• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Idoso é assassinado ao reagir a assalto em parada de ônibus na zona Sudeste

Firmo Rodrigues Santiago tinha 83 anos e estava em uma parada de ônibus quando foi abordado por dois homens chegaram em uma motocicleta. Idoso reagiu mostrando facão.

15/04/2019 08:56h - Atualizado em 15/04/2019 10:17h

Um idoso de 83 anos de idade, identificado como Firmo Rodrigues Santiago, foi assassinado a tiros na manhã desta segunda-feira (15) quando estava em uma parada de ônibus no conjunto São Sebastião, zona Sudeste de Teresina. Ele foi abordado por dois homens em uma motocicleta, que chegaram anunciando o assalto. Segundo a polícia, o idoso teria puxado um facão para reagir à abordagem, mas acabou sendo alvejado.

De acordo com o tenente Costa, do 8º BPM, os suspeitos estão foragidos.  “Ao que consta eles anunciaram o assalto e ameaçaram investir contra uma conhecida que lhe fazia companhia. Então ele agiu rápido e mostrou o facão aos dois. Nisso, o garupa acabou atirando três vezes contra ele e fugiram logo em seguida”, explica o tenente.


Parada de ônibus onde Firmo Rodrigues Santiago foi assassinado - Foto: Policia Oliveira/O Dia

Vizinhos de Firmo lamentaram o ocorrido. "Ele era muito gente boa conversava com todo mundo todos os dias. Nós saímos cedo para vir caminhar só que ele ficava na parada acompanhando a nossa vizinha e eu seguia fazendo a rota até o final da rua, mas hoje por acaso eu atrasei. Quando eu cheguei minutos depois foi que vi toda aquela aglomeração de pessoas e quando me aproximei eu vi que era ele", diz o aposentado Agnelo neto, 65 anos, vizinho do idoso.

Os suspeitos do crime seguem foragidos, mas a polícia já está de posse de suas descrições físicas, bem como das características da motocicleta usada no latrocínio. Policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa foram acionados para colher as primeiras e fazer a perícia. O caso seguirá sob investigação.

Por: Maria Clara Estrêla, com informações de Geici Mello

Deixe seu comentário