Câmara aprova requerimento para investigar quantidade de ônibus que circulam em Teresina

A crise no transporte público se arrasta há mais de um ano, empresários e profissionais discutem o acordo coletivo da carreira nesta quarta

20/10/2021 12:12h

Compartilhar no

A Câmara Municipal de Teresina  aprovou na manhã desta quarta(20) um requerimento dos vereador  Edson Melo (PSDB) e Ismel Silva (PSD) que irá investigar a aplicação do acordo firmado entre a Prefeitura de Teresina e os empresários do transporte público da capital. De acordo com os parlamentares os veículos não estariam circulando em sua totalidade, causando atrasos e reclamações da população. A crise no transporte público se arrasta há mais de um ano, empresários e profissionais discutem o acordo coletivo da carreira nesta quarta (20), uma greve pode ser deflagrada caso o acordo não seja fechado.

Autor do requerimento o vereador Edson Melo criticou a “falsa” normalidade do sistema e revelou que teve acesso a números preocupantes do sistema.

“Aprovamos um requerimento, juntamente com o vereador Ismael, para que a prefeitura nos encaminhe cópia desse acordo entre eles, Strans e empresas operadoras do sistema. Queremos saber se vai haver o cumprimento e de que forma vai haver, principalmente no tocante a ordem de serviço dos ônibus. A gente quer saber como a normalidade vai voltar, se vai ser linhas integradas, volta de linhas radiais, o que está sendo pago. A normalidade de Teresina antes da pandemia era de 300 ônibus transportando 200 mil passageiros dia, isso não está ocorrendo. Há pouco tive uma informação de determinadas pessoas da área técnica que estavam transportando apenas 50 mil passageiros por dia com 120 ônibus rodando, isso não é normalidade. Queremos aferir tecnicamente e sentir se a população está confiando ou não no transporte. Ninguém vai sair da sua casa para ir para a parada sem saber que horas o ônibus passará, dizer que voltou a normalidade é falso”, afirmou o parlamentar.

De acordo com a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) a partir da última segunda (18), 100% da frota da ordem de serviço prevista para o período está circulando na capital, em torno de 200 veículos.

“O órgão está fazendo o monitoramento diário da demanda de usuários, realizando a adequação gradual de veículos à quantidade de passageiros por viagem. Conforme houver necessidade, iremos adequar a frota de maneira gradativa para garantir um melhor atendimento aos usuários de todas as regiões da cidade. Em um primeiro momento, segundo o órgão, não haverá a reabertura dos terminais, permanecendo o formato radial de atendimento que está em atuação, com percursos do bairro para o Centro”, concluiu a Strans. 

Foto: ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário