• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Uespi retoma aulas após danos causados por chuva e ventos fortes

A Uespi havia suspendido as atividades no campus durante o sábado e na manhã desta segunda-feira, após árvores caírem sobre a rede elétrica interna da instituição.

07/10/2019 12:18h - Atualizado em 08/10/2019 12:35h

Após suspender as aulas devido aos problemas elétricos causados pelas chuvas e ventos fortes da última sexta-feira (04), a Universidade Estadual do Piauí, no Campus Poeta Torquato Neto, irá retomar as aulas normalmente a partir das 14h desta segunda-feira (07).



Leia também:

Chuva que caiu na sexta afetou 339 transformadores da rede elétrica 

Temporal derruba teto e UESPI suspende atividades no Campus Torquato Neto 


Em comunicado oficial, a Uespi havia suspendido as atividades no campus durante o sábado e na manhã desta segunda-feira, após árvores caírem sobre a rede elétrica interna da instituição. Em alguns setores, as árvores caíram também sobre o teto, danificando salas e a biblioteca da instituição. Equipamentos como aparelhos de ar condicionado e computadores foram atingidos pelos pedaços do telhado que desabou.

Árvore danificaram o teto e caíram sobre equipamentos. (Foto: Reprodução)

Por causa da suspensão do fornecimento de energia, somente as coordenações, direções e o Palácio Pirajá funcionaram durante a manhã desta segunda-feira.

Segundo a Equatorial Piauí, concessionária responsável pelo abastecimento de energia elétrica de Teresina, o problema foi identificado e está sendo solucionado. 

“Eles continuam sem energia porque há a necessidade de resolver um problema interno, nós inclusive estamos dando um apoio, encaminhando uma equipe de poda para dar uma força”, destacou o presidente da Equatorial Piauí, Nonato Castro.

A Uespi foi uma das instituições afetadas pela queda de energia em vários pontos de Teresina ocasionada pela chuva e ventos fortes do temporal da última sexta. Assim como a Uespi, a Universidade Federal do Piauí (UFPI) emitiu um comunicado informando sobre danos ao datacenter e gerador da instituição, ocasionando em partes elétricas e placas eletrônicas danificadas.

A Maternidade Evangelina Rosa também foi afetada pela instabilidade na rede elétrica. Em nota, a unidade de saúde informou que a instabilidade durou aproximadamente 30 horas, sendo restabelecida por volta das 20h do sábado (05). Apesar da falta de energia, os geradores da maternidade foram acionados, mantendo a unidade energizada, durante todo o período em que se deu o problema.

De acordo com a Equatorial Piauí, o dano na rede se deu na parte interna do hospital. Já a maternidade alega que o problema foi ocasionado por uma peça danificada no poste. "A Companhia Fornecedora detectou uma peça danificada no poste, que a Equatorial não tinha. A diretoria da MDER se disponibilizou a adquirir  a peça fora. Foram três equipes trabalhando", destacou a MDER.


Por: Nathalia Amaral, com informações de Sandy Swamy.

Deixe seu comentário