• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Vítima toma arma e mata assaltante a tiros na Vila Bandeirantes

A arma de fogo utilizada no crime não foi encontrada pela Polícia, a suspeita é de que o a vítima tenha fugido com o revólver.

16/07/2019 09:04h - Atualizado em 16/07/2019 10:10h

Um suspeito de assalto foi morto durante confronto com a vítima na tarde desta segunda-feira (15) no bairro Vila Bandeirantes, na zona Leste de Teresina. Segundo informações da Polícia Militar, o suspeito, que não teve a identidade revelada, teria praticado vários assaltos na região durante a tarde de ontem.

O suspeito, que não teve a identidade revelada, teria praticado vários assaltos na região durante a tarde de ontem. (Foto: Chico Filho/ODIA)

Em uma das tentativas de assalto, o homem desceu da motocicleta e tentou assaltar um transeunte. No entanto, a vítima do assalto reagiu e os dois entraram em luta corporal, até que a vítima conseguiu tomar a arma, efetuando um disparo contra o bandido, que veio a óbito ainda no local do crime.

A arma de fogo utilizada no crime não foi encontrada pela Polícia, a suspeita é de que o a vítima tenha fugido com o revólver. Até o momento a Polícia não tem informações sobre quem teria sido o autor dos disparos, pois este se evadiu do local antes da chegada da PM.

O corpo do assaltante foi recolhido e encaminhado ao Instituto Médico Legal de Teresina para passar por reconhecimento.

Segundo homicídio

Um segundo homicídio foi registrado na noite de ontem na Capital. A vítima, que não teve o nome revelado pela Polícia, foi assassinada a tiros dentro de casa na Taboca do Pau Ferrado, na zona Sudeste. Um não identificado teria adentrado a residência e disparado vários tiros contra a vítima.

De acordo com o delegado Jarbas Limas, do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), a suspeita é de que a vítima, apesar de não possui antecedentes, tenha sido executada por envolvimento com o tráfico de drogas.

Até o momento a Polícia não tem informações sobre os suspeitos de terem cometido o crime.

Por: Nathalia Amaral, com informações de Chico Filho.

Deixe seu comentário