• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Coronavírus: UBSs são porta de entrada para atender casos suspeitos

Nestes locais, serão suspensas todas as atividades coletivas e os atendimentos de grupos.

18/03/2020 10:37h

A partir de quinta-feira (19), as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Teresina serão a porta de entrada preferencial para atender pacientes com síndromes gripais, incluindo casos suspeitos do coronavírus Covid-19. Nestes locais, serão suspensas todas as atividades coletivas e os atendimentos de grupos, permanecendo o atendimento de demandas espontâneas nas UBSs. As medidas visam estruturar os estabelecimentos para o enfrentamento do Covid-19.

Segundo o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Manoel Moura Neto, a FMS readequou o Plano de Contingência, considerando que o surto do coronavírus foi classificado como pandemia. “Já temos duas UBSs funcionando à noite e a previsão é de que, em breve, mais UBSs funcionem até as 21h e aos sábados, para ampliar os atendimentos”, conta.

O diretor de Atenção Básica da FMS, Kledson Batista, explica ainda que as UBSs farão o primeiro atendimento de pessoas com síndromes gripais e, se houver necessidade, irão encaminhá-las aos hospitais. “Outra medida é que serão suspensos os atendimentos odontológicos nestas unidades, sendo mantidos apenas aqueles comprovadamente emergenciais. Estas medidas são temporárias e visam dar mais celeridade ao enfrentamento do coronavírus”.

Casos monitorados 

A FMS está investigando 33 casos suspeitos do novo coronavírus em Teresina. Tratam-se de pessoas que apresentaram sintomas similares ao de gripe, como febre, tosse e dificuldade para respirar e também viajaram para áreas de risco ou tiveram contato com pessoas suspeitas. Atualmente, não há nenhum caso confirmado da doença na capital piauiense. Por esse motivo, a Fundação solicita a colaboração de todos no sentido de seguir os cuidados básicos de prevenção.

O coronavírus é o nome de uma família de vírus que causa infecções respiratórias e que tem se espalhado por vários países. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a doença tem baixa letalidade e 80% dos casos são leves. Diante de caso suspeito, a equipe de saúde notifica a FMS, observando o quadro clínico do paciente, o histórico de contato com casos suspeitos e o roteiro de viagem do paciente nos últimos 14 dias. É feita coleta de exames e isolamento da pessoa com suspeita de infecção.


Deixe seu comentário