• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Piauí pode dar nove votos a favor da reforma da Previdência

Votos virão desde que o relator da matéria da comissão especial retire do texto mudanças na aposentadoria rural, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), desconstitucionalização e o regime de capitalização.

12/06/2019 07:01h

O governador Wellington Dias (PT) afirmou nesta terça-feira (11) à imprensa nacional que a bancada piauiense na Câmara Federal pode dar nove votos pela aprovação da reforma da Previdência, desde que o relator da matéria na comissão especial retire do texto mudanças na aposentadoria rural, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), desconstitucionalização e o regime de capitalização. 

“O governo precisa tirar os quatro pontos que dividem para poder abrir a condição de entendimento. Hoje na bancada do Piauí temos uns 5 a 6 votos. Com a retirada dos 4 pontos, podemos ampliar para 8 ou 9. Se vai ter mudança, que seja obrigatória para União, Estados e municípios. Não vale reforma meia-sola”, declarou o petista. 


Wellington Dias participou do Fórum de Governadores e pediu entendimento - Foto: André Oliveira/Ccom

Outro ponto defendido por Wellington e por todos os demais governadores da região Nordeste é que a atual proposta de mudanças nas regras para aposentadorias de servidores, diferente do que se discute no Congresso Nacional, seja válida também para servidores dos estados, municípios e do Distrito Federal. 

A fala do chefe do Executivo do estado aconteceu no mesmo dia em que ele participava, na sede do Banco do Brasil em Brasília, do V Fórum de Governadores do país. Além da questão previdenciária, os gestores discutiram temas como Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), securitização da dívida, Lei Kandir e cessão onerosa da exploração de gás e petróleo. Merlong

Edição: João Magalhães
Por: Breno Cavalcante - Jornal O Dia

Deixe seu comentário