candidatos podem interpor recurso contra o resultado provisório a partir das 9 horas do dia 18 de junho de 2019 até as 18 horas do dia 22 de junho de 2019 (horário oficial de Brasília), no endereço eletrônico da Cespe, banca organizadora da seleção.

Tribunal de Justiça do Piauí (Foto: Divulgação)

O concurso

O concurso dos cartórios foi lançado em 2013, com a previsão de preencher 292 vagas para titulares de cartórios de notas e registros no estado. Destas vagas, 97 são para remoção e 195 para provimento. 

Foram mais de 1.700 candidatos inscritos.

O certame foi marcado por uma longa batalha judicial, após alguns candidatos ingressarem com ações judiciais questionando alguns critérios estabelecidos pela comissão organizadora do concurso para avaliação dos títulos.

10 de junho de 2019

FMS lança seletivo com 334 vagas para contratação temporária de servidores

FMS lança seletivo com 334 vagas para contratação temporária de servidores

As inscrições poderão ser efetuadas no período de 26 de junho até 15 de julho de 2019. Salários chegam a quase R$ 18 mil.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) lançou nesta segunda-feira (10) um teste seletivo com 334 vagas para contratação temporária de profissionais da área administrativa e da saúde. Segundo a pasta, a seleção visa promover a substituição de profissionais afastados do trabalho por motivos legais, em diversos estabelecimentos de saúde, conforme necessidade da administração.

As inscrições poderão ser efetuadas no período de 26 de junho até 15 de julho de 2019.

Serão oferecidas 334 vagas para os níveis superior, médio e fundamental, assim distribuídas: uma para nível básico, 130 para nível médio e 203 para  nível superior, sendo 127 vagas para médicos e 76 para outros profissionais de nível superior. 

A remuneração vai de R$1.133,00 a R$ 17.821,47, conforme o cargo, que pode ser verificado no edital nº 01/2019 e que terá validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

O presidente da FMS, Charles da Silveira (Foto: Poliana Oliveira / O DIA)

O processo seletivo será executado sob responsabilidade da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), por meio do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (Nucepe). Os interessados poderão se inscrever no site http://nucepe.uespi.br, e os valores das inscrições são de: R$150 para o grupo funcional do nível superior – categoria médico; R$ 100 para os demais cargos do grupo funcional de nível superior; R$ 80 para o grupo funcional do nível médio; e R$ 60 para o grupo funcional do nível básico.

A prova será escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com realização prevista para o dia 28 de julho de 2019.

De acordo com o presidente da FMS, Charles Silveira, o serviço de saúde é essencial, não podendo sofrer interrupção e o teste seletivo propiciará a continuidade desse serviço. “O teste seletivo é a via administrativa adequada para substituição temporária de servidores e os selecionados darão importante contribuição para o atendimento em saúde. Em 2019, estamos fortalecendo a rede e mudando os processos de trabalho para atender cada vez mais e melhor a população”.

Confira o edital nº 01/2019 do teste seletivo.

03 de junho de 2019

Coach diz que decreto sobre concursos não deve gerar temor em concurseiros

Coach diz que decreto sobre concursos não deve gerar temor em concurseiros

A medida é polêmica e divide opiniões de especialistas, sobretudo nos pontos mais sensíveis da matéria, como o fato de que quase tudo terá que passar pelo crivo do ministro da Economia, Paulo Guedes.

A partir de junho, passam a valer as novas regras estabelecidas no decreto presidencial - publicado no Diário Oficial da União do dia 29 de março - que aumenta as exigências para autorização de concursos públicos na administração pública federal.

A medida é polêmica e divide opiniões de especialistas, sobretudo nos pontos mais sensíveis da matéria, como o fato de que quase tudo terá que passar pelo crivo do ministro da Economia, Paulo Guedes, o qual tem manifestado publicamente ser contra a realização de novas seleções.

O decreto presidencial recomenda que as vagas abertas por conta de aposentadorias não sejam automaticamente preenchidas por novos servidores, aprovados em concurso público. A ideia é que se busque utilizar a tecnologia para suprir o que for possível das demandas de trabalho, bem como priorizar a contratação de terceirizados.

Mas, apesar de ser incontestável que o atual governo promoverá uma significativa redução no número de concursos, os especialistas no assunto consideram que não há motivo para que os concurseiros entrem em pânico, sobretudo porque o decreto presidencial vale apenas para a administração pública federal, não provocando qualquer efeito sobre os órgãos e entidades do Poder Executivo dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, tampouco os órgãos do Poder Judiciário e do Poder Legislativo.

O professor universitário e advogado Cleverson Moreira, mestrando em Direito Constitucional e especialista em Direito em Educação, considera que o decreto já era esperado, mas acredita que a intenção do governo é apenas "racionalizar" a abertura de novos concursos, não extingui-los, já que eles são previstos na Constituição Federal.  

