• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Homem é preso após fazer família refém dentro de imobiliária

Antônio Sousa da Silva é suspeito de ter participado do arrombamento do cofre de uma padaria no Monte Castelo em maio.

25/06/2019 10:26h - Atualizado em 25/06/2019 10:40h

Policiais do 1º BPM prenderam nesta segunda-feira (24) um dos suspeitos de ter participado do arrombamento ao cofre do caixa de uma padaria localizada no bairro Monte Castelo no último dia 31 de maio. Ele foi identificado como sendo Antônio Sousa da Silva, mais conhecido como "Nego Teixeira". No entanto, o que chamou a atenção foram as circunstâncias da prisão: ele foi detido enquanto fazia uma família refém dentro de uma imobiliária, também no Monte Castelo.

A informação foi repassada pelo tenente-coronel Lacerda, comandante do 1ºBPM. De acordo com ele, Antônio rendeu pai e filho na saída da imobiliária e os fez entrar, mantendo-os sob a mira da arma: uma pistola calibre 380. “Ele aparentava descontrole e agia de forma violenta. Foi feita toda uma negociação para que ele se entregasse até que por fim ele se rendeu sem ferir ninguém”, relata o coronel.


Antônio foi preso fazendo uma família refém no Monte Castelo - Foto: Divulgação/PM-PI

A PM teve que lidar também com os populares, que tentaram agredir e linchar Antônio quando ele era encaminhado para a viatura. O suspeito usava uma tornozeleira eletrônica. Ele foi levado para a Central de Flagrantes e só lá os policiais tomaram conhecimento de que, além do sequestro relâmpago, ele também era procurado por envolvimento em roubos a caixas eletrônicos em Teresina.

“Ele teria participação inclusive naquela ação contra uma padaria no Monte Castelo, atuando diretamente no ataque ao cofre”, disse o coronel Lacerda. Na ocasião do roubo, os suspeitos fugiram levando o cofre da panificadora, mas deixaram para trás todo o equipamento utilizado para fazer o arrombamento.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário