• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Câmara Municipal de THE aprova duas PPPs em primeira votação

Um trata da concessão dos serviços de coleta e tratamento de lixo doméstico da Capital e outro é acerca do gerenciamento de publicidade nas estações e terminais de ônibus.

11/09/2019 06:45h - Atualizado em 11/09/2019 10:53h

Dois projetos de Parcerias Público-Privadas (PPP), encaminhados à Câmara Municipal de Teresina (CMT) pela Prefeitura, foram aprovados nesta terça-feira (10). Um trata da concessão dos serviços de coleta e tratamento de lixo doméstico da Capital e outro é acerca do gerenciamento de publicidade nas estações e terminais de ônibus da cidade. 


Leia também: 

Prefeitura quer conceder a coleta lixo em Teresina à iniciativa privada 

Secretária vai à Câmara para explicar concessão da coleta de lixo 

Prefeitura quer repassar terminais de integração para empresa privada 


A líder do prefeito na CMT, vereadora Graça Amorim ressaltou os pontos positivos das propostas, que ainda precisam ser aprovadas em uma segunda votação. A previsão é que isso só aconteça no final do mês, devido ao pedido de vistas de alguns parlamentares. “Esperamos que os vereadores que pediram vistas e devolva o mais rapidamente possível que a gente possa aprovar em segunda votação”, disse.


A líder do prefeito comemora os resultados no parlamento - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Um dos vereadores a pedir vistas aos projetos do Poder Executivo foi o líder da oposição, Edilberto Borges, o Dudu (PT). Ele cobrou maiores explicações acerca da concessão das estações e terminais do Sistema Inthegra. “É um verdadeiro caos, não cumpriu seu papel social e está longe de ser entregue a população e o prefeito já fala em entregar a iniciativa privada”, enfatizou o petista.

Outras matérias

A Câmara também aprovou o requerimento da Prefeitura solicitando criação de dez cargos na administração municipal nas áreas da tributação e fiscalização. Essas vagas, no entanto, devem ser preenchidas através de concurso público, tão logo seja apreciada em segunda votação e sancionada pelo Executivo Municipal.

Por: Breno Cavalcante, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário