• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Notícias Piauí

19 de fevereiro de 2020

STJ concede liminar que pode levar à liberdade de Correia Lima

STJ concede liminar que pode levar à liberdade de Correia Lima

O habeas corpus é baseado em recente decisão do Supremo Tribunal Federal que autorizou o fim da prisão em segunda instância

Uma decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça Nefi Cordeiro deve levar à soltura o ex-coronel Correia Lima, considerado chefe do crime organizado no Piauí na década de 1990. O caso envolve a morte do engenheiro José Ferreira Castelo Branco, conhecido como Castelinho.

Publicado nesta quarta-feira (19), o habeas corpus é baseado em recente decisão do STF que autorizou o fim da prisão em segunda instância. A defesa alegou que  Correia Lima não pode cumprir a pena de 25 anos de prisão, imposta pelo Tribunal Popular do Júri em 2015, sem que antes os recursos tenham transitado e julgado por todas as instâncias.

Segundo o ministro, o Tribunal de Justiça do Piauí manteve a pena de 25 anos de prisão pela morte do engenheiro Castelinho e determinou o imediato cumprimento da pena. Porém, o STF firmou compreensão quanto à ‘constitucionalidade do Código de Processo Penal, segundo o qual Ninguém poderá ser preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada da autoridade judiciária competente, em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado ou, no curso da investigação ou do processo, em virtude de prisão temporária ou prisão preventiva’.

Foto: Reprodução

“considerando que o réu, atualmente, está preso por outros crimes, porém, não sobrevindo notícias de que tenha reincidido no cometimento de novos crimes, nem que esteja causando qualquer dano à ordem pública, nem notícias de evasão, nem de cometimento de falta grave, ou ameaça a testemunhas deste processo, ou que não tenha contribuído para o bom andamento da marcha processual, de modo que concedo ao mesmo o direito de recorrer em liberdade, por este processo”, escreveu Nefi Cordeiro.

A decisão pontuou que Correia Lima deve ser solto se não estiver cumprindo pena por outros crimes. “concedo o habeas corpus para determinar a soltura do paciente até o exaurimento da instância recursal ordinária, se por outro motivo não estiver preso”.

Caso Castelinho

O engenheiro Castelinho foi morto a tiros pelo ex-policial militar Francisco Moreira do Nascimento durante uma caminhada matinal. A investigação apurou que a esposa do engenheiro, Ana Zélia Correia Lima, procurou o então coronel Correia Lima, que comandava o crime organizado no Piauí, para articular a morte de Castelinho. Ana Zélia e Correia Lima foram condenados como mandantes e Moreira condenado como executor. 

Filho de ferreiro é aprovado em Medicina na Universidade Federal do PI

Filho de ferreiro é aprovado em Medicina na Universidade Federal do PI

Estudante do Premen Sul, Valber Tiago Silva, 19 anos, conta que a rotina de estudos era cansativa, mas que o esforço valeu à pena.

Um exemplo, não somente para sua família, mas para centenas de estudantes piauienses que desejam ingressar em uma instituição de Ensino Superior. Valber Tiago Silva, de 19 anos, foi aprovado no curso de Medicina, na Universidade Federal do Piauí (UFPI). O jovem, filho de uma auxiliar de serviços gerais e de um ferreiro armador, conta que a rotina de estudos era cansativa, mas que todo o esforço valeu a pena.

O jovem comenta que, graças à rotina de estudo e dedicação dos professores, ele e outros estudantes conseguiram ser aprovados em diversos cursos, muitos bastante concorridos, como Medicina e Direito.

“A rotina de estudo era bastante pesada, pois eu já almejada o curso de Medicina, então eu estudava de 4h a 6h por dia, além das aulas que eu assistia no Unitodos. Os professores ajudavam na resolução de questões e tirando dúvidas e isso foi muito importante”, comenta.


Valber Tiago Silva, de 19 anos, foi aprovado no curso de Medicina, na Universidade Federal do Piauí (UFPI) - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Aluno da escola Premen Sul, na rede Estadual de Ensino, o jovem fez o curso Técnico na área de Farmácia, integrado ao Ensino Médio. Em 2019, ele chegou a ser aprovado no curso de Farmácia, na UFPI, mas seu maior sonho era a aprovação no curso de Medicina.

“Meu pai e minha não tem curso superior. Eu só moro com meu pai e sou o primeiro da família a ser aprovado em Medicina. Quando o resultado da lista de espera saiu a ficha caiu, é uma sensação de muita felicidade”, disse.

Valber Tiago foi aluno do Programa Universidade para Todos (Unitodos), liderado pela Secretaria Municipal da Juventude (Semjuv). Ele e mais 39 alunos foram agraciados com certificados e premiações pelos bons resultados que tiveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), como primeira e segunda colocação nas convocações para Instituições de Ensino Superior.

Uma das alunas é a Jéssica Gabriela Rodrigues de Oliveira (18), estudante da Unidade Escolar Professor Felismino Freitas, zona Norte de Teresina, que foi aprovada no curso de Pedagogia, também na UFPI. Ela conta que a aprovação neste curso será um desafio para ela, que almejada o curso de Letras Inglês. Porém, suas expectativas são as melhores possíveis e ela espera ser exemplo, não somente para seu irmão mais novo, como para outros estudantes.


Jéssica Gabriela Rodrigues de Oliveira, 18 anos, foi aprovada no curso de Pedagogia, também na UFPI - Foto: Assis Fernandes/O Dia

“Eu nunca tive uma rotina muito intensa de estudos, mas em sala de aula eu focava no que os professores estavam explicando. Pela manhã eu ia para a escola e à noite para o Unitodos. Também estudava muito Redação, para forçar a escrita. Confesso que não acreditava muito que o Programa seria tão bom, mas chegando lá eu vi que os alunos eram muito empenhados, então foi uma experiência desafiadora. Eu sou a terceira pessoas da minha família inteira a entrar em uma instituição superior, então isso é um incentivo para o meu irmão de 16 anos”, confessa.

O prefeito de Teresina, Firmino Filho, enfatiza que o Programa Unitodos permite que os jovens façam revisões intensas antes do Enem e obter bom desempenho. “Esse é um programa de qualidade e mais uma vez demonstrou a capacidade de ajudar esses jovens. A Educação é a arma mais poderosa para se conquistar o mundo e com apoio do serviço público a vida das pessoas podem se transformadas radicalmente”, pontua.

Professores são homenageados

Além dos 40 alunos que tiveram bons resultados no Enem e foram premiados, 14 professores que integram o Unitodos também receberam homenagens por se destacarem no ensino. Neste ano, foram 254 aprovações no total, 186 na primeira chamada do Sisu e 64 no Programa Universidade ao Alcance de Todos (Prouni).


Professores que integram o Unitodos também receberam homenagens por se destacarem no ensino - Foto: Assis Fernandes/O Dia

A professora de Português, Maria do Socorro Barbosa, ministra aula há quatro anos na Universidade para Todos e pontua a alegria que é ver dezenas de jovens realizando seus sonhos e sendo aprovados em instituições de Ensino Superior.

“Muitos desses alunos são carentes, de famílias no qual os pais não puderam estudar, então eles se esforçam atrás dos seus sonhos para ser a diferença e fazer a diferença, podendo dar uma vida melhor para seus pais”, conclui.

Teresinense paga por um combustível que não recebe, diz Procon

Teresinense paga por um combustível que não recebe, diz Procon

Seis postos da Capital foram autuados após fiscalização. Agentes encontraram problemas na medição das bombas e erros na vazão do combustível.

Seis postos de combustíveis da Capital foram autuados pelo Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) por irregularidades diversas na venda de gasolina. As fiscalizações aconteceram nos meses de dezembro e janeiro em parceria com o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e com a Agência Nacional do Petróleo (ANP).  Os nomes dos estabelecimentos autuados não foram divulgados pelo Procon.


Leia também: Procon interdita bombas em postos de combustíveis de Teresina 


A maior parte dos problemas detectados pelos fiscais está relacionada à medição das bombas que têm apresentado erros na vazão do combustível. Isso significa que o consumidor está pagando por uma quantidade de combustível que não está recebendo. “A diferença atestada varia entre 80 mil e 235 mil a cada 20 litros de combustível vendido”, é o que diz Arimatea Leão, chefe de fiscalização do Procon no Piauí.


Foto: Divulgação/Ministério Público do Piauí

Por conta dos indícios de fraude, A ANP recolheu quatro amostras dos postos autuados para fazer análise em laboratório.

Junto com as irregularidades na venda dos combustíveis, os fiscais detectaram também irregularidades na comercialização de produtos nas lojas de conveniência de alguns postos de combustível visitados. Alguns deles estavam vencidos e, mesmo assim, eram disponibilizados nas prateleiras ao lado de produtos dentro do prazo de validade.


Foto: Divulgação/Ministério Público do Piauí

Punição

Pelas irregularidades detectadas, os estabelecimentos autuados estão sujeitos ao pagamento de multa por ferir a boa fé do consumidor. Os valores dessas multas variam de R$ 600,00 a até R$ 6 milhões, segundo Arimatea, a depender da irregularidade cometida. Os postos de combustíveis poderão recorrer dentro de 15 dias junto ao órgão.

Veja o que abre e fecha durante o carnaval em Teresina

Veja o que abre e fecha durante o carnaval em Teresina

Por conta do feriado prolongado, o comércio terá horário de funcionamento diferenciado. Confira e se planeje.

A maior festa brasileira está chegando, o carnaval acontece entre os dias 22 e 25 de fevereiro.  Por causa da folia o funcionamento do comércio, bancos, supermercados e shoppings serão alteradas.

Segundo o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado do Piauí (Sindilojas/PI), as lojas do Centro e Bairros funcionam no sábado, 22, de 08h às 15 h. Já nos dias 24 e 25, segunda e terça-feira, o comércio estará fechado. As atividades retornam na quarta-feira ,26, a partir das 12h.

O Teresina Shopping funcionará em horário especial. No sábado, 22, as lojas, parques, cafeterias e Espaço Família funcionarão das 10h às 22h. O Hiperbompreço das 8h às 22h, bilheterias dos Cinemas a partir das 12h30 e Smart Fit das 08h às 18h.

No domingo, 23, as lojas estarão fechadas. As lojas de alimentação e parques ficarão abertos das 10h às 20h e Espaço Família das 12h às 20h. As cafeterias poderão funcionar das 14h às 20h e Cinemas abre a bilheteria a partir das 10h. O Hiperbompreço funcionará no domingo das 8h às 22h e Smart Fit das 09h às 15h.


Foto: Assis Fernandes/O Dia

Já segunda-feira, 24, as lojas estarão fechadas. Lojas de alimentação e parques funcionarão das 10h às 20h e Espaço Família das 12h às 20h. As cafeterias poderão funcionar das 14h às 20h e Cinemas abre bilheteria a partir das 12h30. O Hiperbompreço funcionará das 8h às 22h. Já a Smart Fit das 09h às 15h.

Na terça-feira (25), o Teresina Shopping estará totalmente fechado. Na quarta-feira (26) funciona a partir das 12h, a Smart Fit funcionará das 5h30 às 23h e Hiperbompreço das 8h às 22h.

O Shopping Rio Poty terá funcionamento normal de 10h as 22h, no sábado, 22. Domingo, 23, segunda, 24, e terça-feira, 25, o funcionamento da Praça de Alimentação, parques, cinema e restaurante serão de 12h as 22h e as lojas fechadas. Na quarta-feira, 26, todas as lojas funcionam de 12h as 22h. 

As lojas Assaí, Extra Hiper, Mercado Extra e Pão de Açúcar funcionarão normalmente durante o carnaval, exceto na terça-feira (25), quando todas as lojas estarão fechadas.

Os bancos estarão fechados na segunda e terça-feira, 24 e 25. E na quarta-feira, 26, funcionam de 12h as 16h.

MEC veta promoção e hora extra em universidades; Ufpi e Ifpi são afetados

MEC veta promoção e hora extra em universidades; Ufpi e Ifpi são afetados

Em ofício enviado às instituições federais de ensino, o Ministério alega orçamento reduzido e fala em diminuição de desepsas.

O Ministério da Educação (MEC) determinou que todas as universidades federais e institutos federais de ensino superior no Brasil suspendam o pagamento de horas extras, adicional noturno e até mesmo o aumento por progressão de carreira a seus servidores ativos e aposentados. A medida, segundo o órgão, é para evitar o aumento de despesas e o comprometimento do orçamento.


Leia também: 

Instituto Federal do Piauí estima redução de 40% no orçamento para 2020 

Cortes de bolsas em instituições também causam impacto social 


A determinação foi encaminhada às instituições via ofício e aqui no Piauí a Universidade Federal (Ufpi) e o Instituto Federal (Ifpi) devem ser afetados pela medida. O reitor da Ufpi, professor Arimateia Dantas Lopes, confirmou o recebimento do ofício enviado pelo MEC no início deste mês; já o Ifpi informou, por meio de sua assessoria, que o reitor, professor Paulo Henrique Gomes Lima, encontra-se em Brasília em agenda oficial e que não foi tomada ainda nenhuma decisão sobre as medidas a serem adotadas. Isso, segundo a assessoria, só irá ocorrer após a próxima reunião do Conif (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica), onde os reitores discutirão o tema em Brasília.


O MEC encaminhou ofício à Ufpi determinando suspensão do pagamento de adicionais e promoções -  Foto: O Dia

O ofício do MEC foi encaminhado às federais no último dia 04. O documento cita que a dotação do Ministério para 2020 caiu de R$ 74,6 bilhões para 71,9 bilhões na tramitação do Orçamento no Congresso e diz que as universidades e institutos federais não devem contrair despesas que aumentem o gasto com pessoal se o montante não estiver reduzido.

Com a determinação, o MEC acabou criando um impasse nas instituições ao relacionar as despesas de pessoal ao status do orçamento. É que, tradicionalmente, o orçamento para pagamento da folha de pessoal é aprovado com déficit no Congresso, mas isso não impede que as universidades e Ifes continuem a pagar seus servidores em casos de progressão de carreira, por exemplo.


O Ifpi também deve sera afetado, mas a instituição ainda não tomou nenhuma decisão sobre as medidas a serem adotadas - Foto: O Dia

Nesta segunda-feira (17), representantes da Andifes (Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior) se reuniram com o Tribunal de Contas da União. Por meio de nota, a entidade disse que vai seguir o que foi recomendado e vai formular uma representação junto ao TCU com as questões relevantes. "[A] orientação [é ter] o cuidado de garantir os direitos legais dos servidores, a autonomia universitária e também mirar salvaguardas que evitem questionamentos e glosas das decisões dos gestores", diz a nota.

O impacto sobre a reposição de pessoal atinge universidades de todo o país, que têm suspendido a chamada de candidatos aprovados em concurso –as seleções são feitas, mas o primeiro colocado não é convocado a assumir o cargo. Só em janeiro, as instituições esperavam a nomeação de 800 profissionais. Considerando-se todo o ano de 2020, a Lei Orçamentária prevê a admissão 19,5 mil professores e técnicos administrativos. Sem as nomeações, diversos cargos estão vagos no início deste ano letivo.

PMs e bombeiros reivindicam reposição salarial de quase 20%

PMs e bombeiros reivindicam reposição salarial de quase 20%

A reposição salarial é referente aos anos de 2015, 2018 e 2019. Os agentes solicitam ainda melhorias no trabalho.

Em manifestação em frente ao Palácio de Karnak, policiais e bombeiros militares do Piauí se reuniram para reivindicar reposição salarial de 19,76%, referente aos anos de 2015, 2018 e 2019. Os agentes solicitam ainda melhorias no trabalho.

“Todos os dias vemos os policiais empurrando os carros ou carro sendo rebocado, mas também são pagos milhões de reais de aluguel de carros todo mês. Infelizmente, estamos vivendo o sucateamento da segurança pública, acabaram com o Ronda Cidadão, com o policiamento aéreo, monitoramento de Teresina. As viaturas estão sucateadas, quarteis caindo aos pedaços, policiais precisando de tudo, não tem dinheiro nem para sustentar a família”, lamenta o presidente Associação dos Oficiais Militares do Estado do Piauí (Amep), Diego Melo.

O subtenente Francisco Martins, presidente do Clube dos Subtenentes e Sargentos da Polícia Militar, lembra que a categoria não está pedindo aumento salarial, e sim os direitos garantidos por lei.

“Desde 2015, o Governo do Estado insiste em não fazer a nossa reposição salarial. Não estamos nem pedindo aumento, só as perdas salariais. E ainda com a aprovação da Lei da Previdência, quem vai sofrer são os inativos e pensionistas, porque, em abril, vão voltar a pagar previdência no patamar de 9,5%”, diz o subtenente.


Policiais militares e bombeiros reivindicam reposição salarial de quase 20%. Foto: Assis Fernandes

Se nada for feito após a paralisação, os policiais pretendem entrar com uma ação contra o Estado, como explica o tenente Flaubert Rocha, presidente da Associação dos Bombeiros e Policiais Militares.

“Além da reposição inflacionária, existe também a situação da alíquota, porque os policiais militares da ativa eram para estar pagando apenas 9,55% e o Governo, de forma irresponsável, está descontando 14% dos salários. Estamos movendo uma ação no MP”, conta o tenente Flaubert Rocha.

Contraponto

Em nota, o Governo do Estado informa que está estudando uma proposta que, em breve, será apresentada para a categoria.

Agentes penitenciários estão há mais de um mês no Karnak

Agentes penitenciários estão há mais de um mês no Karnak

Sipoljuspi diz que se o Governo do Estado não apresentar proposta, categoria poderá entrar de greve.

Representantes do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi) estão há cinco semanas acampados em frente ao Palácio de Karnak, sede do Governo do Estado, reivindicando melhorias para a categoria. Entre as reivindicações estão a abertura de curso de formação para 166 agentes aprovados no concurso de 2016, além de campanha salarial e melhores condições de trabalho.

“Já tivemos uma primeira formação e, dentro dos 166 agentes aprovados, praticamente 40 deles não irão fazer o curso de formação porque já passaram em outros concursos e estão trabalhando. Então, o Sinpoljuspi quer que o Governo se sensibilize e chame os agentes para formação, para que possamos atender à demanda do sistema prisional, que são das mais graves”, diz o presidente do Sinpoljuspi, Kleiton Holanda.

De acordo com ele, a demanda do curso de formação para os agentes penitenciários é extremamente importante para o funcionamento das penitenciárias do Estado. E caso o governo não apresente propostas até março, o Sindicato vai defender movimento grevista.


Agentes penitenciários estão há mais de um mês acampados em frente ao Karnak. Foto: Assis Fernandes

“A Casa de Custódia, por exemplo, funciona de forma parcial porque não tem o número de servidores suficiente, assim como a Penitenciária de Esperantina. Já a Cadeia Pública de Altos (CPA) foi inaugurada recentemente e precisa de mais servidores para atender 1.700 detentos; e tem vaga, só falta pessoal para fazer um serviço de qualidade. Temos ainda a Colônia Agrícola Major César Oliveira que está acontecendo de tudo, fugas, tentativas de assassinatos, tráfico de drogas, até sequestro nas imediações. A sociedade está comprometida”, revela Kleiton Holanda.

O presidente do sindicato ressalta ainda que a categoria teve várias conversas com o Governo, sobretudo porque o concurso realizado em 2016 vence em outubro de 2021, e se as tratativas não forem realizadas, os candidatos vão perder o prazo.

“Se fizer um chamamento de apenas 75 agentes, o Governo vai fazer com que chegue ao final do prazo. E para cumprir as novas leis, o Governo vai ter que fazer um concurso para mais de 2 mil policiais penais, para termos um trabalho com segurança que satisfaça a sociedade”, conclui.

18 de fevereiro de 2020

Agespisa restabelece abastecimento após rompimento de adutora

Agespisa restabelece abastecimento após rompimento de adutora

Segundo a Agespisa, por causa da complexidade do serviço, ainda não há previsão para retomada do abastecimento

Atualizada às 20h15

A assessoria de impressa da Agespisa informou, por meio de nota, que os problemas de abastecimento de água ocorrido por conta de um rompimento na Adutora do Garrincho foi solucionado no final do dia, restabelecendo, de forma gradual, o fornecimento nos sete municípios atingidos nesta terça-feira (18).  


