• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

FMS convoca mais 84 aprovados em teste seletivo para contratação

Este ano já foram chamados 471 candidatos referentes ao edital 1/2019.

19/12/2019 11:46h - Atualizado em 19/12/2019 11:58h

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) convoca 84 novos candidatos aprovados no processo seletivo do edital 1/2019.Os novos convocados devem se apresentar na sede da FMS, a partir de segunda feira (23) para que sejam providenciados os trâmites da contratação. Confira a lista dos convocados. 

As convocações são para os cargos de enfermeiro 30h, enfermeiro plantão 24h, enfermeiro ESF/PMAQ e técnico em enfermagem 30 h. Também estão sendo convocados médicos ESF/PMAQ, médico pediatra plantão/24h, psiquiatra 20h, odontólogo PMAQ/40h e auxiliar saúde bucal ESF/PMAQ 40h. A FMS também está chamando para assumir cargos de auxiliar administrativo 40h e de técnico de patologia clínica 30h.

Até o momento 471 candidatos referentes ao edital 1/2019 já foram convocados.  Eles devem se dirigir ao Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção na sede da FMS, que fica na Rua Governador Artur de Vasconcelos, 3015, bairro Aeroporto, na segunda (23), quinta (26) e no dia   30 (segunda) de dezembro de 2019. O atendimento segue de segunda a quinta-feira à partir de janeiro de 2020. O prazo para que os aprovados comparecerem à FMS é de 30 dias, improrrogáveis, a contar da publicação do Edital de Convocação no Diário Oficial do Município.

“Ressaltamos que os atendimentos para a entrega de documentação, perícia médica (a ser realizada no IPMT) e assinatura de contrato, serão agendados respeitando a quantidade de atendimentos estabelecida por dia”, informa João Luciano de Castro e Sousa, chefe do Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoas.

 “Nós estamos neste instante chamando novos profissionais para que todos os nossos postos estejam ocupados e que não haja a falta de profissionais para atendimento na rede pública de saúde”, afirma o presidente da FMS, Charles Silveira.


Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas