• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Suspeito de assassinar militar é morto em confronto com policiais

Os policiais conseguiram identificar nesta manhã três dos quatro suspeitos de tentarem assaltar o sargento Oliveira na zona Sudeste

01/03/2020 09:55h - Atualizado em 01/03/2020 13:43h

Atualizada às 12h11min

A Polícia Militar conseguiu identificar ainda na manhã de hoje (01) três dos quatro suspeitos de terem abordado o sargento Oliveira. Houve uma perseguição e confronto com os PM's, que revidaram os tiros. Um dos supostos assaltantes acabou sendo baleado e, mesmo socorrido por uma ambulância e tendo sido encaminhado para o HUT, não resistiu ao ferimento e veio a óbito. O confronto se deu na Vila Santa Bárbara, zona Leste de Teresina.

De acordo com o coronel Márcio Oliveira, o suspeito morto foi reconhecido por uma testemunha como o autor do disparo que tirou a vida do sargento Oliveira. Os demais suspeitos de envolvimento no crime ainda estão sendo procurados.

Iniciada às 09h55min

Um policial militar identificado como sendo o sargento Raimundo Alves de Oliveira foi assassinado a tiros nas primeiras horas da manhã deste domingo (01) no bairro Novo Horizonte, zona Sudeste de Teresina. O assassinato aconteceu durante uma tentativa de assalto. De acordo com a PM, ele teria sido abordado por quatro homens em um veículo modelo Siena, que já chegaram anunciando o roubo.

De acordo com comandante de operações da Polícia Militar, coronel Márcio Oliveira, o sargento Oliveira teria resistido à abordagem e discutido com os suspeitos. “Um deles, então, sacou a arma e efetuou o disparo que atingiu, que o matou na hora”, relatou o coronel.


O sargento Raimundo Oliveira era lotado no 13º BPM de Teresina - Foto: Divulgação/PMPI

Os assaltantes fugiram sem levar nada e ainda não se tem informação de para onde eles teriam escapado. A Polícia Militar está fazendo diligências na região na tentativa de localizá-los. “Estamos montano barreiras e já sabemos que é um grupo que pratica assaltos com frequência naquela região. No que depender da gente, eles serão presos o mais rápido possível. Ninguém tira a vida de ninguém e fica impune não”, finalizou o representante da PM.

O corpo do sargento Oliveira, que era lotado no 13º BPM de Teresina, foi removido pelo IML e deverá ser liberado ainda hoje para ser velado.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário