• Banner Cultura Governo do PI
  • Obras no Litoral Cultura
  • Clínica Shirley Holanda
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

PM é assassinado durante briga no Residencial Prado Júnior

Identificado como cabo F. Araújo, ele foi atingido com um soco pelo suspeito e bateu a cabeça ao cair. Autor do golpe está foragido.

16/10/2019 08:24h - Atualizado em 17/10/2019 19:23h

Um policial militar identificado como cabo Francisco Eleonardo de Araújo Sobrinho (F. Araújo) lotado no Colégio Militar, foi assassinado durante uma briga no Residencial Prado Júnior, zona Leste de Teresina por volta das 22h40min desta terça-feira (15). O crime aconteceu em frente à casa do suspeito, que foi identificado como sendo Ulisses de Sousa Martins, 46 anos. 


“De acordo com as testemunhas, a vítima estava bebendo em um bar em frente ao local onde houve o homicídio. Ao deixar o estabelecimento, o cabo começou uma discussão com o suspeito, que desferiu dois socos. O PM, então, caiu e bateu com a cabeça na calçada. O SAMU ainda foi acionado, tentou prestar socorro, mas o cabo F. Araújo não resistiu”, relatou o coronel Galvão, comandante do 5º BPM.


O cabo J. Francisco se envolveu em uma briga e bateu com cabeça ao cair na calçada- Foto: Divulgação/PM-PI

Logo após o ocorrido, o suspeito fugiu do local e até o momento não foi localizado. Os motivos da discussão entre ele o cabo F. Araújo também ainda não foram esclarecidos. O caso seguirá sob investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A Polícia Militar do Piauí lamentou a morte do cabo e emitiu nota de pesar. Além de instrutor do Colégio Militar, F. Araújo era voluntário do Pelotão Mirim do Rone. Por meio de nota oficial, a PM disse que "lamenta profundamente e se solidariza com amigos e familiares pela perda prematura do policial exemplar".

O velório do cabo F. Araújo está previsto para as 9 horas na Capela de São Sebastião, ao lado do Quartel do Comando Geral da PM.

Segunda atentado contra a vida de PM's em quatro dias

O homicídio do cabo F. Araújo já é o segundo caso de atentado contra a vida de um agente da segurança registrado em Teresina no intervalo de apenas quatro dias. No último dia 12 (sexta-feira passada), um outro cabo da PM, identificado como José Carlos de Andrade, foi esfaqueado por criminosos durante um assalto na Avenida Maranhão.

O militar teria reagido à abordagem dos suspeitos e um deles acabou lhe atingindo com seis golpes de arma branca. O cabo José Carlos foi levado para o HUT e seu estado de saúde era estável.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário