• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Novo presídio aumentou déficit de agentes no estado, diz Sinpoljuspi

Secretaria remanejou agentes de outras unidades para novo presídio de Altos e sindicato cobra nomeação de novos agentes.

10/10/2019 16:25h - Atualizado em 11/10/2019 15:02h


Kleiton Holanda fala sobre o déficit de agentes e cobra nomeação de concursados em 2016. (Foto: Jailson Soares/O Dia)

Mesmo com a boa notícia da recente inauguração do novo presídio do município de Altos, os problemas no sistema prisional persistem e estão deixando os agentes penitenciários em estado de alerta. 

Em entrevista ao Portal O Dia nesta quinta (10) o presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), Kleiton Holanda, explica que com a inauguração, agentes de outras unidades, que já eram deficitárias, foram remanejados e não houve nomeação de nenhum concursado.


Hoje o número de agentes penitenciários ativos é de 830 que se dividem em turnos alternados, o que deixa um baixo número de profissionais mantendo a segurança do estabelecimento prisional. Kleiton explica que para suprir a demanda, o número de agentes teria que ser três vezes mais o que tem atualmente. 

“Foi inaugurada a nova casa de detenção de Altos  e lá foi deslocado vários agentes de várias unidades prisionais já tirando de onde não havia [...] Todas essas que já eram situação crítica ficou pior do que o que está e não supriu a quantidade de servidores ideal pra se trabalhar dentro da nova casa de detenção de Altos e isso vem trazendo transtornos administrativos”, diz o presidente.

O último concurso, realizado em 2016, tem cerca de 150 selecionados que já fizeram o curso de formação. Deste primeiro concurso faltam ainda 38 agentes já formados que aguardam serem chamados. Há ainda outra turma de 166 pessoas que aguarda ser chamadas para fazer o curso de formação. O sindicalista cobra do Governo do Estado o chamamento e nomeação dos concursados.

 “A gente preza pela segurança e a gente conta com a sensibilidade do governo. O sindicato ele pede, ele solicita ao governo do estado pra que nomeie esse 38 agentes penitenciários que já estão formados, que faça o curso de formação pra 166 e nomeie imediatamente”, solicita Kleiton Holanda.

Por: Rodrigo Antunes

Deixe seu comentário