• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Carreira policial é uma boa aposta para concurseiros em 2020

Oportunidade marcam o início do ano novo em todo o Piauí

01/01/2020 15:01h

O ano de 2020 acabou de começar, mas muita gente está de olho nas previsões de concursos públicos , bem como editais que ainda poderão ser publicados em 2019. No Piauí, duas prefeituras estão com editais abertos para 109 profissionais de nível fundamental, médio e superior com salários que chegam até R$ 5 mil dependendo do cargo.

 A Prefeitura de Boqueirão do Piauí, distante a 135 km de Teresina, lançou no dia 20 deste mês um concurso público para preenchimento de 64 vagas do quadro permanente da Carreira policial é uma boa aposta para concurseiros Os concursos de prefeituras também estão em alta no próximo ano administração municipal e formação de reservas. Segundo o edital, os salários variam de R$ 998 a R$ 4.500. As inscrições seguem até o dia 20 de janeiro de 2020.

 Ao todo, são ofertadas pelo certame vagas para: médico (2), enfermeiro (2), fisioterapeuta (2), psicólogo (1), assistente social (2), educador físico (1), nutricionista (2), controlador geral (1), técnico em higiene bucal (3), técnico em enfermagem (3), agente de saúde (3), odontólogo (2), operador de máquinas (2), agente de endemias (4), auxiliar administrativo (4), cadastrador/visitador (2), digitador (1), vigia (7), serviços gerais (6), pedagogo (1), professor de educação infantil (5), professor polivalência (3), professor de letras português (2) e professor de ensino religioso (2). 

O exame acontece no dia 8 de março de 2020, no município de Boqueirão do Piauí. A prova começa às 8h com término previsto para às 12h. 

Já a prefeitura de Pau d’Arco do Piauí, a 49 km de Teresina, mantém as inscrições abertas até o dia 10 de janeiro de 2020, segundo o edital. Para o município, são ofertadas 45 vagas.

 As vagas em aberto são para: médico ESF, dentista ESF, médico veterinário, fisioterapeuta, farmacêutico/bioquímico, fonoaudiólogo, psicólogo, nutricionista, enfermeiro, técnico de enfermagem, atendente de farmácia, agente administrativo, auxiliar de saúde bucal, agente de controle de endemias, motorista de ambulância, motorista, vigia, assistente social, agente administrativo, operador de sistemas, bibliotecário, motorista para ônibus escolar, fiscal de tributos, operador de máquinas pesadas e gari.

De acordo com o edital, os salários variam de R$ 998 a R$ 5 mil também dependendo do cargo e horas trabalhadas. A prova objetiva acontece no dia 2 de fevereiro de 2020. 

De olho nas oportunidades 

O professor e Coah para concursos, Márcio Lima, explica que apesar do Ministério da Economia ter anunciado regras mais rígidas para a autorização de concursos públicos, há a previsão de bons concursos públicos para órgãos federais para 2020. Entre eles, estão os certames de Agente Penitenciário Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, INSS, IBAMA e para o Senador Federal, com salário de nível médio chegando a R$ 20 mil, e com provas aplicadas em Teresina.

 Outra aposta são os concursos estaduais. A carreira policial é uma das melhores opções. Estados como o Ceará e Maranhão estão com concursos previstos para Polícia Militar e Polícia Civil. Os concursos de prefeituras também estão em alta em 2020, já que é período eleitoral e o prazo para homologação ficam mais curtos.

O ano de 2020 deve ser marcado por oportunidades na área policial (Foto: Arquivo/O Dia)

 O professor Márcio Lima, com 21 anos de experiência com concursos, apontas todas essas oportunidades para explicar que o estudo para os certames é essencial mesmo sem os editais estarem lançados.

 “Não se estuda com edital aberto. É uma tentativa de um milagre na aprovação. O estudo é antecipado, porque tem que ser lento, com calma. Quando se vai estudar para concurso é preciso ter uma organização, técnicas, um processão de revisão”, orienta. 

Em nota, a Secretaria de Administração do Governo do Piauí informou que está atenta à necessidade de profissionais no âmbito das secretarias contratados por meio de concursos públicos. O Governo, segundo a nota, adotará providências para a contratação de profissionais, seja através de teste seletivo, terceirização ou concurso público sem que este afete a Lei de Responsabilidade Fiscal.

 Em relação ao Governo do Piauí, o Estado fará apenas a recomposição do quadro de pessoal em casos de substituição de servidores, conforme estabelecido na LRF. 

Edição: Natanael Souza
Por: Jorge Machado

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas