• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

"Diretório municipal é livre para escolher candidatos"

Themístocles Filho descarta interferência de Marcelo Castro no processo de escolha de candidato em Teresina.

03/10/2019 07:01h - Atualizado em 03/10/2019 11:48h

O deputado estadual Themístocles Filho, presidente do diretório municipal do MDB, descartou a possibilidade de interferências do diretório estadual no processo de escolha do candidato a prefeito da sigla em Teresina. Segundo ele, caberá aos membros da direção da sigla em Teresina definir os rumos que serão tomados nas eleições de 2020. 


Leia também: 'Quem não apoiar Dr. Pessoa não será candidato', ameaça Themistocles 


“Cada diretório municipal é livre para escolher candidatos a vereadores e a prefeitos. Não tem esse tipo de interferência do diretório estadual”, disse Themístocles, ao reafirmar que o nome escolhido para a disputa majoritária na capital deve ser o do ex-deputado, Dr. Pessoa. 

A declaração do presidente municipal do MDB é vista como uma resposta ao presidente estadual da sigla, senador Marcelo Castro, que, além de Pessoa, coloca pelo menos outros três emedebistas como pré-candidatos a prefeitura de Teresina. Para o senador, Luiz Lobão, Henrique Pires e o próprio Themístocles Filho também são possibilidades. 


O presidente do diretório municipal do MDB não quer saber de interferências - Foto: Elias Fontinele/O Dia

MDB tenta viabilizar a filiação de três vereadores de Teresina

Fortalecendo seus quadros para as eleições municipais do ano que vem em Teresina, o MDB trabalha a possibilidade de filiar três atuais vereadores e montar uma chapa proporcional forte, para contribuir com a pré-candidatura majoritária do partido na capital. 

Apesar de ainda não estar oficialmente filiado, o presidente da Câmara Municipal de Teresina (CMT), vereador Jeová Alencar (PSDB), tem participado ativamente das discussões da sigla nesse sentido. Ele deve confirmar sua adesão ao MDB na janela partidária, quando acredita que outros parlamentares seguir o mesmo caminho. 


“Temos bom trânsito com todos e temos conversado bastante com os vereadores. Acredito que quando chegar março, que é quando abre a janela pra quem tem mandato poder se filiar em outro partido, essas conversas serão intensificadas. Não tenho nenhuma dúvida de que existe sim a possibilidade de dois ou mais vereadores poderem se filiar ao MDB”, afirmou o presidente do legislativo municipal. 

Outros nomes 

Além de parlamentares de mandato, o MDB tem buscado outras opções para compor sua chapa de candidatos a vereador, como Simão Teles Bacelar, o Sima, o Sima, ex-jogador de futebol e ídolo do River, oficialmente convidado pela sigla. Além dele, o partido tem tudo acertado com proprietária de casa noturna Beth Cuscuz, icônica personagem do cenário local.

Por: Natanael Souza, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário