• Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Em Teresina, Joice Hasselmann propõe uma trégua a Wellington Dias

Deputada ressaltou sua oposição ao petista, mas cobrou empenho do governador pela aprovação da Reforma da Previdência

01/06/2019 14:21h - Atualizado em 01/06/2019 17:22h

Líder do governo Bolsonaro no Congresso Nacional, a deputada Joice Hasselmann (PSL) afirmou a imprensa neste sábado (1), durante a inauguração da nova sede estadual do seu partido em Teresina , que está disposta a dar uma trégua nos embates políticos com o governador Wellington Dias (PT), desde que ele se empenhe pela aprovação da Reforma da Previdência.

(Foto: Divulgação)

“Digo uma coisa, se ele quer ajudar o país, comece a trabalhar pela Previdência, vamos esquecer um pouco, só até sua aprovação, as questões político-ideológicas. Ele que bote a bancada dele para ajudar a votar a Previdência [...] Ainda que seja de um partido antagônico ao meu, espero que haja um pouco de responsabilidade não é comigo não, é com o povo do Piauí”, disse a deputada.

Apesar de eleita por São Paulo em 2018, Hasselmann mantém fortes relações com o estado do Piauí. Ela é casada com o neurocirurgião piauiense Daniel França, e se notabilizou na internet com críticas ao Partido dos Trabalhadores (PT), e por consequência ao governo W. Dias, a quem se refere como “índio”.

“A situação do Índio não está fácil e a do povo menos ainda. Espero que o povo escolha melhor o seu representante nas próximas eleições. Não concordo em absolutamente nada em relação ao que o Índio faz, ao cuidado que ele tem com o povo, porque não tem”, enfatizou a pesselista.  

A líder bolsonarista tem feito uma série de viagens pelas capitais da região Nordeste para defender e viabilizar a aprovação das mudanças no sistema previdenciário brasileiro. 

Por: Breno Cavalcante

Deixe seu comentário