Foto: Divulgação/Ascom

Segundo a Agespisa, o trecho onde houve o rompimento vem apresentando problemas constantemente, uma vez que o material utilizado na obra é de qualidade inconsistente. " O trecho fica entre a Estação de Tratamento de Água e a zona urbana de São Raimundo Nonato. Trata-se de uma obra construída por outro ente público e repassada para a Agespisa. A Adutora do Garrincho tem uma extensão de 39 quilômetros. O bombeamento é feito do Açude Petrônio Portella, onde a água é captada, até a Estação de Tratamento de Água. Até aí são 22 quilômetros. Daí para São Raimundo Nonato são mais 17 quilômetros", explicou o órgão através de nota.

Matéria original

Sete municípios do Piauí estão sem o abastecimento de água após o rompimento da Adutora do Garrincho, localizada no município de São Raimundo Nonato, segundo informou a Agespisa. Por causa da complexidade do serviço, ainda não há previsão para retomada do abastecimento.

Agespisa. Foto: Reprodução Internet.

Segundo a concessionária, além de São Raimundo Nonato, a falta d’água atinge os municípios de Dirceu ArcoVerde, São Lourenço, Bonfim do Piauí, Várzea Grande, São Brás do Piauí e Povoado Minador.

A Agespisa informou que o rompimento vem apresentando vazamentos constantes e trata-se de uma obra construída por outro ente público que foi repassada à concessionária. O problema na adutora acontece entre a Estação de Tratamento de Água e a Zona Urbana de São Raimundo Nonato.

Em comunicado oficial nas redes sociais, a Agespisa afirmou que mobilizou técnicos e equipamentos dos setores de obras e operação para atuar em caráter de emergência na correção do vazamento. Contudo, não informou prazo para o retorno do serviço. 

Sobre a adutora  

A Adutora do Garrincho tem uma extensão de 39 quilômetros. O bombeamento é feito do Açude Petrônio Portella, onde a água é captada, até a Estação de Tratamento de Água. Até aí são 22 quilômetros. Daí para São Raimundo Nonato são mais 17 quilômetros.

IBGE: Piauí segue sendo o terceiro do país em taxa de informalidade

IBGE: Piauí segue sendo o terceiro do país em taxa de informalidade

Taxa de informalidade de 60% é maior que a média nacional, segundo IBGE. Procurador do Trabalho fala em "uberização do trabalho".

Em novembro do ano de 2019, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelava em sua pesquisa anual sobre o mercado de trabalho, que o Piauí apresentava índices preocupantes no que respeita ao enquadramento profissional pelas leis trabalhistas. A estatística era: 62,5% dos trabalhadores do estado atuavam na informalidadeNesta terça (18) o Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou dados compilados também pelo IBGE relacionados ao desemprego no Estado e a realidade permanece a mesma: o Piauí segue sendo o terceiro no ranking nacional em trabalho informal.


Leia também: 

Trabalhadores informais invadem praças e ruas do Centro de Teresina 


O Ministério aponta que 60% dos trabalhadores no Piauí estão no trabalho informal sem nenhuma proteção das leis trabalhistas, um número muito acima dos 41,1% da média nacional. É uma extensa gama de trabalhadores desassistidos por benefícios previstos em lei como férias remuneradas, aposentadoria e seguro-desemprego.

O principal impulsionador desta realidade, segundo o MPT é justamente a alta do desemprego, que empurra estes profissionais a procurarem sustento às margens da CLT. No Piauí, a taxa de desemprego atingiu os 13%, conforme os dados divulgados, sendo maior inclusive que a média nacional de 11%. Em todo o país, já são 11,6 milhões de pessoas fora do mercado formal de trabalho. Dentre elas, 2,9 milhões procuram trabalho há dois anos ou mais.


Foto: Assis Fernandes/O Dia

Embora as taxas de desemprego ainda sejam altas, houve uma diminuição de 0,4% em relação à média anual de 2018, que era de 12,3%. 

“Uberização do trabalho”

A queda da formalidade no mercado de trabalho leva também a outro fenômeno: a expansão de serviços via aplicativos, prestados por profissionais que trabalham por conta própria. O procurador do Trabalho no Piauí, Carlos Henrique Leite, refere-se a este processo como “uberização do trabalho”


Carlos Henrique Leite, procurador do Trabalho do Piauí - Foto: O Dia

O chefe do MPT no Piauí ressalta que, embora nesta modalidade o trabalhador tenha mais liberdade, ele não goza de determinados benefícios trabalhistas. Para Carlos Leite, “quanto mais informal é esse trabalho, mais suscetível está à condição análogo à de escravo”.

“Dizer que o Brasil está avançando nesse sentido é fazer uma leitura enviesada da realidade. Atualmente, a taxa média de trabalhadores informais nos países desenvolvidos é de 18%, quando no Brasil quase metade da população se dedica a esta forma de trabalho por necessidade”, pontuou Carlos Leite.

THE: Abastecimento deve ser normalizado no final do dia

THE: Abastecimento deve ser normalizado no final do dia

ETA Sul precisou de uma nova intervenção nos equipamentos após reparos emergenciais na rede.

Atualizada às 12h48min

A Águas de Teresina informa que o tempo da manutenção emergencial na ETA-Sul teve que ser prolongado. Durante os trabalhos, as equipes identificaram a necessidade de uma nova intervenção eletromecânica nos equipamentos que compõem a unidade, boa parte destes com mais de 40 anos de existência. Nesse momento, mais de 20 profissionais especializados trabalham no local.

A previsão é de que o serviço seja finalizado até o final do dia de hoje (18), com retorno gradativo do abastecimento. Os casos emergenciais devem ser comunicados via 0800 223 2000 ou 115. Por meio de nota, a Águas de Teresina A concessionária pediu desculpas e compreensão da população pelos transtornos causados.

Iniciada às 09h18min

O teresinense amanheceu o dia com o abastecimento de água irregular em algumas regiões da cidade. Isto porque um dos conjuntos de bombas do complexo Estação de Tratamento de Água Sul (ETA Sul) apresentou redução de desempenho, o que levou a Águas de Teresina a ter que fazer manutenção emergencial no equipamento, que tem uma vazão de 1.400 litros por segundo.

Por meio de nota, a concessionária dos serviços de água e esgotos da capital informou que o serviço realizado na ETA Sul é de alta complexidade.  Estão sendo trocadas algumas peças antigas, o que deve aumentar a vida útil dos equipamentos. De acordo com a Águas de Teresina, a infraestrutura da ETA Sul, que responde por cerca de 80% do abastecimento de toda a capital, data do final da década de 1970, o que implica na necessidade de modernização.


Águas de Teresina faz manutenção emergencial na ETA Sul - Foto: O Dia

A previsão da Águas de Teresina é de que o abastecimento seja restabelecido a partir das 10 horas desta terça-feira (18). Em regiões mais, no entanto, tempo de resposta do sistema é mais demorado. A manutenção emergencial da ETA Sul não afetará somente os bairros situados na Grande Santa Maria da Codipi, que são atendidos pela ETA Norte.

Em casos emergenciais, os usuários podem entrar em contato com a empresa pelo número 0800 223 2000 ou 115.

17 de fevereiro de 2020

Fisioterapia foi a carreira que mais gerou postos de trabalho no PI

Fisioterapia foi a carreira que mais gerou postos de trabalho no PI

Levantamento da plataforma Quero Bolsa aponta crescimento das profissões de saúde no Estado.

Fisioterapia foi a carreira do ensino superior, tirando as ocupações de licenciatura, que gerou mais postos de trabalho no estado da Piauí, em 2019, com 34 novas vagas criadas. Os dados vieram de um levantamento do Quero Bolsa , plataforma de bolsas de estudo e vagas no ensino superior, utilizando os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).


Fisioterapia foi a carreira que mais gerou postos de trabalho no PI em 2019 - Foto: O Dia

"Os dados do Caged mostram que, no Piauí, as carreiras ligadas à saúde apresentaram maior geração de postos de trabalho em 2019", explica Lucas Gomes, diretor de ensino superior do Quero Bolsa. "Além da maior facilidade de inserção no mercado, estes trabalhadores têm remunerações acima da média dos brasileiros. Isso explica também o crescimento da procura por estes cursos entre os ingressantes no ensino superior que nós temos acompanhado nos últimos anos".

Para chegar ao resultado, foi subtraído o número demissões do total de contratações, chegando assim o saldo. Isso significa que o novo funcionário não veio apenas para preencher a lacuna de um antigo e sim que um novo posto foi criado. Ao todo, foram criados 677 postos de trabalho com ensino superior no estado, em 2019. Confira a lista das profissões que mais geraram postos de trabalho no Piauí no ano passado:

Fisioterapeuta Geral

Saldo de contratações: 34;

Salário médio: R﹩ 1.775,39;

Curso: Fisioterapia ;

Preparador ou Preparadora Física

Saldo de contratações: 32;

Salário médio: R﹩ 910,57;

Curso: Educação Física ;

Orientador ou Orientadora Educacional

Saldo de contratações: 26;

Salário médio: R﹩ 1.206,00;

Curso: Pedagogia ;

Analista de Recursos Humanos

Saldo de contratações: 12;

Salário médio: R﹩ 2.718,70;

Curso: Psicologia ou Gestão de Recursos Humanos ;

Teresina reduz 83% de colisões de veículos com o Projeto Esquina Segura

Teresina reduz 83% de colisões de veículos com o Projeto Esquina Segura

iniciativa tem como objetivo proporcionar maior segurança aos condutores e tornar o trânsito mais harmonioso.

O Projeto Esquina Segura possibilitou a redução de 83% na quantidade de colisões de veículos no centro de Teresina. Os números são da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), após análise comparativa dos dados de outubro a dezembro do ano passado, com os três meses anteriores. 


Leia também: Teresina teve mais de 700 acidentes de trânsito com vítimas em 2019 


De acordo com o relatório do projeto, em 25 cruzamentos foram registrados 18 colisões no período de 3 de julho à 15 de outubro de 2019 em áreas do centro e zonas leste e sul. Nesses mesmos locais, aconteceram apenas três colisões no período de 16 de outubro a 31 de dezembro. 

O local com maior incidência de ocorrências era no cruzamento das ruas Félix Pacheco e 24 de Janeiro, que registraram seis ocorrências de julho a 15 de outubro e nenhuma no período de 16 de outubro a 31 de dezembro do ano passado. Outros pontos sem nenhum registro de colisões nesse mesmo período foi no cruzamento das Ruas Lisandro Nogueira com Rui Barbosa, onde havia ocorrido quatro colisões de julho a outubro do ano passado e no cruzamento das ruas Benjamin Constant com Magalhães Filho haviam sido registrados dois acidentes de julho a outubro. 


Acidentes como este se tornaram menos comuns nos cruzamentos da cidade, após a implantação do projeto - Foto: Jailson Soares/O Dia

O projeto Esquina Segura é executado em cruzamentos com o reforço na sinalização com pintura na via, delimitação de espaço para conversões, faixas de pedestres, colocação de tachões refletivos e placas. 

O superintendente da Strans, Weldon Bandeira, explica que o projeto Esquina Segura tem o objetivo de proporcionar mais segurança para os condutores de veículos e ter trânsito mais harmônico nas vias de Teresina. “A Strans iniciou esse projeto em junho do ano passado e no final do ano já estava instalado em 25 cruzamentos. Este ano, estamos expandindo e já reforçamos a sinalização em 35 cruzamentos. Com isso, estamos tentando uma mudança na cultura dos condutores que insistem em desrespeitar as normas de circulação viária”, enfatiza. 

Os resultados positivos já estão sendo sentidos pelos teresinenses. O jornalista Carlos Eduardo, que trabalha próximo ao cruzamento das ruas Félix Pacheco com 24 de janeiro, por exemplo, avalia como positiva a medida de reforço na sinalização. “Essa nova forma orienta melhor o condutor para cumprir as normas e para redução de velocidade, para fazer conversão, estacionar e também as placas. Já percebemos que não ocorrem acidentes nesse cruzamento”, diz.

16 de fevereiro de 2020

132 cidades do Piauí podem ter chuvas com vendavais e raios

132 cidades do Piauí podem ter chuvas com vendavais e raios

Previsão do Inpe aponta risco de fenômenos adversos em boa parte do céu piauiense. Fevereiro já ultrapassa janeiro em volume de chuva.

Se neste sábado (15), a maior festa popular do Estado, o Corso de Teresina, foi marcado pela chuva além da animação dos foliões, este domingo (16) o cenário não estará muito diferente, ao menos no que diz respeito ao tempo. É que o dia de descanso dos teresinenses após a folia do Zé Pereira será marcado por mais precipitações, desta vez acompanhadas de rajadas de vento.


Leia também: Defesa Civil lista locais que devem ser evitados durante chuva 


É isso o que aponta a previsão meteorológica do Instituto Nacional Pesquisas Espaciais, o Inpe. Há avisos meteorológicos para Teresina, no sistema de monitoramento por satélite do órgão, alertando para o risco de chuva de forte intensidade acompanhadas de raios, trovoadas e rajadas de vento de forte intensidade. Ao todo, são 132 municípios do Piauí na área de alerta amarelo emitido na manhã de hoje e entre eles está a Capital, Teresina.

Ao longo deste domingo, o céu de Teresina de Teresina deve permanecer com muitas nuvens e curtas aberturas para o sol. A previsão é que a chuva comece moderada no final da tarde, mas ganhe força durante a noite. A temperatura, no período mais frio do dia, pode chegar à casa dos 23 graus. Nos mais quentes, ela não passará dos 33 graus.


132 cidades do Piauí podem ter chuvas com vendavais e raios na noite de hoje - Foto: O Dia

Chuvas persistem durante toda a semana e fevereiro ultrapassa janeiro em volume de água

Já estando de fato no período chuvoso, Teresina tem registrado um acumulado de precipitação significativo durante este mês de fevereiro, já tendo inclusive o volume de chuva ultrapassado janeiro inteiro em apenas duas semanas. Os dados são do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e apontam um acumulado de chuva de cerca de 220 milímetros do dia 01 de fevereiro até este sábado (15). Para efeito de comparação, do dia 01 até o dia 31 de janeiro, esse mesmo acumulado foi de pouco mais de 200 milímetros.

E as chuvas devem persistir durante toda esta semana, ao menos é o que aponta o Inpe. Há previsão de precipitação para todos os dias a partir de hoje até o próximo sábado e as chuvas devem se concentrar mais no período da tarde e noite com trovoadas e tempestade de raios. A temperatura mínima em Teresina para os próximos dias deve girar em torno dos 21 graus, e a máxima não deve passar dos 33 graus.

Confira abaixo os municípios que estão sob alerta

PI - Agricolândia

PI - Água Branca

PI - Alto Longá

PI - Altos

PI - Amarante

PI - Angical do Piauí

PI - Antônio Almeida

PI - Aroazes

PI - Aroeiras do Itaim

PI - Arraial

PI - Assunção do Piauí

PI - Baixa Grande do Ribeiro

PI - Barra D'Alcântara

PI - Barras

PI - Barro Duro

PI - Batalha

PI - Beneditinos

PI - Bertolínia

PI - Boa Hora

PI - Bocaina

PI - Bom Princípio do Piauí

PI - Boqueirão do Piauí

PI - Brasileira

PI - Buriti dos Lopes

PI - Buriti dos Montes

PI - Cabeceiras do Piauí

PI - Cajazeiras do Piauí

PI - Cajueiro da Praia

PI - Campo Largo do Piauí

PI - Campo Maior

PI - Canavieira

PI - Capitão de Campos

PI - Caraúbas do Piauí

PI - Castelo do Piauí

PI - Caxingó

PI - Cocal

PI - Cocal de Telha

PI - Cocal dos Alves

PI - Coivaras

PI - Colônia do Piauí

PI - Curralinhos

PI - Demerval Lobão

PI - Dom Expedito Lopes

PI - Domingos Mourão

PI - Elesbão Veloso

PI - Esperantina

PI - Floriano

PI - Francinópolis

PI - Francisco Ayres

PI - Guadalupe

PI - Hugo Napoleão

PI - Ilha Grande

PI - Inhuma

PI - Ipiranga do Piauí

PI - Itaueira

PI - Jardim do Mulato

PI - Jatobá do Piauí

PI - Jerumenha

PI - Joaquim Pires

PI - Joca Marques

PI - José de Freitas

PI - Juazeiro do Piauí

PI - Lagoa Alegre

PI - Lagoa de São Francisco

PI - Lagoa do Piauí

PI - Lagoa do Sítio

PI - Lagoinha do Piauí

PI - Landri Sales

PI - Luís Correia

PI - Luzilândia

PI - Madeiro

PI - Marcos Parente

PI - Matias Olímpio

PI - Miguel Alves

PI - Miguel Leão

PI - Milton Brandão

PI - Monsenhor Gil

PI - Morro do Chapéu do Piauí

PI - Murici dos Portelas

PI - Nazaré do Piauí

PI - Nazária

PI - Nossa Senhora de Nazaré

PI - Nossa Senhora dos Remédios

PI - Novo Oriente do Piauí

PI - Novo Santo Antônio

PI - Oeiras

PI - Olho D'Água do Piauí

PI - Palmeirais

PI - Paquetá

PI - Parnaíba

PI - Passagem Franca do Piauí

PI - Pau D'Arco do Piauí

PI - Pedro II

PI - Picos

PI - Pimenteiras

PI - Piracuruca

PI - Piripiri

PI - Porto

PI - Porto Alegre do Piauí

PI - Prata do Piauí

PI - Regeneração

PI - Ribeiro Gonçalves

PI - Santa Cruz do Piauí

PI - Santa Cruz dos Milagres

PI - Santana do Piauí

PI - Santa Rosa do Piauí

PI - Santo Antônio dos Milagres

PI - São Félix do Piauí

PI - São Francisco do Piauí

PI - São Gonçalo do Piauí

PI - São João da Canabrava

PI - São João da Fronteira

PI - São João da Serra

PI - São João da Varjota

PI - São João do Arraial

PI - São José do Divino

PI - São José do Peixe

PI - São José do Piauí

PI - São Luis do Piauí

PI - São Miguel da Baixa Grande

PI - São Miguel do Tapuio

PI - São Pedro do Piauí

PI - Sebastião Leal

PI - Sigefredo Pacheco

PI - Sussuapara

PI - Tanque do Piauí

PI - Teresina

PI - União

PI - Uruçuí

PI - Valença do Piauí

PI - Várzea Grande

PI - Wall Ferraz

100 mil foliões passaram pela Av. Raul Lopes no Corso de THE, diz PM

100 mil foliões passaram pela Av. Raul Lopes no Corso de THE, diz PM

Pela primeira vez em anos, não foi efetuada nenhuma prisão durante a festa e os Boletins registrados referiam-se apenas a furtos e perda de documentos

.Pelo menos 100 mil foliões passaram pela Avenida Raul Lopes durante o Corso de Teresina realizado neste sábado (15). Embora abaixo das 300 mil pessoas inicialmente previstas pela Prefeitura de Teresina, o número dá uma dimensão da magnitude do evento que já se tornou referência mundial em prévias carnavalescas.

Confira aqui as fotos da folia 

Mas além da forte presença dos foliões na avenida, mesmo com a chuva que caiu na tarde de ontem, o que também chamou a atenção nesta edição foi a relativa queda nas ocorrências policiais registradas durante o evento, em comparação com anos anteriores. Conforme o balanço apresentado neste domingo (16) pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-PI), não houve nenhuma prisão ou condução durante o Corso de Teresina e os 52 boletins de ocorrências registrados diziam respeito apenas a casos de menor poder ofensivo como furtos de celulares e perda documentos.


Foto: Elias Fontinele/O Dia

Foram apreendidas somente duas armas brancas pela polícia e nenhuma arma de fogo. Também não foram registradas apreensão de drogas. Este ano, o aparato de segurança para o Corso de Teresina contou com 53 viaturas, 13 guarnições da cavalaria, 24 motocicletas da PM e 900 agentes de segurança entre militares, bombeiros, Guarda Municipal e policiais civis.


Foto: Assis Fernandes/O Dia

Todo a extensão da Avenida Raul Lopes estava sendo monitorada por 20 câmeras de segurança e haviam também agentes da Secretaria de Justiça (Sejus) atuando em conjunto para identificar eventuais usuários de tornozeleira eletrônica e aquelas pessoas com restrição de liberdade ou em medida protetiva que estivessem participando do evento sem a devida permissão da Justiça.

Para o major Audivan Nunes, coordenador do Centro Integrado de Comando e Controle, o saldo do Corso 2020 de Teresina foi bastante positivo. “Conseguimos manter a ordem e a tranquilidade das pessoas que vieram curtir o evento. Consideramos o policiamento muito efetivo e positivo, com ocorrências dentro daquilo que a gente planejou. A sensação é de dever cumprido, porque conseguimos manter ordem num evento da magnitude que é o Corso”, diz.


Leia também:

Identificação garante carnaval tranquilo para as crianças 

Foliões devem ficar atentos a comidas e bebidas vendidas por ambulantes 

“Nunca abra mão do seu estilo”, diz consultora sobre looks para o Corso 



15 de fevereiro de 2020

Semar intensifica fiscalização de veículos no litoral piauiense

Semar intensifica fiscalização de veículos no litoral piauiense

A Semar vai intensificar a fiscalização no período de 21 e 26 de fevereiro, quando acontece o carnaval.

O Carnaval se aproxima e o litoral piauiense é o destino de muitos foliões. Com o objetivo de manter preservada área de desova de Tartarugas Marinhas, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar), por meio do Escritório Regional de Parnaíba, intensifica a fiscalização do trânsito de veículos nas praias, nos dias 14 a 17 e 21 a 26 de fevereiro. Com o nome “Veículos na praia, Não!”, a campanha é voltada a conscientizar sobre os riscos do trânsito de veículos nas praias, tanto para as tartarugas, quanto para as pessoas. Apesar de o Piauí ter o menor litoral da costa brasileira, com 66 km de praia, ele é bastante diverso e apresenta a particularidade de estar inserido em uma Unidade de Conservação, APA Delta do Parnaíba.


“O litoral do Piauí é uma importante área de desova de cinco espécies de tartarugas marinhas, todas elas ameaçadas de extinção e o tráfego de veículos na praia é uma ameaça à biodiversidade”, afirma Sádia Castro, secretária de Estado do Meio Ambiente.

A fiscalização acontece com equipes do Escritório Regional da Semar, em Parnaíba e conta com a parceria da Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur) e ICMBio. “Drones serão utilizados para aumentar a área de cobertura durante a ação, além da possibilidade do registro de condutores de veículos infratores, que se identificados sofrerão as sanções previstas na Legislação Ambiental e no Código de Trânsito Brasileiro”, afirma Waneska Vasconcelos, auditora fiscal Ambiental, em Parnaíba.

De acordo com a Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/98) modificar, danificar ou destruir ninhos, abrigo ou criadouro de espécimes da fauna silvestre é crime ambiental, com penalidade de detenção de 6 meses a 1 ano e multa e com o agravamento da pena por se tratar de espécies ameaçadas de extinção e por se tratar em área de Unidade de Conservação – APA do Delta do Parnaíba. Como no munícipio de Luís Correia existe uma portaria especifica, proibindo veículos de circular nas praias, os infratores poderão sofrer multa de R$ 1.000 a R$ 10 mil, conforme o Art. 68.

A Campanha “Veículos na Praia, Não!” é uma iniciativa conjunta do grupo de trabalho composto pela Semar, Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio); Superintendência do Patrimônio da União no Piauí (SPU-PI); Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público (MPPI),Companhia Independente de Policiamento Turístico (CIPTur); Prefeitura de Luís Correia; Área de Proteção Ambiental (APA) do Delta do Parnaíba e ONG Instituto Tartarugas do Delta.

Justiça suspende empresa por serviços irregulares na advocacia

Justiça suspende empresa por serviços irregulares na advocacia

A empresa promovia não só a captação de clientela, como também oferecendo propositura de demandas administrativas e judiciais no ramo previdenciário.

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, conseguiu, por meio da decisão do Juiz Federal de Parnaíba, Flávio Ediano Maia, suspender a atividade de uma empresa que fazia serviço irregular de advocacia, promovendo não só a captação de clientela, como também oferecendo propositura de demandas administrativas e judiciais no ramo previdenciário.

“Esta é uma vitória de toda a advocacia, em especial, dos advogados da região, que procuraram a Subseção com provas do que estava acontecendo. Logo batemos às portas da Seccional Piauí, que aprovou uma medida judicial protocolada no final de janeiro. Agora conseguimos que fosse deferida essa tutela de urgência, suspendendo a atividade da empresa e suspendendo também a propaganda excessiva, que angariava quase todos os clientes de forma aparentemente ilícita. Nós continuaremos acompanhando o caso até o final”, afirma o presidente da Subseção da OAB de Parnaíba, Robson Aragão.

De acordo com a Assessora Jurídica da OAB Piauí, Roberta Oliveira, “a empresa divulgava a prestação de serviços eminentemente jurídicos para atrair possíveis clientes, exercendo uma atividade que deveria ser exclusivamente praticada por advogados (as) ou sociedade de advogados, que são regidas por regramento próprio, não mercantil. Essa prática afronta os dispositivos do Estatuto da Advocacia, como a captação ilegal de clientela e publicidade abusiva”, afirma.


Justiça suspende empresa por serviços irregulares na advocacia. Reprodução

“Ajuizamos essa ação e obtivemos a decisão liminar favorável do Juiz Federal da Seção Judiciária de Parnaíba. Estamos trabalhando diariamente para que os advogados (as) tenham as suas prerrogativas e a liberdade de profissão respeitadas. Não podemos permitir que serviços de encaminhamentos previdenciários ou qualquer outro serviço tipicamente jurídico seja exercido por pessoas ou empresas que não estejam regularmente registradas nos quadros da Ordem”, garante Celso Barros Coelho Neto.

Caso a empresa descumpra a determinação da Justiça, deverá pagar multa por cada descumprimento podendo, inclusive, serem impostas medidas administrativas, civis e penais contra a empresa e seus administradores.

14 de fevereiro de 2020

Presidente da ditadura militar tem nome retirado de escola no Piauí

Presidente da ditadura militar tem nome retirado de escola no Piauí

Outras escolas da rede estadual de ensino devem ser renomeadas

O nome do ex-presidente Castelo Branco, primeiro da ditadura militar, foi retirado de uma escola pública na cidade de Piracuruca, norte do Piauí. A alteração aconteceu através de uma portaria assinada pelo secretário estadual de Educação, Ellen Gera. O Centro Estadual de Tempo Integral Presidente Castelo Branco passou a ser denominado Centro Estadual de Tempo Integral Inês Maria de Sousa Rocha

Segundo a portaria, a mudança aconteceu em cumprimento a uma lei estadual (nº 7.248/2019) de autoria do deputado estadual Franzé Silva (PT) que proíbe homenagens a pessoa citadas no Relatório da Comissão Nacional da Verdade como torturadores. A lei promove a "a alteração da denominação de bens públicos de qualquer natureza, bem como promover a retirada de placas, retratos ou bustos que enalteçam a memória de pessoas que constem no Relatório da Comissão Nacional da Verdade”.

Foto: Reprodução

O secretário Ellen Gera classificou a homenagem ao ex-presidente como indevida. "Trata-se de uma Lei estadual e a Seduc, bem como os demais órgãos vai cumprir o que ela propõe. Já catalogamos as escolas cujo nome faz homenagens indevidas e faremos a renomeação das mesmas”. O secretário revelou que a escola de Piracuruca homenageia agora uma professora que atuou no município por muitos anos. 

Outras escolas da rede estadual de ensino devem ser renomeadas. “Assim como essa escola, as demais  estruturas públicas terão nomes de pessoas que realmente contribuíram para a melhoria da vida dos piauienses”, disse o secretário. 

Prestadores de serviço na Semec denunciam atrasos de salário

Prestadores de serviço na Semec denunciam atrasos de salário

Terceirizados são empregados pela empresa Belazarte e dizem estar há dois meses sem receber seus vencimentos. Secretaria diz que repasses estão em dia.

Uma prestadora de serviços na Secretaria Municipal de Educação (Semec) entrou em contato com a reportagem do Portal O Dia para denunciar atrasos no pagamento de salários. A mulher, que preferiu não se identificar, é funcionária da empresa Belazarte, terceirizada que presta serviços junto ao órgão da Prefeitura e disse estar há pelo menos dois meses sem receber seus proventos. 

Por telefone, ela relatou: “os atrasos começaram no mês de dezembro do ano passado e nos últimos dois meses, persistiram. Hoje [dia 13 de fevereiro, quando ela fez contato com a reportagem], ligamos para a empresa e não há previsão do pagamento”. 

A empresa Belazarte fornece pessoal para as funções administrativas e serviços gerais prestados à Secretaria Municipal de Educação, da Prefeitura de Teresina. O Portal O Dia entrou em contato com a Semec e, por meio de sua assessoria, foi informada de que os repasses à terceirizada estão sendo feitos no mesmo período de todos os meses, sem atrasos. A Semec disse ainda que são aproximadamente mil funcionários que prestam serviço ao órgão pela empresa Belazarte.

O Portal O Dia entrou em contato com a Belazarte Serviços de Consultoria Ltda, mas não obteve retorno em nenhum dos números disponíveis no site da empresa. A reportagem também entrou em contato com a terceirizada por e-mail, mas até o momento não obteve resposta. O espaço fica aberto para futuros esclarecimentos por parte da empresa sobre a situação.

Piauí passa a ter Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Digital

Piauí passa a ter Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Digital

Para ter o documento digital, o proprietário tem que ter pago o licenciamento anual do veículo. O acesso ao CRLV Digital é possível adicionando o documento após download do aplicativo CDT

O Departamento Estadual de Trânsito do Piauí (Detran-PI), em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), lança, nesta sexta-feira, dia 14 de fevereiro de 2020, a versão eletrônica do documento do veículo no estado. O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Digital (CRLV) estará disponível juntamente à CNH Digital no aplicativo Carteira Digital de Trânsito, que reúne os dois documentos de porte obrigatório no trânsito.

Assim como a CNH Digital, a versão eletrônica do CRLV traz todas as informações do documento impresso e tem a mesma validade jurídica do CRLV físico. Para ter o documento digital, o proprietário tem que ter pago o licenciamento anual do veículo. O acesso ao CRLV Digital é possível adicionando o documento após download do aplicativo CDT | disponível no Google Play e AppStore.

Para o diretor-geral do Detran-PI, Arão Lobão, a iniciativa será um ótima oportunidade para o desenvolvimento do nosso estado e assim melhorar os serviços prestados. “Esse novo método será de extrema importância para o Piauí, sendo uma forma mais tecnológica e mais segura de se obter o CRLV. Nossos usuários precisam dessa inovação e nós também, porque assim poderemos prestar um melhor serviço para a população”, afirmou ele.


Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O cadastramento do veículo pode ser realizado no próprio aplicativo. Tanto a CNH quanto o CRLV digital poderão ser acessados pelo dispositivo móvel mesmo off-line, ou seja, sem internet.

O Piauí é o vigésimo quarto estado brasileiro a garantir essa tecnologia aos proprietários de veículos. Até o momento, mais de um milhão e novecentos mil usuários dos estados do Distrito Federal, Ceará, Rondônia, Goiás, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Maranhão, Amapá, Amazonas, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Alagoas, Paraná, Mato Grosso, Acre, Espírito Santo, Roraima, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia, São Paulo e Paraíba utilizam o documento eletrônico.

Compartilhamento

O CRLV Digital pode ser compartilhado para outra pessoa que utiliza o mesmo veículo, desde que ela já tenha instalado, em seu dispositivo móvel, o aplicativo CDT. O compartilhamento pode ser realizado para até cinco pessoas ao mesmo tempo. Quem recebe o CRLV digital não consegue exportar ou compartilhar o documento, mas pode apresentá-lo às autoridades de trânsito. Quando o proprietário do veículo não quiser mais compartilhar o documento, é só cancelar a opção no aplicativo.

Segurança

O documento digital do usuário está protegido por uma senha de acesso de quatro dígitos, exigida para o login na Carteira Digital de Trânsito. O acesso ao aplicativo pode ser feito também com a impressão digital do usuário nos dispositivos móveis que já possuam leitor por biometria.

A autenticidade do documento é garantida pelo QR Code, que pode ser lido para verificar se há alguma falsificação no documento durante uma fiscalização de trânsito. O procedimento de obtenção do CRLV e da CNH Digital é 100% online, não sendo necessário o comparecimento do proprietário ao Detran-PI.

Passo a passo para a ativação da CRLV digital:

1° Passo: Para obter os documentos eletrônicos, é preciso fazer o download do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT), disponível gratuitamente na Google Play e AppStore.

2° Passo: Depois, basta fazer o cadastramento no aplicativo. Então, o usuário recebe um e-mail e deve clicar no link para ativar o cadastro.

3° Passo: Após a ativação, deve-se fazer login no aplicativo e clicar em “adicionar documento”, que será a CNH ou CRLV digitais.

4° Passo: Após o cadastro, para validar o CRLV digital, basta informar o número do Renavam e o código de segurança impresso no Certificado de Registro de Veículo – CRV (antigo DUT).

5° Passo: Depois de confirmar a validação, será necessário informar o número de telefone celular. Neste momento, será disponibilizada a CRLV Digital no dispositivo móvel.

O aplicativo vai pedir para o usuário criar uma senha de quatro dígitos, uma chave de acesso que deverá ser digitada toda vez que o documento digital for utilizado. A CRLV Digital poderá ser acessada pelo dispositivo móvel mesmo off-line, ou seja, sem internet.

Coletivo “Não é Não” promove rede de apoio às mulheres

Coletivo “Não é Não” promove rede de apoio às mulheres

Representantes do movimento no Piauí estão distribuindo tatuagens com a frase “Não é Não” e ajudando a denunciar assédio.

A violência contra mulher acontece durante todo ano. Mas no Carnaval, o problema se intensiva. O coletivo “Não é Não”, por exemplo, surgiu em 2017, quando uma das fundadoras sofreu assédio no pré-carnaval do Rio de Janeiro. Após o caso, quatro amigos cariocas se juntaram para pensar em alguma forma de informar a todos que o corpo feminino não é um convite.


Leia também: Toques sem consentimento e beijos forçados são importunação sexual 


É preciso entender que quando a mulher está no Carnaval com roupas curtas e se divertindo, ela não quer ser importunada. Atualmente, o grupo é formado por mulheres de 15 estados do país. No Piauí, a embaixadora é a jornalista Luana Sena. Ela conta que o coletivo é uma rede de apoio às mulheres, que estará presente nas prévias e durante o Carnaval, distribuindo tatuagens com a frase “Não é Não” e ajudando a denunciar qualquer tipo de assédio.

“O ‘Não é Não’ funciona como uma rede de apoio às mulheres, as tatuagens servem como um carimbo no nosso corpo, usando nosso corpo de outdoor nessa luta de combate aos assédios. No período de Carnaval, isso triplica e muito pelo senso comum de que ninguém é de ninguém, tudo é permitido no Carnaval. É interessante porque uma mulher olha para outra e reconhece que ela também é do ‘Não é Não’, e podem ir juntas ao banheiro, comprar bebida, é uma rede de proteção”, explica Luana Sena.


Ação combate assédio durante as festas carnavalescas - Foto: Divulgação

Para produzir as tatuagens que são distribuídas gratuitamente, cada estado fez sua vaquinha virtual. Ao entregar a tatuagem, é explicado à mulher que ela pode procurar ajuda de outras mulheres, pois a produção da festa ou a polícia irá tomar as providências. 

“É um trabalho de reeducação. A mulher precisa entender que, nessa situação de importunação sexual, ela pode atuar. A gente é uma ponte que vai levar ela a alguém especializado para resolver”, diz Luana Sena.

“Infelizmente, ainda vivemos em uma sociedade que é opressora”, diz psicóloga 

“Estamos em uma transição e toda transição é dolorosa, tanto para os homens quanto para as mulheres. Porque os homens foram ensinados que podem tudo, que o corpo da mulher é o que ele olha e pode sentir atração. E a gente ainda tem a questão da pornografia muito forte, quando a mulher se veste de outra forma para o Carnaval, o homem idealiza outras coisas. A gente precisa ter essa separação”, explica a psicóloga Amanda Graziela.

De acordo com ela, o homem precisa aprender que os tempos estão mudando. Mas tudo é uma questão de ensino, se o homem não quiser aprender através de uma conversa, ele vai ver que a mulher está mudando e vai ter uma diferenciação.

“No Carnaval, o homem tem que respeitar, olhar. Têm bloquinhos que têm pulseiras diferentes que significam: talvez; não; nem pensar; estou disponível. Porém, o estar disponível não é chegar e beijar, é conversar, se comunicar. A mulher pode se posicionar e dizer que não quer”, fala a psicóloga Amanda Graziela.

Há casos ainda que a mulher diz não e o homem não aceita, acha que é charme e chega até a perseguir a foliã. “Infelizmente, ainda vivemos em uma sociedade que é opressora. Que é necessário dizer para a mulher que ela tem que andar com alguém. Mas aos homens, é preciso lembrar que a bebida alcoólica não vai fazer coisas que de fato não deveria acontecer, ela faz o que seu interior quer, respeite a mulher”, conclui. 

Toques sem consentimento e beijos forçados são importunação sexual

Toques sem consentimento e beijos forçados são importunação sexual

Delegada alerta para a importância de denunciar casos no intuito de que a polícia possa agir.

Carnaval é sinônimo de festa e animação; período em que as pessoas se reúnem para cair na folia. E no meio do bloquinho é preciso que os foliões fiquem atentos a certas práticas que, na hora pode até parecer brincadeira, mas que se configuram como crime. É o caso da importunação sexual.

O Carnaval de 2020 será o segundo em que a Lei de Importunação vai vigorar efetivamente. E, desde o ano passado, quando ela começou a valer de fato, as denúncias têm sido mais frequentes, principalmente em períodos como o Carnaval e suas prévias. Todavia, muitos foliões ainda ficam em dúvida sobre o que vem a ser exatamente a importunação sexual, principalmente porque é uma prática que pode ser facilmente confundida com “brincadeira”.

A importunação sexual é o ato libidinoso que é praticado para satisfação de terceiros ou da própria pessoa que pratica sem consentimento. Toques sem consentimento, beijos forçados e qualquer outra prática que constrange e vai de encontro à liberdade e à dignidade sexual de quem sofre é considerado importunação sexual. Ao se deparar com uma situação dessa, tanto a vítima quanto qualquer folião pode procurar o posto policial mais próximo e denunciar.

Somente com a denúncia formalizada é que a polícia poderá agir, daí a importância e a necessidade de não se calar quando se deparar com um caso de importunação sexual. É isso o que comenta a delegada Anamelka Cadena, subsecretária de segurança.


Delegada Anamelka Cadena, subsecretária de Segurança Pública - Foto: O Dia

“A gente estimula que façam os registros, porque mesmo que não consigamos prender no ato, vamos ter informações de características físicas e do modus operandi dele para nortear uma investigação. Só vamos conseguir enxergar o fenômeno da violência na cidade se isso for sinalizado no nosso sistema”, explica.

Vale lembrar que, pela Lei de Importunação Sexual, quem for pego praticando este tipo de ato delituoso está sujeito à pena de um a cinco anos de reclusão sem direito a fiança.

Vítima não deve ser culpabilizada

É importante ressaltar que, em hipótese alguma, a culpa da agressão é da vítima, como afirma a delegada Anamelka: “nós todos, enquanto sociedade, temos que não culpabilizar a mulher pela roupa que veste ou pela forma como ela se porta. Ela tem que curtir o Carnaval com a roupa que ela quiser e da forma que ela quiser. Isso não dá direito a ninguém de mexer com ela nem de importuná-la”.

Para garantir um atendimento mais humanizado às vítimas de importunação sexual durante o Carnaval e suas prévias, bem como para prevenir que este tipo de crime aconteça, a Secretaria de Segurança está montando equipes para atuar em postos de policiamento localizados nos pontos mais procurados e movimentados do Carnaval de rua de Teresina e do interior.

O efetivo policial também será reforçado e orientado tanto para registrar a ocorrência, quanto para fazer a condução de quem pratica o ato, caso seja necessário.

13 de fevereiro de 2020

Carnaval: busca por procedimentos estéticos cresce 20% no Piauí

Carnaval: busca por procedimentos estéticos cresce 20% no Piauí

Cirurgião plástico, William Machado, afirma que as mais procuradas são as próteses mamárias, lipoaspiração, botox e procedimentos faciais.

Além de muito samba no pé, muitos piauienses querem cair na folia com o corpo perfeito para aproveitar o feriado de momo em grande estilo. Seja em bloquinhos de ruas ou prévias carnavalescas, alguns foliões aproveitam o momento e se voltam aos procedimentos estéticos para fazer “ajustes” que acham necessário às vésperas do carnaval.  

Cirurgião plástico, William Machado. Foto: Ascom.

De acordo com o cirurgião plástico, William Machado, a procura por procedimentos estéticos aumenta 20% em relação aos outros meses do ano.

O cirurgião destaca ainda que as cirurgias mais desejadas nessa época do ano são:

  1. Prótese mamária (silicone nos seios)
  2. Lipoaspiração (remoção de gordura de diversos locais diferentes corpo
  3. Botox (suavizar as rugas e linhas de expressão do rosto)
  4. Procedimentos faciais (Rejuvenescimento facial, flacidez e tratamento de manchas)

"A procura pelos procedimentos antes do carnaval e até bem próximo da data é alta. Mas, sempre reforço que todo procedimento exige cuidados especiais no pós-operatório, em torno de duas a quatro semanas, a depender da cirurgia realizada", explica William.

Foto: Ascom. 

Ainda de acordo com o cirurgião, existem alguns procedimentos possível de se realizar com até uma semana da véspera de carnaval. William conta que novas tecnologias têm facilitado o avanço dos métodos cirúrgicos e de anestesia, possibilitando cirurgias mais tranquilas.

"É possível realizar procedimentos estéticos às vésperas do carnaval. Botox e preenchimentos faciais, por exemplo, são procedimentos simples que exigem pouco tempo de recuperação, pois a duração da aplicação dura em torno de 10 minutos com liberação do paciente logo em seguida", pontua.

O profissional recomenda planejamento e, acima de tudo, que o paciente sempre procure ajuda médica. "Minha dica é planejamento. Se a intenção é curtir esta temporada com o corpo em dia, é interessante que o paciente consulte o cirurgião com antecedência", finalizou William Machado.

Piauí: objeto estranho é encontrado dentro de garrafa de cerveja

Piauí: objeto estranho é encontrado dentro de garrafa de cerveja

O Ministério Público requereu que a empresa responsável pela produção pague multa de R$ 200 mil

Um objeto estranho encontrado dentro de uma garrafa de cerveja no Piauí pode de multa de R$ 200,00 mil para uma cervejaria. Esse é o valor aplicado pelo Ministério Público depois que foi contatado que o produto estava impróprio para o consumo e que o vasilhame estava lacrado, sem chances de ter sido violado.

O caso foi registrado pela 2ª Promotoria de Justiça da cidade do São João do Piauí. O consumidor denunciou o casi ao Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON/MPPI), que iniciou um procedimento administrativo e logo depois moveu uma ação civil pública contra a cervejaria.

O promotor de Justiça Jorge Luiz da Costa Pessoa explicou que o objeto estranho coloca em risco a saúde do consumidor. "A comercialização de produto com objeto estranho é altamente reprovável, porque expõe a saúde dos consumidores a risco, em decorrência da contaminação dos gêneros alimentícios por micro-organismos", disse.

Garrafa com corpo estranho denunciada por consumidor (Foto: Divulgação/ Ministério Público)

Levando em conta os supostos danos morais coletivos causados, o Ministério Público requereu que a empresa responsável pela produção pague multa de R$ 200 mil que deverá ser remetido ao Fundo Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (FPDC). Ao MP, a presa afirmou que o corpo estranho encontrado é resultado da violação da embalagem e que os produtos são submetidos a rigoroso processo controle de qualidade.

“O fornecedor se manifestou, alegando que os produtos de sua fabricação passam por rígido controle de inspeção, o que não permitiria que sejam colocados no mercado de consumo fora de qualidade e a possibilidade da existência de um corpo estranho no produto de fabricação da reclamada seria resultado da violação do produto ou da embalagem”, disse a assessoria do MP sobre a defesa da cervejaria. 

PI: mais de 437 mil famílias já podem sacar o Bolsa Família

PI: mais de 437 mil famílias já podem sacar o Bolsa Família

Ao todo, 45 milhões de brasileiros devem ser atendidos pelo programa este mês. Só aqui no Estado, o pagamento chegará a R$ 93 milhões.

Começou ontem (12) o pagamento escalonado do Bolsa Família aos beneficiários do programa em todo o país e aqui no Piauí 437.140 famílias poderão sacar o benefício. O montante a ser recebido pelas famílias de baixa renda no Estado chega a R$ 93,03 milhões, segundo os dados do Ministério da Cidadania. O valor médio do benefício pago a um beneficiário piauiense é de R$ 212,82.

O programa atende famílias em condições de extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 89 por pessoa; ou cuja renda per capita esteja entre R$ 89,01 e R$ 178, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos. Em fevereiro, o Bolsa Família deverá ser pago a cerca de 45 milhões de brasileiros que estão dentro da faixa de vulnerabilidade de renda.


Mais de 437 mil famílias no Piauí já podem sacar o Bolsa Família de fevereiro - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Na semana passada, a coordenação do programa no Piauí havia informado que pelo menos 30 mil famílias haviam sido descredenciadas por deixarem de ter direito de receber o benefício no estado. Isso se deu em razão de descumprimento das exigências cadastrais estabelecidas pelo Governo Federal para concessão do valor mensal.

“Em janeiro, nós tivemos apenas 86 novas concessões do Bolsa Família aqui no Piauí, um número baixo se comparado com o total de descredenciamentos registrados”, explicou Roberto Oliveira, coordenador do programa no Estado.

Para integrar o programa, o responsável pela família deve procurar um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) ou um posto de atendimento do Bolsa Família no município. É necessário levar documentos de identificação pessoal, como carteira de identidade ou carteira de motorista e certidão de nascimento de todas as pessoas que vivem na residência.

Confira as vias que estarão interditadas no dia do Corso de Teresina

Confira as vias que estarão interditadas no dia do Corso de Teresina

Um total de 78 agentes de trânsito estarão participando da operação em onze pontos no entorno do evento.

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) vai interditar, a partir das 14h deste sábado (15), várias vias na região onde acontecerá o Corso. Um total de 78 agentes de trânsito estarão participando da operação em onze pontos no entorno do evento.


Leia também: 

Banda 100% Só Pra Sambar é uma das atrações do Corso de Teresina 2020 

Inscrição de caminhões para o Corso 2020 encerra nesta sexta-feira 


O percurso do Corso inicia às 17h deste sábado na Avenida Raul Lopes, no sentido norte/sul, até a rotatória da Potycabana, que será o local de dispersão dos caminhões.

O gerente de operação e fiscalização da Strans, Denis Lima, explica que as interdições são para garantir a segurança dos condutores e uma melhor fluidez do tráfego. “Todas as equipes estarão trabalhando com os vários órgãos envolvidos para proporcionar segurança da população no evento e no entorno. É uma ação que foi bem planejada e será executada de forma integrada com a Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal e outros órgãos”, diz.


Vias serão interditadas a partir das 14h no dia do Corso de Teresina - Foto: O Dia

O diretor de Operação e Fiscalização da Strans, Jaime Oliveira, informa que este ano será garantida a entrada e saída de moradores de um condomínio próximo ao evento. “Esse espaço terá a implantação de um gradil que permitirá a entrada e saída de veículos para atender a necessidade de locomoção dos moradores entre a garagem até um posto de gasolina localizado na Avenida Universitária”, informa.

Confira os pontos que serão interditados:

  • Ponte da Primavera (nos dois sentidos)
  • Avenida Raul Lopes (nos dois sentidos entre o setor de esportes da UFPI e rotatória da Potycabana)
  • Avenida Raul Lopes x Rua José Paulino
  • Avenida Raul Lopes x Rua Cel. Costa Araújo
  • Avenida Raul Lopes x Rua Ind. José Camilo da Silveira
  • Avenida Raul Lopes x Rua Anfrísio Lobão
  • Avenida Raul Lopes x Rua Des. Manoel Castelo Branco
  • Avenida Raul Lopes x Rua Senador Cândido Ferraz
  • Avenida Raul Lopes X Rua Júlio Mendes
  • Rua Marcos Parente x Rua Elias João Tajra

12 de fevereiro de 2020

Cachoeiras são opção de lazer e ecoturismo no período chuvoso

Cachoeiras são opção de lazer e ecoturismo no período chuvoso

No período chuvoso é quando a maioria das cachoeiras no Estado revelam suas belezas

O Piauí é cheio de belezas naturais e paisagens deslumbrantes. Uma delas são as cachoeiras, muito procuradas nesse período pelos amantes do ecoturismo, que saem em busca das melhores opções de banho e lazer pelo interior do Estado.

Durante o período chuvoso, é quando a maioria das cachoeiras no Estado revelam suas belezas, que dependem das precipitações para, finalmente, desaguarem volumosas e vertentes. As cachoeiras do Piauí recebem visitas dos turistas que buscam por tranquilidade e emoção, onde podem desfrutar das águas geladas ou mornas das belezas piauienses.

São várias as opções para escolher, desde as mais conhecidas como a Cachoeira do Urubu, em Esperantina, até as pouco exploradas, como as cachoeiras do município de Novo Santo Antônio. Para uma busca exata, o Governo do Estado, por meio da Coordenadoria de Comunicação do Estado (CCom) e a Secretaria de Estado do Turismo (Setur), disponibiliza o Guia Piauí – Cachoeiras.

O guia aborda 18 cachoeiras localizadas em 11 municípios na região centro-norte do estado e está disponível em versão on-line. As informações das cachoeiras estão inseridas ainda no aplicativo Piauí Destinos, para dispositivos móveis do sistema iOS.

Para auxiliar na escolha das cachoeiras, a revista fornece ainda informações importantes de cada uma delas para quem deseja visitá-las, bem como o acesso, dividindo-as como de fácil, médio e difícil acesso e se há a necessidade de guia.

Piauí Destinos

O aplicativo é dividido em quatro grandes segmentos para que o turista possa traçar bons roteiros e se apaixonar ainda mais pelas belezas e cultura do estado: Litoral; Serras e Parques; Cultura e Religiosidade e Destino Capital. O aplicativo também disponibiliza a opção de traçar rotas para os destinos desejados.

Saiba como economizar combustível ao dirigir

Saiba como economizar combustível ao dirigir

Confira alguns truques que podem ajudar a reduzir o consumo do seu veículo

O sobe e desce do preço dos combustíveis não têm facilitado a vida dos consumidores. Como muitas pessoas dependem do carro, é difícil fugir dos postos e da temida conta do abastecimento. Mas se não dá para deixar de encher o tanque, existem algumas dicas que podem ajudar a economizar.

Gilberto Pose, especialista em combustíveis, deu pequenos “truques” que podem fazer uma grande diferença no consumo do seu veículo. A primeira recomendação é dirigir corretamente. “Pode parecer bobagem, mas a forma como cada motorista dirige influencia, e muito, no consumo de combustível. Se, por exemplo, você está acostumado com a famosa ‘banguela’, que é quando o condutor anda com o carro no ponto morto, saiba que este hábito não ajuda a economizar combustível, mas aumenta as chances de um acidente”, comenta.

(Fotos: Arquivo o Dia)

Ele explica que, hoje, a maioria dos carros possui injeção eletrônica, que controla automaticamente a quantidade de combustível que o carro precisa. Ou seja, em descidas, a injeção eletrônica percebe que não há necessidade de uma grande quantidade de gasolina ou etanol para o veículo rodar, e vai reduzir o consumo.

“Além de não influenciar no consumo, o grande perigo da banguela é que o motorista não tem controle do veículo, principalmente caso algum imprevisto aconteça, como passar em um buraco na pista, o que pode causar um acidente”. Nas subidas, a dica é acelerar no início para evitar uma aceleração maior no meio da elevação.

Saber o momento certo para a troca de marchas também ajuda a reduzir o consumo de combustível. “O manual do proprietário indica quando trocar a marcha conforme a rotação do motor, e é interessante aprender a ouvir o motor para saber o momento ideal. Uma marcha errada pode aumentar o consumo de combustível em até 30%”, indica Pose. Prolongar uma marcha e forçar o motor também contribui para um maior consumo de combustível.

Se você tem o pé pesado, saiba que dirigir em alta velocidade é um desperdício de combustível. Dirigir com velocidade acima de 90km/h também pede maior gasto de combustível, já que o carro precisa vencer a resistência aerodinâmica. Com isso, o consumo aumenta 30%, em média. Arrancadas e freadas bruscas também exigem mais gasolina ou etanol, além de forçar o motor e diversos componentes. “Dirija sempre de forma prudente e respeitando os limites de velocidade, não só pelo consumo de combustível, mas para segurança de todos”, alerta Pose.

Excesso de peso

A conta é simples. Para cada 50kg extras no carro, o aumento do consumo de combustível é de cerca de 1%. Por isso, se quiser economizar, tire tudo o que não for necessário. Isso inclui acessórios do veículo, como rack, frisos e engate. “Alguns acessórios alteram a aerodinâmica do veículo e podem aumentar a resistência do ar e, consequentemente, do consumo de combustível”, alerta Pose.

Fique atento à qualidade do combustível

Preste atenção aos postos de abastecimento! Combustíveis adulterados podem virar uma grande dor de cabeça para o proprietário, além de um prejuízo enorme. A Agência Nacional do Petróleo autoriza a adição de 27% de etanol anidro nas gasolinas comum e aditivada, e de 25% nas gasolinas premium. Qualquer quantidade acima do permitido pode reduzir o desempenho do carro e aumentar o consumo do motor.

“A ANP exige que todos os postos tenham material e equipe treinada para realizar testes de qualidade da gasolina. Qualquer cliente pode exigir essa prova na hora do abastecimento, principalmente se tiver dúvidas sobre a qualidade do combustível”, explica Pose.

O teste é simples e gratuito. Em uma proveta de 100 ml, o frentista deve adicionar 50 ml de gasolina e 50ml de uma solução feita de água e sal de cozinha. Depois de misturado, o etanol que estava na gasolina é transferido para a água. Após um repouso de 15 minutos, fica visível a separação dos líquidos, com a gasolina na parte superior da proveta. O correto é que o líquido branco, resultante da mistura de água, sal e etanol, preencha um volume de 63 ml. Se o volume for superior a este, a gasolina foi adulterada.

Outra dica do especialista é optar sempre que possível pelos combustíveis aditivados. O abastecimento constante ajuda a manter os componentes do motor livres de impurezas e mais lubrificado. Com o tempo, o acúmulo natural de detritos da queima do combustível no motor e o atrito entre as partes pode reduzir o desempenho do carro e aumentar o consumo. “Nos postos Shell, oferecemos os combustíveis aditivados Shell V-Power que, além de limpar e proteger, possuem a tecnologia Dynaflex, que melhora o rendimento e performance do motor”, explica Pose.

Janelas fechas e ar condicionado desligado

Com o calor do verão, é quase impossível pensar em dirigir com janelas fechadas e ar desligado, mas estes dois itens podem ser vilões do consumo de combustível. Gilberto Pose explica que, “principalmente nas estradas, com alta velocidade, dirigir com as janelas abertas pode aumentar o consumo do veículo em até 10%. Isso porque o ar que entra gera uma maior resistência aerodinâmica, exigindo que o carro gaste mais para vencer esta barreira”.

Já o ar condicionado nos carros aumenta em até 10% o consumo de combustível, pois é operado pelo motor. Nos carros com motores menos potentes, esse consumo é ainda maior e o desempenho do carro é comprometido. “Quanto menos cilindradas, mais esforço será exigido do motor para manter o carro rodando e o ar funcionando. Por isso alguns motoristas conseguem sentir a perda de desempenho ao ligar o ar”, afirma Pose. Lembre-se também de manter o filtro de ar sempre em dia, pois um filtro sujo reduz ainda mais o desempenho.

Pneus calibrados sempre

Quanto mais descalibrado, maior é a área de contato do pneu com o chão. E isso aumenta a resistência com o asfalto e o consumo de combustível. “Tenha sempre pneus calibrados conforme a indicação da montadora e se atente à carga do veículo. O ideal é calibrá-los toda vez que parar no posto para abastecimento. Não se esqueça do estepe”, recomenda Pose.

Alinhamento e balanceamento em dia também são importantes, pois quando as rodas estão desalinhadas o veículo fica com seu peso mal distribuído, dificultando a direção e aumentando o consumo de combustível.

Nível de água acima da metade do pneu é motivo de alerta

Nível de água acima da metade do pneu é motivo de alerta

Bombeiros orientam como proceder também no caso de a água subir ao ponto de passar dos vidros

O mês de fevereiro tem sido bastante chuvoso e com grande volume de água em Teresina. Isso tem causado transtornos, tanto para a cidade como para os motoristas, que sofrem com seus veículos alagados e até arrastados pela correnteza. Por isso, é preciso ficar atento a algumas orientações em dias de chuva.

A major Najra Nunes, relações públicas do Corpo de Bombeiros do Piauí, comenta que muitos motoristas já conhecem os pontos de alagamento da Capital, o que facilita na hora de evitar esses trechos. Contudo, isso não exime o condutor de redobrar a atenção ao passar por esses locais.

“A gente já conhece os pontos da cidade que costumam alagar, que podem ou não passar. Mas temos que ter consciência que, mesmo conhecendo, as chuvas abrem buracos no asfalto. Por isso, é preciso ficar atento à altura da rua e que a água encobre buracos, inclusive bueiros”, comenta.

A major do Corpo de Bombeiros ainda enfatiza que o mais recomendado é ficar abrigado em um local seguro durante a chuva. Optar por locais altos e longe de árvores ou estruturas instáveis, como placas de sinalização ou postes, para que não caia sobre o veículo.

Se houver uma urgência e/ou necessidade de se deslocar até outro ponto, que isso seja feito em segurança e em uma velocidade menor, ficando atento ao nível da água e se guiando pelo meio fio da via.


Nível de água acima da metade do pneu é motivo de alerta. Jailson Soares

“Se estiver dando para ver o meio fio, então a água não está tão alta. Também fique atento os carros que estão na frente. Se a água estiver até a metade do pneu e se o veículo for mais ou menos da mesma altura do seu, tudo bem, dá para passar. Passou da metade da roda, é melhor não arriscar, pois pode ser perigoso”, reforça a major Najra Nunes.

Vale lembrar que, mesmo que o nível da água seja suficiente para que o veículo passe, deve-se ficar atento ao modo de conduzir o carro. O condutor deve fazer isso, preferencialmente, na primeira marcha e sem pisar na embreagem, para que não encharque o motor, o que fará com que o automóvel desligue. Também é preciso manter uma aceleração constante, mas devagar, para que a água não levante e invada o motor.

“E ainda tem o risco de estar passando e chegar um deslocamento de água maior, e aí pegar no carro e arrastar. Nesse caso, o veículo deve ser abandonado assim que possível e o motorista buscar um local seguro. Também deve-se manter o vidro aberto, pois se ele estiver fechado, não será possível abrir a porta, o que também pode dificultar o socorro se essa água subir bastante ao ponto de passar dos vidros. E se houver necessidade, que acione o Corpo de Bombeiros pelo 193, que faremos o socorro e atendimento necessário”, conclui a major Najra Nunes.

11 de fevereiro de 2020

Safra agrícola do Piauí deve atingir recorde em 2020, prevê IBGE

Safra agrícola do Piauí deve atingir recorde em 2020, prevê IBGE

A soja, que é a é a maior produção do estado, tem possibilidade de chegar a 2,56 milhões de toneladas, que representa 10,15% a mais

As expectativas dos produtores de grãos no Piauí para este ano são das melhores. Isso foi o que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) constatou durante a realização de estudo que aponta a previsão da safra agrícola do estado para 2020. Nesta terça-feira (11), o resultado do prognóstico: o Piauí terá safra de grãos recorde.

De acordo com o IBGE, a produção de grãos do Piauí deve atingir 4,89 milhões de toneladas, o que é considerado o maior número da série histórica. Em comparação com o ano passado, quando a safra ficou 4,42 milhões de toneladas, o crescimento será de 10, 84%.

Na lavoura temporária, aquela com cultivo de curta duração, o maior crescimento deve ser do feijão, que pode alcançar 28,22%. No ano passado, foram colhidas 78 mil toneladas, enquanto a projeção para este ano é de 100 mil toneladas. O algodão vem logo atrás e deve crescer 26,64%, com uma perspectiva de colher 48 mil toneladas contra 38 mil toneladas de 2019.

A soja, que é a é a maior produção do estado, tem possibilidade de chegar a 2,56 milhões de toneladas, que representa 10,15% a mais que as 2,32 milhões de toneladas registradas ano passado. Já o sorgo em grão é o único produto que vai apresentar queda. A baixa projetada é de -70,68%.

Plantação de soja impulsiona o agronegócio no Piauí (Foto: O DIA)

Os números são comemorados pelo presidente da Associação dos Produtores de Soja do Piauí (Aprosoja), Alzir Pimentel. Para ele, a projeção de recorde na safra e o aumento da produção por hectare é explicada pela dedicação e o profissionalismo que o agronegócio é tratado pelos produtores.

“Os dados vêm reafirmar de fato a pujança do agronegócio no Piauí. Partimos mais uma vez para uma safra recorde tanto de soja como de milho. Com o milho, vamos bater um recorde histórico. Vamos crescer também da produção por hectare. Isso mostra o profissionalismo e a dedicação que nossos produtores têm tido para com o estado”, comentou Alzir.

Lavora longa duração

A mandioca para a industrialização será o produto com maior incremento no setor da lavoura temporária de longa duração. Segundo os dados, 16,78% a mais na produção deste ano. A cana de açúcar, no prognóstico, apresenta variação de apenas 1%.

Lavoura permanente

No cultivo de longa duração, ganha destaque a castanha de caju. Em comparação com 2019, o aumento deve atingir 10,18% com uma produção total de 23.833 toneladas. Produtos como o coco para água (4,82%), laranja (3,69%), banana (1,27%) apresentarão baixo crescimento.

Cerrados

No prognóstico, o IBGE aponta ainda que a quantidade de grãos produzidos no cerrado piauiense será de 4,44 milhões de toneladas, o que equivale a 90,62% de toda a produção do estado. A soja, por exemplo, concentra toda sua lavoura na região. Os municípios de Baixa Grande do Ribeiro, Uruçuí e Ribeiro Gonçalves são responsáveis por mais da metade da colheita.

O algodão e o milho são outros produtos que impulsionam a região dos cerrados. Segundo a estimativa, 97,60% da produção de algodão do Piauí está no cerrado; e dos 2.071.528 toneladas de milho que serão produzidos no estado este ano, 1.772.777 sairão da região.

Operação da PRF apreende 103 animais silvestres em rodovias do Piauí

Operação da PRF apreende 103 animais silvestres em rodovias do Piauí

Ainda segundo a PRF, em 2019, quatro pessoas morreram e 75 ficaram feridas em acidentes causados pela presença de animais soltos na pista de rolamento.

Uma operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, até a segunda-feira (10), 103 animais silvestres, entre eles bovinos, asininos e equinos em rodovias federais e municipais de municípios do extremo Sul do Piauí. A ação se iniciou na última sexta-feira (7) e conta laçadores cedido por prefeituras convencionadas.


De acordo com a PRF, os animais apreendidos serão levados à currais das prefeituras municipais convencionadas e ficarão à disposição dos proprietários que devem ser punidos com multa além de arcar com as despesas de estadia e transporte do animal. O trabalho está sendo desenvolvido nas cidades de Floriano, Amarante, Itauteira, Jesus e Valença do Piauí.

Animal sendo resgatado. Foto: Divulgação PRF.

Ainda segundo a PRF, em 2019, quatro pessoas morreram e 75 ficaram feridas em acidentes causados pela presença de animais soltos na pista de rolamento.


Deixar animais soltos em vias públicas é crime previsto pelo artigo. 31 da Lei de Contravenções Penais. Além disso, os proprietários podem responder civilmente por colocar a vida de outra pessoa em perigo.

A Operação de Apreensão de Animais no Piauí faz parte do planejamento da PRF visando a Operação Abre Alas, que deverá ser desenvolvida na semana que antecede o carnaval.

Mal súbito e acidentes com motos lidera atendimentos no HUT

Mal súbito e acidentes com motos lidera atendimentos no HUT

Dados divulgados pela Prefeitura de Teresina revelam ainda que acidentes com motocicletas aparecem em segundo lugar, seguido de corpo estranho no olho. Vítimas de queda aumenta 2,2% em relação ao ano de 2018

Dados divulgados pela Prefeitura de Teresina mostram que o mal súbito liderou, em 2019, o número de atendimentos realizados no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Segundo o hospital, foram registrados 11.174 atendimentos, o que correspondeu 19% das solicitações geral da unidade de saúde no período. Acidentes com motocicleta ficou na segunda colocação, com 9.074 (16%), seguido de corpo estranho no olho com 4.756 (8%).

Foto: Assis Fernandes. 

Apesar de aparecer na segunda colocação, os acidentes com motocicletas são os que mais preocupam, pois geralmente são de pacientes que chegam em estado grave à unidade e necessitam de atendimento com um número maior de especialistas. Por essa razão, o HUT conta com uma equipe de atendimento especializado no atendimento de pacientes vítimas de traumas que funciona 24 horas por dia.

“Temos equipes especializadas no trauma para atender essa demanda com mais segurança e qualidade. Esses profissionais são preparados para receber esse tipo de paciente e dar agilidade ao atendimento. O tempo nesse tipo de atendimento é crucial para o sucesso da assistência. Além dos profissionais, temos equipamentos que fazem toda a diferença na hora de fechar o diagnóstico”, esclarece Dr. Péricles.

Foto: Assis Fernandes. 

O corpo estranho no olho chamou atenção de especialista pela quantidade de atendimentos realizados em 2019. Segundo o oftalmologista Igor Marcelos, as principais demandas foram relacionadas a acidentes de trabalho e à laceração da córnea.

 “São pessoas que não utilizam equipamento de proteção adequada e apresentam corpo estranho no olho, geralmente metálico. Outras demandas que aparecem bastante são acidentes de moto, com pessoas que não usam capacete e sofrem traumas na região ocular”, explica.

Outros números

Segundo o HUT, foram contabilizados mais de 6 mil atendimentos com vítimas de quedas, resultando no aumento de 2,2% em relação a 2018. Por mês, a unidade de saúde uma média de 5 mil atendimentos e 1.200 cirurgias.

Toners de impressora são despejados às margens do Rio Parnaíba

Toners de impressora são despejados às margens do Rio Parnaíba

O resíduo descartado pode ser tóxico, por se tratar de um material pulverulento, que pode contaminar o leito do rio, diz especialista.

Viralizou nas redes sociais um vídeo que mostra dezenas de toners de impresso despejados às margens do Rio Parnaíba. Nas imagens, é possível ver os equipamentos jogados no chão, bem próximo ao Centro Administrativo, na zona Sul de Teresina.

Ainda não há indícios de quem teria descartado o material na mata, mas as equipes do Programa Lixo Zero, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Semduh) estão trabalhando para identificar. O coordenador do Programa, Denis Sena, pontua que esse tipo de descarte é considerado irregular e explica como proceder nesse tipo de situação.

“Ao verificar o descarte irregular é dado o procedimento de coleta de informações acerca do autor do descarte, de maneira a identificá-lo. Além da identificação do autor, também é verificado o tipo de resíduo, de maneira a agravar a penalidade imposta. No caso em questão, trata-se de um resíduo proveniente de empresa de informática, descartado em um local inapropriado, às margens de um rio, que é uma área de proteção legal”, comenta.


Denis Sena reforça que o resíduo descartado pode ser tóxico, por se tratar de um material pulverulento, que pode contaminar o leito do rio. O coordenador pontua que a penalidade para este tipo de infração é cabível de multa e recolhimento do resíduo descartado. O mesmo vale para caso de descumprimento da medida.

“Identificada a penalidade e o autor, é procedido um auto de infração, com penalidade podendo variar de R$ 354 a R$ 3.540. Dependendo da situação e da gravidade do descarte, além da multa, o autor está sujeito à penalidade de recolher o material e apresentar a destinação correta, sob a penalidade de ser autuado novamente”, enfatiza.

O coordenador do Programa Lixo Zero reforma que a segunda autuação, pela permanência do resíduo, está prevista na Lei Municipal nº 2475, de Política de Meio Ambiente do Município. uma vez tomada as medidas cabíveis do caso em questão, Denis Sena destaca que o próprio Programa Lixo Zero solicita a limpeza do local.

Instituto Federal divulga lista de espera do Sisu 2020

Instituto Federal divulga lista de espera do Sisu 2020

Os candidatos convocados deverão manifestar interesse pessoalmente nas vagas no período de 12 a 14 de fevereiro nos campi para os quais estão concorrendo.

Foi divulgado nesta segunda-feira (10) o edital contendo a lista de espera para preenchimento de vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Instituto Federal do Piauí (Ifpi). Os candidatos convocados deverão manifestar interesse pessoalmente nas vagas no período de 12 a 14 de fevereiro nos campi para os quais estão concorrendo.

Confira o edital aqui 

Estão sendo convocados os candidatos que assinaram o Termo de Confirmação Presencial de Interesse na Vaga, por ordem de classificação e modalidade de vaga. Vale lembrar que a manifestação de interesse na lista de espera assegura ao candidato apenas a expectativa de direito à vaga ofertada pelo Sisu para a qual a manifestação foi efetuada. 

As matrículas dos candidatos da lista de espera e que manifestarem interesse nas vagas ocorrerão em três ocasiões: a primeira convocação será feita no dia 17 de fevereiro, a segunda no dia 24 de fevereiro e a terceira convocação terá dia em 02 de março.

Período chuvoso favorece o aumento de casos de virose da mosca

Período chuvoso favorece o aumento de casos de virose da mosca

Dores no corpo, vômito e diarreia são alguns dos sintomas mais conhecidos da doença, que costuma acometer mais crianças.

Com a chegada do período chuvoso, é comum o surgimento de viroses. Uma delas é a virose da mosca, que apresenta sintomas semelhantes a outras doenças e atinge especialmente crianças. Dores no corpo, vômito e diarreia são alguns dos sinais mais conhecidos.

O diretor médico da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Satélite, Thybério Georgy, explica que as crianças são as mais vulneráveis devido à debilidade imunológica, sobretudo aquelas com alimentação deficitária de frutas e verduras. E essas crianças podem apresentar alguns sintomas.

Dores abdominais são mais frequentes, associado à diarreia e vômito, febre baixa e moleza generalizada. Em alguns casos há a necessidade de internar a criança, pois ela perde muito líquido devido ao vômito e diarreia e acaba ficando desidratada. Também pode acontecer da criança apresentar ardência nos olhos, o que acaba confundindo com outras doenças”, comenta Thybério Georgy.


Lixo e matéria orgânica são substratos para a reprodução do inseto - Foto: Stock

O médico enfatiza que a virose da mosca é sazonal, ou seja, aparece devido à mudança climática, como a chuva, por exemplo. O grande volume de água faz com que aumente também a quantidade de lixo e matéria orgânica no ambiente, substrato favorável para a reprodução do inseto.

“As moscas se reproduzem, pousam no lixo e vão para dentro das nossas casas, transportando doenças. Por isso, é muito importante manter o ambiente limpo e evitar o acúmulo de lixo e resíduos que possam favorecer a procriação das moscas”, disse.

O que fazer?

Ao sentir alguns dos sintomas, o mais recomendado é buscar uma unidade básica de saúde ou de pronto-atendimento. Na UPA, o médico irá identificar o estado clínico do paciente e fazer o tratamento mais adequado.

“Iremos ver até que ponto a criança está desidratada, com desconforto abdominal e com dores no corpo. Identificados os sintomas, se estiver bem, o médico irá fazer medicações sintomáticas com soro para repor o que está sendo perdido com a diarreia e vômito, e ficar em observação, além de medicação, antitérmico para febre ou antiemético para vômito. Ou internação, caso ela esteja em uma situação mais crítica”, pontua o médico Thybério Georgy.

Cuidados

Algumas dicas são importantes para evitar a contaminação pelas moscas. O médico Thybério Georgy recomenda que, neste período chuvoso, os pais redobrem os cuidados com a casa, eliminando os focos de acúmulo de lixo, além de lavar bem os alimentos e as mãos antes e depois das refeições.

“É preciso entender o porquê das moscas aumentarem neste período, que é por conta do acúmulo de lixo. Ou seja, a primeira dica é deixar a casa sempre limpa. A mosca só vem porque tem matéria orgânica para ela procriar, então aquele lixo que está na cozinha, com a tampa aberta, com a sacola aberta, vai fazer com que mosca apareça. Outra dica é lavar bem os alimentos antes de ingerir. Se lavar e deixar em cima da fruteira, a mosca vai pousar e esse alimento estará contaminado. E a dica mais importante é lavar as mãos antes e depois das refeições. Essa é uma atitude de profilaxia e previne mais do que uma vacina”, conclui o médico Thybério Georgy.

10 de fevereiro de 2020

Quase 30 celulares foram roubados por dia no Piauí em 2019

Quase 30 celulares foram roubados por dia no Piauí em 2019

Foram 10 mil aparelhos subtraídos de seus donos de janeiro a dezembro do ano passado em todo o Estado. Segurança lança aplicativo para facilitar recuperação de celulares roubados.

O Piauí registrou quase 30 roubos de celular por dia em 2019. A estatística foi divulgada pela Secretaria de Segurança do Estado nesta segunda-feira, 10. No total foram subtraídos de seus donos 10.000 celulares de janeiro a dezembro do ano passado aqui no estado sendo Teresina a cidade com os maiores registros deste tipo de crime.

De acordo com a Polícia Militar, as áreas mais críticas, ou seja, onde são registrados os maiores números de roubos, ficam nas áreas periféricas da cidade, aquelas mais distantes onde há menos aglomeração de pessoas. É o que diz o comandante-geral da PMPI, coronel Lindomar Castilho.

Coronel Lindomar Castilho. Foto: Assis Fernandes. 

“Na região sul temos a Grande Vila Irmã Dulce e a região do Residencial Torquato Neto. Já na zona Norte, temos a Pedra Mole. Na zona Leste, temos a região do Satélite também, onde se registram muitos roubos. Mas também aqueles casos de assaltos em paradas de ônibus, abordagem em áreas de aglomeração também como no Centro embora nas áreas mais afastadas seja mais recorrente”, explica o coronel.

Ainda segundo Lindomar Castilho, é comum o registro frequente de roubos de celulares também na região central de Teresina por conta da facilidade do acesso à pontes que ligam a capital piauiense à cidade de Timon. O comandante da PM se refere àquela região da Avenida Maranhão como “uma área de fácil escoamento de produtos roubados e de suspeitos de roubo”.

“Temos três pontes ali que facilitam o escoamento de assaltantes e onde se concentra também uma região de roubo com frequência”, finaliza o coronel.

Tecnologia é aliada no combate a este tipo de crime

Visando combater o roubo e furto de aparelhos celulares em todo o Piauí ou ao menos diminuir as estatísticas, foi lançado hoje (10) em Teresina o aplicativo Protege Celular. Trata-se de uma iniciativa da Secretaria de Segurança do Estado (SSPI-PI) em parceria com a Agência de Tecnologia da Informação do Governo (ATI) que consiste basicamente em uma plataforma de na identificação e recuperação de aparelhos roubados através de um cadastro na plataforma por parte do proprietário do celular.


Para ter acesso, o usuário precisa apenas fazer o download do aplicativo nas lojas Play Store (sistema Android) ou Apple Store (sistema iOs), preencher seus dados cadastrais e inserir um endereço de e-mail com senha. Uma vez cadastrado, o usuário terá que inserir o número do IMEI de seu celular, que pode ser obtido discando-se a combinação *#06# como se fosse fazer uma ligação no aparelho.

Fábio Abreu explica sobre o APP Protege Celular. Foto: Assis Fernandes

A partir da inserção dos dados, o aparelho ficará cadastrado na plataforma e em caso de roubo ou furto, o proprietário poderá informar à polícia pelo próprio aplicativo, lembrando que ele tem até 72 horas para cadastrar o BO oficializando e confirmando a denúncia.

Caso o celular seja recuperado, a polícia informará ao seu dono tanto por mensagem SMS no celular, quanto pelo próprio aplicativo e até pelo e-mail cadastrado no Protege Celular. Junto com a notificação de recuperação, o usuário receberá também o endereço do distrito policial onde o aparelho se encontra.

Fábio Abreu: Assis Fernandes. 

Para o secretário de Segurança, Fábio Abreu, o aplicativo Protege Celular vai ajudar a população no momento em que ela precisar, sobretudo no sentido de desincentivar [sic.] o roubo de celular por parte de criminosos.

“Esperamos que com isso, o roubo de celulares se torne desinteressante, porque a partir do momento que um criminoso tem um aparelho roubado em mãos e ele sabe que aquele aparelho está sendo monitorado pela polícia e procurado, ele tende a reduzir a prática”, é o que diz o secretário.  

Professores da rede estadual deflagram greve em Teresina

Professores da rede estadual deflagram greve em Teresina

Grupo de professores se reuniu para protestar na frente do Palácio de Karnak, no Centro de Teresina. O sindicato pede 17% de aumento.

Os professores da rede estadual de ensino do Piauí deflagraram, nesta segunda-feira (10), greve por tempo indeterminado em por causa de reajuste salarial. O Governo do Estado deve encaminhar à Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) nesta semana um projeto de lei que fixa em R$ 3.167,17 o piso para 40 horas aulas semanais, valor acima da média nacional, que atualmente é de R$ 2.886,24. O sindicato pede 17% de aumento.

Manifestantes em frente ao Palácio de Karnac em Teresina. Foto: O Dia.

“O Governo do Piauí apresenta essa proposta para a mídia, não para os trabalhadores. E é uma proposta que ele (Wellington Dias) está apenas colocando o percentual do ano passado – 4.17%, que será transformado em vencimento. Ele não diz como fica a situação dos aposentados, que ficaram o ano passado inteiro esperando o reajuste”, disse Paulina Almeida, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Piauí (Sinte).

Paulina Almeida. Foto: TV O Dia 

Paulina afirmou que o cálculo do reajuste proposto pelo Governo é realizado com base no custo aluno do ano de 2019 e, que por isso, não atende as exigências da categoria.

“Esse reajuste é maior porque é de acordo com cálculo que é feito referente ao valor custo aluno do ano anterior. Então tem todo um cálculo, toda uma fundamentação... Essa proposta que o Governo coloca para a mídia, não comtempla os trabalhadores em educação”, declarou.

Os manifestantes se concentraram para um protesto no Centro de Teresina. Os professores reivindicam também a aplicação de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF).

“O Governo está tentando surrupiar um dinheiro que pertence a classe trabalhadora. Foi construído um projeto chamado Educar Piauí, já foi apresentado no Palácio de Karnak e, no entanto, se esquece que esse percentual de 1 bilhão e 600 milhões, 60% são dos trabalhadores em educação. E nós não iremos perder esse assunto”, completa Paulina.

Foto: O Dia TV.

Segundo o Governo, além do piso acima do valor nacional, irá manter o auxílio alimentação pagos aos professores, já no contracheque de fevereiro. O valor aplicado será de 4,31%, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).  

A lei enviada pelo Governo do Estado, que trata do reajuste dos professores da rede estadual, terá valor após sua aprovação e será condicionada sua execução aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Uma reunião com integrantes do sindicado deve resolver o impasse. A categoria se colocou a disposição para novas negociações.

Piauí reduz em quase 70% obras contratadas pelo Minha Casa Minha Vida

Piauí reduz em quase 70% obras contratadas pelo Minha Casa Minha Vida

Neste ano, o montante no mês só girou em torno de R$ 8 milhões no Piauí, com sérios prejuízos para o projeto.

Construções do Programa Minha Casa Minha Vida estão paralisadas no Piauí desde o dia 2 de janeiro de 2020, segundo o Sindicato da Indústria de Construção Civil (Sinduscon/Piauí). O fato acontece pela falta de repasses de recursos do Governo Federal, que inviabilizam, diretamente, a efetivação de novos contratos pela Caixa Econômica Federal. Segundo o levantamento, em janeiro de 2019, o volume de investimento para novos contratos foi de R$ 25 milhões; este ano, o montante no mês só girou em torno de R$ 8 milhões no Piauí.


Leia também: Imóveis do "Minha Casa, Minha Vida" são negociados em redes sociais 


“É uma queda vertiginosa. São obras, hoje financiadas pela Caixa Econômica, por gestão do Governo Federal, que por falta de repasse não conseguimos fazer contratações. É uma preocupação por setor de construção civil porque você não consegue ter geração de contrato, você não consegue vender nada”, ressalta o vice-presidente do Sinduscon, Guilherme Fortes.

O Minha Casa Minha Vida é realizado em duas modalidades bem diferentes. Na faixa 1, destinada à população com renda mensal familiar de até R$ 1.800, as obras são bancadas 100% com recursos do OGU (Orçamento Geral da União). Nas demais faixas (1,5; 2; e 3), 90% dos recursos estão garantidos porque vêm do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e o OGU subsidia apenas 10%.


Construções do Minha Casa Minha Vida estão invibializadas - Foto: Elias Fontinele/O Dia

E é neste segundo caso, que segundo o Sinduscon, o dinheiro está chegando com atraso porque a Caixa, que gerencia o fundo, não faz repasse enquanto o governo não libera para ela os 10% de subsídio.

“Nós temos uma expectativa muito grande para o ano de 2020, porque o crescimento que está acontecendo nos grandes centros, que já é uma realidade, não chegou com a mesma pujança no resto do Brasil. Para a construção civil no Piauí, podemos dizer que mês de janeiro e fevereiro, até hoje, foi todo perdido”, destaca Guilherme Fortes.

Segundo o vice-presidente, há mobilização a níveis regional e nacional para pressionar o governo. Segundo ele, acontecerão reuniões nos dias 13 de fevereiro (quinta) e 17 (sexta-feira).

07 de fevereiro de 2020

135 mil brasileiros vivem com HIV / AIDS e não sabem

135 mil brasileiros vivem com HIV / AIDS e não sabem

O número de óbitos pela doença reduziu 22,8%, caindo de 12,5 mil casos em 2014 para 10,9 mil em 2018.

O Brasil conseguiu evitar 2,5 mil mortes por Aids nos últimos cinco anos. O número de óbitos pela doença caiu 22,8%, caindo de 12,5 mil casos em 2014 para 10,9 mil em 2018, quando foram publicados os dados mais recentes do Ministério da Saúde. Os dados são positivos, no entanto, o governo acredita que 135 mil pessoas vivam com HIV no País, mas não sabem disso.


Leia também: 36% dos jovens não usam camisinha durante relações sexuais 


A notificação para infecção pelo HIV passou a ser obrigatória em 2014, assim como o tratamento para todas as pessoas que vivem com o vírus. A medida trouxe mais acesso ao tratamento e aumento de diagnósticos. Isso refletiu na redução de casos de Aids, situação em que o vírus afetou o sistema imunológico e a pessoa desenvolveu a doença.

Além da melhora na qualidade de vida, com o tratamento, a pessoa que vive com HIV pode diminuir a quantidade de vírus presente no sangue e deixar de transmitir a infecção. De acordo com o Ministério da Saúde, a situação de infecção por HIV no País é pior entre os jovens. 52,7% dos casos de infecção pelo vírus são registrados em pessoas com idade entre 20 e 34 anos.


Alana explica que o trabalho de prevenção acontece todo o ano - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Em 10 anos, taxa de detecção de HIV em gestantes sobe 38%

A taxa de detecção de HIV em gestantes subiu 38,1% entre os anos de 2008 e 2019. Isso significa dizer que mais de 125 mil mulheres foram notificadas com infecção pelo vírus durante a gravidez, sendo 8.621 delas apenas em 2018.

Entretanto, esse crescimento não significa necessariamente um aumento de contágios. Estes dados podem ser resultados da ampliação do diagnóstico durante o pré-natal, por exemplo, que possibilita identificar a condição de saúde da mulher e prevenir a transmissção vertical do HIV durante a gravidez, parto ou amamentação. 

Com o aumento da identificação de gestantes soropositivo, a taxa de detecção de Aids em menores de 5 anos caiu. No período de quatro anos, houve redução de 26,9%, passando de 386 casos a cada mil habitantes para 265. Isso acontece porque, uma vez identificada a infecção, a gestante recebe o tratamento que impede a transmissão do vírus para a criança.

O HIV ainda não tem cura, mas, com o tratamento, a quantidade de vírus do corpo da pessoa fica tão pequena, que o vírus fica indetectável e isso tem duas grandes vantagens. A primeira é que a pessoa não evolui para a Aids (não fica doente) e a segunda é que ela não transmite o HIV. Ou seja, uma mulher gestante que vive com HIV, com a carga viral indetectável, não transmitirá o HIV para o seu filho.


Em 10 anos, taxa de detecção de HIV em gestantes sobe 38% - Foto: O Dia

Norte e Nordeste apresentam maiores taxas

Os dados mais recentes do Ministério da Saúde mostram que, em 2018, as regiões Norte e Nordeste foram as que apresentaram maiores incrementos na taxa nos últimos dez anos, com 87,5% e 118,1% respectivamente. Em toda a série histórica, a região Sul apresentou as maiores taxas de detecção no País. A taxa observada nessa região foi de 5,8 casos a cada mil nascidos vivos, quase duas vezes maior que a taxa nacional, de 2,9.

Entre as capitais, apenas sete mostraram uma taxa de detecção inferior a nacional. Brasília, Rio Branco, Goiânia, Belo Horizonte, João Pessoa, Natal e Teresina compõe essa lista. A capital federal tem a taxa de detecção mais baixa, com apenas 1 caso em cada mil nascidos vivos. Porto Alegre tem a mais alta, apresentando 20,2 casos para cada mil nascidos vivos, uma taxa sete vezes maior que a nacional. Em relação à faixa etária, o maior número de gestantes infectadas com HIV está entre jovens com idade entre 20 e 24 anos. Elas representam 27,8% das grávidas infectadas.


Foto: O Dia

Eliminação

O Brasil é signatário do compromisso mundial de eliminar a transmissão vertical do HIV e optou por adotar uma estratégia gradativa de certificação de municípios. A eliminação da transmissão vertical é uma das seis prioridades do Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis, da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

A certificação possibilita a verificação da qualidade da assistência ao pré-natal, do parto e do puerpério, além do acompanhamento da criança e do fortalecimento das intervenções preventivas.

Até agora, três municípios brasileiros já receberam a Certificação de Eliminação da Transmissão Vertical do HIV. Curitiba e Umuarama, ambas no Paraná, receberam a certificação em 2017 e 2019, respectivamente. A cidade de São Paulo, com 12,1 milhões de habitantes, também foi certificada no ano passado. O município é o que possui a maior população no mundo a receber o título.

Hepatites B e C podem representar riscos na gravidez

Uma das preocupações na gravidez é identificar possíveis Infecções Sexualmente Transmissíveis e orientar a gestante sobre as ISTs que podem ser transmitidas ao bebê, por meio da chamada transmissão vertical. Entre estas doenças, também transmitidas por via sexual, estão as hepatites B e C.

A hepatite B é a que mais causa doenças hepáticas crônicas no mundo, especialmente se for adquirida via transmissão vertical. Seu contágio se dá por via sexual ou por compartilhamento de agulhas descartáveis, por exemplo. Nos bebês, a transmissão pode ocorrer durante ou logo após o parto, se houver contato da criança com sangue ou líquidos da mãe. 

Já no caso da hepatite C, a IST também é transmitida por agulhas contaminadas e transfusão de sangue. Neste caso, a transmissão vertical é relativamente rara, ocorre apenas de 3% a 5% dos casos. Pode se manifestar quando a gestante tem infecção crônica ou apresenta uma infecção aguda no terceiro trimestre da gravidez.

O método mais seguro e eficaz de se prevenir é usando o preservativo. Sem camisinha, você assume o risco. Use camisinha e se proteja de hepatites e de outras ISTs, como HIV e sífilis.

36% dos jovens não usam camisinha durante relações sexuais

36% dos jovens não usam camisinha durante relações sexuais

Os dados revelam que o número de infectados pelo HIV no Brasil aumentou em 21%.

A última Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira, a PCAP, publicada pelo Ministério da Saúde em 2016, aponta que 36% dos jovens com idade entre 15 e 24 anos não usam camisinha durante as relações sexuais. Os dados também revela que o número de pessoas infectadas pelo HIV no Brasil aumentou em 21% nos últimos 10 anos. No entanto, entre jovens com idade de 15 a 24 anos, a porcentagem de aumento de casos da doença, no mesmo período, foi de 85%.


Leia também:

Notificações anuais de HIV no PI aumentaram 135% em dez anos 

Em pouco mais de 10 anos, Piauí registra 1.898 casos de HIV 


O uso de camisinha evita diversas Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e essa tem sido uma das maiores preocupações do Ministério da Saúde, que tem observado que a não utilização do preservativo se tornou uma prática constante, o que tem contribuído para o aumento de casos de infecções. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), todos os dias, um milhão de novos casos de Infecções Sexualmente Transmissíveis são contabilizados no mundo. Muitas vezes silenciosas, as ISTs podem ficar meses, ou até anos, sem apresentarem sinais e sintomas. Caso não sejam diagnosticadas e tratadas, podem trazer graves complicações para a saúde das pessoas, como infertilidade, câncer ou até mesmo a morte. 

Muitas das Infecções Sexualmente Transmissíveis não têm sintomas, como corrimento ou úlcera, o que faz parecer que não tem doença. Por isso, a camisinha é a melhor estratégia, vez que ela protege de todas as ISTs, além da gravidez, além de não ter nenhum efeito colateral.


A camisinha é a melhor estratégia, já que ela protege de todas as ISTs e da gravidez - Foto: Arquivo O Dia

Ações de prevenção e combate às ISTs

O Ministério da Saúde, junto às Secretarias de Estados e Municípios, tem distribuído preservativo gratuitamente em todas as unidades do Serviço Único de Saúde (SUS). Somente este ano já foram entregues quase 470 milhões de unidades de camisinhas masculinas e femininas. 

O uso da camisinha protege de todas as ISTs, como HIV e Hepatites. Por isso, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) tem intensificado a dsitribuição dos preservativos, especialmente no período de carnaval. Alana Niége, coordenadora de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e AIDS da FMS explica que o trabalho de prevenção acontece durante todo o ano, contudo, as ações são intensificadas em algumas datas, como no carnaval.

Nesse período, as equipes reforçam medidas e prevenção, informação e diagnóstico, para que seja possível atingir a população mais acometida palas Infecções Sexualmente Transmissíveis, que de acordo com o Boletim Epidemiológico são adultos-jovens com idade entre 15 e 34 anos.

“Durante todo o mês de fevereiro fazemos palestras em instituições públicas e privadas, para que as pessoas saibam a importância do uso do preservativo. Por mais que o Ministério da Saúde trabalhe com a prevenção combinada, que é a profilaxia pré e pós-exposição, no caso do HIV, o preservativo continua sendo o carro-chefe da prevenção, não somente do HIV, mas de outras infecções sexualmente transmissíveis e de uma gravidez indesejada, além de ser barato e eficaz”, enfatiza.

Para intensificar as ações de prevenção contra ISTs, equipes volantes da FMS estarão percorrendo os blocos de rua e distribuindo folhetos informativos, preservativos masculino e feminino, gel lubrificante, além de tirar dúvidas da população em como usar o preservativo.

“Todo mundo tem que andar com seu preservativo na bolsa, para caso acontecer alguma coisa estar prevenido. Qualquer pessoa que tem relações sexuais desprotegida, sem o uso de preservativos, está apto a ter uma infecção sexualmente transmissível. A população ainda tem medo e tabu com o HIV, mas vivemos um momento muito crítico de sífilis no mundo, e podemos até chamar de epidemia, e o que prejudica mais ainda é que se trata de uma doença silenciosa e não apresenta sintomatologia. Além de ser uma doença que se pega na relação sexual, durante a gestação, a mãe pode passar para o bebê”, reforça Alana Niége, coordenadora de IST/Aids da FMS. 

06 de fevereiro de 2020

MP-PI abre inquérito contra vereador da Câmara de João Costa por nepotismo

MP-PI abre inquérito contra vereador da Câmara de João Costa por nepotismo

Segundo o PM, José Francisco Assis de Magalhães teria nomeado os filhos e cunhados para exercerem cargos na Casa Legislativa

O Ministério Público do Piauí (MP-PI) abriu um inquérito civil para apurar suposta prática de nepotismo na nomeação dos filhos e cunhados do ex-presidente e atual vereador da Câmara Municipal de João Costa, José Francisco Assis de Magalhães, aos cargos na Casa Legislativa. A ação é movida através da 2ª Promotoria de São João do Piauí.

Foto: Reprodução Internet

Segundo MP, estão sendo investigado os filhos do vereador identificados como Fábio Tavares de Magalhães e Fabrício Magalhães. Além disso, os cunhados Maria de José Tavares Piauilino e Ismael Tavares Piauilino.

O MP diz que na gestão de José Francisco ficou constatado que ele, enquanto presidente da Câmara de João Costa, situado ao Sudeste do Piauí, nomeou diversos parentes para exercerem cargos no Legislativo.

O MP já pediu explicações sobre a nomeação. O inquérito civil do Ministério serve, neste caso, para investigar a prática de nepotismo. Com as informações, a promotor pode fazer a denúncia. Se o juiz acatar, o vereador José Magalhães vira réu no processo.

O vereador tem 30 dias para encaminhar esclarecimentos. De acordo com o Ministério, por constituírem atos de improbidade administrativa, o órgão pede a condenação dos réus. Além disso, que seja feito o ressarcimento integral do dano, se houver perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, pelo prazo de três anos.

Procurado pelo Portal O Dia, o vereador José Francisco Assis de Magalhães e os demais citados pelo Ministério Público não foram localizados para comentar o caso até a publicação desta matéria. O espaço permanece aberto para esclarecimentos. 

30 mil famílias deixaram de receber o Bolsa Família no PI em 2019

30 mil famílias deixaram de receber o Bolsa Família no PI em 2019

Famílias tiveram problemas no cadastro do programa. Em janeiro, o governo federal concedeu apenas 86 novos benefícios para o estado.

Ao longo de 2019, pelo menos 30 mil famílias foram descredenciadas do Programa Bolsa Família e deixaram de ter direito de receber o benefício no Piauí. O número foi informado nesta quinta-feira (06) pela Coordenação Estadual do Programa e se refere às famílias que, por algum motivo, deixaram de cumprir as exigências cadastrais estabelecidas pelo Governo Federal.


Leia também: 13º salário do Bolsa Família deverá beneficiar 444 mil famílias no Piauí 


De acordo com coordenador do Bolsa Família no Piauí, Roberto Oliveira, destas quase 30 mil famílias descredenciadas, pelo menos 25 mil o foram porque apresentaram informações equivocadas no processo cadastral. Outras quatro mil teriam ficado com seus cadastros desatualizados e por isso foram impedidas de continuar recebendo o benefício.

Mesmo com quase 30 mil deixando de ter direito ao Bolsa Família aqui no Piauí, o total de concessões de benefícios pelo governo federal neste começo permaneceu baixo. Segundo Roberto Oliveira, o Estado registrou somente 86 novas concessões do programa ao longo do mês de janeiro.

“Essa baixa quantidade de concessões chama atenção e agente fica até um pouco decepcionado, porque houve muito desligamento aqui no estado. O Governo Federal alega que o Piauí já atingiu a meta de concessão de benefícios, mas mesmo assim. Tem família aqui que ainda precisa e que pode cumprir as exigências para recebimento do Bolsa Família”, explicou.

Crianças e jovens devem se vacinar contra Sarampo antes do carnaval

Crianças e jovens devem se vacinar contra Sarampo antes do carnaval

O Dia D de Mobilização será dia 29 de fevereiro. Fundação Municipal de Saúde faz convocação.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina inicia dia 10 de fevereiro a Campanha de Vacinação Contra o Sarampo 1ª etapa, cujo público alvo são pessoas na faixa etária de cinco a 19 anos. "Queremos chamar a todos do público alvo a se fazerem presentes em nossas salas de vacina e ficarem imunizados antes do período carnavalesco. Para que aproveitem as festas com saúde e mais tranquilos", diz Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS

O Dia D de Mobilização será dia 29 de fevereiro, sábado. Considerando que até janeiro de 2020 a circulação do vírus do sarampo permanece ativa no país e diante da necessidade de proteger a população contra a doença, neste ano, Estados e municípios realizarão a vacinação contra o sarampo. 


Foto: O Dia

“A realização desta ação e a adesão do público-alvo é imprescindível para garantir a devida proteção da população contra o sarampo e possibilitar a interrupção da circulação do vírus no país, sendo este um passo importante para a recertificação da eliminação da doença do Brasil”, ressalta Amariles Borba. Ela ressalta que a Campanha de Vacinação Contra o Sarampo terá uma 2ª etapa em agosto, contemplando o público de 30 a 59 anos. 

Esta primeira etapa de vacinação tem como objetivo resgatar pessoas de cinco a 19 anos de idade não vacinadas ou com esquema de vacinação incompleto para o sarampo e será realizada de forma seletiva, de acordo com as indicações do Calendário Nacional de Vacinação, a partir da avaliação do cartão ou caderneta de vacinação deste público. 

No grupo etário de cinco a 19 anos estima-se que haja em torno de 3 milhões de pessoas não vacinadas contra o sarampo no país. No Piauí a estimativa é de 81.411 pessoas não vacinadas. A população alvo deve comparecer às salas de vacina levando caderneta de vacinação para que seja avaliado o esquema vacinal.

Teresina implanta leitos para internação de pessoas com risco de suicídio

Teresina implanta leitos para internação de pessoas com risco de suicídio

O presidente da FMS, Charles Silveira, afirma que a ação vai beneficiar a população que está em sofrimento mental.

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) iniciou a implantação de oito novos leitos psiquiátricos no Hospital da Primavera, zona norte de Teresina, destinados, prioritariamente, à internação de pessoas com alto risco para suicídio. A adequação do espaço, prevista para ser concluída em 70 dias, fará de Teresina a capital pioneira no Brasil a implantar leitos específicos para esse cuidado. O dado foi divulgado pela Gerência de Saúde Mental, após pesquisa junto às outras capitais brasileiras.

O presidente da FMS, Charles Silveira, afirma que a ação vai beneficiar a população que está em sofrimento mental. “Nesse momento, estamos fortalecendo essa rede de assistência. Nos próximos dias iremos expandir o PROVIDA, ambulatório que atende quem tentou suicídio, e inaugurar o novo CAPS da zona Sudeste. Ainda queremos conscientizar a população de que todos, com conhecimento e atitude acolhedora, podem contribuir com a prevenção do suicídio”, afirmou o gestor.

Para ter acesso aos leitos psiquiátricos do Hospital da Primavera, a pessoa deverá estar em situação de urgência psiquiátrica, como tentativa de suicídio, e ser atendida em hospitais públicos de Teresina. “Nesses casos, se houver necessidade, os médicos desses locais poderão solicitar a transferência do paciente para ser internado no Hospital da Primavera e receber cuidados mais intensivos antes de ter alta médica”, explica a gerente de saúde mental da FMS, Luanna Bueno.

O suicídio é um grave problema de saúde pública, que pode ocorrer por vários fatores e, segundo a Organização Mundial de Saúde, 90% dos casos estão atrelados a transtornos mentais. “É preciso discutir e quebrar tabus, porque não falar sobre suicídio é tão nocivo quanto falar de maneira errada. A gente não pode divulgar casos isolados, mas pode falar sobre doenças mentais e onde buscar tratamento. Temos uma rede extensa que presta esse tipo de serviço”, finaliza Luanna Bueno.


The é pioneira ao implantar leitos para internação de pessoas com risco de suicídio. Divulgação

Conheça a atual rede de assistência à saúde mental da FMS:

PROVIDA  – ambulatório especializado que atende especificamente pessoas que tentaram suicídio e que fica localizado dentro do Centro de Saúde Lineu Araújo. O local funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e atende por demanda espontânea.

Sete Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) – atendem pessoas com transtornos mentais severos e possuem equipe composta por psiquiatra, psicólogo, enfermeiro, terapeuta ocupacional, assistente social e equipe de apoio. Nestes locais, são realizadas atividades em grupo, atendimentos individuais, oficinas terapêuticas e atendimento à família.

90 Unidades Básicas de Saúde – podem atender casos de transtornos mentais leves e possuem médicos e enfermeiros capacitados para esse tipo de atendimento. Se houver necessidade, na própria Unidade a pessoa faz a marcação para se consultar com psicólogos e psiquiatras nos ambulatórios espalhados em Teresina.

SAMU 192 – Em caso de urgência psiquiátrica, como surto psicótico ou tentativa de suicídio, a população pode acionar o SAMU, por meio do número gratuito 192 ou ir por meios próprios para o Hospital Areolino de Abreu, que possui psiquiatras 24 horas e é o hospital referência em atendimento de urgência psiquiátrica. Outra opção é se dirigir aos CAPS.

ONGs:  Centro de Valorização da Vida (CVV) – telefone 188; Centro Débora Mesquita (CDM) – telefone: (86)99827-3343/ 98894-5742;  e Grupo Apoio Contato e Esperança (GRACE) – telefone: (86)3237-0077/3237-0202 são organizações filantrópicas que contribuem com a prevenção e posvenção do suicídio em Teresina.

Equatorial Piauí orienta sobre ligações provisórias no Carnaval

Equatorial Piauí orienta sobre ligações provisórias no Carnaval

As ligações provisórias, ainda que temporárias, precisam de um planejamento para realização, pois o serviço está condicionado à viabilidade técnica do local.

Chegou fevereiro e com ele a maior festa brasileira que é o Carnaval. Bloquinhos de rua, as mais belas fantasias, festas que arrastam multidões em um ritmo de festa, muita animação em todo o Piauí. Aqui no Estado, seja na capital, com o maior Corso do Mundo, ou de norte a Sul em diversos municípios (Luís Correia, Piripiri, Cajueiro da Praia, Barra Grande, Picos, Floriano, Água Branca e muitos outros) com os carnavais de rua, para garantir que a festa seja segura é preciso atenção quando o assunto é energia.

Pensando nessa movimentação e alegria que contagia, a Equatorial Piauí separou algumas dicas importantes para esclarecer aos proprietários de barracas que venderão suas mercadorias e também para que os organizadores das grandes festas e bloquinhos de rua, entendam como solicitar a ligação provisória, necessária para garantir o fornecimento de energia com qualidade e segurança.


Foto: Equatorial Piauí

Prazos e atendimento

Para solicitar uma ligação provisória durante o carnaval e realizemos a programação para o atendimento, o cliente deve procurar um ponto de atendimento da Equatorial Piauí com no mínimo três dias de antecedência (baixa tensão) ou até uma semana (cliente de alta tensão) da realização do evento, apresentando carteira de identidade (RG), CPF, a carga detalhada dos equipamentos que serão utilizados no local da festa e o endereço completo de onde acontecerá o evento. O prazo máximo para atendimento aos clientes de baixa tensão é de 72 horas após solicitação e para clientes de alta tensão é de até uma semana após a efetivação do pedido.

As ligações provisórias, ainda que temporárias, precisam de um planejamento para realização, pois o serviço está condicionado à viabilidade técnica do local. “A Distribuidora precisa que a solicitação seja feita antecipadamente para avaliar as necessidades de instalação de novos transformadores, pontos de fornecimentos e para programar as equipes, que recebem maior número de demandas no período de Carnaval”, destaca o Gerente de Relacionamento com o Cliente, Joaquim Milhomem.

Ações da Distribuidora

A Equatorial Piauí já realizou ações e reuniões com diversas prefeituras e órgãos relacionados com a organização das festas para estabelecer as solicitações para os grandes eventos de carnaval, analisando as estruturas e demandas de energia nos municípios da região sul, metropolitana e norte, para antecipar de forma organizada as ligações provisórias. Além disso, a Equatorial Piauí inspecionará os locais das festas para notificar e regularizar situações que não estejam regulares junto à Empresa.

Documentos Necessários

 A solicitação nas agências é rápida e fácil. Abaixo, segue a lista dos documentos a serem apresentados de acordo com a categoria do cliente.

Baixa Tensão (Física e Jurídica)

Documento com Foto e CPF para pessoa FÍSICA ; CNPJ com cópia contrato social para pessoa jurídica;

  • Ofício descrevendo a quantidade de equipamentos utilizados;
  • Período de utilização de cada equipamento(descritivo dos equipamentos)
  • Endereço do evento com referência;
  • Apresentação da Autorização da prefeitura

Média e Alta Tensão/ Órgãos Públicos:

  • CNPJ com cópia do contrato social ou documento oficial com foto do sócio
  • Ofício informando dia, horário, carga declarada, endereço, informações sobre o evento (início e fim do evento)
  • Autorização formal para agrupamento referente à fatura de ligação provisória
  • Autorização da Prefeitura e Licença do Corpo de Bombeiros.

O prazo para atendimento dessas situações varia de acordo com cada caso e as necessidades de intervenção da empresa.

Confira aqui , os locais das agências de atendimento da Equatorial Piauí. Para mais informações, os clientes devem entrar em contato através da Central de Atendimento no telefone 0800 086 0800.

Chove em 24hs mais da metade do volume de chuva de janeiro em THE

Chove em 24hs mais da metade do volume de chuva de janeiro em THE

Segundo a meteorologia, os 10 primeiros dias de fevereiro terão chuvas mais intensas com trovoadas, raios e ventos fortes.

Teresina registrou um volume de chuva de 106,8 milímetros durante o dia de ontem (05), um acumulado que representa mais da metade do total contabilizado pelas estações automáticas durante todo o mês de janeiro. Os dados constam no monitoramento do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e dão um pouco da dimensão da magnitude da chuva desta quarta-feira e dos transtornos enfrentados pelos teresinenses.


Leia também:

VÍDEO: Carros são arrastados durante chuva intensa em Teresina 

Em 24h, Paulistana recebe chuva esperada para todo mês de fevereiro 


Para se ter uma ideia, somente no intervalo de duas horas – das 18h às 19h – a capital piauiense registrou um acumulado de chuva de 74 milímetros. A forte precipitação concretiza aquilo que a previsão geral dos órgãos competentes havia estabelecido: a de que os 10 primeiros dias de fevereiro seriam os mais chuvosos do mês. 

“Há um plus de umidade, ou seja, o canal de umidade está ativo com atuação vigorosa da ZCIT [Zona de Convergência Intertropical]. A tendência é continuar com o ciclo chuvoso, com chuvas intensas por todo o Estado. O Piauí tem inclusive recebido alertas amarelos do Inpe, sinalizando para perigos na trafegabilidade e atenção nas áreas de risco”, explica o professor Werton Costa, climatologista da Uespi.


Chove em 24hs mais da metade do volume de chuva de janeiro em THE - Foto: O Dia

No entanto, apesar de a meteorologia apontar chuvas mais fortes para estes primeiros 10 dias de fevereiro, isso não significa que passado esse período, as precipitações diminuam. Segundo a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semar), o Piauí como um todo terá chuvas intensas durante todo o restante mês e elas devem se estender até o início de abril. É que o Estado entrou efetivamente no período chuvoso e em regiões como o Norte piauiense, o centro-norte e a região Sudoeste, as precipitações devem vir ainda com mais força.

A meteorologista Sônia Feitosa explica: “Temos sistemas produtores de chuvas atuando com fervor, por isso que essas precipitações acontecem com acumulado significativo, como aconteceu em Paulistana, no Sul, e em Parnaíba, no Norte. Foi o caso também de Teresina”. A previsão, segundo ela, é de mais chuva em todo o Estado hoje pelo menos até as 21 horas. As regiões em que a precipitação tende a ser mais volumosa são o Norte, a região central do Piauí e parte do sudeste.

A chuva de hoje, assim como a prevista para os próximos dias deve vir acompanhado de fenômenos atmosféricos adversos como trovoadas, descargas elétricas e ventos mais fortes.

Maternidade do Satélite faz campanha para arrecadar frascos de vidro

Maternidade do Satélite faz campanha para arrecadar frascos de vidro

Unidade recebeu muitas doações de leite materno em janeiro e, por isso, está precisando da doação do frascos.

O Hospital e Maternidade do Satélite está com uma campanha para arrecadar fracos de vidro para o posto de coleta de leite materno. Até dezembro, a unidade tinha vidros sobrando, pois a doação de leite foi pouca. Mas em janeiro, com a boa arrecadação de leite materno, os frascos estão escassos.

“A quantidade de leite que recebemos em janeiro foi quase equivalente a todo o ano de 2019. Foram 2.000 ml, o que significa 2 litros de leite; é muito. Porque cada mãe doa no máximo 80 ml. Em janeiro, foram nove doadoras ativas”, explica Luciana Sebim, diretora do hospital.

Luciana detalha que as mães que fazem a ordenha em casa recebem orientação e um kit, com luva, touca, máscara, o frasco de vidro e um isopor. Toda mãe pode ser doadora, desde que tenha leite suficiente para saciar o bebê.

“Precisamos estar estimulando tanto a doação de leite como a dos frascos de vidro com tampa de plástico. Ele é caro, por volta de R$ 12,00, e nem todo mundo pode comprar”, pontua. 


Equipe presta todas as informações e tira dúvidas das mães sobre a doação do leite - Foto: Assis Fernandes/O Dia

O leite recolhido na Maternidade do Satélite é encaminhado para a Maternidade Evangelina Rosa, onde ele é preparado para alimentar os bebês que estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Nós temos um espaço humanizado há 4 anos. A sala de coleta possui uma nutricionista, que é a responsável, e duas técnicas de enfermagem. As técnicas orientam sobre a amamentação e fazem o manuseio de como fazer a coleta do leite. A mãe que quer doar, não precisa marcar, é só vir e dizer que quer ser doadora”, orienta a diretora do hospital.

Já a mãe que quer doar de casa, faz a primeira retirada do leite, anota a data e pode colocar no mesmo frasco até no máximo 10 dias, sempre congelando. Mas Luciana Sebim recomenda que, com 5 dias de coleta, a lactante ligue para o hospital, pois tem um funcionário específico para buscar.

“Elas ligam pra cá porque o leite precisa vir dentro da bolsa térmica, temos um motoboy exclusivo, tanto para buscar o leite e levar o novo frasco esterilizado quanto para recolher frasco de doação. É importante que a mãe venha receber as orientações no hospital, pois a nutricionista aproveita para observar a pega do bebê, pesa a criança e fica fazendo avaliação nutricional de 0 a 2 anos”, conclui Luciana Sebim.


Empresa oferece suporte para mães coletarem leite no retorno da licença maternidade

O leite materno é o alimento mais importante para o bebê. Ele protege a criança contra diarreias, infecções respiratórias e alergias, além de reduzir em 13% a mortalidade em crianças menores de 5 anos e também reduzir o risco de desenvolver hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade na vida adulta. Esse tipo de alimentação, que deveria ser exclusiva pelo menos até os seis meses de vida do bebê, por vezes, é interrompida devido à necessidade da mãe voltar ao trabalho. Pensando neste momento delicado, uma indústria têxtil que atua em Teresina há 47 anos proporciona a suas colaboradoras um suporte especial.


“Quando a mãe retorna para trabalhar, ela tem todo o apoio no sentido de estar fazendo a ordenha nos períodos pré-determinados. A gente faz o armazenamento no congelador e, ao final do dia, ela leva pra casa. Fora isso, tem o acompanhamento da alimentação da mãe; elas têm que comer de três em três horas”, explica Luana Lima, do setor de Recursos Humanos da empresa. 


Rosilda Vieira, de 40 anos, trabalha no estabelecimento têxtil há 15 anos e tece seu primeiro filho há nove meses. Ela descreve como foi o retorno ao trabalho após a licença maternidade.


“O primeiro dia foi muito ruim, tinha muita saudade do meu bebê, eu nem almocei no dia. Mas foi tranquilo, quando eu vim dar entrada na licença, a doutora me chamou e conversou comigo, eu já levei o kit para deixar o leite armazenado em casa uma semana antes de voltar pra empresa. Eu faço a ordenha duas vezes ao dia, às 10h da manhã e às 15h da tarde. O leite fica congelado e no final do dia levo pra casa e minha sogra faz o banho maria e dá para o bebê. Pra mim, é muito importante, eu adoro amamentar o meu filho”. 


A gravidez de Rosilda foi sem risco e ela trabalhou até 12 dias antes de ganhar o bebê. Ela tirou férias e licença maternidade, assim, conseguiu ficar cinco meses com a criança. No retorno para a empresa, a rotina mudou, pois a ordenha passou a fazer parte do seu dia a dia.

Por outro lado, Luana Lima conta que algumas mães ainda resistem em fazer a ordenha devido crenças antigas sobre amamentação. “A gente presa pela qualidade de vida das mães, porque a mãe, às vezes, vem trabalhar com o peito cheio e não tem o apoio correto. Aqui temos os potes esterilizados e todas têm o kit que a empresa cede, armazena no congelador e, quando termina o expediente, ela leva pra casa e traz no outro dia”, conclui.


05 de fevereiro de 2020

Uespi: Demitidos há um ano, terceirizados não receberam direitos

Uespi: Demitidos há um ano, terceirizados não receberam direitos

Todos eles trabalhavam na prestação de serviços à Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e um ano depois, os trabalhadores permanecem ser respostas e sem receber seus direitos.

Trabalhadores atuavam pela terceirizada Limpel Serviços Gerais. Empresa os demitiu em fevereiro do ano passado e até o momento não pagou os direitos.

Constrangimento e falta de respostas. É esta a situação de um grupo de dez funcionários que foram demitidos da empresa Limpel Serviços Gerais em fevereiro do ano passado e, até o momento, não receberam os pagamentos das rescisões contratuais. Todos eles trabalhavam na prestação de serviços à Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e um ano depois, os trabalhadores permanecem ser respostas e sem receber seus direitos.

Sede da empresa. Foto: Divulgação Reprodução.

A denúncia foi feita ao Portal O Dia por uma das funcionárias demitidas. Andressa Fernandes, 24 anos, trabalhava na Limpel como prestadora de serviços na Uespi há dez meses quando foi informada da demissão junto com funcionários de outros setores. A alegação da empresa, segundo ela, era corte de gastos.

“Eu era auxiliar administrativa, mas tinha gente de outros setores. No dia 21 de fevereiro, ligaram pras pessoas assinarem a demissão e disseram que iam ligar para fazer a rescisão e fazer o pagamento. Deu abril e nada deles ligarem. Em julho, fomos chamados de novo para assinar o documento e deram dez dias para pagar, mas até hoje, nada de darem uma resposta”, relata Andressa.

O valor da rescisão de Andressa é R$ 2 mil, mas há outros trabalhadores que possuem valores bem maiores que isso a receberem. Segundo ela, alguns deles, já acionaram a justiça para conseguirem seus direitos, mas até o momento não houve nenhum acordo.

“Eu tive que ir embora para Pernambuco morar com meu irmão porque não tinha condições de ficar aqui, mas nunca deixei de procurar, de ligar na empresa, mas lá nunca sabem dizer nadam nunca têm resposta. É falta de respeito”, finaliza Andressa.

O outro lado

O Portal O Dia conversou com Marcos Lima, fiscal de contratos da Limpel Serviços Gerais. Segundo ele, no que respeita às questões salariais, os vencimentos estão pagos até novembro e o décimo terceiro salário de 2019 para os funcionários ativos, estando em aberto os meses de dezembro de 2019 e janeiro de 2020.

No entanto no tocante às rescisões dos trabalhadores demitidos, Marcos Lima disse apenas que somente a diretoria da empresa poderia informar.

A reportagem procurou o diretor da empresa, Elson Avelar, mas as ligações não foram atendidas. O espaço permanece aberto para esclarecimentos. 

Em 24h, Paulistana recebe chuva esperada para todo mês de fevereiro

Em 24h, Paulistana recebe chuva esperada para todo mês de fevereiro

O maior volume foi registrado no início da manhã desta quarta-feira

A cidade de Paulistana, distante 468 km de Teresina, recebeu em apenas um dia o volume de chuva que era aguardado para todo o mês de fevereiro. Desde essa terça-feira (4) as precipitações se intensificaram no município e chamou atenção da climatologia.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a média de chuva prevista para fevereiro em Paulistana era de 113 mm. Em apenas 24h, porém, a chuva que caiu alcançou 130 mm. O maior volume foi registrado no início da manhã desta quarta-feira (5), quando a precipitação bateu 53,4 mm.  Apesar do grande volume, a chuva foi considerada tranquila sem rajadas de vento e descargas elétricas.

Esse tipo de tempestade é classificado como chuva severa, segundo o climatologista Werton Costa, e é justificada pela proximidade do fenômeno conhecido como Zona de Convergência Intertropical.

“Essa chuva severa é produto de condições maiores de grande escala que é o caso da aproximação da Zona de Convergência Intertropical, a condição de neutralidade do oceano pacífico e a atuação bem pontual do VCAN (Vórtice Ciclônico de Altos Níveis). Foi uma chuva isolada sobre aquela região”, afirmou.

Apesar do grande volume, a chuva foi considerada tranquila e sem rajadas de vento (Foto: Reprodução)

A chegada desses fenômenos na costa nordestina indica que os volumes de chuvas devem aumentar nos próximos meses no Piauí. “Teremos um aumento da chuva, o que é natural para o mês de fevereiro. Quanto maior a proximidade da Zona de Convergência Intertropical , esse sistema que é responsável pela chuva no Nordeste, maiores os volumes e a frequência de chuva”, explicou Werton. 

04 de fevereiro de 2020

Teresina: Garçom se nega a atender homem usando cropped

Teresina: Garçom se nega a atender homem usando cropped

Davi Lutasi estava usando uma blusa modelo cropped quando foi impedido de comprar no estabelecimento. A empresa se manifestou sobre o caso e informou que demitiu o colaborador envolvido no caso.

Atualizada às 19h30

Depois de uma reunião na tarde desta terça-feira (04), envolvendo Davi Lutasi e o funcionário do local, o Fast Food cancelou a demissão do colaborador. Em um publicação no Instagram, a empresa ressaltou que reforçará "o treinamento de atendimento ao cliente de toda a equipe, através de palestras e esclarecimentos". 

