• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

PSB abre processo disciplinar contra Atila por voto a favor da Reforma

Na votação da proposta, 11 dos 32 deputados da bancada apoiaram o projeto, contrariando a orientação do partido, que havia fechado questão contra o texto.

16/07/2019 06:47h

O conselho de ética do PSB decidiu abrir processo disciplinar contra os deputados da sigla que votaram a favor da reforma da Previdência, entre eles o piauiense Átila Lira. Na votação da proposta, 11 dos 32 deputados da bancada apoiaram o projeto, contrariando a orientação do partido, que havia fechado questão contra o texto. 

A posição dos parlamentares vai de encontro ao que prega o código de ética do PSB, que diz que proíbe o descumprimento das resoluções apresentadas por órgãos da legenda. Apesar disso, o deputado federal Atila Lira diz que está tranquilo quanto a sua situação junto ao conselho de ética e avalia que as punições não devem ocorrer. Nos próximos dias, ele e os outros 10 dissidentes vão manifestar suas defesas ao conselho de ética da sigla.


O deputado afirma que vai apresentar explicações ao partido - Foto: O Dia

“Vou fazer a defesa da minha posição, porque já tenho uma história de trabalho. Já vinha falando sobre esse assunto em vários encontros do partido, além do mais, também contribui  votando a favor dos destaques que o partido apresentou ao texto do projeto. A redução do tempo de contribuição, por exemplo, foi um destaque apresentado pelo PSB. Estou confiante que vou conseguir justificar minha posição”, declarou Atila Lira. 

O deputado também garantiu que não tem interesse de deixar o PSB, apesar de ter recebido de outras siglas como DEM e PSDB. Questionado sobre o seu destino após uma eventual expulsão dos quadros da sigla, ele prefere desconversar. “Só gosto de pensar nas coisas concretas. O que posso dizer é que não tenho propósito de sair”, disse. 

Além de Atila Lira, também estão sendo alvo de processo pelo conselho de ética do PSB os deputados: Emidinho Madeira(MG); Felipe Carreras (PE); Felipe Rigoni (ES); Jefferson Campos (SP) ;Liziane Bayer (RS) ;Luiz Flávio Gomes (SP); Rodrigo Agostinho(SP); Rodrigo Coelho (SC); Rosana Valle (SP); e  Ted Conti (ES). 

Por: Natanael Souza - Jornal O Dia

Deixe seu comentário