Regina Sousa projeta “algumas mudanças” para seu mandato no governo em 2022

Ao que tudo indica Regina Sousa assume o comando do Palácio de Karnak até o dia 02 de Abril de 2022 e governará o Piauí por cerca de nove meses

23/11/2021 08:46h

Compartilhar no

A Vice-governadora Regina Sousa confirmou que  espera fazer “algumas alterações” no governo estadual em 2022, ano em que deve assumir a gestão com um iminente  afastamento do Governador Wellington Dias para a disputa ao senado. De acordo com a legislação, Wellington,  caso seja candidato ao senado, deve se afastar, no máximo, até seis meses antes do pleito, que ocorre no dia 02 de Outubro. Ao que tudo indica Regina Sousa assume o comando do Palácio de Karnak até o dia 02 de Abril de 2022 e governará o Piauí por cerca de nove meses.

Apesar de sempre mostrar um alinhamento político grande com Wellington Dias e as bases do Partido dos Trabalhadores, Regina tem uma história de vida bem diferente do governador. Com bases de formação política ligada a outras áreas, Regina deve mudar a “cara” do governo ao longo desses quase nove meses, ela mesmo confirma que deve alterar algumas coisas, porém sem modificar a estrutura da gestão. “Não vai ser um novo governo, temos um projeto para até 2022, vou seguir esse projeto. Claro alguma coisa vou tentar inserir, mas não tem muita coisa para inserir de novidade porque é o mesmo governo que continua”, finalizou a vice-governadora.

Curiosamente Regina terá um papel fundamental na construção da sucessão do PT estadual, assim como Wellington, o pré-candidato ao governo do Estado e Secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, também deve deixar a pasta até Abril.

FOTO: CCOM Governo do Piauí  

Oito secretários deixam o governo

Além de Wellington Dias e Rafael Fonteles, a saída de outros sete secretários está praticamente confirmada no primeiro escalão estadual.  Até Abril saem Florentino Neto (Saúde), Fábio Xavier  (Cidades), José Santana (Assistência Social), Janainna Marques (Infraestrutura), Hélio Isaías (Transportes), Fábio Novo (Cultura) e Viviane Moura (Suparc) que serão candidatos a deputado no próximo ano. 

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário