• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Equatorial fullbanner
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Flávio Nogueira diz que está sendo injustiçado pelo PDT

O parlamentar entende que a sigla cometeu um erro ao tomar uma decisão sem discutir com a bancada federal.

18/07/2019 07:16h - Atualizado em 18/07/2019 10:12h

Ao comentar a suspensão estabelecida pelo conselho de ética do PDT aos membros da sigla que votaram a favor da reforma da Previdência, o deputado federal Flávio Nogueira disse que ele e os outros sete parlamentares alvos da medida foram injustiçados. Na avaliação do deputado, a direção do PDT cometeu um equívoco ao fechar questão contra a matéria sem consultar os membros da bancada.

“Foi uma decisão totalmente arbitrária. Fechar questão para o voto de deputados é uma regra de exceção, algo do regime ditatorial. Como é que você fecha questão sem conversar com a bancada? A bancada não foi ouvida para expressar sua opinião. Fechou questão com uma plateia desqualificada. Fomos injustiçados. Fecharam questão contra a liberdade do deputado votar com a sua consciência”, avaliou. 


A decisão estabelece suspensão de atividades partidárias a oito deputados - Foto: O Dia

Flávio Nogueira também ressaltou que o texto aprovado pelo plenário da Câmara é bem diferente do texto base, contra o qual o PDT havia fechado questão no último mês de março. “O fechamento de questão foi para o texto base, o texto original que o Bolsonaro mandou para a câmara. O texto foi modificado. Eu tenho até uma emenda que foi acolhida pelo relator. Como eu ia votar contra? isso é um absurdo”, justificou o deputado. 

Além de Flávio Nogueira, a decisão da executiva do PDT também atinge Tabata Amaral (SP), Alex Santana (BA), Subtenente Gonzaga (MG), Silvia Cristina (RO), Marlon Santos (RS), Jesus Sérgio (AC), e Gil Cutrim (MA). Os oito parlamentares estiveram reunidos na tarde dessa quarta-feira(17), para estudar as estratégias que vão ser adotadas pelo grupo. “ Estamos todos unidos e solidários”, garantiu Flávio Nogueira. 

A decisão do executiva nacional do  PDT estabelece que os oito deputados estão com suas atividades partidárias suspensas até a deliberação do diretório. Durante a suspensão, eles vão ser convocados para prestar esclarecimentos à comissão de ética da sigla. Após a análise interna, os parlamentares podem ser até mesmo expulsos do partido. 

Por: Natanael Souza - Jornal O Dia

Deixe seu comentário