• Novo app Jornal O Dia
  • ITNET
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Rejane Dias descarta volta à Secretaria de Educação

A deputada também afirmou que, em seu novo mandato, pretende defender bandeiras ligadas à área da educação.

04/01/2019 07:11h

A deputada federal Rejane Dias (PT), praticamente, descartou a possibilidade de voltar ao comando da Secretaria Estadual de Educação, em 2019, após a reforma administrativa anunciada pelo governo do Estado.

 A parlamentar, que esteve à frente da pasta entre os anos de 2015 e 2018, avalia que o momento é de assumir, efetivamente, o mandato na Câmara dos Deputados. “Tenho sempre dito que quero agora prosseguir com o mandato na Câmara. Acho que já dei a minha contribuição na Secretaria de Educação, quando estive como gestora. Não que eu não mantenha todo o compromisso que tenho, porque educação você se apaixona, e eu me apaixonei pela pasta”, pontou Rejane.

A deputada também afirmou que, em seu novo mandato, pretende defender bandeiras ligadas à área da educação. “Hoje nós temos o teto dos gastos, a PEC 95, 20 anos sem investimentos. Sei que tem a questão fiscal, mas a educação é fundamental para desenvolvimento de um país. Já tenho feito essa defesa, junto a alguns parlamentares que Rejane Dias descarta volta à Secretaria de Educação também não comungam dessa ideia, da permanência da educação na PEC 95. A permanência do Fundeb também é uma preocupação, porque o Fundeb vai até 2021. A nova equipe econômica do governo federal já tem sinalizado a possibilidade de algumas mudanças. Então, há uma preocupação muito grande”, declarou.

O deputado estadual eleito Franzé Silva, e o secretário de Governo, Merlong Solano, já foram cotados para assumir a Secretaria de Educação em 2019. A possibilidade da permanência do atual secretário, Helder Jacobina, também não é descartada.

Por: Breno Cavalcante e Natanael Sousa

Deixe seu comentário