• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Firmino diz que irá buscar recursos para bancar reajuste da passagem

Em entrevista nesta segunda-feira (7), o prefeito de Teresina disse que irá avaliar a concessão de um reajuste abaixo dos R$ 4,02.

07/01/2019 14:49h

Durante a posse da nova diretoria do Tribunal de Justiça do Piauí, nesta segunda-feira (7), o prefeito de Teresina, Firmino Filho, revelou que irá buscar recursos para bancar a diferença entre o valor proposto pelo Conselho Municipal de Transporte e um novo reajuste abaixo do estipulado em R$ 4,02.

Firmino diz que irá buscar recursos para bancar reajuste da passagem. (Foto: Jailson Soares/O Dia)

Segundo o prefeito, nos próximos dias será feita uma análise dos relatórios enviados à PMT pela Strans e pelo Conselho para avaliar o valor da nova tarifa. “Aparentemente, a posição do conselho foi de escolher um número que viesse a zerar o subsídio, então nós vamos buscar dentro do orçamento, com as nossas possibilidades de subsídio, para que a gente possa minimizar essa carga sobre a população”, afirma, acrescentando que o subsídio ainda não está definido.


Leia também:

Após aumento, Setut diz que PMT não cumpre política de subsídio 


O subsídio ao qual se refere o prefeito é o valor acordado entre o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) e a Prefeitura de Teresina para garantir a flexibilidade no valor da tarifa da passagem de ônibus. A Prefeitura paga um valor para que o sistema seja mantido, arcando com a diferença entre o valor pago pelo passageiro e a tarifa estipulada pelo Conselho.

Sobre a passagem estudantil, o prefeito garante que os estudantes continuarão pagando um valor inferior a 50% da tarifa, mesmo com o aumento. “O desconto da passagem está acima dos 50%, está algo em torno de 68% e 69%, acho que está é uma tradição importante que criamos nos últimos cinco anos para facilitar a carga financeira das famílias que têm adolescentes estudantes”, finalizou.


Por: Nathalia Amaral, com informações de Natanael Souza.

Deixe seu comentário