• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Polícia prende quadrilha que vendia drogas no cartão de crédito em THE

Grupo agia na região do bairro Santo Antônio. Prisões ocorreram durante cumprimento a cinco mandados.

28/02/2020 11:09h

Foram presos na manhã desta sexta-feira (28) na zona Sul de Teresina três pessoas acusadas de integrarem uma quadrilha especializada na venda de entorpecentes que agia na região do bairro Santo Antônio. Os acusados foram identificados pelas iniciais I.S.S, F.N.B.V, e A.L da C., este último foragido de uma operação deflagrada anteriormente pela polícia.


Leia também: Polícia cumpre mandados contra integrantes do PCC e B40 no Piauí 


Mas o que chama atenção é que o grupo possuía uma máquina de cartão de crédito que, segundo a polícia, era usada para pagamento online dos entorpecentes vendidos. A polícia fala em “delivery de drogas” para se referir à forma como os traficantes agiam.  Além do equipamento, foram apreendidos também um aparelho celular roubado e semi-jóias, que teriam sido trocados por droga; 12 trouxas de cocaína e R$ 100,00 em dinheiro trocado.

A ação de hoje foi denominada de Operação Mariquesa. O nome se deve ao fato de os investigados agirem no Beco da Mariquesa, no bairro Promorar. A polícia começou as investigações após receber denúncias anônimas por meio do aplicativo da DEPRE (Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes). Depois, foram solicitados os cinco mandados de busca.


Foto: Divulgação/DEPRE

Os presos

Os acusados de iniciais I.S.S e F.N.B.V foram presos em flagrante durante o cumprimento de um dos mandados de busca. Já A.L. da C. foi preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva. Ele era o último fugitivo da Operação Codinomes, deflagrada em janeiro para desarticular facções criminosas que disputavam o controle do tráfico aqui em Teresina. O preso de hoje era integrante da facção conhecida como Bonde dos 40.

De acordo com delegado Cadena Júnior, coordenador da DEPRE, A.L. da C. ainda tentou fugir quando percebeu a aproximação dos policiais. “No momento da entrada tática, ele empreendeu fuga por entre os telhados dos vizinhos, mas foi capturado após esforço dos policiais.

Os presos, bem como todo o material apreendido foram encaminhados para a sede da DEPRE. Os acusados devem responder pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e receptação de material roubado.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário