• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Lojas de Teresina darão desconto de até 70% na Black Friday

Sindilojas espera, com a campanha, um crescimento de até 8% nas vendas e define horário diferenciado de funcionamento para o período.

06/11/2019 08:45h - Atualizado em 08/11/2019 21:00h

Os lojistas já estão se preparando para uma das datas mais aguardadas pelos consumidores: a Black Friday, que acontece dia 29 de novembro. Para atender ao público, as lojas do Centro de Teresina e bairros irão funcionar em horário diferenciado. Na sexta-feira, data que se comemora a Black Friday, o comércio funcionará normalmente até às 18h, mas, no sábado (30), quando as lojas geralmente fecham às 13h, o funcionamento será estendido até as 18h para atender ao público que não pode aproveitar as ofertas no dia anterior. 



Leia também:

Piauí tem quase sete municípios para uma sala de cinema 


Segundo Tertulino Passos, presidente do Sindicato dos Lojistas do Piauí (Sindilojas-PI), muitos estabelecimentos já estão se mobilizando e organizando seus estoques e vitrines para este grande evento. Ainda de acordo com ele, os descontos chegarão a até 70%


“As lojas já estão se mobilizando e fazendo suas mídias e as divulgações de suas promoções para essa data, divulgando os descontos que irão ofertar aos consumidores e como vai ser feito, pois cada um tem uma política de desconto. Têm lojas que vão dar desconto de até 70%, dependendo do produto. É uma oportunidade também para abrir espaço no estoque para os produtos de final de ano”, comenta. 

O presidente do Sindilojas -PI pontua ainda que, com a Black Friday, estima-se que as vendas subam entre 6% e 8% somente nos dois dias. “Com base nas pesquisas do SPC/Serasa e SPC/Boa Vista, há uma perspectiva de crescimento em relação ao ano passado. As vendas de 2018 foram boas, levando em consideração o mês de novembro; tanto que alguns lojistas que não quiseram aderir à campanha acabaram entrando depois”, frisa. 

“Essa é uma data relativamente nova para nós do Piauí, por isso, que nem todas as lojas querem participar. O ideal é que mais lojas participassem. A maioria das lojas que participam são de eletros, mas as de confecções e belezas também poderiam aderir, então cabe aos empresários verem como oportunidade”, acrescenta Tertulino Passos. 

Contratações temporárias 

Os lojistas já estão começando a sentir melhora nas vendas e, com isso, têm surgido oportunidades de empregos temporários. Para este final de ano, segundo o Sindilojas, estão sendo gerados em torno de 600 novos postos de empregos temporários. 

Segundo Tertulino Passos, desde o mês passado estão sendo feitas seleções para o preenchimento desses postos de trabalho. Ele pontua que algumas empresas estão contratando na primeira quinzena do mês de novembro para que possam fazer treinamento com esses novos colaboradores.

“Acreditamos que devemos ter um crescimento de 4% a 5%. É um percentual muito bom. Se conseguirmos atingir essa meta, será muito positivo em relação ao ano passado. Claro que não é como as vendas que tinham em anos anteriores, mas estamos tendo crescimento de vendas e isso é positivo, pois conseguimos recuperar parte do que foi investido”, finaliza o presidente do Sindilojas-PI.

Por: Isabela Lopes

Deixe seu comentário