• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Piauí teve 80 focos de queimada por dia durante o mês de outubro

Apesar de alto, o número de ocorrência é 21% menor que todo o contabilizado durante setembro. Piauí é o oitavo estado brasileiro em quantidade de queimadas.

01/11/2019 08:37h

O Estado do Piauí registrou uma média de 80 focos de queimada em vegetação durante todo o mês de outubro. Foram 2.475 focos em 31 dias e, apesar de alto, o total de ocorrência ainda foi 21% menor do que todo o contabilizado no decorrer do mês anterior, setembro, que teve 3.137 queimadas. Os números constam no relatório emitido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgado nesta quinta-feira (31).


Leia também: Incêndio destrói terreno e ameaça chegar em Campus da Uespi em Picos 


De acordo com os dados, o Piauí ocupa a oitava colocação no ranking nacional em número de queimadas, ficando atrás apenas do Mato Grosso, Pará, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Amazonas, Tocantins e Rondônia. A gravidade da situação, segundo o Inpe, se demonstra na análise dos últimos dias aqui no Estado. É que do último sábado até ontem, o Piauí registrou 601 focos de queimadas.


Foto: O Dia

A situação mais crítica se concentra na região Sul. A cidade de Picos, por exemplo, registra desde ontem um incêndio de grandes proporções em um térreo próximo ao campus da Uespi. Uma guarnição do Corpo de Bombeiros foi acionada para conter as chamas e proceder com a perícia para identificar as causas do fogo.

Somente nesta quarta-feira (29), o Piauí registrou 218 ocorrências de queimadas, um aumento de 37% no intervalo de apenas 24 horas. A cidade de Buriti dos Montes, a 256 Km de Teresina, apresenta a situação mais preocupante, figurando como o sexto município brasileiro com a maior quantidade de focos de queimadas nos últimos cinco meses (um total de 171 em outubro, representando um aumento de 755% em relação às 20 registradas em setembro).

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário