• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

No último dia de campanha, candidatos ampliam eventos em Fortaleza

Os candidatos a prefeito de Fortaleza continuam com atividades de ruas nas vésperas da votação

06/10/2012 12:13h

Conforme haviam garantido, os candidatos a prefeito de Fortaleza continuam com atividades de ruas nas vésperas da votação para o primeiro turno, dando prioridade ao contato direto com o eleitor, em caminhadas e visitas a postos de trabalho. Hoje, alguns deles vão estar no Centro da cidade pela manhã. Roberto Cláudio vai fazer uma carreata.

A agenda do candidato Roberto Cláudio (PSB) de ontem valorizou os temas relacionados ao comércio e à moda. Pela manhã, visitou o Maraponga Mart Moda e conversou com os lojistas sobre as propostas para o setor. À noite, marcou presença no Fortaleza Fashion Week, que aconteceu no Centro de Eventos do Ceará, recentemente inaugurado pelo Governo do Estado.

Já o candidato Elmano de Freitas (PT) garante que agenda de hoje será intensificada, embora não tenha comparecido ontem à caminhada previamente marcada no conjunto Maria Tomásia, no Jangurussu, nem à Plenária no Comitê Central de sua candidatura. Através da assessoria de imprensa, o pleiteante justificou que o término do debate da TV Verdes Mares, iniciado quinta-feira após às 23h, inviabilizou a agenda da manhã. Ainda de acordo com os assessores, o candidato participou de diversas entrevistas durante o dia e de reuniões internas de planejamento de campanha.

Ao contrário do que afirmou esta semana à reportagem do Diário do Nordeste, Heitor Férrer (PDT) participou ontem de duas mini-carreatas, nos bairros Vila Velha e Parque Araxá. Ele havia confirmado que, até o dia da votação, não promoveria mais nenhuma carreata de campanha. Durante a manhã, o candidato fez panfletagem na Granja Lisboa e à noite participou de caminhada na Vila Pery.

Improvisada

Por outro lado, Moroni Torgan (DEM) cumpriu agenda mais leve, segundo sua assessoria. No período da manhã, foi ao Mercado Central conversar com os trabalhadores dos boxes e, durante a tarde, participou de um bandeiraço vizinho ao Terminal do Lagoa, acompanhado pelo seu vice, Lineu Jucá. Os assessores do candidato explicaram que a agenda estava sendo mais improvisada, a depender da "evolução do dia", e menos intensa.

Enquanto isso, Inácio Arruda (PCdoB) foi ao Terminal da Parangaba fazer panfletagem e conversar com os usuários do transporte público para apresentar suas propostas para saúde e educação, ao lado do candidato a vice-prefeito, Chico Lopes. Logo em seguida, percorreu o bairro Couto Fernandes. Intensificando a agenda, Inácio esteve presente ainda no terminal do Siqueira, já no início da noite.

As atividades de Renato Roseno (PSOL), ontem, também priorizaram o contato direto com a população, para conversar com as pessoas e destacar as principais propostas de governo. Durante a manhã, ele visitou uma grande fábrica e um centro de telemarketing da Capital, para panfletar e dialogar com os trabalhadores. No turno da noite, Renato participou de duas caminhadas, uma na comunidade Audaci Barbosa e outra na comunidade do Trilho. Ambas são atingidas pelas obras da Copa do Mundo e passam por remoções.

O candidato Marcos Cals (PSDB) realizou ontem de manhã caminhada no bairro Couto Fernandes, chegando, inclusive, a cumprimentar Inácio Arruda, que cumpria agenda no mesmo local. O tucano também caminhou, durante a tarde, no bairro Parque Santa Rosa. Ele afirmou que cada caminhada teve duração média de uma hora e meia.

Confiante

A hipótese de não ir para o segundo turno não passa pela cabeça do candidato do PSDB à Prefeitura de Fortaleza, Marcos Cals, conforme ele fez questão de frisar. A despeito das pesquisas de intenção de votos já publicadas, que colocam o tucano entre os menos votados, Marcos Cals disse estar confiante de que no dia 7 de outubro receberá voto suficiente para passar para a próxima fase das eleições.

Pesquisas internas para avaliar o desempenho da campanha, segundo Marcos Cals, não foram feitas em nenhum momento. O motivo, segundo ele, é o custo desse levantamento, afirmando que o preço é alto e os recursos eram poucos, destacando que sua campanha foi feita andando de casa em casa.

O que lhe faz acreditar que estará no segundo turno, aponta Marcos Cals, é a receptividade que vem tendo dos eleitores, assegurando que o povo "vibra" quando ele passa, "quando abordo (o eleitor), já diz que está comigo", comemora, deixando claro que irá trabalhar até o último dia confiante que estará no segundo turno.

Marcos Cals disse estar tendo uma experiência muito boa com este pleito. Acostumado a disputar eleições proporcionais, contando com suas bases no Interior do Estado, agora, considera, teve a oportunidade de aprofundar seu conhecimento sobre Fortaleza visitando os bairros. Em um apanhado geral do que já viu, o tucano disse ter encontrado uma cidade muito carente, onde a administração municipal deixa muito a desejar. "Se eu tiver uma oportunidade de ser o prefeito não irei decepcionar o povo de Fortaleza", prometeu.

Nas caminhadas já realizadas, Marcos Cals conta ter recebido reclamações diversas da população, desde o lixo nas portas, o esgoto a céu aberto, a falta de médicos e remédios, às escolas e creches trabalhando precariamente e à falta de segurança. Pelas contas do candidato, sua campanha percorreu 80 bairros de Fortaleza, nas seis regionais.

Véspera de votação, a agenda prevista para hoje é de grande movimentação nas ruas da Capital, com caminhadas, panfletagens, adesivaços, bandeiraços e principalmente carreatas. Divulgação em carros de som e distribuição de material de campanha só podem ser realizadas até hoje. Amanhã, o eleitor só poderá manifestar o seu voto individualmente, através de camisas e adesivos de carros, dentre outros, mas sem tentativas de influir na vontade de outras pessoas.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe seu comentário


Notícias Relacionadas