"Em tese, essa rigidez implica em economia na hora da seleção. Além disso, algumas mudanças estão contempladas pelo decreto, mas muita coisa que ele regulamenta já estava presente no decreto anterior, nº 6.944/2009. O que é importante destacar é que essas regras só alcançam órgãos da administração federal, ficando de fora fundações e autarquias, bem como órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário tanto no âmbito federal, estadual e municipal", explica Cleverson, que é consultor e coach educacional para concursos, além de atuar como professor em cursos preparatórios.

O advogado Cleverson Moreira (Foto: Ithyara Borges / O DIA)

Ainda sobre concurseiros, Cleverson Moreira enfatizou que essas pessoas precisam somente se adequar às novas regras se forem participar de seleções públicas dentro do âmbito do Executivo federal. Porém, existem exceções, uma vez que o concurseiro estuda com foco determinado. 

Os concursos das Polícias Federal e Rodoviária, das universidades federais e para a Diplomacia, por exemplo, não se submetem a boa parte das restrições impostas pelo decreto, pois são órgãos que possuem autonomia orçamentária.

"Vale ressaltar que uma das mudanças interessantes diz respeito sobre quem vai agora autorizar a realização do concurso público. Antigamente, os órgãos que iam requisitar o processo seletivo encaminhavam o pedido ao Ministério do Planejamento. Agora o pedido é encaminhado ao Ministério da Economia. Essa é a mudança mais impactante", pontuou o professor.

De acordo com Cleverson, o decreto toca também na terceirização, o que faz com que o concurseiro fique com medo de não haver mais concurso ou de diminuir drasticamente o número de vagas. Mas, segundo o consultor, a intenção do governo é conferir economia ao processo, e torná-lo mais célere.

"O concurseiro pode ficar calmo, tranquilo, as vagas continuam e o concurso público precisa continuar, embora essa nova conjuntura apresente menos vagas dentro do contexto porque vai ser uma exigência do Ministério da Economia que se apresente um planejamento com muito mais critérios do que o anterior. Aliás, os órgãos públicos deverão atender critérios mais específicos e rigorosos para justificar que precisam abrir concurso. Como por exemplo, avaliação de quantos cargos foram cedidos e a evolução do quadro de pessoal dos órgãos, apresentando números sobre aposentadorias, ingressos e desligamentos", explicou o professor, acrescentando que nos próximos concursos não haverá cadastro reserva. 

Sobre o cadastro reserva, o especialista explica que essa é uma questão complexa nas administrações públicas. Pois, os órgãos já abrem concurso prevendo um cadastro de reserva. "Agora não, a ideia é ter a quantidade de vagas atendidas. Cadastro de reserva é apenas uma possibilidade de contratação. A partir de junho, o órgão terá de pedir permissão para chamar novos funcionários das listas de espera. Com as novas regras, a contratação desse pessoal para novos postos também vai precisar passar pelo crivo do Ministério da Economia", pontuou.

O decreto sobre as novas regras para concurso na administração federal aponta algumas vantagens, segundo o professor Cleverson, como por exemplo, uma lista de aprovados muito mais enxuta; há uma economia no processo seletivo além de mais prazo entre a data de publicação do edital para a realização da prova, que é de quatro meses. "Esse prazo de quatro meses é fantástico. Antes, porém, o edital saia com prazo muito curto para a prova e o concurseiro não conseguia revisar matéria nem ver conteúdo novo e isto era fatal para o candidato em relação ao concorrente de últimas hora. Outra novidade que traz o decreto é que até 31 de maio de cada ano o órgão deve encaminhar a solicitação de concurso e o concurseiro já pode ir se preparando, organizando suas estratégias para estudar e fazê-lo. "Sobre desvantagem, a mais impactante é porque diminui vagas, mas pelo fato que o próprio decreto o interesse dele é a economia. Como também, torna mais rígida a solicitação de concurso", finalizou.

Pontos da nova regra apontadas pelo especialista

A partir de junho, quando entra em vigor as novas regras do decreto, os órgãos públicos deverão atender critérios mais específicos e rigorosos para justificar que precisam abrir concurso;

o concurso não terá prazo de validade maior que dois anos, salvo se houver previsão no edital;

Antes de pedir abertura de concurso, órgão públicos deverão provar que tentaram outras medidas para preenchimento de vagas, como remanejamento de pessoal.

Além disso, a nova regra também concede mais autonomia aos ministros e aos titulares de autarquias e fundações para, "dentro de certos parâmetros, organizarem administrativamente suas unidades". Essa medida busca dar liberdade para os órgãos remanejarem com mais liberdade as vagas e cargos dentro de sua estrutura.

