• COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI 2019 - 2020
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

"Em 2020, o Piauí terá recorde histórico de investimentos"

O gestor informou que a expectativa é a de que o governo ultrapasse a marca de R$ 1 bilhão em obras e serviços.

14/01/2020 08:37h

O secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, informou durante o Bom Dia News, exibido ontem (13) na O DIA TV, que em 2020 o Piauí terá um recorde histórico de investimentos. O gestor afirmou que a previsão é que a marca de R$ 1 bilhão em investimentos seja ultrapassada pelo governo. 

Fonteles diz que como a previsão da receita corrente líquida (soma de todo as receitas) para este ano é de cerca de R$ 9 bilhões, a ideia é que os investimentos representam mais de 10% do que é arrecado pelo governo. O secretário acrescentou que a prioridade do governador Wellington Dias para este ano é partir para um grande programa de investimentos que acelerem o desenvolvimento do estado. 

O secretário também defendeu controle nas despesas para garantir equilibrio. (Foto: Assis Fernandes/O DIA)

Rafael Fonteles foi ao programa comentar os números da Secretaria do Tesouro Nacional, que apontaram o Piauí como o segundo estado do Brasil em investimentos no ano de 2019. Pelos números, R$ 475 milhões foram investidos pelo governo. Os números representam 6% do total de despesas. O Piauí ficou atrás apenas do Ceará, que 7% ocupou a liderança. 

“A gente atribui isso as operações de crédito. Elas são importantes para a gente realizar obras. A população não pode esperar que o estado faça uma poupança para depois fazer algumas obras.  É melhor que se faça as obras antes, se utilizando o artificio das operações de credito, já que o Piauí é um dos estados menos endividados do país”, revelou o secretário de Fazenda. 

O secretário afirmou ainda que o resultado também é fruto de muito ajuste fiscal nas contas públicas. Ele afirma que como houve uma redução no custeio da máquina, muitos recursos foram jogados para investimentos.   

Governo trabalha para pagar servidores próximo a quinto dia útil 

Durante a entrevista ao Sistema O DIA, o secretário Rafael Fonteles informou ainda que a reforma da Previdência, aprovada recentemente no Piauí, é impopular, mas necessária. O gestor diz que é natural que a população demore a compreender, mas o fundamental é garantir o cumprimento da folha salarial dos ativos, aposentados e o governo trabalhar para trazer a tabela para mais próximo do final do mês trabalhado.

 “A ideia é que a gente consiga melhorar a questão do fluxo e consiga trazer a tabela para o mais próximo possível do quinto dia útil”, disse o secretário. Atualmente, servidores estaduais recebem salário de acordo com a faixa de remuneração. Quem ganha acima de R$ 1800,00 recebe de 12 a 14 do mês seguinte; os que ganham acima de R$ 3 mil chegam a receber até dia 19, em alguns meses. 

Rafael Fonteles lamentou apenas que a reforma da Previdência nacional não tenha incluído estados e municípios no texto. Segundo ele, vai haver divergência na hora de aplicar a lei. O secretário também comentou os investimentos que a Sefaz realiza em tecnologia e estrutura. Uma operação de crédito está sendo destinada exclusivamente para o aperfeiçoamento da gestão fiscal do governo. 

Por: João Magalhães

Deixe seu comentário