• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Piauí já economizou mais de R$ 21 milhões com parcerias público-privadas

O valor é referente aos cinco contratos já assinados e em funcionamento

16/02/2020 17:06h - Atualizado em 16/02/2020 17:12h

As parcerias público-privadas (PPPs) se tornaram uma das principais apostas do Governo do Piauí para melhorar a infraestrutura do estado e tornar mais eficiente a prestação de serviço à população. Além disso, o modelo de gestão também proporciona um uso racional dos recursos públicos.

“Até agora, em fevereiro de 2020, conseguimos economizar mais de R$ 21 milhões com as parcerias já em funcionamento”, afirma Viviane Moura, superintendente de Parcerias e Concessões (SUPARC) ao Jornal O Dia. Para este ano, a estimativa é ampliar a carteira de projetos do Estado.

Viviane Moura, superintendente de Parcerias e Concessões (Foto: ODia)

Ao todo, o Piauí conta hoje com cinco projetos de PPPs já contratados: Central de abastecimento, Ginásio Verdão, Piauí Conectado, Saneamento THE e Terminais Rodoviários. “Esse ano vamos contratar pelo menos mais cinco projetos, então com esses novos contratos iremos gerar mais economia”, disse Moura. 

Por fim, a superintendente da SUPARC ainda explica que a expansão deste modelo de parceria com a iniciativa privada, possibilita investimentos públicos em outras áreas. “A medida que vamos retirando da responsabilidade do Governo a gestão de ativos que só dão prejuízo, diminuímos despesas, então essa receita pode ser utilizada para outros setores”, argumenta. 

Além dos projetos já contratados e dos que estão com edital de licitação aberto, o órgão tem outros cinco com estudo de viabilidade concluído, que devem ser divulgados até abril. No total, a carteira de projetos conta com mais de vinte PPPs que podem ser instaladas no Piauí.


Por: Breno Cavalcante

Deixe seu comentário