• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Inscrições para barracas no Corso 2020 começam na segunda (03)

O processo de cadastramento será realizado pelos profissionais da Gerência de Controle e Fiscalização (GCF) do órgão.

27/01/2020 12:57h - Atualizado em 28/01/2020 10:30h

O Carnaval 2020 está se aproximando e com ele o evento mais esperado dos teresinenses: o tradicional Corso do Zé Pereira. A festa acontece no dia 15 de fevereiro, na Avenida Raul Lopes, zona Leste de capital. Como parte do evento, os ambulantes e vendedores que comercializarão no local poderão se inscrever para cadastramento das barracas na sede da SDU Leste, entre os dias 03 e 07 de fevereiro, das 8h às 13h30. O processo de cadastramento será realizado pelos profissionais da Gerência de Controle e Fiscalização (GCF) do órgão.

Lupércio Medeiros, gerente de controle e fiscalização da SDU, explica os requisitos necessários para a efetivação do cadastro. “Os interessados deverão comparecer ao local, munidos de documento original com foto (RG), CPF e comprovante de residência. Não será necessário o pagamento de nenhuma taxa. A Prefeitura tem apenas o intuito de regularizar as barracas para que as mesmas fiquem em lugares apropriados, sem prejudicar o meio ambiente e proporcionar espaços mais amplos para a passagem das pessoas”, explicou o gerente.

Após realizarem o cadastramento, os interessados poderão montar suas barracas a partir do dia 13 de fevereiro. Os espaços serão demarcados pelos fiscais da GCF e os barraqueiros já sairão com os números correspondentes no ato da inscrição.

O chefe de divisão da Gerência, Alberto Pádua, informa que as barracas deverão atender aos mesmos critérios estabelecidos todos os anos, correspondendo às dimensões de 3mx2m. Não será permitida a comercialização de bebidas em embalagens de vidro e a Prefeitura não disponibilizará pontos de energia, além disso, cada barraqueiro será responsável pela limpeza de sua área ocupada.

Alberto Pádua alerta ainda para a importância das condições de higiene e manuseio do alimento que será comercializado no local. “É importante que os ambulantes atendam os foliões de maneira higiênica e cordial”, disse.

A Prefeitura de Teresina também tem se mostrado preocupada com o meio ambiente durante o evento. “A Raul Lopes possui hoje um dos maiores parques ambientais da cidade, que é o Parque Raul Lopes, ao lado do Rio Poty. Por isso é proibido o uso pelos ambulantes nessa área, considerada de preservação ambiental, exceto pelos foliões”, explicou o superintendente da SDU Leste, João Pádua. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (86) 3215-7874.

Fonte: Da Redação

Deixe seu comentário