• cultura teresina
  • Cobertura Zé Pereira
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Ciro sobre nota do O Antagonista: “Só acredito se ouvir de Lula”

O site disse que o Lula não concorda que o Partido dos Trabalhares apoie o projeto de Ciro Nogueira de concorrer ao governo do estado nas eleições de 2022

23/01/2020 16:16h - Atualizado em 24/01/2020 09:25h

O senador Ciro Nogueira (Progressistas) atacou o site nacional O Antagonista depois da publicação de uma nota, na semana passada, de que o ex-presidente Lula teria pedido que o governador Wellington Dias (PT) se distanciasse de Ciro no Piauí.

O site disse que o Lula não concorda que o Partido dos Trabalhares apoie o projeto de Ciro Nogueira de concorrer ao governo do estado nas eleições de 2022, já que o principal nome do partido para concorrer é a vice-governadora Regina Sousa. O Antagonista citou que Ciro vai se licenciar do Senado para acompanhar de perto as eleições municipais no Piauí e que o político se reelegeu numa chapa petista.

Em evento que reuniu a bancada de senadores do estado, o senador Ciro Nogueira comentou rapidamente as informações veiculadas pelo site. Ele afirmou que O Antagonista atua para afetar Lula e que não acredita que o ex-presidente tenha feito essa recomendação a Wellington Dias.

“O site O Antagonista é um site direcionado apenas para prejudicar a imagem do presidente Lula. Eu só acredito nisso quando o presidente Lula vier falar. O site não tem respaldo do presidente Lula”, declarou.

Senador Ciro Nogueira durante evento que reuniu senadores e empresário do Piauí (Foto: Elias Fontinele / O Dia)

Eleições em Picos

O senador negou que tenha convidado do coronel Edwaldo Viana para compor com Gil Paraibano na disputa da prefeitura da cidade de Picos. Ciro não escondeu elogios ao ex-comandante da Polícia Militar de Picos – exonerado depois que fez apologia a morte de criminosos  em vídeo  – e classificou a exoneração de Edwaldo como um erro grave.

“O coronel é uma referência hoje principalmente na grande região de Picos pelo excelente trabalho que ele fez no combate a marginalidade. Foi uma perca inexplicável ele ter saído do comando, foi um erro gravíssimo. Temos que respeitar o comando da Polícia, mas foi um erro. Só vai revolver em junho se será candidato. O que é fato é que ele vai estar com a gente apoiando a oposição na cidade de Picos”, disse. 


Por: Otávio Neto

Deixe seu comentário