• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Ceia natalina sob encomenda é opção para quem busca praticidade

Algumas empresas oferecem esse serviço em Teresina, uma proposta que tem tido muita aceitação no mercado.

02/12/2019 10:36h - Atualizado em 02/12/2019 10:42h

O final do ano está chegando e com ele as festas de Natal e confraternizações, momento de comer bem e celebrar com familiares e amigos. Por isso, nada melhor que uma mesa farta e saborosa para acompanhar esses momentos especiais. E como muitas pessoas querem aproveitar os encontros para ficar mais próximos dos entes queridos, passar o dia inteiro na cozinha preparando a ceia não é uma opção.

Por isso, uma alternativa é encomendar a ceia já pronta. Algumas empresas oferecem esse serviço em Teresina, uma proposta que tem tido muita aceitação no mercado. Cynthia Ribeiro, cake designer e culinarista, é responsável por um desses estabelecimentos. Ela e a mãe administram um buffet há oito anos e, desde o ano passado, começaram a fornecer ceias natalinas prontas.

“A vida de todo mundo está tão corrida que acaba faltando tempo e disposição para cozinhar e preparar suas refeições. Elas querem aproveitar esse momento com a família para ficarem mais tempo juntas e não querem perder tempo cozinhando; por isso, as pessoas estão mudando seus hábitos e optando por comprar tudo já pronto”, comenta a culinarista.

Cynthia lembra que, há alguns anos, as famílias costumavam procurar os buffets e outros estabelecimentos para que assassem o peru ou porco, por ser um preparo mais trabalhoso e que demanda tempo. Mas, justamente pela praticidade, a demanda passou a crescer para os outros pratos da ceia. 

“Desde o ano passado, temos sentido que as pessoas já estão nos procurando para fazer a refeição completa. Elas não querem mais fazer nada, querem encomendar tudo, desde o arroz, a salada, o prato principal e a sobremesa. Vendo essa demanda, passamos a oferecer a ceia completa já pronta e a procura tem sido boa”, comenta.

É muito comum que em festas de Natal e confraternizações cada membro fique responsável por preparar e levar um prato, compondo assim a ceia. Porém, arrecadar uma cota de cada integrante e contratar o serviço de buffet acaba sendo mais vantajoso e em conta. 

“Hoje as pessoas preferem fazer uma cota e encomendar a ceia; então quando chega lá, já está tudo no ponto. E sai até mais barato, porque quem fica com o peru acaba pagando mais caro. As pessoas estão optando por esse tipo de proposta pela praticidade. Antigamente, nem todo mundo trabalhava fora, mas hoje as mães de família não ficam mais o dia todo em casa. Como a mulher está cada vez mais ativa no mercado de trabalho, tudo tem que ser mais prático por conta desse tempo, pois ninguém tem como ficar o dia todo na cozinha”, reforça Cynthia Ribeiro.


Pedidos devem ser feitos com antecedência

O brasileiro tem o hábito de deixar tudo para a última hora, o que pode ser bastante arriscado. Quem quer encomendar uma ceia de Natal pronta precisa ficar atento aos prazos dos buffets, que necessitam fechar suas encomendas, abastecer o estoque e se programar para entregar todos os pedidos no prazo certo.

A cake designer e culinarista Cynthia Ribeiro pontua que os pedidos devem ser feitos até a primeira quinzena de dezembro, tanto para ceias familiares como de confraternização. “Muitas pessoas estão perguntando como faz para reservar, mas fechar o pacote somente 15 dias antes. Nós temos um número certo de encomendas que recebemos, que é de 20 ceias para o dia 24. Precisamos que o pedido seja feito com antecedência exatamente para que nós também possamos nos organizar”, salienta.

O pacote não deixa a desejar e serve até 20 pessoas. Porém, a especialista lembra que é possível fechar uma ceia para mais ou menos pessoas, desde que combinado previamente. No menu são oferecidas duas opções de carnes, uma de salada, uma massa, um tipo de arroz e a sobremesa. Apesar da diversidade de pratos, a culinarista ressalta quais são as opções mais solicitadas pelos clientes.

“A pessoa encomenda e, no dia 24, nós deixamos o pedido na casa dela. Também recebemos encomendas para confraternizações de empresas. Deixamos tudo nas vasilhas descartáveis ou, se a pessoa quiser, ela pode trazer seus recipientes um dia antes. Mesmo o cardápio sendo bastante variado, o peru e o filé são os mais procurados, acredito que pela tradição”, acrescenta. 

Geração de emprego

E para dar conta de tantas encomendas, o quadro de funcionários é aumentado nesse período. Cynthia Ribeiro explica que seis pessoas já fazem parte da equipe, mas, nesta época do ano, são abertas novas vagas.

“Sempre contratamos mais pessoas para trabalhar no final de semana, para que consigamos atender à demanda. Temos as pessoas que já trabalham conosco há alguns anos e isso gera emprego. Esse é um período que aquece bastante, não somente em relação à ceia de Natal ou confraternização, mas em casamentos e festas em geral. Até os casamentos estão sendo realizados mais em dezembro do que em maio”, conclui a cake designer e culinarista.


Edição: Virgiane Passos
Por: Isabela Lopes

Deixe seu comentário