----

 Matéria original

Está circulando nas redes sociais um vídeo em que o jovem Davi Lutasi revela que um funcionário de uma rede de Fast Food de Teresina teria se recusado a atendê-lo devido a sua vestimenta. A empresa, inclusive, já se manifestou sobre o caso e informou que demitiu o colaborador envolvido no caso.

Davi Lutasi estava usando uma blusa modelo cropped quando foi impedido de comprar no estabelecimento. Indignado com a situação, o jovem então gravou uma sequência de stories no Instgram, que rapidamente se espalharam nas redes sociais. (Veja vídeo abaixo)


"O cara simplesmente disse que eu não seria atendido, para eu sair daqui e vestir a minha roupa porque eu estava sem camisa. Se fosse qualquer uma das meninas com a mesma roupa, ele não ia falar nada. O Dogão Teresina não aceita o cropped masculino, só pra deixar aqui registado. Ele (funcionário) disse que não ia me atender, eu nem ia comer nada, mas ele disse que se eu quisesse, ele não ia me atender porque eu estava sem camisa (Sic.)", disse.

No vídeo, é possível ver que uma mulher aparece e oferece uma blusa para o jovem, que recusa. O caso aconteceu na noite dessa segunda-feira (3).

Foto: Reprodução Instagram

Já na manhã seguinte, após repercussão negativa na internet, a empresa emitiu uma nota onde afirma ter demitido o funcionário. No comunicado, a empresa informa que o “comportamento do colaborador foi inadequado, e que infringiu as regras do regulamento interno, bem como as práticas de atendimento aos clientes”.

A empresa pediu desculpas aos clientes e afirmou que, em 40 anos de existência, esse foi a primeiro caso desse tipo.

Em outra publicação no Instagram, Davi agradeceu o apoio que recebeu nas redes sociais. “Eu nunca imaginei que a denúncia que eu fiz teria uma repercussão tão grande. Isso mostra que a sociedade, por incrível que pareça, não está perdida, ainda tem empatia no coração e que as pessoas se importam com o sofrimento e constrangimento dos outros. E acima de tudo, espero que essa situação se transforme em algo bom, que sirva de alerta para outras empresas e para pessoas que ainda insistem em ser preconceituosas”, disse.

A empresa ainda marcou uma reunião com o jovem nesta terça-feira para tratarem sobre o caso.



Chuvas favorecem o surgimento de alergias e problemas respiratórios

Chuvas favorecem o surgimento de alergias e problemas respiratórios

Os principais problemas são tosse seca, rinite alérgica e crises de bronquite (asma)

No Piauí, o tempo é quase sempre quente. Com o início do período chuvoso que compreende, geralmente, os meses de janeiro a abril, problemas respiratórios podem ser desenvolvidos juntamente com as alergias. Segundo dados do Ministério da Saúde, a asma é responsável por quase 250 mil internações e mais de dois mil óbitos todos os anos no Brasil.

Os principais problemas que surgem neste período chuvoso são tosse seca, principalmente no turno da noite prejudicando o sono e provocando irritação na garganta; sintomas nasais de rinite alérgica com a presença de espirros, coriza, congestão e prurido nasal, além das crises de bronquite ou asma alérgica.

Foto: Divulgação

O alergologista Carlos Alves destaca os malefícios que o frio pode causar às pessoas que moram em regiões quentes. “As variações de temperatura de um modo geral costumam irritar (agredir) a mucosa das vias aéreas descompensando a tosse, rinite e asmas alérgicas, principalmente na mudança calor / frio. É fundamental para o tratamento de pessoas acometidas com esses problemas, o uso de antialérgicos, pré-avaliação alergológica e medidas de controle ambiental”, enfatiza.

O profissional ressalta ainda os fatores que contribuem para a manifestação de alergias e problemas respiratórios. “Os principais fatores são a exposição às variações bruscas de temperaturas, além dos irritantes primários como fumaça, cigarro, cheiros fortes de produtos de limpeza, perfumes, desodorantes e cheiro de tintas. E os aeroalergenos como ácaros da poeira, mofo, epitélio dos animais - principalmente gato e cachorro, e os pólens”, disse o especialista.

O médico orienta que é necessário que a pele esteja sempre hidratada e uso constante de protetor solar. “Já quanto às alergias desencadeadas pelo contato, deve-se identificar a causa e afastar do contato do paciente e buscar sempre o uso de equipamentos de proteção individual”, finalizou o alergologista.

Educação pública estadual entra de greve a partir da próxima segunda

Educação pública estadual entra de greve a partir da próxima segunda

Professores pedem reajuste do piso salarial em 12,84% e alega falta de prazo e de respostas por parte do governo. Início do ano letivo fica prejudicado.

O ano letivo nas escolas públicas estaduais do Piauí está sem data para começar neste 2020. Isto porque os professores da Educação do Estado aprovaram, em assembleia realizada hoje (04), a greve geral da categoria pedindo o reajuste salarial de 12,84%. O movimento começa a partir da próxima segunda-feira (10).

Ontem, os representantes da categoria se reuniram com o secretário de Governo, Osmar Júnior (PC do B), mas nenhum acordo foi firmado. Hoje, os trabalhadores se reuniram para deliberar a respeito das reivindicações. A presidente da entidade, Paulina Almeida, afirmou que além do reajuste deste ano, outro ponto que gerou insatisfação nos trabalhadores e levou ao indicativo de greve diz respeito aos impasses na concessão do reajuste de 4,17 referente ao ano passado.


Foto: O Dia

“A educação foi escolhida como alvo. Não cumpriram o piso de 2019 e o acordo firmado com a categoria, deixando aposentados e aposentadas sem reajuste e os ativos com a insegurança do auxílio alimentação. Nossa luta envolve a valorização profissional e a execução do reajuste do piso nacional do magistério de forma paritária”, explicou Paulina.

A greve está marcada para começar na próxima segunda (10). No mesmo dia, os trabalhadores da educação vão se reunir em protesto em frente ao Palácio de Karnak.

Mudança de hábitos ajuda reduzir impacto de câncer

Mudança de hábitos ajuda reduzir impacto de câncer

No Dia Mundial do Câncer, entidades destacam importância do diagnóstico precoce.

A campanha do Dia Mundial do Câncer é realizada todos os anos no dia 4 de fevereiro e é uma iniciativa da União Internacional para Controle do Câncer (UICC). Disseminada no Brasil pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), em 2020, a campanha chega à sua 20ª edição.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca) estimaram 600 mil novos casos da doença no Brasil em 2019. No entanto, existe a probabilidade de que esses números sejam ainda maiores, pois as bases de dados sofrem com falta de notificações e atraso de informações. Diante desse cenário, a Femama convida todos a participarem da campanha que tem como tema "Eu sou e eu vou" e avaliarem seus hábitos para que se conscientizem no quanto podem fazer para reduzir o impacto do câncer em suas vidas.

"O movimento tem como objetivo alertar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer, pois quanto mais cedo ele é descoberto, maiores as chances de cura na grande maioria dos tipos de câncer. A campanha trienal quer ressaltar que o esforço de cada um, seja mudando hábitos próprios ou influenciando positivamente as pessoas ao seu redor, contribui para a redução de fatores de risco para o câncer no longo prazo", explica a presidente voluntária da Femama, Dra. Maira Caleffi.

E em apoio especial à data, a Ponte Estaiada, em Teresina (PI), além de outros pontos espalhados pelo Brasil, receberão iluminação exclusiva nas cores azul e laranja para conscientizar a população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce da doença, durante a primeira semana de fevereiro.

No Brasil, ainda são muitos os desafios a serem vencidos. Apesar dos avanços da medicina para o rastreamento e tratamento, a demora para obter o diagnóstico correto e iniciar o tratamento adequado afasta os pacientes do sistema público da cura. De acordo com dados do TCU, pacientes com câncer esperam em média 200 dias até receber seu diagnóstico. Além disso, quando diagnosticado em estágios mais avanços, o tratamento tende a ter impacto negativo no orçamento do governo e dos planos de saúde.

Para mudar esse cenário, a Femama e sua rede de ONGs associadas mobilizou o Congresso Nacional durante cinco anos para aprovação da Lei dos 30 dias, que estabelece que os exames necessários para a confirmação do diagnóstico de câncer sejam realizados no SUS no prazo máximo de 30 dias. A lei foi sancionada em outubro pelo vice-presidente Hamilton Mourão e entrará em vigor em abril deste ano. Conquistado o direito no papel, é preciso fiscalizar sua regulamentação para garanti-lo também na prática.

"Nenhuma lei cria infraestrutura de imediato, mas norteia as prioridades e esforços governamentais. Uma doença tão prevalente, com altas chances de cura se estiver em estágio inicial, precisa receber uma atenção maior também no sistema de atenção primária. Nesse cenário, a regulamentação da Lei dos 30 dias é fundamental para que haja transparência e controle dos esforços para reduzir a demora do diagnóstico no curto e no médio prazo e salvar vidas", defende a Dra. Maira Caleffi.

Cores neon são apostas para o Carnaval 2020

Cores neon são apostas para o Carnaval 2020

Seja nas roupas ou na maquiagem, as cores mais fortes vêm com tudo e prometem fazer a diferença no meio da folia.

Com o Carnaval chegando, a procura por fantasias, adereços e maquiagem aumentam. Todo mundo quer curtir a folia com muita purpurina e cores chamativas. Aliás, passar despercebido nesta época do ano não é a intenção de ninguém. Por isso, o Jornal O DIA antecipa o que será tendência na Folia de Momo deste ano.

A maquiadora Ozânnia Muniz conta que, quem deseja acompanhar a tendência deste ano, deve apostar nas cores neon. Rosa, laranja, verde e amarelo são alguns dos tons que chamam bastante atenção e podem ser utilizados tanto na maquiagem como em roupas e acessórios.

“A tendência do Carnaval deste ano são as cores neon, que podem ir tanto na maquiagem, seja na sombra, batom, no glitter, nas unhas, nos brincos, colares, como nas roupas e fantasias. No Carnaval, você pode fazer o que quiser. Pode aplicar glitter no rosto, no colo, nos braços, complementar com pedrarias. Tem que usar a criatividade”, comenta.


Maquiadora afirma que glitters e purpurinas estão super em alta e nunca saem de moda - Foto: Arquivo Pessoal

Ozânnia Muniz destaca ainda que os glitters e purpurinas estão super em alta e nunca saem de moda. Por isso, não podem faltar na folia. Para os mais ousados, além de aplicar os brilhos no rosto ou na maquiagem, podem aplicar também na boca ou até mesmo no delineado dos olhos.

“Se você quiser usar uma fantasia, não precisa necessariamente colocar as mesmas cores dela. Por exemplo, se as peças forem douradas, você pode optar por outras tonalidades, como laranja, vermelho ou verde, contanto que você se sinta à vontade com a roupa e maquiagem, se sentindo alegre e feliz. No Carnaval, não precisa combinar maquiagem com roupa. O Carnaval é vida e alegria, tudo que tiver para chamar atenção pode ser usado”, pontua a maquiadora.

Pele deve estar bem preparada para receber maquiagem

E quem acha que por ser Carnaval não dá para fazer uma maquiagem bem trabalhada, a maquiadora Ozânnia Muniz explica que isso não somente é possível, mas necessário. Para isso, deve-se começar com uma boa preparação da pele, que inicia com a hidratação.

Tanto para as prévias como para o Carnaval, está prevista muita chuva. E para que a maquiagem resista à água, e claro, ao suor, deve-se optar por produtos que sejam à prova d´água, garantindo assim que a maquiagem chegue até o final da festa intacta. A dica da maquiadora é, após hidratar a pele, aplicar um primer, que ajudará a fixar a maquiagem na pele.


"No Carnaval, você pode fazer o que quiser. Pode aplicar glitter no rosto, no colo, nos braços, complementar com pedrarias. Tem que usar a criatividade" - Foto: Arquivo Pessoal

“Pode usar maquiagem no Carnaval sim, mesmo se o dia estiver chuvoso ou para quem vai pular atrás dos bloquinhos e suar. O ideal é que seja feita uma preparação na pele com hidratante, primer, usar uma base à prova d’água, blush, máscara de cílios à prova d’água e finalizar com glitter”, cita.

Depois da folia, é muito importante retirar completamente a maquiagem, garantindo que a pele respire e não seja prejudicada pelos resíduos dos produtos. Então, antes de dormir limpe completamente a pele com ajuda de um demaquilante. Se não tiver, pode utilizar hidratante para ajudar a retirar o excesso de glitter.

“Em seguida, lave bem o rosto com sabonete próprio e passe hidratante, assim a pele não vai ficar muito danificada por conta do excesso de maquiagem. E é importante lembrar também de sempre utilizar produtos de qualidade, dentro da validade e específico para cada região do corpo. Hoje, no mercado, existem muitas opções de produtos, como colas específicas para a área dos olhos, para aplicação de cílios e glitter”, enfatiza Ozânnia Muniz.

A maquiadora salienta que utilizar os produtos adequados evita possíveis reações alérgicas ou lesões na pele. Além disso, deve-se ficar atento ainda à qualidade e procedência das maquiagens. Opte sempre por produtos com boas referências e, preferencialmente, hipoalergênicos.

03 de fevereiro de 2020

139 cidades do Piauí estão sob alerta para chuvas intensas, diz Inpe

139 cidades do Piauí estão sob alerta para chuvas intensas, diz Inpe

O céu do estado está sob influência de um Vórtice Ciclônico e Altos Níveis e da Zona de Convergência Intertropical. Veja cidades em alerta.

A região central e Norte do Estado do Piauí encontram-se sob alerta para risco de chuvas intensas nas próximas 72 horas, segundo o que aponta o monitoramento por satélite do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). 

Ao todo, 139 municípios piauienses encontram-se nessa zona de alerta, podendo registrar pancadas de chuvas a qualquer momento do dia. Dentre eles está Teresina, que amanheceu esta segunda-feira (03) com uma chuva forte e tempo nublado, situação que deve permanecer pelo restante do dia.

O alerta confirma o que a meteorologia vem prevendo para estes dias no Piauí. Por conta do Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), o Estado começa seu período chuvoso com precipitações volumosas. Sônia Feitosa, meteorologista da Semar (Secretaria Estadual do Meio Ambiente), explica a ação desse fenômeno no estado.


139 cidades do Piauí estão sob alerta para chuvas intensas, diz Inpe - Foto: O Dia

“Esse sistema [o VCAN] costuma fazer chover nas áreas de suas bordas. Como esse vórtice está se direcionando do oceano para o continente, então e, grande parte do Piauí devem acontecer chuvas volumosas por esses dias, principalmente a partir de amanhã”, diz.

Nas próximas 72 horas, o maior acumulado de chuva deve ser na região centro e Norte do Piauí devido, principalmente, à Zona de Convergência de Intertropical (ZCIT) que atua naquela área. Já nos dias seguintes, os maiores acumulados devem se concentrar da região central para o Sul.

Sônia explica que esse volume de chuva é normal para este período e que as precipitações tendem a aumentar cada vez mais a partir dos próximos dias. “No estamos no período de chuvas e estamos onde esses sistemas [VCAN e ZCIT] tendem a aumentar de intensidade. Daqui por toda essa semana ou por pelo menos uns quatro dias, o vórtice vai atuar favorável a chuvas volumosas em grande parte do Piauí”, finaliza Sônia.


Foto: O Dia

Confira abaixo os municípios piauienses em alerta:

1.PI - Acauã

2.PI - Agricolândia

3.PI - Água Branca

4.PI - Alagoinha do Piauí

5.PI - Alegrete do Piauí

6.PI - Alto Longá

7.PI - Altos

8.PI - Amarante

9.PI - Angical do Piauí

10.PI - Aroazes

11.PI - Aroeiras do Itaim

12.PI - Assunção do Piauí

13.PI - Barra D'Alcântara

14.PI - Barras

15.PI - Barro Duro

16.PI - Batalha

17.PI - Belém do Piauí

18.PI - Beneditinos

19.PI - Betânia do Piauí

20.PI - Boa Hora

21.PI - Bocaina

22.PI - Bom Princípio do Piauí

23.PI - Boqueirão do Piauí

24.PI - Brasileira

25.PI - Buriti dos Lopes

26.PI - Buriti dos Montes

27.PI - Cabeceiras do Piauí

28.PI - Cajueiro da Praia

29.PI - Caldeirão Grande do Piauí

30.PI - Campo Grande do Piauí

31.PI - Campo Largo do Piauí

32.PI - Campo Maior

33.PI - Capitão de Campos

34.PI - Caraúbas do Piauí

35.PI - Caridade do Piauí

36.PI - Castelo do Piauí

37.PI - Caxingó

38.PI - Cocal

39.PI - Cocal de Telha

40.PI - Cocal dos Alves

41.PI - Coivaras

42.PI - Conceição do Canindé

43.PI - Curralinhos

44.PI - Curral Novo do Piauí

45.PI - Demerval Lobão

46.PI - Dom Expedito Lopes

47.PI - Domingos Mourão

48.PI - Elesbão Veloso

49.PI - Esperantina

50.PI - Francinópolis

51.PI - Francisco Macedo

52.PI - Francisco Santos

53.PI - Fronteiras

54.PI - Geminiano

55.PI - Hugo Napoleão

56.PI - Ilha Grande

57.PI - Inhuma

58.PI - Ipiranga do Piauí

59.PI - Itainópolis

60.PI - Jacobina do Piauí

61.PI - Jaicós

62.PI - Jardim do Mulato

63.PI - Jatobá do Piauí

64.PI - Joaquim Pires

65.PI - Joca Marques

66.PI - José de Freitas

67.PI - Juazeiro do Piauí

68.PI - Lagoa Alegre

69.PI - Lagoa de São Francisco

70.PI - Lagoa do Piauí

71.PI - Lagoa do Sítio

72.PI - Lagoinha do Piauí

73.PI - Luís Correia

74.PI - Luzilândia

75.PI - Madeiro

76.PI - Marcolândia

77.PI - Massapê do Piauí

78.PI - Matias Olímpio

79.PI - Miguel Alves

80.PI - Miguel Leão

81.PI - Milton Brandão

82.PI - Monsenhor Gil

83.PI - Monsenhor Hipólito

84.PI - Morro do Chapéu do Piauí

85.PI - Murici dos Portelas

86.PI - Nazária

87.PI - Nossa Senhora de Nazaré

88.PI - Nossa Senhora dos Remédios

89.PI - Novo Oriente do Piauí

90.PI - Novo Santo Antônio

91.PI - Olho D'Água do Piauí

92.PI - Padre Marcos

93.PI - Palmeirais

94.PI - Paquetá

95.PI - Parnaíba

96.PI - Passagem Franca do Piauí

97.PI - Patos do Piauí

98.PI - Pau D'Arco do Piauí

99.PI - Paulistana

100.PI - Pedro II

101.PI - Picos

102.PI - Pimenteiras

103.PI - Pio IX

104.PI - Piracuruca

105.PI - Piripiri

106.PI - Porto

107.PI - Prata do Piauí

108.PI - Regeneração

109.PI - Santa Cruz do Piauí

110.PI - Santa Cruz dos Milagres

111.PI - Santana do Piauí

112.PI - Santa Rosa do Piauí

113.PI - Santo Antônio de Lisboa

114.PI - Santo Antônio dos Milagres

115.PI - São Félix do Piauí

116.PI - São Gonçalo do Piauí

117.PI - São João da Canabrava

118.PI - São João da Fronteira

119.PI - São João da Serra

120.PI - São João da Varjota

121.PI - São João do Arraial

122.PI - São José do Divino

123.PI - São José do Piauí

124.PI - São Julião

125.PI - São Luis do Piauí

126.PI - São Miguel da Baixa Grande

127.PI - São Miguel do Tapuio

128.PI - São Pedro do Piauí

129.PI - Sigefredo Pacheco

130.PI - Simões

131.PI - Sussuapara

132.PI - Tanque do Piauí

133.PI - Teresina

134.PI - União

135.PI - Valença do Piauí

136.PI - Várzea Grande

137.PI - Vera Mendes

138.PI - Vila Nova do Piauí

139.PI - Wall Ferraz