Hoje, os órgãos públicos podem nomear os candidatos previstos no edital e, se o Ministério da Economia autorizar, 50% além do ofertado no edital. As novas regras preveem que esse percentual será diminuído para 25% além do ofertado no edital.

Pelas novas regras do decreto, os ministérios, fundações e autarquias deverão apresentar 14 pontos no pedido de abertura de novas vagas. Entre esses pontos, estão, por exemplo, a descrição do processo de trabalho a ser desenvolvido pela força de trabalho pretendida e o impacto dessa força de trabalho no desempenho das atividades finalísticas do órgão ou da entidade;

Hoje, o órgão público pode chamar candidatos que passaram nos concursos, mas não foram convocados. A partir de junho, o órgão terá de pedir permissão para chamar novos funcionários das listas de espera.

06 de fevereiro de 2019

A Prefeitura de Monte Alegre, Piauí, através da empresa Crescer Consultorias, recebe inscrições para concurso público. O executivo municipal oferece salário de até R$ 10.000,00.

Com regulamentação do Edital nº 01/2018, o certame contempla as funções de Motorista Categoria D (15 vagas); Operador de Máquinas Pesadas (05); Agente de Zoonoses (01); Agente Administrativo (02); Fiscal de Obras (01); Digitador (07); Auxiliar Administrativo (14); Técnico em Enfermagem (20); Técnico em Higiene Bucal (03); Fiscal Tributário (01); Assistente Social (02); Enfermeiro (02); Fisioterapeuta (01); Nutricionista (01); Professor B (10); Pedagogo B (01); Médico (03); Dentista (03); Psicólogo (01); Engenheiro Civil (01); Farmacêutico-Bioquímico (01); Advogado (01) e Agente de Controle Interno (02). As contratações serão para regimes de 20, 30 e 40 horas semanais de trabalho.

Inscrições devem ser efetivadas através do http://www.crescerconcursos.com.br/, com prazo final marcado para 10 de fevereiro de 2019. Os valores das taxas ficaram definidos em R$ 60,00 (fundamental), R$ 70,00 (médio) e R$ 110,00 (superior e professor).

As provas objetivas serão aplicadas nas datas de 17.03.2019 (fundamental e médio) e 24.03.2019 (superior e professor). O local de provas será anunciado em até 5 dias antes da data de aplicação da prova.

O gabarito deve ser liberado sempre no dia seguinte ao da realização da prova e resultado final tem previsão para 17.05.2019. O candidato deve conferir a íntegra do edital e acompanhar possíveis mudanças nas datas e demais itens.

O concurso público terá validade para a convocação de 02 (dois) anos a contar da data de publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Prefeitura Municipal de Monte Alegre-PI. edital concurso público
_leia mais

03 de fevereiro de 2019

Prefeitura de Monte Alegre-PI recebe inscrições de concurso

Prefeitura de Monte Alegre-PI recebe inscrições de concurso

A Prefeitura de Monte Alegre, Piauí, através da empresa Crescer Consultorias, recebe inscrições para concurso público. O executivo municipal oferece salário de até R$ 10.000,00.

Com regulamentação do Edital nº 01/2018, o certame contempla as funções de Motorista Categoria D (15 vagas); Operador de Máquinas Pesadas (05); Agente de Zoonoses (01); Agente Administrativo (02); Fiscal de Obras (01); Digitador (07); Auxiliar Administrativo (14); Técnico em Enfermagem (20); Técnico em Higiene Bucal (03); Fiscal Tributário (01); Assistente Social (02); Enfermeiro (02); Fisioterapeuta (01); Nutricionista (01); Professor B (10); Pedagogo B (01); Médico (03); Dentista (03); Psicólogo (01); Engenheiro Civil (01); Farmacêutico-Bioquímico (01); Advogado (01) e Agente de Controle Interno (02). As contratações serão para regimes de 20, 30 e 40 horas semanais de trabalho.

Inscrições devem ser efetivadas através do http://www.crescerconcursos.com.br/, com prazo final marcado para 10 de fevereiro de 2019. Os valores das taxas ficaram definidos em R$ 60,00 (fundamental), R$ 70,00 (médio) e R$ 110,00 (superior e professor).

As provas objetivas serão aplicadas nas datas de 17.03.2019 (fundamental e médio) e 24.03.2019 (superior e professor). O local de provas será anunciado em até 5 dias antes da data de aplicação da prova.

O gabarito deve ser liberado sempre no dia seguinte ao da realização da prova e resultado final tem previsão para 17.05.2019. O candidato deve conferir a íntegra do edital e acompanhar possíveis mudanças nas datas e demais itens.

O concurso público terá validade para a convocação de 02 (dois) anos a contar da data de publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Prefeitura Municipal de Monte Alegre-PI. edital concurso público